SUMÁRIO


Por em 26 de outubro de 2021

Integração do varejo físico com o digital: qual a importância e como fazer?

Sem sombra de dúvidas, a integração do varejo físico com o digital é uma tendência que veio para ficar

Para entender isso, basta pensar rapidamente na mudança na jornada de compra dos clientes e, também, na relação que as marcas passaram a precisar desenvolver com seus consumidores.

Se antes os shoppers simplesmente iam até o PDV, faziam as compras e iam embora, hoje, esse processo se tornou muito mais complexo. 

E os supermercados que não entendem essa mudança são aqueles que ficarão para trás e serão superados pela concorrência.

Ademais, vamos ressaltar que essa tendência de estar presente nos ambientes virtuais e no espaço físico é algo que vale para varejos de todos os tamanhos

Não importa se você é dono de uma rede de diversas lojas espalhadas pelo país ou se tem um minimercado de bairro: se você não estiver presente nos canais online e não integrá-los com o seu PDV, você estará perdendo clientes para a concorrência.

Mas não se preocupe, abaixo vamos te mostrar o que mudou na jornada de compra do cliente e, também, explicar sobre a importância de investir na integração do varejo físico com o digital. Acompanhe!

Integração do varejo físico com o digital: o que mudou na jornada de compra do cliente?

Acima, falamos rapidamente que, anteriormente, a jornada de compra do cliente era 100% linear e física, – envolvia apenas o cliente ir até a loja e fazer a compra. 

De tempos para cá, essa jornada tem sido alterada e se tornando cada vez mais híbrida, ou seja, unindo os canais digitais e os físicos.

Entretanto, algo que precisa ser ressaltado é: mais do que estar presente nos canais físicos e digitais, é essencial oferecer uma experiência bem integrada em todos eles

E é neste cenário que dois termos ganham cada vez mais notoriedade: omnichannel e figital.

Omnichannel, ou omnicanalidade, significa a convergência de todos os canais utilizados por uma empresa. E figital nada mais é do que a união das palavras “físico” + “digital”. Assim, eles representam muito bem o que é a integração do varejo físico com o digital. 

Mais do que isso, eles resumem de forma objetiva o que a sua empresa precisa fazer para acompanhar o comportamento do cliente e seguir as tendências de consumo. 

Mas… como fazer para colocar em prática essa integração do varejo físico com o digital no seu supermercado? Confira nossas sugestões:

4 dicas para colocar em prática a integração do varejo físico com o digital no seu supermercado

1. Entenda as mudanças no comportamento dos clientes

Pois bem, o primeiro passo para acertar em cheio na integração do varejo físico com o digital é realmente compreender as mudanças no comportamento dos consumidores. E como fazer isso? São diversas as possibilidades:

  • Manter-se atualizado das notícias e novidades da área do varejo;
  • Pesquisar o que seus concorrentes estão fazendo de novo – e o que você pode se inspirar e aprimorar para o seu negócio;
  • Usar ferramentas tecnológicas que te ajudem a compreender essas mudanças, como a plataforma de Gestão de Comportamento de Cliente (CBM) da Mercafacil, que permite que você tenha dados assertivos sobre o seu público, entre outros.

Porém, o mais importante é, com certeza, compreender que essas mudanças são constantes. 

Ademais, você, como empreendedor, deve estar sempre acompanhando-as e buscando formas de adaptar o seu varejo para essas novas tendências que surgem com o passar do tempo. Torne isso parte da sua cultura! 

– Complemente a leitura com o seguinte artigo: Como fidelizar clientes na Era Digital?

2. Garanta que todo o seu time entenda e esteja engajado com as mudanças

Não basta apenas colocar em prática as estratégias de integração do varejo físico com o digital no seu supermercado se a sua equipe não compreender e comprar essa ideia. 

Por isso, mantenha o seu time sempre por dentro das mudanças que serão testadas no seu supermercado. 

É importante que cada profissional entenda o seu papel no varejo e, também, compreenda as mudanças no comportamento dos clientes.

Lembre-se de que as pessoas da sua equipe são responsáveis por ter um contato direto com os consumidores. Elas devem ser as primeiras e saberem das novidades que você irá implantar na sua loja.

Para isso, faça treinamentos constantes e, também, ações de reciclagem. Ademais, esteja aberto para ouvir sugestões e feedbacks dessas pessoas. Afinal, elas são parte importante do sucesso do seu varejo. 

– Confira também: Campanhas internas no supermercado podem aumentar suas vendas

3. Entenda que os diversos canais de vendas e comunicação são complementares, e não excludentes

Quanto mais fácil e prático for para o seu cliente encontrar a sua loja, melhor será para você. Por isso, não é porque você implantou uma novidade que não precisa mais apostar em outras.

Você não precisa escolher entre ter um ótimo perfil no Instagram e uma boa página no Facebook: você pode ter ambos. 

Não é preciso escolher ter um aplicativo próprio e/ou vender em “super apps” (como o Ifood, por exemplo): você pode estar presente nos dois

Ademais, entenda que cada canal pede por estratégias diferentes. A maneira de se comunicar com o seu cliente via SMS é diferente da forma que você falará com ele pelo WhatsApp

Entretanto, ambos os canais, quando bem utilizados podem ser extremamente relevantes para você oferecer uma comunicação completa e homogênea para os clientes

Aliás, você pode mandar links via SMS ou Whatsapp que levem o consumidor para páginas das suas redes sociais, encartes, seu site, entre outros. 

Assim sendo, pense em formas inteligentes de utilizar e integrar a comunicação do seu supermercado. Aproveite as características, limitações e pontos positivos de cada plataforma para fazer uma estratégia que abranja todos elas da melhor maneira.

4. Faça acontecer a integração do varejo físico com o digital oferecendo uma experiência homogênea e completa aos clientes 

Não importa por qual canal o seu cliente entrou em contato com o seu negócio. Não importa se ele fez a compra no PDV ou por WhatsApp, televendas, aplicativo ou outro canal. 

Seja por onde for, será a sua marca que está representada nesses canais. 

Por isso, é essencial que você realmente faça uma integração desses meios. Garanta que o seu consumidor sempre seja o foco da sua estratégia e tenha uma experiência completa e positiva ao entrar em contato com o seu supermercado. Seja para efetivamente fazer uma compra no PDV, ou apenas comentar uma postagem do seu varejo no Instagram. 

Para isso, reforçamos os tópicos que citamos anteriormente:

  • Conte com uma equipe proativa, engajada, em que cada um saiba o seu papel e ofereça um excelente atendimento ao cliente, – independentemente do canal; 
  • Utilize ferramentas tecnológicas que foram criadas exatamente para facilitar essa integração do varejo físico com o digital, como é o caso do CBM, da Mercafacil;
  • Fique atento ao mercado, acompanhando tendências, vendo o que os concorrentes têm feito de diferente e que merecem atenção.

Por fim, mas não menos importante, entenda que a integração do varejo físico com o digital não é algo que irá acabar tão cedo. Por isso, se você ainda não começou a compreender e a levar essas tendências para o seu supermercado, aproveite para dar o primeiro passo à inovação o quanto antes. E, se precisar um “empurrão” para começar, entre em contato conosco e saiba como a Mercafacil pode te ajudar a levar a digitalização para o seu varejo o quanto antes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Daniela Hendler

Jornalista graduada pela PUC-PR. Analista de Marketing com foco em produção de conteúdo estratégico na Mercafacil. Tem alguma sugestão de conteúdo que gostaria de ver por aqui? Envie para [email protected]