Tag

resgatar clientes

Browsing

Você sabe quantos clientes inativos sua loja tem? Ou seja, quantos compraram com você, mas não retornaram mais no último mês?

Uma loja perde, em média, de 10% a 30% dos seus clientes por ano, segundo o estrategista de negócios Fred Reichheld.

Deixar de lado seus clientes inativos pode impactar significativamente suas vendas e consequentemente, seu faturamento.

Desse modo, sua loja deve realizar ações constantes para acompanhamento, resgate e fidelização de clientes inativos, para que permaneçam comprando com você e façam a diferença nos resultados do seu negócio.

Confira algumas dicas para resgate de clientes inativos, que podem aumentar as vendas da sua loja, e evite perdê-los para a concorrência. 

Afinal, o que são clientes inativos?

Um cliente inativo geralmente é uma pessoa que adquiriu um produto na sua loja, mas não retornou nos últimos 30 dias.

Ou seja, ele viu valor em comprar com você, em determinado momento, mas deu preferência em adquirir produtos em outro estabelecimento nas compras seguintes.

Isso pode acontecer por diferentes motivos, como conveniência, distância até o seu varejo, qualidade das mercadorias, atendimento ou preço.

Assim, algumas circunstância estão fora do seu alcance para serem resolvidas. Mas outras, são apenas questão de lembrar seu cliente que você se importa com ele.

Se você não realiza ações para resgatar seus clientes inativos, eles podem se tornar perdidos, e nesse caso, a chance de retornarem, se torna muito menor.

Nesse caso, você não ficará nada satisfeito, mas sua concorrência sim. 

Quer saber na prática formas de resgatar seus clientes? Continue a leitura!

1ª dica: conheça seus clientes inativos

Para realizar ações assertivas é importante que você conheça os hábitos de compra dos seus clientes inativos.

Caso você tenha uma plataforma completa para Gestão de Clientes, ela irá fornecer dados relevantes por idade, região, produtos adquiridos e permitirá a você saber quantos clientes não estão mais comprando na sua loja dentro de um determinado período.

Comece conhecendo seus clientes e suas ações serão muito mais eficazes.

Vamos à próxima dica?

2ª dica: treine a abordagem da sua equipe

O bom relacionamento é fundamental tanto para evitar a inatividade dos clientes, como para trazê-los de volta.

Ao fazer uma campanha para resgate de clientes inativos, você deve pensar que ele pode se interessar em retomar a compra na sua loja e ir até o seu ponto de venda.

Mas, se sua equipe não estiver integrada e preparada para ser proativa, empática e consciente de que cada cliente é diferente, sua ação pode falhar bem quando ele considerava adquirir seu produto.

Abordagem é um assunto muito importante e você confere mais dicas sobre ele neste artigo.

3ª dica: realize campanhas segmentadas

Para que suas ações de resgate de clientes sejam mais efetivas, esta dica é fundamental.

Se você já consegue aplicar a 1ª dica com facilidade, este passo se utilizará dela para poder acontecer.

Campanhas segmentadas acontecem quando você seleciona um grupo de clientes que possuem um mesmo hábito de compra.

Por exemplo: consumidores que adquirem carne toda semana.

Assim, você será capaz de enviar ofertas desse setor para o seu cliente inativo e terá muito mais chance dele retornar à sua loja, do que se enviasse informativos sobre produtos que ele dificilmente consome.

Conheça seu cliente e entregue o que ele deseja e o resultado virá.

4ª dica: faça pesquisas de satisfação

Se um cliente não retorna ao seu estabelecimento é importante identificar o motivo.

Assim, pesquisas de satisfação são muito bem-vindas, fáceis de serem desenvolvidas e garantem dados reais para você saber exatamente o que deve fazer.

Dessa maneira, você pode criar pesquisas sinceras, informando que está sentindo falta do seu cliente e gostaria de saber o motivo pelo qual não retornou à sua loja mais.

Coloque opções reais, não tenha medo das respostas. É melhor um feedback sincero que pode ocasionar numa melhoria, do que você nunca saber realmente o que está acontecendo, não é mesmo?

Uma ferramenta gratuita para criar pesquisa é o Google Forms, do Gmail. Basta ter um e-mail nessa plataforma e você terá acesso.

Na sequência, basta enviar o link para esses clientes (pode ser via SMS e/ou WhatsApp) e aguardar o retorno para analisar.

5ª dica: invista em inovação

Inovar parece uma palavra de outro mundo e muitas vezes assusta alguns varejistas.

Há algum tempo atrás, realizar coisas fora da caixa realmente tinha um viés extremamente moderno e parecia apenas para os “peixes grandes”.

Um dos sentidos da palavra inovação, segundo o dicionário do Google, é introduzir novidade em; fazer algo como não era feito antes.

Ou seja, às vezes são pequenas coisas do dia-a-dia, da operação, do atendimento, que podem ser melhoradas e otimizadas para trazer melhores resultados.

Ao retornar à sua loja, após uma ação de resgate, um cliente que enxerga melhorias e sente diferença na sua jornada de compra, mesmo que de forma sútil, inconscientemente lembrará da experiência. 

Inclusive, a próxima dica tem a ver com esse assunto. Confira!

6ª dica: aposte na experiência

A experiência faz toda diferença para o consumidor moderno.

Para muitos, inclusive, ela é mais importante do que preço, por exemplo.

Ou seja, seu cliente está disposto a pagar mais, em alguns casos, pelo valor da experiência que é estar na sua loja e comprar com você.

Por isso, ao pensar em estratégias para resgate de clientes inativos, você deve pensar em toda a jornada que fará com ele, desde a abordagem, até o retorno dele ao seu estabelecimento.

Trate-o pelo nome, com proximidade, mostre que conhece seus gostos e garanta que sua jornada seja única. Isso fará toda a diferença.

Com essas dicas, você pode ter ótimas ideias e começar a apostar no resgate de clientes inativos hoje mesmo.

Além disso, é importante citar que sua loja deve sempre estar atenta aos clientes que não são inativos, investindo no relacionamento e fidelização.

Quanto mais ações preventivas você fizer, menos clientes inativos você terá ao longo do tempo.

Aproveite para se aprofundar mais no assunto e baixe nosso E-book Gratuito sobre Retenção de Clientes no Varejo, clicando aqui.

Até o próximo artigo!