SUMÁRIO


Por em 26 de agosto de 2021

Alimentação saudável é tendência! Ofereça boas opções no seu varejo

Não é de hoje que a busca pela alimentação saudável e por um estilo de vida mais equilibrado é tendência. Entretanto, no último ano, essa nova forma de encarar a vida tornou-se um objetivo ainda mais forte. E acredite: não há indícios de que ela irá parar por aí.

Por isso, é essencial que o seu varejo compreenda essa nova preferência do público e, mais do que isso, encontre maneiras de encantar e surpreender os seus clientes. 

Ademais, tenha em mente que esse aumento no consumo de alimentos saudáveis influencia (e muito!) na forma a qual o seu supermercado deve desenvolver suas estratégias nas mais diversas áreas. 

Estamos falando de ações voltadas à alimentação saudável que envolvem:

  • Mix de produtos – afinal, talvez seja interessante você modificar o seu mix e acrescentar novas marcas e mercadorias que tenham uma maior taxa de “saudabilidade”;
  • Campanhas de marketing – é hora de utilizar seus canais de comunicação e divulgação para deixar claro que o seu varejo preocupa-se com a saúde dos seus colaboradores e clientes;
  • Ações internas – valorizar e estimular a saúde de cada membro da sua equipe também faz parte do cuidado com a vida saudável, entre outros.

Alimentação saudável no Brasil: tendência está em alta

Quando optamos por escrever um texto sobre esse assunto, não o escolhemos por achismos. Mas sim, baseado em números confiáveis. E vamos trazer esses números para você!

Assim, de acordo com um artigo publicado no site da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) utilizando dados da Nielsen, foi observado que os itens saudáveis puxaram a venda da cesta de alimentos em 2020.

Para se ter uma noção, a categoria de saudáveis subiu 11% em relação a 2019. Já os básicos avançaram apenas 2,6% na mesma comparação.

O artigo da ABRAS ainda traz outras informações relevantes como, por exemplo, um depoimento do Bruno Achkar, coordenador de atendimento ao varejo da Nielsen. 

Para ele, esse aumento na procura e no consumo de alimentos saudáveis é reflexo da chamada indulgência permitida. Ou seja, o consumidor até se permite comprar produtos mais caros, desde que tenham o apelo de saudabilidade.

Além desses números já citados, também existem outros índices que merecem a atenção. O mesmo artigo cita uma pesquisa da Kantar que mostra que o consumidor prioriza alimentos naturais e com menor teor de gordura. 

Confira os dados:

  • 79% dos consumidores priorizam alimentos naturais;
  • 75% dos consumidores priorizam alimentos com menor teor de gordura;
  • 70% dos consumidores priorizam alimentos com menor teor de açúcar;
  • 69% dos consumidores priorizam produtos sem aditivos.

Isso revela que você, varejista, pode estar deixando de ganhar dinheiro e de conquistar clientes se não acreditar nessa tendência de “saudabilidade” e trazê-la para dentro do seu PDV

Por isso, preparamos algumas dicas e sugestões para você valorizar a alimentação saudável no seu supermercado e surpreender o seu público. Confira!

5 dicas para aderir à tendência de alimentação saudável no seu supermercado

1. Busque maneiras de oferecer produtos saudáveis dos mais variados preços

Apesar de, no geral, o consumidor estar disposto a pagar mais caro por um produto que se diz saudável – conforme citamos acima, – às vezes o fator preço pode prejudicar as vendas.

A pesquisa da Kantar publicada no artigo da ABRAS revela que 35% dos consumidores não compram alimentos saudáveis porque consideram muito caros

Por isso, a presença dessa categoria é de 22% na cesta de compras da classe AB. Já na cesta da classe CDE, esse percentual cai para 13%.

É claro que para acertar no seu mix de produtos de alimentação saudável o primeiro passo é conhecer muito bem o perfil do seu público. 

Entretanto, mesmo que o seu varejo conte com um perfil formado por clientes predominantemente da classe A e B, eles também ficarão contentes e satisfeitos ao encontrarem produtos que favoreçam a alimentação saudável por um preço mais acessível.

Ademais, se fizer sentido para os seus clientes, também pode ser interessante acrescentar ao seu mix de produtos aqueles itens mais custosos, mas que também trazem um grande diferencial para o seu supermercado. 

Conforme citamos acima, o primeiro passo é conhecer muito bem o seu público. Ou seja, fazer uma gestão de clientes eficaz e, a partir de então, verificar quais produtos saudáveis fazem sentido para a sua loja. 

Vale ressaltar que, independentemente da sua escolha de produtos, é preciso que os alimentos saudáveis estejam, sim, presentes no seu PDV.

2. Entenda que hábitos saudáveis vão além da alimentação

É hora de compreender que a alimentação saudável faz parte de algo muito maior. Ou seja, as pessoas estão buscando hábitos de vida mais equilibrados. A alimentação é apenas mais uma parte desse estilo de vida. 

No artigo da ABRAS citado anteriormente, eles publicam que um levantamento da Nielsen revelou que ⅓ da população já passou a adotar hábitos saudáveis.

Dentro desse grupo, 71% estão mudando os hábitos de consumo por conta de preocupações com o ambiente. Exemplo disso é que 79% não compram produtos de empresas que fazem testes com animais.

E quais são os outros hábitos saudáveis que os consumidores seguem de acordo com o estudo da Nielsen? Pois bem:

  • 68,1% separam lixo orgânico do reciclável
  • 61,1% usam sacolas recicláveis ou caixas de papelão nas compras
  • 46% priorizam produtos com embalagens sustentáveis
  • 36,4% priorizam embalagens de fácil reciclagem
  • 25,2% priorizam produtos com embalagem 100%

– Quer saber mais sobre o assunto? Então confira nosso artigo: Consumidores preferem marcas sustentáveis no varejo. Adapte a sua!

3. Crie seus próprios preparos saudáveis

Outra maneira de você aderir à alimentação saudável na sua loja é começar a preparar refeições saudáveis, feitas no seu próprio estabelecimento, para comercializar. 

Essa ação irá facilitar a vida dos seus clientes, agregará mais valor à sua loja e, ainda, poderá ser um grande diferencial para o consumidor optar em ir até o seu PDV ao invés de ir em um concorrente. 

Algumas opções de preparos saudáveis que você pode vender são:

  • Saladas e saladas de frutas já prontas;
  • Marmitas saudáveis prontas;
  • Sanduíches naturais;
  • Sucos feitos na hora;
  • Caldos e sopas no inverno e demais períodos do ano em que estiver frio;
  • Conservas com produtos que estão prestes a vencer;
  • Opção de salgados “fit” – eles podem ser vendidos na padaria junto com os demais produtos da sessão, entre outros.

Fazer sucos na hora, por exemplo, além de ser algo positivo para os seus consumidores, ainda irá te ajudar a prevenir as perdas do hortifruti, garantindo que você use alimentos que poderiam estar perto do prazo de vencimento. 

O mesmo acontece com as conservas. Se você tem alguns tomates que estão perto do vencimento e/ou não estão esteticamente bonitos, mas ainda podem ser consumidos sem problemas, você pode fazer tomates secos para vender ou, ainda, molho de tomate caseiro. Interessante, não é mesmo? 

4. Conheça os diferentes nichos de mercado que podem estar presentes na alimentação saudável

Pois bem, a alimentação saudável costuma priorizar ingredientes naturais, menos processados e que forneçam mais energia e nutrientes para o organismo.

Entretanto, pode-se dizer que existem outros nichos que também passaram a ser “abraçados” pela alimentação saudável. Dentre eles, destaque para produtos das seguintes categorias:

  • Sem lactose;
  • Orgânicos;
  • Sem açúcar;
  • Light;
  • Sem glúten;
  • Diet;
  • Veganos;
  • Vegetarianos, entre outros.

Lembre-se de que são várias as pessoas que optam por alimentos que seguem essa linha mais natural e saudável. 

Por isso, acrescentar produtos que tenham essas particularidades pode ser uma excelente forma de você não só aumentar as suas vendas, como também:

  • Valorizar a saúde do seu consumidor;
  • Aumentar o ticket médio das vendas – já que, por vezes, um produto de alimentação saudável é um pouco mais caro que os demais, mas não de maneira absurda;
  • Mostrar que o seu varejo está por dentro das tendências atuais e não quer perder consumidores, independentemente das suas opções alimentares, etc.

Para saber mais sobre, leia: Produtos para restrição alimentar: um diferencial para o seu supermercado

5. Fale sobre alimentação saudável e demais hábitos que fazem bem à saúde nas suas redes sociais e demais canais de comunicação

Conforme falamos anteriormente, a vida saudável vai muito além da alimentação – apesar de ela ser um grande pilar dessa forma de viver. 

Dessa forma, é comum que as pessoas que sigam uma alimentação saudável também estejam em busca de desenvolver outros hábitos saudáveis e equilibrados para a sua vida.

Aliás, cabe a você mostrar que a sua marca segue esses princípios!

Como fazer isso? Pois bem, usando suas redes sociais e demais canais de comunicação a seu favor. Algumas dicas para isso são:

  • Confira o nosso calendário promocional, por exemplo, e veja quais são as datas relacionadas à vida saudável que podem ser celebradas no seu varejo. Estamos falando desde o Dia da Água, passando pelo Dia do Nutricionista, Dia das Florestas, entre outros.
  • Dê dicas sobre alimentos e alimentação saudável nas suas redes. Aproveite para falar dos benefícios desses ingredientes, receitas com eles e demais formas de inseri-los na rotina;
  • Incentive a prática de atividade física tanto para os seus clientes quanto para os seus colaboradores. Que tal fazer uma campanha interna que incentive os funcionários a se exercitarem?

Enfim, são diversas as maneiras para você mostrar que a sua loja “levanta essa bandeira” e preocupa-se com a alimentação saudável e demais hábitos que fazem bem para a saúde.

6. Faça campanhas segmentadas para clientes que costumam comprar itens de alimentação saudável

Com certeza, você já tem clientes que costumam fazer compras de alimentos saudáveis, certo? Então, que tal fazer uma campanha segmentada para eles? 

Você pode enviar ofertas exclusivas via SMS e, também, aproveitar para informá-los caso traga um produto novo para o seu mix. 

Com certeza, se eles já seguem uma vida mais saudável, ficarão curiosos em conhecer as opções novas que você trará para a sua loja!

Ps: lembramos que, para fazer essa ação com maestria, é essencial que você faça a gestão dos seus clientes e, é claro, ofereça um Clube de Descontos exclusivo para eles. 

Afinal, somente assim você terá todas as informações sobre o histórico de compra dessas pessoas e saberá sobre as preferências e demais dados pessoais sobre elas.

São essas informações que permitem que você utilize uma ferramenta de gestão de clientes e possa criar campanhas segmentadas, que são direcionadas para as pessoas certas e, por isso, trazem uma taxa de sucesso muito maior.

Assim, se você que ter mais sucesso ao aderir à tendência de alimentação saudável no seu supermercado, entre em contato conosco o quanto antes e saiba como a Mercafacil pode te ajudar a conhecer melhor cada um dos seus clientes e alavancar o resultado da sua loja.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Daniela Hendler

Jornalista graduada pela PUC-PR. Analista de Marketing com foco em produção de conteúdo estratégico na Mercafacil. Tem alguma sugestão de conteúdo que gostaria de ver por aqui? Envie para [email protected]