SUMÁRIO


Por em 19 de outubro de 2021

Inteligência do mercado varejista: 5 dicas para o seu negócio

O mercado supermercadista não é o mesmo que era há cinco, dez anos atrás. A inteligência do mercado varejista veio para ficar. 

Pontos como: estrutura física, melhores equipamentos e inteligência de mercado trouxeram para os PDVs um novo momento de transformação. 

Os desafios atuais exigem que o time comercial desenvolva algumas habilidades, como reinvenção, adaptação e senso de urgência. 

Contudo, é necessário se sobressair em um nicho que se mostra cada vez mais competitivo. Confira abaixo as principais mudanças que a inteligência de mercado varejista trouxe para os negócios.

A ascensão da inteligência do mercado varejista trouxe mudanças no consumo 

Nos últimos dois anos, as mudanças no comportamento do consumidor foram extremamente amplificadas

Em suma, o varejo contabilizou um crescimento de 5,9%, segundo o Índice Nacional de Vendas da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS). Também, as vendas em e-commerce, comparando 2021 com 2020, cresceram 18%, segundo a Associação Brasileira de E-commerce (ABComm).

Essas mudanças mostram que o consumidor está cada vez mais omnicanal, ou seja, fazendo suas compras tanto nas lojas físicas quanto pelos meios digitais.

E então, o seu negócio está assimilando essas mudanças? Essas mudanças têm impactado diretamente no seu faturamento? Você acompanha como o seu concorrente direto está realizando essas adaptações? 

Abaixo, separamos cinco grandes transformações do mercado varejista que você precisa conhecer. Confira!

As 5 transformações para a inteligência do mercado varejista

1. Fique atento à codificação 

A gente sabe que esse item é de extrema importância para você, varejista.

Afinal, é a partir dele que é possível verificar a quantidade de produtos e indicadores do seu estoque.

Aliar tecnologia para ajudar o seu time comercial com plataformas de codificação faz com que seu time ganhe tempo. Ademais, nesse tempo, seu time poderá trabalhar estratégias de conversão e aumentar a lucratividade. 

Nada melhor do que contar com ferramentas de automação, não é mesmo? 

As plataformas digitais são aliadas para fazer com que seu negócio seja mais tecnológico, imersivo e atrativo.

2. Entenda qual categoria o seu negócio é destino

Pode parecer bobagem, mas é preciso estabelecer qual categoria o seu negócio quer ser destino. 

A partir dessa definição, você saberá em que categoria quer que seu negócio seja lembrado, reconhecido e indicado pelo consumidor. Ademais, isso só é possível com um bom gerenciamento de categorias. 

Estabelecer qual é o seu negócio é destino não é um acaso, é necessário uma escolha estratégica. Perceber essa posição dá ao seu negócio uma chance de:

  • Se destacar frente aos concorrentes;
  • Fidelizar um número muito maior de clientes;
  • Diminuir os custos em determinadas categorias;
  • Aproximar-se do shopper diante de determinado produto.

Além disso, entender qual categoria de destino é seu negócio ajuda a traçar melhores estratégias. Por exemplo, a utilização de uma comunicação segmentada, promoções mais eficientes e, ainda, atuar de forma mais próxima para melhorar a experiência do cliente.

3. Use a Inteligência Artificial (I.A)

O mundo já é I.A. 

A tecnologia tem transformado o formato dos novos negócios, principalmente no que diz respeito ao comportamento do cliente. Por isso, é muito importante conhecer os formatos de compras, suas necessidades em relação a determinados produtos adquiridos.

Esse trabalho de conhecer o comportamento do cliente é desenvolvido pela Mercafacil. Dentre suas funcionalidades, a empresa realiza a Gestão de Comportamento de Cliente (CBM) e, também, criou a sua própria inteligência artificial para atender aos clientes: a mar.ia.

Além de tudo isso, a inteligência artificial também atua diretamente na personalização. Isso quer dizer que, ao conhecer o seu cliente, é possível transformar essa experiência dentro do seu negócio muito mais proveitosa. 

Ganho de tempo, rentabilidade e fidelização são alguns dos benefícios encontrados com a I.A.

Outra importante funcionalidade da I.A para a inteligência do mercado varejista 

Você sabia que a I.A também pode atuar no reconhecimento de imagem? Isso mesmo!

Ela auxilia diretamente na produção dos encartes e no gerenciamento de tabloides de forma otimizada. A Infomarket, empresa que atua com o segmento supermercadista, realiza esse trabalho de reconhecimento de imagem para trazer mais segurança na hora de encartar. Vale a pena conhecer! 

4. Preste atenção ao shopper omnichannel 

A omnicanalidade diz respeito diretamente aos vários canais onde o shopper pode ter uma experiência com a sua marca. Aliás, é na convergência de todos esses meios que fidelizamos e criamos uma experiência única para o seu cliente

Essa é uma das principais tendências do varejo atualmente e foi impulsionada com a pandemia. 

Essa estratégia precisa ser utilizada de forma inteligente, afinal, requer um conhecimento muito mais amplo do que somente a venda em si. 

O tom de voz da marca, a integração das plataformas e uma comunicação visual bem aplicada são importantes para que a estratégia de inteligência do mercado varejista seja imbatível.

Calma, a gente te explica direitinho como funciona:

Imagina que sua loja possui as redes sociais, o PDV físico e o e-commerce. ]

Assim, seja qual for o canal escolhido pelo seu cliente para se relacionar com a sua loja, a experiência que ele tem precisa ser homogênea. 

Além da omnicanalidade, outro termo que ganha cada vez mais espaço é o figital. Ou seja, a união do físico com o digital na jornada de compra do consumidor

Por fim, lembre-se sempre que o cliente é a chave principal para que o seu varejo tenha sucesso. E saiba que ele está em todos os canais!

5. Atente-se à precificação para que seu negócio tenha inteligência de mercado varejista

Chegamos no último tópico do texto que fala sobre as principais transformações da inteligência do mercado varejista. E ele está relacionado com a precificação de produtos e, eventualmente, ligada à lucratividade do seu negócio. 

Como você tem feito esse processo dentro do seu negócio? Tem utilizado a tecnologia ao seu favor? ]

Acredite, esse é um ponto crucial para o sucesso do seu negócio, já que diz respeito à saúde financeira da sua empresa

Ademais, há diversos fatores que influenciam a precificação, como o mercado do seu negócio, os custos e o valor da compra. 

Por isso, para acertar na precificação dos seus produtos, pode ser importante utilizar as ferramentas certas que te ajudem nessa missão e tornem o seu varejo mais competitivo.

Assim sendo, você já ouviu falar do PriceMarket, ferramenta desenvolvida pela InfoMarket? Ela trabalha o monitoramento dos preços da concorrência e a precificação de forma inteligente para trazer mais assertividade e ganhos para o seu supermercado.

É hora de colocar a inteligência do mercado varejista em prática

Enfim, agora você já aprendeu mais sobre as principais transformações do mercado varejista, não é mesmo? Então, é hora de colocá-las em prática!

Saiba que a inteligência do mercado varejista é um mundo de possibilidades e, com a execução certeira dessas estratégias, contando com as ferramentas certas à seu favor, o seu negócio, com certeza, terá mais sucesso.

Este artigo foi produzido por Luis Valente, Head de comunicação da Infomarket, a convite da Mercafacil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Daniela Hendler

Jornalista graduada pela PUC-PR. Analista de Marketing com foco em produção de conteúdo estratégico na Mercafacil. Tem alguma sugestão de conteúdo que gostaria de ver por aqui? Envie para [email protected]