Tag

Relacionamento

Browsing

Varejista, você está preparado para oferecer mais do que o seu cliente espera?

Afinal, se o seu objetivo é destacar-se da concorrência e conquistar consumidores fiéis, que se tornem até mesmo promotores da sua marca e façam propaganda dela para o seu ciclo de contatos, é muito importante que o seu negócio encontre formas de surpreender o público.

Mas como fazer isso? E quais ações podem ser desenvolvidas para  desencadear o tão desejado efeito “UAU” nos seus clientes? 

Acompanhe o nosso texto, anote nossas dicas e confira uma ação de encantamento desenvolvida por um dos nossos clientes no ano passado. Quem sabe você possa se inspirar e promover uma ação dessas na sua loja também!

O fundamental deve ser muito bem feito

Primeiramente, antes de pensar em surpreender os clientes, é essencial lembrar que: os cuidados triviais devem estar funcionando muito bem. Ou seja, a sua marca deve estar entregando:

  • Um bom atendimento – seja pelos canais online ou presenciais;
  • Uma loja organizada e que seja fácil de encontrar os produtos – novamente, tanto no ambiente virtual quanto no ambiente físico;
  • Diversas opções de pagamento;
  • Diversidade e qualidade nos produtos ofertados;
  • Preços atrativos, entre outros.

Ademais, esses são apenas alguns dos fatores triviais para manter qualquer supermercado funcionando bem e ser avaliado de forma pelos consumidores. Porém, nem sempre preocupar-se “apenas” com essas questões irá fazer a sua marca alavancar de vez.

Isso acontece porque os consumidores estão cada vez mais exigentes e buscando mais do que o trivial. Além disso, os seus concorrentes também estão sempre buscando novas formas de evoluir. Neste cenário, o que fazer para ter um varejo que se destaque entre os demais?

O que fazer para oferecer mais do que o seu cliente espera?

Pois bem, podemos dizer que o primeiro passo para você surpreender e oferecer mais do que o seu cliente espera é: conhecê-lo muito bem. 

Afinal, é só assim que você saberá o que o seu freguês espera da sua marca para, a partir de então, desenvolver ações e campanhas que vão além disso.

Neste cenário, fazer uma excelente Gestão de Clientes, e identificar de maneira singular o que cada um dos seus fregueses espera da sua marca pode ser um diferencial de destaque para o seu supermercado.

Lembre-se que o encantamento é causado quando você demonstra que conhece a pessoa e utiliza esse conhecimento a seu favor.

Essa máxima é válida tanto para as relações interpessoais – afinal, quem nunca quis surpreender alguém que ama?, – quanto para as marcas varejistas que também desejam oferecer mais do que o seu cliente espera e tornar esse relacionamento ainda mais valioso.

Para se inspirar: confira uma ação de encantamento do Dia do Cliente

Ano passado, um dos nossos clientes e parceiros, o Super Top Haus, decidiu surpreender os seus consumidores mais fiéis.

Assim, utilizando o Dia do Cliente como motivação, eles desenvolveram uma ação de relacionamento incrível. Para isso, utilizaram a nossa plataforma da Mercafacil, que lhes permitiu segmentar e conhecer melhor quem eram os clientes que seriam homenageados nesta data.

Usando os filtros da ferramenta, eles encontraram:

  • O cliente idoso, acima dos 80 anos, que mais frequentava loja;
  • O consumidor com maior ticket médio do supermercado;
  • O cliente que mais frequentava a loja.

Cada um desses clientes especiais foi presenteado pela equipe do Top Haus com uma cesta de café da manhã exclusiva. E o mais legal de tudo é que você pode conferir a ação no vídeo abaixo:

Ação de Dia do Cliente no Super Top Haus

Oferecendo mais do que o seu cliente espera em todos os dias do ano!

A ação que mostramos acima foi feita para aproveitar uma data comemorativa especial – que, aliás, é uma estratégia muito bacana para manter os seus clientes mais próximos e, ainda, celebrar as festividades. 

Porém, mais do que fazer ações e campanhas para as datas especiais, é muito importante que o seu varejo saiba como oferecer mais do que o seu cliente espera em todos os dias do ano. 

Afinal, um relacionamento de confiança se constrói aos poucos. Assim sendo, esse cuidado em oferecer mais do que o seu cliente espera deve estar presente na cultura e na rotina do seu negócio.

Para isso, não hesite em utilizar a tecnologia a favor do seu varejo. Com inúmeras ferramentas e plataformas, a tecnologia permite que você:

  • Tenha dados precisos e atualizados sobre o seu negócio, sabendo o que está fazendo sucesso e o que pode ser melhorado para alavancar a sua loja;
  • Desenvolva o seu próprio Clube de Descontos exclusivo, oferecendo mais do que o seu cliente espera e surpreendendo-o por fazer parte deste Clube especial;
  • Mantenha suas redes sociais sempre atualizadas, trazendo informações, promoções e campanhas relevantes para os seus seguidores;
  • Segmente os seus clientes conforme seus gostos, idade, perfil, preferências de produtos, localização… E, assim, possa enviar SMS com promoções assertivas, entre outros!

Se você se interessa em destacar-se da concorrência e causar o efeito “UAU” nos seus consumidores, entre agora mesmo em contato conosco e saiba como a Mercafacil pode te ajudar a oferecer mais do que o seu cliente espera. 

Saber como gerenciar redes sociais que engajam pode ser um ponto de destaque para o seu varejo frente a concorrência.

Hoje, pode-se dizer que quase todas as empresas utilizam as mídias sociais em sua estratégia de divulgação. Segundo a pesquisa Social Media Trends 2019, 96,2% das companhias companhias usam as redes sociais para promover a sua marca e torná-la mais conhecida.

O que isso significa? Que apenas criar perfis e páginas nesses canais não é necessariamente um diferencial. Porém, desenvolver estratégias e conteúdos de redes sociais que engajam de verdade é, sim, um ponto de destaque.

Mas como fazer isso? Como ser um destaque em um cenário onde mais de 90% das marcas já utilizam as redes? Confira nosso texto e anote nossas dicas.

Compreendendo o cenário das redes sociais 

Primeiramente, é fundamental compreender que: se mais de 90% das empresas utilizam as redes sociais, é fundamental que você também as use, correto? Senão, você já sai no prejuízo e fica para trás. Partindo disso, podemos seguir em frente.

Ideais para marcar a sua presença online, as redes sociais funcionam como uma extensão da sua marca no mundo digital. Elas permitem que você tenha uma relação mais pessoal e próxima com o seu consumidor.

Além disso, nas redes você pode publicar assuntos que sejam do interesse dos seus clientes, gerando engajamento e, até mesmo, educando-os sobre temas relacionados com a sua marca – direta ou indiretamente. Entenda um pouco melhor.

Redes sociais que engajam: conteúdo educativo

Falando dos supermercados, por exemplo, uma forma de educar indiretamente o seu consumidor é fazer uma postagem com alguma receita especial. Esse conteúdo pode despertar o desejo, a curiosidade e o interesse do leitor, mas não quer dizer que ele vá precisar ir até a sua loja para fazer a receita.

Ou seja, esse é um exemplo de conteúdo feito focado no interesse do seu cliente. Mostrando que, tanto a sua loja física quanto nos seus canais digitais, ele é o seu foco principal.

Além de receitas, você pode falar sobre inúmeros assuntos relacionados com produtos que ele pode adquirir na sua loja e, também, que possam melhorar o dia a dia dessa pessoa. Por exemplo:

  • Dicas para limpar a casa ou mantê-la organizada;
  • Dicas de sustentabilidade para o dia a dia;
  • Sugestões de aplicativos para facilitar a rotina;
  • Brincadeiras e “memes” interativos;
  • Postagens sobre datas comemorativas;
  • Conteúdos sobre diversidade, inclusão e campanhas solidárias, etc.

Essas são somente algumas opções de linhas editoriais que você pode seguir nas suas redes sociais para entreter, engajar e criar proximidade com o seu público.

Lembre-se que aqui o seu foco principal não é a venda, mas sim a criação e o fortalecimento do relacionamento. 

Redes sociais que engajam: conteúdo para vender

Além dos conteúdos educativos, você também pode usar as suas redes para fazer postagens que resultem busquem pelo aumento de vendas e de faturamento.

Alguns exemplos são as campanhas e sorteios com seus seguidores que podem dar prêmios e descontos, por exemplo.Além disso, pode fazer uma postagem especial informando ao seu seguidor que, se ele mostrá-la no caixa, ele ganha algum brinde ou algum desconto, por exemplo.

O foco é sempre o seu cliente, mas você pode utilizar as mídias para trazer informações institucionais também, informando sobre a abertura de novas lojas, sobre seus horários de funcionamento, depoimentos de clientes/parceiros/fornecedores, entre outros.

O legal é que haja uma mescla de conteúdos educativos, institucionais e aqueles voltados para a venda. Assim, a sua rede ficará mais equilibrada e poderá trazer bons resultados para a sua marca. 

Como ter redes sociais que engajam?

Pois bem, agora que você já sabe um pouco mais sobre alguns tipos de postagens que você pode fazer nas suas redes, certo?

Ah, e vale sempre lembrar que um ponto altamente relevante dessas ferramentas é que elas são gratuitas. Ou seja, você não precisa pagar nada para abrir a sua conta no Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn, Youtube e demais mídias.

Ademais, é muito importante ter um planejamento e uma constância nas postagens. Você pode testar horários e frequências até encontrar aqueles mais adequados para o seu negócio. Não existe certo ou errado, mas sim aquilo que funciona para você. E, para isso, é fundamental que você teste.

Além disso, outras dicas que você pode seguir para ter redes sociais que engajam são:

1. Saiba onde está o seu público

Quem é o seu público e quais redes sociais ele utiliza? Em quais dessas redes é relevante você produzir e compartilhar conteúdo? Ademais, quais são os outros interesses dos seus consumidores, quais perfis eles seguem e quais conteúdos consomem?

Ter esses conhecimentos vão te ajudar a definir o que você pode produzir e quais linhas editoriais explorar.

Por isso, a gestão de clientes é tão eficiente. Ela permite que você tenha conhecimento de hábitos variados do seu público. Hábitos esses que vão, dentre outros inúmeros benefícios, te ajudar a produzir materiais para as suas redes. 

2. Ofereça conteúdos relevantes

Como diz Vitor Peçanha no livro “Obrigado pelo marketing”:

Aumentar a retenção, de maneira geral, gira sempre em torno de oferecer conteúdos relevantes, com frequência, para seus clientes, de maneira que eles tenham mais sucesso ao interagir com sua marca e que você esteja sempre na mente deles nos momentos em que eles decidirem fazer novos negócios.

Vitor Peçanha, “Obrigado pelo marketing”

O autor do livro também fala que: “um bom conteúdo, direcionado, pode ajudar a sua loja a criar clientes recorrentes”.

Por isso, seja qual for o conteúdo que você irá produzir e compartilhar, lembre-se SEMPRE que o foco está no seu cliente. Assim sendo, coloque-se no lugar dele e pense “eu gostaria de estar recebendo esse material”? 

3. Pesquise e organize-se 

Uma boa produção de conteúdos deriva de uma boa pesquisa. Afinal, é assim que você irá se inspirar para colocar as suas ideias “no papel”.

Também, uma boa dica é pensar em dias da semana para postar sobre cada editoria relevante para o seu supermercado. Você não precisa seguir religiosamente essa organização, mas ela pode te ajudar na hora de definir os temas de postagem. Por exemplo: 

  • Segunda-feira: receita saudável para começar a semana ou sobre algum alimento/ingrediente da moda, seus benefícios, entre outros;
  • Terça-feira: postagem com tema institucional – pode ser sobre o seu Clube de Descontos ou Televendas, sobre horários de funcionamento da loja, seu blog/site… 
  • Quarta-feira: dica para a rotina – pode ser um conteúdo sobre exercícios físicos, para organizar o ambiente de trabalho, para aumentar a produtividade, dicas financeiras…
  • Quinta-feira: falar sobre sustentabilidade, diversidade, campanhas solidárias, etc
  • Sexta-feira: receita gostosa para fazer no final de semana de semana;
  • Sábado: editoria para falar de assuntos mais leves, como pets, brincadeiras para fazer com as crianças, decoração…
  • Domingo: dica de leitura, de filme ou de série, frase motivacional…

Esse “calendário editorial” é só uma amostra de como você pode trazer diversos temas para as suas redes sociais, mantendo os seus seguidores engajados e sempre em contato com você.

Ainda, não necessariamente você precisa fazer postagens todos os dias. Atualmente, aqui na Mercafacil, nós postamos em nosso Facebook, Linkedin e Instagram nas quartas e sextas, por exemplo. 

4. Teste!

Como já dissemos anteriormente, você só vai efetivamente saber como ter redes sociais que engajam se você testar. E testar muito!

É somente produzindo conteúdo relevante, entrando em contato com os seus clientes. testando os horários e linhas editoriais que você vai saber o que gera mais engajamento para o seu negócio.

Busque sempre referências de páginas que você gosta e organize-se para criar uma rotina. Assim, você terá maiores chances de fortalecer o relacionamento com o seu consumidor e de ter a sua marca lembrada na hora que ele for fazer uma compra. 

Por fim, terminou de ler o nosso texto e ficou com alguma dúvida? Está em busca de otimizar a sua gestão de clientes para começar a criar redes sociais que engajam para o seu varejo? Então agende uma reunião gratuita com um de nossos consultores e saiba como podemos te ajudar nessa missão.

Você já ouviu falar que agora nós estamos na era da experiência? Por mais que pareça clichê ou uma “frase de efeito” pronta, isso não poderia ser mais real. Assim sendo, cabe ao seu supermercado compreender e adaptar-se a essa nova época no consumo.

Mas como fazer isso? E, na prática, o que significa estar na “era da experiência”? Para saber mais sobre esse assunto que virou tendência, já faz parte da nossa realidade e deve tornar-se ainda mais forte com o passar do tempo, acompanhe nosso artigo! 

O que significa a “era da experiência”?

Pois bem. Podemos dizer que, antigamente, o que era mais valorizado pelos consumidores em um varejo era o preço dos seus produtos, certo? Não à toa, as marcas faziam a famosa “guerra de preços” em busca de atrair os clientes e evitar que eles comprassem com a concorrência.

Essa estratégia até poderia garantir vendas naquele momento. Porém, não era efetiva na hora de criar um relacionamento, reter e fidelizar os clientes. Afinal, se na semana seguinte o seu concorrente anunciasse um preço mais baixo, o consumidor iria até lá para fazer as suas compras.

Assim sendo, tornou-se importante fazer mais do que uma “guerra de preços” para conquistar de vez o público. E é aqui que entra em ação a tal da “era da experiência”.

Hoje, o custo das mercadorias ainda é de extrema importância na hora de fazer compras. Porém, muitas vezes a experiência causada pela sua marca tem mais valor do que o preço cobrado pelos seus itens.

Pare e pense: quantas vezes você optou por adquirir algo que não era mais barato, mas que trazia uma melhor experiência para você? Com certeza, essa ação repetiu-se mais de uma vez – e continua a acontecer, – certo?

E essa máxima vale para todas as áreas. Porém, aqui, trataremos mais especificamente dos supermercados.

O que gera uma boa experiência no varejo? 

Sensações e experiências são subjetivas, sim. O que é bom para um cliente, nem sempre é bom para o outro. Ainda assim, existem ações que são sempre muito bem vistas e valorizadas.

Quando o supermercado está sempre limpo, organizado e com os itens bem dispostos nas gôndolas, fáceis de serem encontrados, por exemplo. Esse cuidado ajuda a gerar uma experiência positiva para o consumidor. Mas vai muito além disso. Confira!

Oferecer um bom atendimento

Contar com uma equipe engajada, proativa e que busque atender muito bem os clientes é algo extremamente importante para gerar uma experiência de compras positiva para os consumidores.

E esse cuidado serve tanto para lojas físicas quanto para o relacionamento virtual. Por isso, recorrer a soluções tecnológicas, como um chatbot, pode facilitar e tornar esse atendimento ainda melhor e mais ágil. Além disso, é uma forma de mostrar que a sua marca está adaptando-se às novas tendências e aderindo à tecnologia.

Garantir mais praticidade – em todos os sentidos 

Lembre-se sempre que o objetivo do seu supermercado é atender o cliente da melhor forma possível. Ele é o foco do seu empreendimento.

Assim sendo, é muito importante pensar em como tornar a vida dele mais fácil e prática. Esse cuidado, com toda certeza, será um grande diferencial e ajudará a garantir uma boa experiência de compras.

Porém… Como fazer isso? Pois bem, existem algumas ações que a sua marca pode aderir:

  • Oferecer atendimento por diversos canais, facilitando o contato com o cliente;
  • Disponibilizar várias formas de pagamento, evitando de perder negócios por esse motivo. Inclusive, já pensou em apostar em um self-check out nas suas lojas? Pode ser uma solução tecnológica, prática e atraente para os seus consumidores!
  • Compreender se para o seu cliente é importante que a sua loja faça entrega dos produtos, sem que ele precise deslocar-se até o seu estabelecimento..

Identificar, antecipar e suprir os desejos do seu consumidor

Para aproveitar a era da experiência, provavelmente o ponto mais importante a ser seguido é: conhecer muito bem o seu cliente. Mas como fazer isso? Fazendo uma boa gestão de clientes.

Adotando essa estratégia, você coleta os dados dos consumidores por meio de um programa de fidelização, analisa-os e, assim, pode desenvolver as ações personalizadas.

Esse cuidado permite que você use uma série de filtros e ofereça para aquele consumidor um desconto exclusivo em um produto que ele já comprou antes na sua loja, por exemplo.

Empresas que antecipam as necessidades dos consumidores, com certeza, destacam-se no mercado. Segundo a pesquisa Global Consumer Pulse, feita pela Accenture Strategy com mais de 25 mil consumidores de todo o mundo, 49% dos entrevistados dão valor a serviços como esse.

Entrar em contato com o cliente antes mesmo de ele pensar em retornar a sua loja é uma forma inteligente de aproximar-se dele. Além do mais, essa é uma ação que humaniza a sua marca, pois mostra que você conhece e se importa com os gostos de cada um dos seus clientes.

Como aproveitar a era da experiência em meu supermercado?

Lembre-se que o cliente é o maior ativo de uma empresa. E você deve sempre colocar em prática esse pensamento. Ainda, para complementar esse artigo, você também pode ler nosso outro texto que fala sobre a importância de entregar uma boa experiência de compra para os clientes.

Quer saber mais sobre como tirar máximo proveito dessa nova era do consumo, conhecendo, compreendendo, aproximando-se e surpreendendo os seus clientes? Então agende uma consultoria gratuita agora mesmo com um dos nossos especialistas do varejo e saiba como a Mercafacil pode te ajudar a sair na frente dos concorrentes e aproveitar ao máximo a era da experiência!

Você tem um supermercado de pequeno porte e está em busca de dicas e sugestões para aumentar as suas vendas, fidelizar os seus clientes e atrair novos consumidores? Então você está no lugar certo!

Seja qual for o tamanho da sua loja – ou das suas lojas, – é fundamental que você, varejista, tenha um bom controle da gestão do seu negócio.

Como o objetivo é sempre fazer com que a sua marca seja lembrada de maneira positiva pelos consumidores, preparamos algumas dicas especiais para você, que está em busca de gerenciar um supermercado de pequeno porte – ou minimercado – com maestria. Confira!

5 dicas para gerenciar um supermercado de pequeno porte

1. Tenha uma equipe engajada e bem treinada 

Oferecer um bom atendimento e contar com colaboradores proativos, eficientes e dispostos a ajudar é muito importante para sua marca ter sucesso. Acredite: este cuidado fará toda a diferença para os clientes voltarem a comprar contigo.

Por isso, escolha bem as pessoas que farão parte do seu time. Ainda, invista em um treinamento adequado e constante para o seu time. Ademais, lembre-se que mesmo que você seja o gestor do negócio, você sempre precisará de outras pessoas para manter o negócio andando. Assim sendo, escolha bem esses colaboradores. 

2. Conheça os seus clientes 

Para o supermercado de pequeno porte decolar, assim como em qualquer negócio, é essencial que você conheça muito bem os seus clientes. Afinal, somente assim você será capaz de oferecer o que eles querem, na hora que eles querem.

Neste cenário, usar a tecnologia a seu favor pode ser de grande auxílio. Ferramentas completas e integradas, como a de Gestão de Clientes oferecida pela Mercafacil, pode te auxiliar a fazer milagres pelo seu negócio!

Com ela, você passa a identificar o seu faturamento e saber quem são os seus clientes fieis. Também, pode desenvolver ações segmentadas de relacionamento e de promoções que tragam muito mais lucro para o seu negócio. 

3. Foque na organização e na limpeza

Agora você já tem uma equipe engajada e sabe muito bem quem são seus clientes, certo? Então, é hora de focar na organização e na limpeza do seu supermercado de pequeno porte.

Esses cuidados são essenciais na hora de causar uma boa experiência de compra para o seu cliente. Lembre-se que os preços e valores dos produtos variam com o tempo, mas a experiência que você faz o seu consumidor sentir permanece com ele.

Assim sendo, se ele tem uma má impressão ao visitar o seu minimercado, é possível que ele não volte a fazer compras lá. Evite essa questão e invista em um negócio limpo e organizado.

Cuide com a disposição dos produtos, deixando os fáceis de serem encontrados e com os rótulos sempre virados para frente. Também, aposte em uma iluminação e em uma decoração que valorizem o seu negócio.

Se coloque no lugar no seu cliente e pense o que você gostaria de encontrar ao ir até um supermercado.

4. Escolha bem o seu mix de produtos 

Você já conhece bem os seus clientes e está mantendo as lojas organizadas… Então, é hora de focar no mix de produtos que serão comercializados no seu negócio.

Assim, para gerenciar o seu supermercado de pequeno porte, conheça as marcas e produtos preferidos dos seus fregueses. Também, preste bastante atenção na questão dos prazos de validade, para que não sejam cometidos erros nesse quesito.

Quando possível, você pode inclusive fazer uma campanha segmentada altamente assertiva, escolhendo a dedo quais serão os produtos ofertados. Também, para quais clientes essas ofertas serão enviadas.

Esse tipo de ação, quando bem feita, vai levar clientes “relevantes” para a sua loja. Ou seja: clientes que realmente compram do seu supermercado. O resultado provavelmente será positivo, já que há a chance dos clientes levarem também outros itens para casa.

Assim, o seu supermercado de pequeno porte sai no lucro, pois realiza mais vendas, e o cliente também fica satisfeito, pois sabe que é valorizado pela sua marca.

5. Mantenha-se antenado

Os hábitos de consumo estão sendo alterados com o passar do tempo. Assim, para você acompanhar essas mudanças e sair na frente dos concorrentes, é muito importante estar por dentro das tecnologias na sua área.

Neste cenário, confira se há ações que podem ser automatizada. Ainda, faça uma boa gestão de redes sociais e confira quais são os outros canais de comunicação mais utilizados e queridos pelos seus clientes.

A tecnologia, quando bem utilizada, pode te ajudar a poupar tempo e dinheiro. Isso tudo, ao mesmo tempo em que traz mais resultados e ajuda a estreitar o seu relacionamento com o público

Não obstante, mantenha-se ligado nos seus concorrentes, analisando o que eles têm feito pensando no que você pode fazer para trazer ações ainda mais impactantes.

Gostou do conteúdo, mas não sabe por onde começar a fazer o gerenciamento do seu supermercado de pequeno porte? Então entre em contato conosco agora mesmo e agende uma reunião gratuita com os nossos especialistas do varejo.

Já faz alguns meses que a pandemia do Covid-19 chegou no Brasil e no mundo. Apesar de esse ser um assunto que possa soar “batido”, é fundamental que você, supermercadista, saiba como proteger clientes e colaboradores durante esse período.

Para te ajudar nessa missão tão importante, preparamos esse artigo com algumas da principais sugestões a serem seguidas em prol do cuidado com a saúde. O objetivo é sempre buscar por mais segurança e conforto para a sua equipe e para os seus consumidores.

Dessa forma, juntos, com cada um fazendo a sua parte, teremos uma maior chance de sair desse período de incertezas com menos danos. 

Anote as nossas dicas e sinta-se a vontade para comentar, abaixo do texto, sobre quais são as ações a sua marca tem feito durante a pandemia. 

5 ações essenciais para proteger clientes e colaboradores durante o Covid-19

1. Não minimize a doença

O primeiro passo para proteger clientes e colaboradores durante essa época é compreender a importância de tomar os cuidados necessários para evitar a transmissão do vírus. 

Para isso, é importante que você mantenha-se informado por bons veículos de comunicação e busque sempre entender o que está acontecendo ao seu redor. Porém, é claro, sem histeria. 

É fundamental manter-se atualizado e informado para saber quais são as melhores ações a serem feitas. 

Também, mantenha a equipe engajada e ciente do que está acontecendo, sugerindo que haja um canal de comunicação aberto entre todos. Como você perceberá nos próximos tópicos, manter a equipe bem treinada, engajada e unida, é uma forma de ajudar a manter a segurança reforçada no seu estabelecimento.

2. Mantenha a higienização constante

Para proteger clientes e colaboradores durante o Covid-19 é essencial que a higienização constante se torne um hábito de todos.

Assim, é importantíssimo que a equipe esteja engajada e bem informada. Ademais, todos devem fazer a sua parte para manter o ambiente higienizado, entendendo que essa é uma tarefa que trará maior segurança para toda a equipe.

Os produtos de limpeza utilizados para a higiene são os mesmo de sempre: água, álcool, sabão e desinfetantes. Entretanto, o que muda é a atenção, que passa a ser redobrada, e a frequência, que se torna muito maior.

Por fim, as superfícies de contato que podem ser tocadas por várias pessoas precisam de grande cuidado, como os corrimãos, balcões de atendimento, maçanetas e banheiro. Assim, quanto mais pessoas frequentam o ambiente, mais frequente deve ser a limpeza.

Também, deixe sempre disponíveis os fracos de álcool em gel no estabelecimento, posicionados em locais estratégicos. Logo na entrada da loja, nos caixas e próximos ao banheiro, por exemplo.

Manter as mãos limpas e higienizadas é uma ação simples, mas poderosa, na hora de evitar a propagação do vírus.

3. Reforce a importância do uso de máscaras

Atualmente, as máscaras já se tornaram itens essenciais para quem vai sair de casa. Por isso, reforce a importância de utilizá-las no seu estabelecimento.

Pode parecer até óbvio, mas essa é uma ação muito importante para proteger clientes e colaboradores,  Covid-19. Assim sendo, garanta que toda a sua equipe esteja sempre munida desses itens de proteção pessoal.

Mais do que isso, é importante tomar os cuidados corretos com a máscara:

  • Coloque-as pela alça, sem tocar nelas durante o uso;
  • Cubra o nariz e a boca;
  • Troque a máscara a cada 2h, ou quando o tecido ficar úmido. 

Ainda, além da máscara, é possível pensar na confecção e distribuição de luvas, aventais ou de escudos faciais. 

4. Mantenha a distância de segurança

Equipe e sinalize o seu supermercado para que as pessoas mantenham uma distância mínima em áreas como a da fila do caixa, por exemplo. Você pode adesivar o chão, colocar placas indicadores, entre outros.

Além disso, tanto na entrada quanto nos demais setores do estabelecimento, é possível colocar painéis que reforcem a importância de ser mantida a distância de segurança.

5. Use seus canais de comunicação para reforçar os cuidados

Não hesite em usar as suas redes sociais e demais canais de comunicação para se comunicar com os seus clientes. Você pode desenvolver campanhas segmentadas para o público formado por idosos, por exemplo, informando se a sua loja irá abrir em horário diferenciado para atendê-los.

Ainda, aproveite para fazer materiais educativos, que expliquem informações como:

  • Se possível, só toque nos produtos que deseja comprar;
  • Só é possível entrar na loja com máscara;
  • Mantenha sempre as mãos higienizadas e o distanciamento social, etc. 

Por fim, tenha como seu grande objetivo o desenvolvimento de ações que buscam proteger clientes e colaboradores. Além de garantir maior segurança a todos, esses cuidados mostram que sua marca está comprometida com o momento e que valoriza a vida.

A meta é manter o seu negócio ativo, reforçar o relacionamento com os consumidores e, ainda, auxiliar para que tanto a sua equipe quanto a os seus clientes passem por esse período da melhor forma possível. 

Por fim, se você não sabe por onde começar a desenvolver essas ações para o seu supermercado, agende agora mesmo uma reunião gratuita com os nossos especialistas do varejo e confira como a Mercafacil pode te ajudar a enfrentar essa época com mais segurança e tranquilidade. 

Você acredita que seu consumidor está disposto a pagar mais caro para ter um melhor atendimento?

Segundo uma pesquisa da Neoassist 68% dos clientes gastariam até 20% a mais para ter um bom atendimento.

Outro dado relevante mostra que metade dos consumidores entrevistados afirmou que troca de marca, pelo menos, duas vezes ao ano, o que demonstra a insatisfação e a baixa taxa de fidelidade dos clientes.

Assim, garantir uma boa experiência no atendimento é fundamental para a sua loja ter sucesso junto ao público e demonstrar que se importa com a preferência dele.

Dessa maneira, algumas ferramentas podem contribuir nesse processo e uma delas é a abordagem.

Continue a leitura e descubra técnicas importantes para a sua loja ter sucesso com este tema!

A importância de uma boa abordagem

Antigamente, o consumidor se preocupava apenas com o produto, sua qualidade e cumprimento do que se propunha a entregar.

Mas, com o passar do tempo, mudanças significativas ocorreram no comportamento e na busca dos indivíduos no relacionamento com as marcas.

Hoje, estamos na era do chamado Marketing 4.0, criado por Philip Kotler, um dos mais importantes teóricos da Administração Moderna. 

Neste cenário, o seu consumidor vive o mundo digital de forma intensa, busca por experiências, conexão com as marcas e se torna defensor de empresas que entregam valor, de acordo com aquilo que ele acredita.

Assim, a abordagem se torna uma das grandes aliadas para sua conexão com seu cliente.

A jornada de compra dele passará por diversos pontos de contato com a sua loja, como canais online (redes sociais, por exemplo) e offline (loja física) e é fundamental para a geração de uma boa experiência que as abordagens nos atendimentos sejam encantadoras para ele.

Um bom atendimento é o básico. Mas, um excelente atendimento pode fazer a diferença entre um consumidor retornar ou não ao seu estabelecimento.

A seguir, você confere algumas dicas relevantes sobre abordagens. Acompanhe!

Dicas para uma boa abordagem

Quando se fala sobre abordagem é importante lembrar que toda a sua equipe terá contato com clientes.

Assim, estas dicas se aplicam a todos os colaboradores da sua loja para que o sucesso das mudanças sejam alcançados. Confira:

  • Realize reuniões frequentes para alinhamento de informações com seu time.
  • Coloque à disposição de todos as formas de abordagens padrão que devem ser utilizadas em casos específicos, como perguntar se o cliente precisa de ajuda ou informar sobre a indisponibilidade de produtos, por exemplo.
  • Incentive a proatividade: abordagens inesperadas pelo cliente, em um momento de dúvida, podem ser muito bem recebidas.
  • Entenda que cada cliente é único e sua dúvida também: abordagens padrão são bem-vindas, mas esteja sempre aberto à questões específicas, sem acreditar saber o que seu cliente quer ouvir.
  • Esteja aberto: empatia e compreensão são ótimas chaves para uma boa abordagem.
  • Não esqueça do básico: incentive sua equipe a olhar nos olhos dos clientes e sempre usar expressões relevantes como “Bom dia” ou “Posso ajudar?”.
  • Trate as críticas como incentivo à melhoria e promova esse espírito na sua equipe também, para que as abordagens junto a um cliente insatisfeito, sejam contornadas de forma inteligente.

Conclusão

Por fim, conhecer seus clientes e sempre estar atento à forma como eles se relacionam com a sua marca, é fundamental para realizar abordagens adequadas ao seu público. 

Caso sua loja tenha canais digitais, essas dicas também se aplicam e você deve estimular sua equipe a desenvolver habilidades de boa escrita.

Uma boa oratória também é importante para as abordagens presenciais e sua loja pode oferecer um curso para desenvolvimento do time.

Pequenas mudanças podem fazer a diferença na condução do seu negócio, na fidelização dos seus clientes e no sucesso das suas vendas.

Aproveite para conhecer outro material relevante para cativar seus clientes, clicando aqui. Deixe seus comentários para sabermos se sua loja já realiza ações ligadas à melhoria de abordagem junto aos clientes.

Em meio às novas tecnologias, talvez você já tenha se perguntado se vale a pena implementar shop & go no seu supermercado.

O consumidor moderno já não é mais o mesmo. Além de valorizar soluções que tragam praticidade ao seu dia a dia ele também busca experiências.

Certamente, você já notou como o processo de compra dos seus clientes vem mudando e como adaptar constantemente a sua loja à novas tecnologias se tornou fundamental para criar fidelização.

Dentre as novidades do varejo, uma vem chamando a atenção de muitas pessoas: a tecnologia shop & go (“compre e vá”). 

Ela une o melhor da facilidade de pagamento online com o melhor que uma loja física pode proporcionar, o toque físico. 

Se você ainda não ouviu falar sobre ela, acompanhe o artigo de hoje.

O que é shop & go?

Grandes redes internacionais como o Walmart, já utilizam tecnologias diferenciadas em suas lojas há muitos anos.

Mas aqui no Brasil, a maioria delas ainda é novidade.

Por isso, antes de você entender melhor o que é shop & go, vamos explicar um pouco sobre a evolução que levou o varejo a chegar nesta funcionalidade.

Primeiramente, começaram a nascer os caixas-rápidos.

Eles já são uma evolução do atendimento tradicional, pois agilizam o processo de compra para clientes com menos mercadorias.

Na sequência, surgiu o self-checkout (“autopagamento”) onde o próprio cliente passa o código dos produtos em um caixa sem a necessidade de um atendente, faz o pagamento e leva sua compra pra casa.

Para a maioria dos consumidores brasileiros, o autopagamento já é uma grande novidade, pois há poucas redes no país, como o Carrefour, que já implementaram o sistema.

Na sequência, nasceu o scan & go (“escaneie e vá”), uma evolução do autopagamento, onde o cliente baixa um aplicativo, cadastra seu cartão no app.

Por fim, escaneia os códigos dos produtos ao longo da sua jornada de compra, realiza o pagamento online e simplesmente sai da loja, geralmente após retirar seu cupom fiscal em uma máquina.

Podemos dizer que o shop & go acontece seguindo o mesmo fluxo do scan & go, pois o processo é o mesmo e o objetivo também.

A tradução para o termo é “compre e vá”, ou seja, remete à facilitação do processo de compra e saída do cliente com os produtos da sua loja.

A pioneira da solução no Brasil é a rede Super Muffato, que recentemente inaugurou algumas lojas no país ao estilo gourmet e apostou nesta novidade.

Quais os benefícios do shop & go?

A seguir, listamos algumas vantagens que tecnologias como o shop & go promovem ao varejo. Confira!

Diminuição de filas e rapidez no atendimento final

Se o próprio cliente faz a função que seria do atendente, durante a compra, ao final ele só precisa empacotar seus produtos e retirar o cupom fiscal. 

Você consegue perceber como isto contribui para a diminuição de filas e agiliza o processo de compra na sua loja?

Certamente, as filas de um supermercado são a parte mais desgastante para a maioria dos consumidores e poder ganhar tempo ao longo da compra será muito mais agradável para qualquer cliente.

Liberação de espaço físico e realocação de funcionários

Ao possibilitar que seus clientes façam o próprio atendimento, você não precisará de tantos caixas físicos na sua loja.

Isto significa que você pode aproveitar o espaço livre para criar novas seções e trazer outras novidades aos clientes.

Diferente do que muitos pensam, os colaboradores não serão substituídos pelas máquinas.

Neste processo, seus funcionários podem ser realocados em outras funções internas ou ligadas à experiência do consumidor. 

Campanhas personalizadas para os clientes

Com a Inteligência Artificial, muitas possibilidades se abriram ao varejo.

Quando um cliente está com um aplicativo em mãos e o sistema consegue identificar seu perfil de consumo, será possível enviar ofertas personalizadas durante a sua compra, por exemplo. 

Assim, será possível estimular o upselling (compra de produto mais caro, porém com mais benefícios).

Também o cross selling (compra de produtos complementares aos que já escolheu) para beneficiar suas vendas.

Mas o mais interessante neste processo, será proporcionar ao seu cliente uma experiência diferenciada de compra, surpreendendo-o com as novidades e encantando-o a cada descoberta.

Meu supermercado deve implementar o shop & go?

O processo de decisão sobre ter uma nova funcionalidade no seu supermercado deve ser cauteloso e extremamente analítico.

Primeiramente, você deve entender que o principal objetivo desta tecnologia é a fidelização de clientes, a partir da experiência do consumidor.

Somente assim, você será capaz de saber se vale a pena implementar shop & go no seu supermercado.

Se a sua loja tem foco na fidelização – e qual não tem, não é? –  já é um ponto a ser considerado. Mas vamos às questões mais práticas.

É interessante que você analise: o seu público, o tamanho do seu negócio e se há margem no seu orçamento atual para investir na solução.

Do mesmo modo, você deve entender quais desafios atuais do seu negócio poderiam ser auxiliados pelos benefícios que a tecnologia oferece.

Caso você deseje inovar, mas não quer ir com tanta sede ao pote, uma boa alternativa é implementar pequenas mudanças e ir evoluindo com o tempo.

Se for possível, disponibilize uma solução de self-checkout (“autoatendimento”), por exemplo, e acompanhe se os seus consumidores estão sendo receptivos à ideia. 

Como grande parte destas inovações ainda é novidade para os consumidores brasileiros, o ideal não é revolucionar sua loja da noite para o dia. 

Há pessoas que vão preferir o atendimento físico com o atendente, outras vão utilizar o caixa-rápido e há quem deseje mais praticidade e mais autonomia nas compras.

No fim, a análise é muito pessoal para cada supermercadista e levará em conta o momento atual de cada negócio.

O importante é sempre estar atento à soluções que sejam relevantes para os seus clientes e nunca descartar a possibilidade de investir em algo que trará retorno e fidelização para a sua loja.

Conclusão: esteja sempre atento às novidades

Esperamos que este conteúdo tenha sido relevante para você entender um pouco mais sobre a solução shop & go e a importância de estar atento às novas tecnologias. 

Para você conhecer a revolução do futuro, que já é presente, conheça a novidade que a Amazon já está implementando, a Amazon Go.

Ficou com alguma dúvida sobre implementar shop & go no seu supermercado? Pergunte aqui nos cometários para que possamos te auxiliar. 

Já parou para pensar como é quase uma missão impossível prestar atendimento a todos os seus clientes, ao mesmo tempo?

Certamente, você também já precisou entrar em contato com uma empresa para obter informações e ficou horas aguardando para ser atendido, não é mesmo?

Estes e outros desafios comuns ao relacionamento com o consumidor no varejo estão com os dias contados, graças a uma tecnologia que está sendo cada vez mais utilizada: o chatbot. 

Assim, no artigo de hoje, mostramos a você como esta solução pode ser útil para a sua loja e os impactos positivos que pode desencadear no seu negócio. 

Primeiramente, vamos explicar a você o que é esta tecnologia, para depois nos aprofundarmos nas questões mais práticas. Acompanhe!

O que é chatbot?

Chatbot é um software (programa de computador) desenvolvido e programado para simular conversas humanas via chat. 

Nem todos os chatbots fazem as mesmas coisas, tudo depende do objetivo para o qual são criados.

De modo geral, as finalidades mais comuns são: automatizar tarefas repetitivas, realizar cadastros, informar sobre dúvidas frequentes, auxiliar nos processos de venda e pós-venda.

Os chatbots surgiram com o avanço da Inteligência Artificial e a tendência é que se tornem cada vez mais inteligentes, com capacidade de aprender com o comportamento do usuário. 

Mas, a maioria das ferramentas utilizadas atualmente são mais simples, ou seja, desenvolvidas a partir de um fluxo pré-definido para que o usuário possa seguir um caminho e interagir na conversa apenas dentro do estipulado.

Assim, os chatbots não fazem milagre – como muitos acreditam. Mas, são uma tecnologia extremamente relevante para ajudar a sua loja no relacionamento com o cliente.

Quais as vantagens de implementar um chatbot na minha loja?

Possivelmente sua loja sofre com alguns processos diários que poderiam ser minimizados com a implantação de um chatbot. 

A seguir, listamos algumas vantagens para que você possa identificar se o seu varejo necessita desta solução:

Oferecer atendimento 24h por dia durante 7 dias na semana

Investir em uma grande equipe de atendimento pesa no bolso de qualquer varejista. Por isso, o chatbot está disponível a qualquer hora e todos os dias. 

Assim, você precisará alocar menos pessoas nesta função, apenas para retirar dúvidas que a ferramenta não estiver programada para solucionar.

Além disso, os atendimentos com certeza terão menor duração e sua equipe poderá se dedicar à questões mais desafiadoras da sua loja.

Relacionamento com leads e clientes

Se a sua empresa possui um Clube de Descontos ou pretende implementar um nos próximos meses, o chatbot pode ser muito útil para cadastrar potenciais clientes pelo seu aplicativo. 

Além disso, você também poderá disponibilizar encartes digitalmente para os seus atuais clientes e facilitar o acesso às promoções da sua loja. 

Uma pesquisa da consultoria PointSource, de 2017, identificou que 49% dos entrevistados afirmou que o auxílio de um chatbot os faria comprar com mais frequência.

Mais do que apenas uma ferramenta, o chatbot pode sim fazer parte da jornada de compra do seu consumidor e auxiliar nas suas vendas.

Respostas em tempo real

Lembra quando falamos, no início deste artigo, sobre a interminável espera nos canais de atendimento ao cliente?

Com o chatbot isso não será mais um problema.

Seus clientes receberão respostas em tempo real, sem a necessidade de aguardar para receber o atendimento de um colaborador da sua loja. 

Em alguns casos, as pessoas ainda precisarão ser direcionadas ao atendimento humano. Mas ao falar com o chat, receberão respostas iniciais rápidas e assertivas, o que influencia diretamente na satisfação do seu cliente. 

Os chatbots no varejo

Os varejistas enfrentam desafios diários e constantes. Por isso, ferramentas que auxiliem na otimização do relacionamento são sempre muito bem-vindas. 

Os chatbots podem ser implementados desde grandes redes à pequenos varejistas: não há limitações para a solução.

Uma pesquisa divulgada pela Accenture no Fórum Econômico Mundial de 2018, projeta que até 2022 o faturamento do varejo no mundo cresça 41% em decorrência da adoção da Inteligência Artificial

Uma das ferramentas utilizadas pela solução de gestão de clientes da Mercafacil é o chatbot via aplicativo do varejista. 

Abaixo você confere um exemplo de como o chat desta empresa se comporta na interação com o usuário:

plataforma-chatbot-mercafacil
Imagem: Chatbot Mercafacil

Assim, esta ferramenta sugere opções para o usuário que está interagindo, auxiliando o varejista a conquistar novos clientes a partir do cadastro automatizado.

Para usuários que já são clientes, a ferramenta possui a funcionalidade de disponibilizar encartes digitais, buscar lojas do varejista (quando possui mais de uma) e muitas outras possibilidades.

Com o avanço da tecnologia e a crescente inovação da concorrência com novas soluções, você precisa pensar fora da caixa e implementar diferenciais na sua loja.

Por isso, indicamos que você faça uma consultoria gratuita para entender melhor como esta e outras soluções podem levar o seu negócio a outro nível. 

Esperamos que este artigo tenha sido útil e auxilie você a melhorar ainda mais o relacionamento com os seus clientes.

Você sabia que cerca 15% da população brasileira é composta por idosos?

Em meio ao avanço do Coronavírus, este é um dado alarmante, pois o equivalente a 31,9 milhões de pessoas fazem parte de uma parcela do grupo de risco da doença.

Mas, qual a relação desse público com o varejo?

Não só este, mas vários outros públicos importantes, passam pela sua loja todos os dias. Certamente, a chegada do COVID-19 ao Brasil influenciou o comportamento de compra deles e impactou diretamente o seu negócio. 

Diante das incertezas, ainda existem algumas ferramentas que podem auxiliar você a atravessar este período. As campanhas segmentadas podem ajudar sua loja diante do Coronavírus. Confira no artigo de hoje!

O que são campanhas segmentadas?

As campanhas segmentadas consistem na utilização de dados de comportamento de compra de um determinado grupo de clientes para gerar uma ação.

Em resumo, você conseguirá estruturar uma campanha a partir de métricas reais e enviá-la apenas para o público que adquire os produtos em questão. 

Sabe quando você recebe uma oferta de um produto que nunca adquiriu ou não tem nada a ver com o seu perfil de consumo? É chato, não é mesmo?

Por isso, as campanhas segmentadas existem, para oferecer a um determinado público aquilo que realmente tem relação com seu hábito de compra e ser mais assertivo nas ações.

Quanto mais você conhece o seu público, mais efetivas se tornam as campanhas. 

Quais públicos preciso dar mais atenção diante do COVID-19?

Não há regras em relação a isso, tudo irá depender do seu nicho de atuação, dos produtos que você vende, do tamanho do seu negócio e do público macro que frequenta a sua loja.

Por isso, é interessante realizar uma análise para levar em consideração somente aquilo que faz sentido para sua realidade, combinado?

De qualquer modo, vamos listar alguns públicos que estão sendo destaque durante este período e algumas características de cada um deles. Vamos lá:

  • Idosos: pessoas com +60 anos, orientadas a ficar em casa; é o público mais adepto ao varejo físico e agora sofre com a impossibilidade de adquirir produtos na loja; queda nas vendas para este público e geralmente não adquirem mercadorias em e-commerce.
  • Famílias com crianças: as crianças não estão no grupo de risco, mas podem ser carreadoras do vírus e muitas vezes não manifestam a doença; assim, famílias com crianças tendem a ficar mais em casa, pelo risco de transmissão; uma parte, adquire produtos no varejo online e outra, pode ficar de certa forma mais desassistida.
  • Pessoas com doenças relacionadas ao grupo de risco: público extremamente variado com hábitos diversos. 
  • Jovens fora do grupo de risco: público variado, mas que também são orientados a ficar em casa. Adquirem menos nas lojas físicas e tem uma tendência alta de adquirir produtos em e-commerce. Gostam de praticidade. 

Como fazer campanhas segmentadas diante do Coronavírus?

Para conhecer o comportamento de compra dos seus clientes você precisa de uma ferramenta que forneça os dados de compra do seu público. 

Se você ainda não possui uma, a plataforma completa para Gestão do Comportamento de Clientes da Mercafacil oferece esta solução.

Na sequência, você precisará criar segmentações dos públicos relevantes para a sua loja.

Por fim, você pode comunicar seu público através de SMS, WhatsApp, push no aplicativo e até via assistente virtual. 

Há várias formas e diferentes mensagens que você pode passar nas campanhas segmentadas diante do Coronavírus.

Mas vamos usar os exemplos citados anteriormente, para que você tenha assertividade e seja um agente relevante no cenário atual. 

Dicas de Campanhas Segmentadas diante do Coronavírus

  • Idosos: identifique seus clientes com +60 anos; crie um canal de televendas e ofereça entrega em domicílio; comunique-os pelos canais mais convencionais como SMS e WhatsApp.
  • Famílias com crianças: identifique este grupo de pessoas pelo filtro daqueles clientes que adquiriram com frequência, nos últimos meses, produtos infantis como fraldas, por exemplo; crie um canal de televendas e também ofereça entrega em domicílio; comunique-os por todos os canais, como SMS, WhatsApp, push no app e assistente virtual. 
  • Pessoas com doenças relacionadas ao grupo de risco: aqui você pode considerar toda a sua base de clientes (ativos e inativos); utilize uma comunicação mais geral, informando que “caso você faça parte dos grupos de risco do Coronavírus”, estas pessoas podem adquirir produtos no seu canal de televendas e receber em casa; também utilize todos os canais, como SMS, WhatsApp, push no app e assistente virtual. 
  • Jovens fora do grupo de risco: este público está mais propenso a adquirir em e-commerces; por isso, se você não tiver um, uma boa dica é filiar sua loja à plataformas como o iFood; na sequência, você pode segmentar este público pela idade e informá-lo que ele pode adquirir seus produtos pelo aplicativo do parceiro. 

Estas foram apenas algumas dicas para você perceber como as campanhas segmentadas podem auxiliar – e muito – o seu negócio no cenário do Coronavírus. 

Assim, você deve tomar ações para manter seu negócio ativo, manter o relacionamento com seus clientes e ainda contribuir para que seus clientes atravessem o período da melhor forma possível. 

Se acaso sua loja não possui um software para gestão de clientes e você ainda não realiza campanhas segmentadas, indicamos esta consultoria gratuita com especialistas da ferramenta, para você tirar suas dúvidas e saber mais sobre a solução. 

Cativar clientes não é uma tarefa simples para os varejistas. Esse é o primeiro passo para que o consumidor se torne fiel a empresa e precisa ser trabalhado desde o primeiro contato.

Muitas vezes a forma com uma loja trata os seus clientes serve até mesmo como uma forma de atrair novos compradores.

Para isso, é preciso que você construa um planejamento completo que envolva todas as etapas de compra, o pós-venda e até mesmo antes do público comprar de você.

Para que você conquiste os seus clientes desde a primeira compra separamos 5 dicas práticas que podem fazer toda a diferença, acompanhe!

Comece a cativar clientes na sua loja agora mesmo

A concorrência no varejo tem aumentado ano após ano e as lojas que desejam se manter fortes no mercado precisam agir rapidamente.

Uma das principais questões a serem levadas em conta é a relação entre empresa e consumidor.

É claro que esse sempre foi um fator importante, pois o cliente pode ser considerado o ativo mais importante de uma empresa.

Porém, nos últimos anos a personalização dessa relação, diferenciais nesse sentido e uma melhor experiência de compra se tornaram ainda mais decisivos no momento de compra.

Confira as nossas dicas para você cativar os seus clientes!

1 – Layout de loja

Uma loja limpa, bem organizada, com sinalizações e um bom atendimento é o que todo consumidor busca, certo?

Essas são questões de grande importância para que uma loja consiga ter sucesso. Porém, essas são questões básicas.

O consumidor simplesmente deixa de comprar em um estabelecimento que não oferece serviços básicos como esses para o momento da compra.

Portanto, oferecer isso na sua loja não torna ela diferente da grande maioria dos seus concorrentes. Nessa situação, investir no layout de loja pode ser uma ótima opção.

Esse é um trabalho que precisa iniciar desde a fachada da sua loja. Ela precisa ser atraente, possuir os materiais de comunicação necessários para despertar o interesse e também ter um fácil acesso.

Internamente o cuidado precisa ser ainda maior. Setores bem sinalizados, gôndolas com a reposição em dia, iluminação e até mesmo um som ambiente podem dar um ar diferente na sua loja. 

O retail design, por exemplo, é uma prática que vem crescendo no comércio varejista para oferecer um ambiente melhor para os clientes.

Esse é um cuidado que pode chamar a atenção dos seus clientes desde a primeira visita e fazer com que ele volte a comprar de você outras vezes.

2 – Treine a sua equipe

Essa dica tem um objetivo bem próximo ao da dica anterior. Um atendimento de qualidade é o mínimo que você pode oferecer e o que o seu cliente espera.

Porém, é sim possível oferecer um atendimento diferenciado e que pode ser o diferencial para a sua loja ter sucesso.

Nesse sentido, é muito importante que você mantenha sempre a sua equipe atualizada em relação às ações da empresa.

Por exemplo, se você vai lançar um programa de fidelidade na sua loja, marque um treinamento sobre ele para os seus colaboradores.

Dessa forma, eles estarão preparados para responder possíveis dúvidas dos clientes e executar corretamente a estratégia que você deseja.

Preparar o seu time para lidar com situações adversas também é algo que precisa ser feito. Caso o consumidor tenha alguma reclamação da loja, seu funcionário deve tomar as medidas corretas com ele.

Nessas situações é simples perder o controle e acabar gerando um mal estar entre o público e a sua empresa. Lidar com clientes insatisfeitos não é fácil e saber como se portar nessa situação pode ser importante.

Não apenas em situações adversas, mas também em situações normais os seus colaboradores precisam prestar o melhor atendimento possível. Afinal, eles são os representantes da sua empresa no momento da compra.

Uma experiência ruim pode comprometer a imagem da empresa e consequentemente fazer com que o cliente deixe de comprar.

3 – Invista em comunicação

Investimentos em comunicação são cada vez mais relevantes para todos os tipos de empresas. O contato com os consumidores e possíveis consumidores precisa ser feito por vários canais.

Para a atração é importante que a sua empresa seja vista por aqueles que ainda não tem o costume de comprar com você. Então, é fundamental entender onde esses consumidores estão e quais canais eles utilizam.

Em uma loja utilizar as redes sociais pode ser mais efetivo e em outras a distribuição de encartes pode ter resultados melhores.

Comunicação é teste e você precisa entender qual melhor se adapta a realidade do seu negócio.

Já em relação a comunicação com quem já compra de você o trabalho é ainda mais importante.

Manter o cliente comprando pode trazer um resultado muito positivo para a empresa. Para conseguir isso, ter um contato recorrente com ele é indispensável.

Com esse público é interessante trabalhar de maneira mais personalizada. Por isso, ter um cadastro de clientes e analisar os hábitos de compra deles pode ser uma boa opção.

Essas informações irão tornar possível que você tenha um relacionamento mais próximo com esses clientes e conquiste a fidelidade deles.

4 – Surpreenda o cliente

O número de opções disponíveis para os clientes realizarem as compras deles cresce continuamente. Diante desse cenário que um relacionamento mais próximo ou um diferencial relevante pode conquistar o cliente.

O consumidor tem sido bombardeado por anúncios publicitários, comunicação e ofertas. Utilizar esses artifícios também são importantes, mas você pode mais do que isso.

Transforme o seu cliente em um amigo, mostre que ele é importante para a sua empresa. Pequenas ações podem fazer com que ele se sinta dessa maneira.

Uma boa ideia é aproveitar uma data comemorativa como o aniversário do consumidor para presenteá-lo com um mimo.

Você pode dar para ele algum brinde com a sua marca ou então um vale-compras válido para aquela data em questão.

Para colocar uma ação dessa em prática é importante que você tenha um cadastros dos consumidores e faça a gestão desses dados.

5 – Crie urgência nos consumidores

É preciso um pouco de cuidado para colocar em prática essa dica, mas ela pode sim servir como uma ótima porta de entrada para novos consumidores.

Muito se fala sobre melhor relacionamento e experiência, mas trabalhar ofertas corretamente também pode ser um grande  atrativo.

Nesse ponto, a forma como você se comunica é o maior diferencial. Você precisa criar urgência no cliente e pode aproveitar os hábitos de compra dele para criar essa ação.

Oferecer os itens certos e nos momentos certos aumentam e muito as suas chances de sucesso.

Confira alguns dos nossos estudos de caso para conferir o sucesso de ações segmentadas nos setor supermercadista.

Os clientes já esperam essa personalização na comunicação e esse empurrãozinho a mais como um prazo de oferta ou condicionar a compra de um item para ter o desconto podem servir como ótimos mecanismos.

Certamente essas ações podem ser mais efetivas, não é mesmo?

Para saber como trabalhar melhor sua base de clientes separamos um material especial. Baixe agora mesmo nosso ebook sobre como fidelizar clientes, neste link.