SUMÁRIO


Por em 25 de janeiro de 2021

Benchmarking no varejo: como ficar atento à concorrência?

Você já desenvolveu estratégias de benchmarking no varejo?

Acredite, começar a estudar e a conhecer melhor a sua concorrência pode fazer toda a diferença para você implantar melhorias no seu negócio e potencializar resultados.

Ademais, conhecimento nunca é demais, não é mesmo? E tratando-se especificamente do benchmarking no varejo, esse conhecimento está relacionado com conhecer os seus concorrentes, analisá-los e, a partir desse conhecimento adquirido, trazer insights e novidades para o seu negócio.

Afinal, não importa o quão eficiente seja o seu negócio: sempre é possível melhorar. Porém, muitas vezes a dificuldade está em saber exatamente o que melhorar.

Neste cenário, ouvir os seus clientes e buscar constantemente melhorias é uma grande opção, mas nem sempre é o suficiente. Assim, fazer o benchmarking pode ser mais uma maneira de compreender seus principais pontos fortes e fracos e, também, o que pode ser melhorado no seu negócio.

Para aprender mais sobre essa poderosa estratégia, basta continuar a leitura!

– Você também pode se interessar por: Entenda como fazer um benchmarking pode melhorar os resultados da sua loja

O que é benchmarking?

Pois bem, o benchmarking é uma ferramenta de gestão que lida diretamente com a performance de uma empresa. Ele é feito a partir da comparação de processos, ações e campanhas e demais tópicos entre a própria empresa e seus concorrentes.

Porém isso não significa olhar para o outro e copiar o que ele faz. Muito pelo contrário.

Na verdade, aplicar o benchmarking significa entender o contexto em que seu negócio está inserido e buscar, através da comparação com os concorrentes, os melhores caminhos e processos para conquistar o sucesso.

Assim sendo, o benchmarking reforça que é a partir do conhecimento do mercado e da identificação de pontos a serem melhorados nas demais empresas que você pode mudar os processos da sua.

– Confira: Saiba a vantagem competitiva do seu negócio e vença a concorrência

Os tipos de benchmarking no varejo

Agora você já sabe o que é benchmarking. Agora, é hora de entender um pouco mais sobre o assunto.

Dessa forma, por mais que essa ferramenta sirva como uma maneira de comparar e observar os resultados obtidos por um negócio, ele pode ser categorizado em quatro diferentes grupos, de acordo com as características particulares de cada um. São eles:

  • Interno – comparação de práticas dentro da própria empresa (divisão de tarefas, esquemas de produção, criação ou dissolução de departamentos);
  • Funcional – comparação entre processos de trabalho, algo que vale para empresas de áreas de atuação iguais ou diferentes;
  • Competitivo – busca da superação da concorrência através da comparação (e consequente melhoria) de suas práticas internas e/ou externas;
  • Cooperação – quando duas ou mais empresas criam um grupo de observação mútua para se ajudarem no aperfeiçoamento das tarefas.

Conhecendo os quatro formatos de benchmarking e, também, as necessidades da sua empresa, é possível definir quais deles faz mais sentido para o seu negócio no momento. Então, é hora de colocar a mão na massa e passar a produzir o seu benchmarking.

Benefícios do benchmarking no varejo

O benchmarking traz inúmeros benefícios para o seu varejo. O primeiro deles é a aprendizagem a partir da observação da concorrência.

Essa ação contribui para que você tenha parâmetros de comparação, permitindo que surjam novas e melhores maneiras de produzir e administrar o seu negócio.

Outro ponto positivo diz respeito à motivação das equipes. Afinal, a partir do momento em que se sabe dos resultados alcançados por outras empresas na mesma área de atuação, fica mais fácil motivar os seus funcionários. Isso porque você mostrará, por meio de dados, que os resultados almejados são possíveis.

Ainda, outro ponto de destaque do benchmarking está relacionado com a capacidade de observar analiticamente outras empresas (concorrentes ou não). A partir disso, é possível identificar de forma mais clara possíveis falhas dentro dos seus processos e, até mesmo, formas de contornar situações de crise.

Ademais, lembre-se de que através do benchmarking você terá acesso a novos e diferentes pontos de vista que podem ser aplicados no seu negócio.

Na prática, isso significa melhorar o conhecimento da sua própria organização, identificando e priorizando as áreas que devem ser objeto de melhorias.

Por fim, diante da referência dos resultados de empresas similares à sua, será possível estabelecer objetivos viáveis e realistas condizentes com a situação do seu mercado.

É hora de fazer o benchmarking do seu negócio

Agora foi possível compreender sobre o que é o benchmarking e a importância dele para o seu varejo, não é mesmo? E então, você já parou para analisar e estudar a sua concorrência? Saiba que é possível tirar um aprendizado muito rico e valiosos insights ao conhecer o seu mercado de atuação!

Por fim, se busca saber e se aprofundar ainda mais no assunto, baixe o nosso e-book gratuito sobre passo a passo para fazer benchmarking no varejo e passe a aplicar essas estratégias no dia a dia do seu negócio o quanto antes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Daniela Hendler

Jornalista graduada pela PUC-PR. Analista de Marketing com foco em produção de conteúdo estratégico na Mercafacil. Tem alguma sugestão de conteúdo que gostaria de ver por aqui? Envie para [email protected]