Gestão

CRM para supermercados: como essa ferramenta beneficia os processos de compra e venda

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Utilizar um CRM para supermercados é algo que auxilia os varejos a superarem um grande desafio que eles têm pela frente. Estamos falando da gestão de produtos alimentícios que estão disponíveis para compra imediata. E, na pandemia, este desafio ficou ainda maior. Afinal, houve um aumento do preço dos produtos e, também, a necessidade de se ter um serviço de vendas online. Ou seja, foi necessária uma inovação em meio à crise.

Para te ajudar a superar este e outros desafios, pensando em gerar agilidade e eficiência operacional, separei 5 itens contando sobre como o CRM para supermercados pode ser a ferramenta certa para o seu negócio seguir crescendo com sustentabilidade e processos mais ágeis. Confira!

Como o CRM para supermercados pode te ajudar na gestão do seu negócio?

1.  Controle do estoque

Considerando todos os produtos já disponíveis nas prateleiras e nos estoques reservados, sabemos que alguns itens são mais procurados que outros. Conectando o seu CRM na hora de registrar esses produtos novos, é possível atuar de maneira preditiva. Ou seja, baseada na busca dos consumidores. Assim, você saberá a quantidade certa que irá atender à demanda a partir de um estudo de dados.

Isso porque o CRM para supermercados traz dados que mostram a venda daquele produto por determinados períodos. Ps: considero aqui desde o uso dessa ferramenta para a coleta desses dados, a menos que você tenha um outro lugar para consulta retroativa antes da implementação deste software.

2.  Registro de entrada e saída de produtos

Ainda sobre controle de estoque, mas agora sob um outro ponto de vista. O CRM para supermercados também pode ajudar a saber o que está saindo das prateleiras. Ainda, auxilia a verificar a necessidade de reposição do estoque reservado para as prateleiras e o que depende de uma nova compra com fornecedores para estocar.

Isso é possível através de uma integração entre o seu sistema de caixa, onde acontecem os pagamentos, e o registro de itens disponíveis para a venda. Inclusive, fazendo novos pedidos automaticamente quando estes produtos estiverem perto de acabar.

Também é dessa interação que podemos tirar insights sobre itens que normalmente os clientes consomem. Isso pode melhorar o sistema de verticalização de produtos, colocando lado a lado os produtos que se complementam de certa maneira. Alguns exemplos são:

  • Deixar os frios perto dos pães;
  • O atum perto da maionese;
  • O macarrão perto dos molhos. 

Essa forma de organizar os itens facilitar a vida do seu cliente. Afinal:

  • O cliente gastará menos tempo andando pelos corredores procurando o que ele precisa;
  • Isso gera uma boa experiência dele no seu varejo;
  • O resultado é um atendimento mais ágil nas filas do caixa. 

Ou seja: todos saem ganhando. 

Este ponto impacta diretamente o contexto pandêmico que estamos vivendo considerando a necessidade do isolamento social. Quanto mais rápido ele encontrar o que precisa, mais rápido voltará para a sua casa. Ou seja, antes estará seguro e mantendo outras pessoas, inclusive os colaboradores do mercado, também seguros. 

3. O CRM para supermercados pode auxiliar a controlar a data de validade dos produtos

O controle de produtos com data de validade é bem importante. Não só do ponto de vista sanitário, mas também se considerarmos o desperdício de alimento e perda de estoque.

Neste caso, o CRM para supermercados consegue te ajudar com uma automatização que pode te mostrar quais produtos vencem mais cedo. Assim, é possível fazer uma manutenção deles nas prateleiras, disponibilizando na ordem ideal para que sejam comprados antes que os que irão vencer mais rapidamente.

Se os produtos estiverem perto de vencer, ainda assim você pode fazer alguma ação. É possível criar uma queima de estoque, fazendo uma promoção e vendendo estes produtos com um preço menor. Uma boa dica, neste cenário, é disponibilizar essas mercadorias em um local de destaque no supermercado. De preferência, perto dos caixas.

4. Integração de lojas de uma mesma rede

Com o CRM também é possível ver se alguns produtos que estão sobrando podem ser disponibilizados para uma outra loja que esteja em falta. E o mesmo serve no caso contrário. 

Por isso, é importante acompanhar os números para reconhecer quais as necessidades e preferências do público local. Será que no bairro X os compradores compram um sabão da mesma marca que o bairro Y? Você consegue ver isso através do CRM e uma integração de lojas.

Além disso, é possível ter um ranking de lojas de uma mesma rede. Assim, você passa a compreender como estão as vendas de cada uma delas e pode fazer melhorias contínuas nos processos. 

5. O CRM para supermercados auxilia na automatização nas solicitações de entregas de produtos

E por fim, mas não menos importante, sabemos que a entrega de produtos se tornou bem mais forte com a chegada da pandemia. Afinal, o isolamento social fez com que a ida aos supermercados fosse evitada/minimizada, mesmo com os varejos alimentícios sendo um serviço essencial que não parou durante este período.

Este foi um desafio significativo. Pois, ao mesmo tempo que as pessoas passaram a ir mais aos supermercados – por trocarem os escritórios pelas suas casas e evitando comer em restaurantes, – o aumento de preço mudou a quantidade de itens das compras e gerou uma mudança na preferência de produtos. Ademais, com uma renda menor, algumas pessoas optaram por produtos mais baratos do que aqueles de costume.

Mediante a esta realidade, os supermercados precisaram se adaptar, disponibilizando um serviço de vendas online e entrega de produtos. Assim, o CRM para supermercados é um grande aliado para os varejistas. Não apenas na logística de entregas, mas também no custo e no lucro que este serviço pode trazer para seu negócio. O CRM auxilia a manter a conectividade de sistemas, integrar a saída desses produtos, a organizar os pagamentos fora do ambiente físico e disponibilizar valor da entrega, entre outros. 

Se você gostou dessas dicas, conheça também o uso do CRM para expansão de franquias.

Esse texto foi feito por Daiane Novaes, da AmoCRM, a convite da Mercafacil

Jornalista graduada pela PUC-PR. Analista de Marketing com foco em produção de conteúdo estratégico na Mercafacil.

Write A Comment