SUMÁRIO


Por em 20 de abril de 2022

O que é metaverso? Confira um guia completo sobre o assunto

Você já deve ter ouvido falar sobre metaverso, não é mesmo? Afinal, é um assunto que está em alta nos últimos tempos. Mas… O que é metaverso? E como ele pode impactar diretamente a sua empresa? 

Continue acompanhando nosso artigo e tire todas as suas dúvidas sobre essa tendência de universo virtual que mostra cada vez mais que realmente veio para ficar.

O que é metaverso?

Metaverso é o termo que denomina um ambiente virtual hiper-realista, imersivo e coletivo. Nele, as pessoas podem conviver usando avatares customizados em 3D e, também, podem ser, fazer e construir o que bem entenderem.

Em outras palavras, o metaverso pode ser definido como uma evolução da nossa internet atual.

O panorama do metaverso: o que esperar para o futuro?

O metaverso já é muito explorado por jogos há anos. O popular The Sims, que permite que a pessoa crie uma vida inteira para o seu personagem, é um exemplo de metaverso já conhecido. 

A questão, agora, é que o metaverso não estará apenas dentro de jogos, mas será uma realidade no dia a dia das pessoas.

Vale lembrar que o conceito de metaverso já vem sendo pulverizado na mídia há anos. 

Porém, foi no final de 2021 que ele realmente “explodiu”. Muito disso aconteceu quando o Mark Zuckerberg anunciou que a empresa Facebook mudaria de nome para Meta. O empresário também revelou que o foco da companhia passaria a estar no mercado de realidade aumentada (VA) e realidade virtual (VR).

Essa declaração fez com que o termo metaverso e a pergunta “o que é metaverso?” passassem a ser umas das principais buscas da internet.

Para se ter uma ideia do que esperar no futuro para o metaverso, em fevereiro de 2022, o Gartner, grande empresa de consultoria, fez um estudo que declara que até 2026, é esperado que 30% das organizações no mundo tenham produtos e serviços preparados para o universo digital.

A consultoria também apresentou outra estimativa surpreendente: até 2026, estima-se que 25% das pessoas passem pelo menos uma hora do dia no metaverso. Dentre as atividades que podem ser feitas no ambiente virtual, estão os estudos, trabalho, compras, convivência social e entretenimento.

Você não quer que o seu varejo fique por fora dessa tendência, não é mesmo? 

Por isso, agora é o momento de compreender melhor sobre o que é metaverso. Mais do que isso, é hora de sair na frente da concorrência, ser visionário e aplicar os conceitos de metaverso no seu negócio.

As principais tecnologias que fazem parte do metaverso

Atualmente, existem três grandes vertentes que fazem parte do metaverso e podem te ajudar a compreender melhor o que é esse conceito. São eles: 

Realidade aumentada

A realidade aumentada combina o mundo físico com o mundo virtual. Diferentemente da realidade virtual (que iremos explicar abaixo), a realidade aumentada insere elementos virtuais no mundo físico.

Um grande exemplo de VA que fez sucesso de tempos para cá e conquistou adeptos ao redor do mundo todo é o jogo Pokémon Go. Nele, as pessoas utilizam as câmeras dos seus smartphones para capturar os Pokémons virtuais em um mapa baseado no mundo real.

Assim, a criatura é capturada no jogo. Entretanto, é preciso mover-se pelo mapa (na vida real) para fazer essa ação.

Realidade virtual

A realidade virtual é um ambiente em 3D criado por computadores. Ele simula o mundo real e permite a interação dos participantes por completo. Para acessar essa realidade virtual em 3D, atualmente é necessário utilizar óculos especiais equipados com sensores e fones de ouvido feitos exclusivamente para essa função. 

Blockchain, criptomoedas e NFTs

Outra grande vertente do metaverso está relacionada com a transação de itens – como se fosse a compra e a venda – de “produtos” de forma virtual. Isso significa que o metaverso tem a sua própria economia.

Você já deve ter ouvido falar sobre as criptomoedas, como o bitcoin. Pois bem, o Blockchain é a tecnologia que permitiu a criação do bitcoin. Esse sistema é considerado altamente seguro e, por isso, é utilizado para fazer a transação das criptomoedas.

Os NTFs (sigla de non-fungible token – ou token não-fungível) também são usados no metaverso. O NFT é um código de computador que autentifica  a transação dos itens dentro do metaverso, dando a segurança de que esse item é único/verdadeiro. 

Utilizando essas tecnologias é possível fazer transações financeiras dentro do metaverso. Mais do que isso, é possível negociar desde criptomoedas e propriedades virtuais, até obras de arte digitais, jogos, roupas e demais estilizações para os avatares, entre outros. 

A expectativa para o presente e para o futuro próximo é de que as empresas aproveitem essas tecnologias para vender seus produtos em versões virtuais dentro do metaverso. Além disso, é possível fazer anúncios dentro desse universo virtual, sendo mais um canal de comunicação e relacionamento com os clientes. 

O que é metaverso e como ele pode ser importante para encantar o cliente?

Pois bem, agora que você já sabe mais sobre o que é metaverso e como ele tornou-se uma das grandes tendências atuais, é hora de compreender a maneira de levá-lo para a sua realidade. Ou seja, como aplicar o metaverso no varejo

Nesse universo, os clientes viverão por meio dos seus avatares online. Portanto, existirá a compra de acessórios, colecionáveis, arte digital, roupas e ativos (NFTs – as moedas digitais). 

Assim, da mesma forma que a sua marca tem a sua loja nas redes sociais ou seu e-commerce, o metaverso também exigirá a criação de espaços na realidade virtual. Eles podem ser uma cópia da sua loja física ou uma estrutura mais moderna e complexa que só é possível no mundo digital. 

E aqui entra uma questão muito importante no metaverso: é possível oferecer experiências exclusivas e diferenciadas para o cliente nesse universo virtual. Você pode fazer o lançamento de produtos de forma especial para o metaverso e, também, oferecer a opção do cliente fazer passeios virtuais.

Ao mesmo tempo, toda essa tecnologia pode interagir e conversar com o mundo real. No metaverso, o cliente poderá visualizar como são os produtos que deseja adquirir. Ele escolhe o item, paga por ele e recebe a compra em casa, da mesma forma que seria com o e-commerce. Porém, a experiência que ele teve foi diferenciada e muito mais imersiva. 

Resumidamente, o metaverso traz muitas oportunidades de negócios para o varejo. Isso porque será possível transformar a jornada de compra do consumidor, deixando-a mais complexa, completa e inesquecível. 

Se você oferecer essa tecnologia antes dos seus concorrentes, com certeza, jamais será esquecido pelos seus clientes. Afinal, terá criado uma experiência nova para a vida deles. 

É hora de compreender o que é metaverso e analisar as suas possibilidades

Independentemente do tamanho da empresa, estar por dentro das tendências tecnológicas e aderir à digitalização é inevitável. E, de acordo com o Interactive Retail Trends, grande evento do varejo realizado em Nova Iorque em fevereiro de 2022, investir em inovação e conhecer seu público é preciso.

Assim, estudar sobre o assunto, assim como contar com empresas que te auxiliem a se preparar para o metaverso e, também, conhecer os seus clientes, é fundamental para se preparar para o futuro próximo. 

Ademais, tenha em mente que o elemento central para aproveitar o metaverso no varejo é o conhecimento sobre o seu cliente. Afinal, somente dessa maneira será possível saber como atender os desejos e necessidades desse público. E, mais do que isso, antecipá-los! 

Seja para planejar uma jornada de compra personalizada para o seu consumidor ou criar novos produtos e espaços no universo digital, é essencial entender as preferências e necessidades do seu cliente.

Atualmente, estamos no início dessa grande mudança. Por isso, é o momento de entender sobre o metaverso e pensar nas possibilidades que ele traz para o seu varejo em um futuro próximo. 

O primeiro passo para o metaverso: conhecer os seus clientes

Nesse cenário, o primeiro passo pode ser contar com uma empresa, como a Mercafacil, que te auxilia a conhecer de forma precisa os seus clientes. Dessa forma, utilizando o nosso CBM, que é a evolução do CRM, você terá todos os dados necessários para compreender, surpreender e fidelizar o seu consumidor. 

Além disso, a Mercafacil tem a sua própria inteligência artificial, a mar.ia, que responde uma pergunta muito importante para o sucesso da sua marca: “Quando vou vender X produto?”. Quer saber mais sobre essa tecnologia? Então confira: Inteligência Artificial no Varejo: Conheça a mar.ia.

Comentários

  1. Joel disse:

    De mais, ótimas oportunidades,neste mundo, codinome Metaverso.

  2. Daniela Hendler disse:

    Obrigada, Joel!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Daniela Hendler

Jornalista graduada pela PUC-PR. Analista de Marketing com foco em produção de conteúdo estratégico na Mercafacil. Tem alguma sugestão de conteúdo que gostaria de ver por aqui? Envie para [email protected]