SUMÁRIO


Por em 30 de novembro de 2021

O futuro do varejo está no mobile commerce (m-commerce)?

Com certeza você já ouviu falar no e-commerce. Mas e o mobile commerce (ou m-commerce), você conhece? 

Abaixo, vamos te explicar melhor o que é esse formato de negócio que conquista cada vez mais pessoas e, também, dados que mostram que o futuro do varejo passa, sim, pelo mobile commerce

Inclusive, as chances de você já utilizar o m-commerce e nem saber disso são enormes! Acompanhe e entenda mais sobre o assunto.

O que é o mobile commerce?

De forma resumida, o mobile commerce, ou m-commerce, refere-se especificamente às compras/transações feitas por meio de aparelhos móveis com conexão à internet, como smartphones ou tablets.

Qual é a diferença entre e-commerce e m-commerce?

A principal diferença entre esses dois métodos de compra é que o e-commerce pode ser traduzido como “comércio eletrônico”. Ou seja, ele se refere às compras por meios online, independentemente de quais são esses meios. 

o m-commerce é entendido como comércio móvel, ou seja: apenas engloba compras feitas por dispositivos móveis. 

E por que é tão importante compreender a diferença entre esses dois tipos de negócio e, mais do que isso, fazer com que o seu varejo ofereça opções de compras por esse dois canais? 

Porque ambos estão em alta e o m-commerce, mais do que nunca, está destacando-se entre os usuários. 

Inclusive, pare e pense: quantas compras (e demais ações tecnológicas) você costumava fazer apenas pelo seu computador mas que, de tempos para cá, passou a fazer com o seu smartphone? Provavelmente, muitas. 

– Confira: Tendências para o varejo: leve seu supermercado até o cliente

Entendendo o cenário do mobile commerce no Brasil

É cada vez maior o número de pessoas que têm acesso à internet utilizando aparelhos móveis. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Brasil conta com 235,45 milhões de linhas de celulares em operação. Ademais, segundo dados do IBGE, 92,1% do acesso à rede já são efetuados via dispositivos móveis. 

Esses dados nos mostram que: garantir que o seu varejo possa ser encontrado via smartphones e tablets é essencial. 

E, mais do que isso, é importante ressaltar que as pessoas não utilizam os aparelhos móveis apenas para buscar informações e se comunicar, mas também para realizar compras.

Para se ter uma ideia, as compras feitas via mobile commerce responderam por mais da metade – mais especificamente, 53% – do e-commerce em 2020 no Brasil. 

Os dados são do relatório emitido pela Ebit|Nielsen na pesquisa Webshoppers 43, que também revela que o comércio móvel observou 79% de aumento quando comparado com o ano anterior (2019) e movimentou R$ 46 bilhões.

A pesquisa traz outros dados relevantes para o varejo. Por exemplo:

  • O mobile commerce registrou 106 milhões de pedidos em 2020, um crescimento de 56% quando comparado com o ano anterior;
  • Ao todo, o comércio eletrônico contabilizou 194 milhões de requisições, crescimento de 30%. Neste cenário, o m-commerce representou 55% do total de pedidos em 2020;
  • O ticket médio do m-commerce alcançou um valor de R$431, enquanto o ticket médio do e-commerce todo é de R$452.

Sim: o futuro do varejo está no mobile commerce. Mas não somente nele. 

Todos esses dados e insights nos trazem uma importante conclusão, que é: sim, o futuro do varejo passa pelo mobile commerce, mas não está centrado somente nele.

Mais do que nunca, a importância de desenvolver ações que integrem todos canais da sua loja, valorizando a jornada figital (que une os meios físicos e digitais), é algo que ganha destaque. 

Isso significa: oferecer uma experiência completa e positiva para o seu cliente tanto no seu PDV físico, quanto em seu site, redes sociais, e-commerce e m-commerce. 

Esse cuidado com a integração e homogeneidade de canais é essencial para a credibilidade da sua marca e impacta diretamente no sucesso do seu negócio. Afinal, ele está diretamente ligado com a experiência do cliente. E, no fim, é a experiência positiva que faz com que você conquiste e fidelize o consumidor. 

– Leia também: Veja o que é a jornada figital no varejo e ofereça essa experiência

4 dicas para aderir ao mobile commerce 

Quer aderir ao mobile commerce mas não sabe por onde começar? Preparamos algumas dicas para você começar a sua jornada nesse formato e, também, algumas vantagens de estar presente no comércio móvel

1. Deixe seu site responsivo (amigável para ser acessado via dispositivos móveis)

Por padrão, todo website pode ser acessado por meio de um aplicativo de navegador em aparelhos móveis. Porém, isso não significa que a página seja responsiva.

Um site responsivo é aquele que se ajusta conforme o tamanho da tela dos smartphones e garante uma boa navegação, sem que o usuário precise ficar dando zoom e ou tenha dificuldade para encontrar o que precisa.

2. Fique atento ao tempo de carregamento das páginas

Um site responsivo, além de oferecer uma navegação facilitada para os usuários, também deve carregar com rapidez. Assim sendo, verifique como está o seu tempo de carregamento.

Lembre-se de que frequentemente os usuários estarão utilizando redes de dados móveis para acessar o seu endereço. Por isso, ele deve ser leve!

Para se ter uma ideia, uma pesquisa realizada pela Think With Google revela que 53% dos visitantes tendem a abandonar páginas que demoram mais de três segundos para carregar. Ou seja: evite esse problema! 

3. Verifique a possibilidade de criar seu próprio aplicativo

A sua loja pode, sim, estar presente em alguns grandes marketplaces, como Ifood, Rappi, Mercado Livre entre tantos outros. 

Entretanto, ter o seu próprio app pode ser uma excelente maneira de se aproximar do seu consumidor e, também, ver suas vendas por meio do mobile commerce dispararem. 

Por meio de um aplicativo próprio você poderá oferecer recursos exclusivos não disponíveis do seu endereço na web. Além disso, pode garantir aos seus clientes benefícios únicos, como promoções de frete, cupons, possibilidade de criar uma lista de compras, entre outros. 

– Complemente a leitura com: Aplicativo para supermercado: 9 motivos para ter o seu próprio app

4. Garanta que seu time também esteja preparado para fazer um excelente atendimento para o mobile

O bom atendimento é um grande diferencial para atrair e fidelizar clientes, certo? E isso vale tanto para a sua loja física quanto para os canais digitais. Inclusive, o m-commerce.

Por isso, garanta que os profissionais do seu time que trabalham diretamente com os aparelhos móveis estejam bem treinados para tirar as dúvidas e atender os usuários da melhor maneira possível. 

Além disso, considere que os visitantes não querem ser direcionados para outras páginas ou aplicativos para tirar dúvidas. Por isso, oferecer um chat para responder o consumidor diretamente no local em que ele está, sem fazer esse redirecionamento, pode ser muito importante. 

Ou seja, é importante que haja a soma de uma boa ferramenta tecnológica com um bom profissional para garantir esse atendimento impecável. 

As vantagens de ter a sua loja disponível no m-commerce

Estar presente no universo mobile pode fazer toda a diferença para a sua loja. Abaixo, vamos listar algumas das principais vantagens em aderir a esse novo formato de negócio e, é claro, ter um comércio móvel de qualidade:

  • Você estará, literalmente, sempre na palma das mãos do seu cliente;
  • Em questão de minutos o consumidor poderá fazer uma compra do seu varejo;
  • O m-commerce é prático, intuitivo e rápido. Assim, pode favorecer as compras por impulso e melhorar o faturamento da sua loja;
  • Mais um canal para você se comunicar com seus clientes e, também, concretizar vendas;
  • Atrai novos consumidores: um novo canal de vendas é, também, uma nova forma de trazer para perto de sua loja consumidores novos. Por vezes, você “roubará” esses clientes dos seus concorrentes que ainda não estão presentes no comércio móvel;
  • Mais um canal para você conhecer melhor os seus consumidores, analisando os dados do comportamento de compra deles e, a partir disso, podendo desenvolver campanhas mais assertivas.

E então, que tal garantir que o seu varejo também esteja disponível no mobile commerce? Essa é uma tendência que veio para ficar e deve fortalecer-se ainda mais com o passar dos anos. Ah, e caso esteja em busca de potencializar os seus canais de atendimento físicos e digitais, entre em contato conosco e conheça as soluções personalizadas da Mercafacil para cada varejo. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Daniela Hendler

Jornalista graduada pela PUC-PR. Analista de Marketing com foco em produção de conteúdo estratégico na Mercafacil. Tem alguma sugestão de conteúdo que gostaria de ver por aqui? Envie para [email protected]