Informações de Mercado

Aprenda a poderosa estratégia dos produtos notáveis do supermercado

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Você sabe o que são os produtos notáveis do supermercado? E, mais do que isso, sabe como utilizá-los como uma poderosa estratégia para alavancar as suas vendas? 

Para explicar um pouco melhor, vamos exemplificar uma situação real, que costuma acontecer com todos os consumidores:

Depois que o cliente vai até o supermercado e faz as suas compras, ele dificilmente lembrará “de cabeça” o quanto EXATAMENTE pagou em todos os produtos. Ele tem uma ideia, sim, do valor pago em cada mercadoria. Entretanto, é difícil que ele lembre do valor exato de todos os itens.

Por outro lado, existem aquelas mercadorias que o consumidor dificilmente esquece o preço. Que ele compra com certa frequência e volume e normalmente estão presentes no seu lar. 

Quando o cliente paga o que considera um “bom preço” por esses produtos, há uma maior chance de ele voltar a comprar na sua loja. Afinal, ele tem a impressão que a sua loja é mais barata do que as outras, – mesmo que isso não seja verdade. 

Neste caso, o que você fez foi: abaixar o preço dos produtos certos, ou melhor, dos produtos notáveis do supermercado.

Quando você, varejista, entende as melhores maneiras de organizar e precificar os produtos notáveis, você poderá ter um grande aumento nas suas vendas. 

Quer saber como ter sucesso nessa poderosa estratégia? Então confira as nossas dicas e prepare-se para colocá-las em prática o quanto antes.

O que são produtos notáveis no supermercado? 

Conforme explicamos brevemente no tópico acima, os produtos notáveis no supermercado podem ser entendidos como: 

Os produtos os quais os preços são mais fáceis de serem notados e lembrados pelos clientes.

Ou seja, são aqueles itens que o consumidor já tem uma boa noção do quanto costuma pagar quando vai às compras. E, por mais que o cliente seja fiel à sua marca, ele está inclinado a fazer pesquisas de preço sobre essas mercadorias e/ou até mesmo saiba “de cabeça” o preço desses itens.

Neste cenário, se o seu concorrente está vendendo os produtos notáveis por um valor mais baixo, o seu freguês poderá fazer as compras lá. Assim sendo, entendemos que os produtos notáveis no supermercado são aqueles que estão na sua curva A de competitividade.

Ou seja, são as mercadorias que você, varejista, deve acompanhar de perto a movimentação e a precificação da sua concorrência. Como não existe um valor “certo” e nem uma margem a ser seguida, a dica é verificar o preço da concorrência (referente aos produtos notáveis) de uma a duas vezes por semana.

De acordo com Leandro Rosadas, especialista em supermercados:

“Não existe uma regra ou uma margem pré-definida para os produtos notáveis. Você vai acompanhar o preço dos concorrentes e, a partir disso, bota o teu preço”.

Leandro Rosadas, especialista em supermercados.

Sabendo disso, é hora de encontrar formas de fazer com que os seus notáveis sejam mais baratos e, então, aumentar a sua margem de lucro nos outros produtos, os de baixa notabilidade.

Ou seja: fazer as promoções certas, dos produtos certos, pelo preço certo.

Quais são os produtos notáveis no supermercado?

Existem, sim, alguns produtos notáveis no supermercado que são mais “genéricos”. Porém, lembre-se de que cada loja é uma loja, e cada cliente é um cliente. Assim sendo, para você ter um conhecimento mais assertivo e completo sobre quais são os produtos notáveis do seu negócio, é essencial você ter um bom Software de Gestão de Clientes, como o CBM da Mercafacil.

De qualquer forma, algumas das mercadorias que podem ser classificadas como notáveis, em âmbito geral, são:

  • Alguma marca específica de café, cerveja, achocolatado ou sabão em pó, por exemplo. 
  • Produtos de hortifrúti que são mais “comuns” na casa dos brasileiros, como batata, cebola, alho, ovos, banana e algumas verduras. 
  • Outros produtos que costumam estar presentes em casa, como o leite, a margarina, o macarrão, o arroz, os principais cortes de carne, entre outros. 

Com estes produtos notáveis do supermercado, o seu varejo não pode errar.

Exemplificando:

Você provavelmente não lembra o quanto pagou em um pacote de orégano, mas talvez lembre-se quando pagou barato na sua marca de cerveja preferida, certo? Citando o artigo da Harvard Business Review Brasil:

“(Sobre a cerveja) Você sabe o preço, compara e toma a decisão mais econômica antes de colocá-la no seu carrinho de compras. Aqui, cada centavo é notado, com louvor. Cerveja barata, supermercado barato. Cerveja cara, supermercado caro. Orégano barato ou caro… não há julgamento.”

Harvard Business Review Brasil

A importância dos produtos de baixa notabilidade

Já os produtos de baixa notabilidade – como o orégano, citado acima, – são aqueles de menor volume e frequência de compras. Com eles, é importante tomar cuidado com a precificação, mas ela não deverá afetar a imagem de “bom preço” da sua loja.

Exemplos de mercadorias que podem ser colocadas nessa categoria são as conservas, os temperos variados, as geleias, adoçantes, sal, fio dental, entre outros.

Vale ressaltar que, mesmo que os produtos de baixa notabilidade sejam menos relevantes individualmente, juntos, eles podem representar a maior parte da receita de uma empresa varejista. 

Segundo o artigo da Harvard Business Review Brasil citado anteriormente, essas mercadorias chegam a até 70% do total das vendas. 

Se o setor supermercadista no Brasil movimenta em torno de R$ 300 bilhões por ano, segundo o ranking ABRAS, pode-se estimar que até R$ 210 bilhões são produtos de baixa notabilidade. 

Harvard Business Review Brasil

Supermercado “Preço baixo todo dia” X Supermercado “diferenciado e qualificado”

Supermercado mais barato

Se o seu estabelecimento compete por ser “o mais barato”, não é necessário que os produtos de baixa notabilidade sejam sempre os mais baratos do que os da concorrência. 

Esse é o seu caso?

Então, uma boa dica é sempre reforçar a ideia de que o seu negócio “é o mais barato” – use o marketing e todos os seus canais de comunicação e de venda para isso! – e mantenha um grande leque de mercadorias não notáveis até 2% mais caros que a concorrência.

Ao mesmo tempo, você coloca em prática uma estratégia poderosa de produtos notáveis em promoção, buscando oferecer valores mais baixos que o seu concorrente.

Supermercado diferenciado

Por outro lado, se o seu estabelecimento compete por ser “o melhor” ou “o mais diferenciado”, entende-se que você oferece um atendimento personalizado, produtos de qualidade superior e um ambiente agradável. Neste cenário, o seu cliente compra do seu negócio pelos seus diferenciais e acredita que o seu preço é justo, mesmo que não seja o mais baixo do mercado.

Se esse for o seu caso, a dica é acompanhar de perto os notáveis dos seus concorrentes, oferecendo um preço justo por eles, e manter as mercadorias de baixa notabilidade até 11% mais caras do que a concorrência do mesmo canal. 

Por que conhecer os produtos notáveis no supermercado é tão importante? 

Conforme já citamos brevemente anteriormente:

Os preços dos notáveis, quando estão abaixo do concorrente, dão a impressão para os clientes de que todos os seus produtos são mais baratos. Mesmo que isso não seja verdade.

Fazendo as pesquisas e os cálculos corretos, quando você acerta o preço dos produtos notáveis no supermercado, você tende a vender mais, com mais margem, e ainda passa a ser lembrado pelo seu consumidor como “o supermercado mais barato”. Incrível, não é mesmo?

Por fim, gostou do conteúdo? Então continue acompanhando o nosso blog para ficar sempre por dentro das novidades e tendências do mercado do varejo.

Jornalista graduada pela PUC-PR. Analista de Marketing com foco em produção de conteúdo estratégico na Mercafacil.

Write A Comment