Vendas

Layout de loja: como ele pode melhorar e aumentar suas vendas?

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

As vendas no varejo dependem muito de uma boa comunicação visual. Por esse motivo, ela deve ser pensada com cuidado, para cativar um público sempre à procura de proporcionar boas experiências de consumo. 

O layout de loja é item fundamental para construir uma identidade forte para a marca, atraindo clientes e induzindo-os às compras.

Investir no layout é um “cartão de visitas” muito produtivo. Algumas dicas de gestão visual são úteis para o processo de fidelizar clientes e estabelecer a marca como nome forte no segmento de mercado em que atua.

Afinal, destacar-se da concorrência exige esforço de vendas, mas também criatividade e visão estratégica.

Distribuição do espaço

É preciso que as mercadorias estejam expostas de forma a produzir um sentido para a marca, formando um layout de loja inteligente. 

Espalhar produtos de forma aleatória não irá atrair novos consumidores e deixará o ambiente confuso na hora das compras. Regras claras, como dar maior destaque aos produtos que vendem mais, é uma boa saída.

Espaços mais nobres, com boa iluminação, devem servir para abrigar os produtos que são mais vendidos na temporada. Já que eles chamam a atenção dos clientes, que a partir desses produtos podem conhecer outras mercadorias no interior do estabelecimento. 

O destaque de itens chamativos é exatamente a porta de entrada para um cliente vir a se interessar por outras aquisições.

Existem diversas estratégias que podem ser utilizadas para uma melhor distribuição dos produtos na loja. Além disso, adotar algumas táticas podem inclusive aumentar a saída de itens que costumam ter menos vendas.

Criar um planejamento para o posicionamento dos produtos nas gôndolas pode ser uma ótima solução.

A criação de um planograma de supermercado exige uma pensamento estratégico. Já que envolve questões como a rentabilidade da loja, a gestão de estoque e até mesmo na operação de reposição.

A adoção correta desse método pode facilitar a compra dos seus clientes e estimular o aumento nas vendas.

Outra estratégia que atua em conjunto com o planograma, é a gestão de categorias. Ela envolve todo o processo de compra e venda dos seu mix de produtos.

É importante ressaltar que ela deve ser pensada com base nos hábitos de compra dos clientes que frequentam sua loja. Isso acontece, pois um dos principais objetivos dessa estratégia é criar um “percurso ideal” para o consumidor.

Essas estratégias visam melhorar o layout de loja de uma maneira indireta. Veja como você pode mudar diretamente o design do seu supermercado.

Iluminação

O layout precisa contar também com a luz adequada para valorizar o produto na prateleira. 

A luz fria, por exemplo, pode ser útil em ambientes pequenos e pouco ventilados por passar uma sensação de amplitude. 

Já outros ambientes, maiores e com múltiplas ofertas, podem apostar em uma luz incandescente, que valorize prateleiras onde estão os produtos mais importantes.

Cores no layout de loja

As cores devem ser utilizadas de acordo com o perfil da marca na hora de propor uma gestão visual eficiente. 

Na hora de escolher as cores que formarão a identidade visual da loja, é preciso ter em mente que o gosto pessoal do administrador não deve pautar essa escolha.

A melhor ideia é investigar quais cores combinam mais com o ambiente e quais incentivam as compras. Ao mesmo tempo, é preciso evitar que elas atribuam um visual poluído ao local ou que o os tons deixem a exposição dos produtos sem graça. 

Encontrar o meio-termo, nesse caso, dependerá da observação do comportamento do consumidor diante da busca pela marca com a identidade visual mais bem aceita.

Sons e cheiros

As mesmas tentativas de harmonização com as cores devem ser empreendidas com sons e cheiros. Escolher uma essência para perfumar a loja ou mesmo uma música em tom agradável para tornar o ambiente mais leve e descontraído. 

Essas devem ser ações pautadas no estilo e comportamento do consumidor.

Os gostos pessoais dos colaboradores não são um bom parâmetro nessas horas, pois podem estar muito distantes da identidade da marca. 

O melhor é perseguir experiências de consumo que deixem o cliente à vontade para retornar ao ambiente com frequência, fidelizando o público.

Fachadas e vitrines

Por fim, um elemento também importante na construção da gestão visual do estabelecimento é aquele que recebe o primeiro olhar do consumidor. 

As fachadas devem produzir impacto e ressaltar o posicionamento e conceito-chave da marca, sem extravagâncias.

Os produtos em destaque devem estar de acordo com o gosto do público que se quer cativar, sendo periodicamente renovados.

Propõe-se, assim, um ambiente em que o layout de loja venha sempre recheado de novidades, agregando um maior valor ao negócio, vendendo com qualidade cada vez melhor.

Quer aumentar as vendas da sua loja? Leia também 6 super dicas para aumentar suas vendas no varejo e tenha ainda mais sucesso em seus negócios!

Investir no layout de loja é investir na experiência do consumidor

Um dos assuntos mais comentados no varejo atualmente é a experiência de compra. E isso não tem acontecido por acaso, já que os consumidores estão cada vez mais exigentes.

O comportamento de compra mudou, e o chamado consumidor 4.0 tende a ser cada vez menos fiel a marcas. Essa é uma questão que não se restringe apenas ao varejo, mas se tratando de alta recorrência os impactos podem ser ainda maiores.

Diante desse cenário é importante investir em ações que possam atrair mais clientes e ainda mais importante, ações que possam reter e fidelizar quem já compra com você.

Dentre elas estão os investimento em omnichannel, soluções tecnológicas, melhores estratégias de comunicação e, claro, o layout de loja.

Não se esqueça que para toda estratégia adotada é preciso ter planejamento e principalmente ter foco no cliente.

Afinal, tudo que for implementado irá impactá-lo de alguma forma e o seu trabalho é para que seja positivamente

Existe uma discussão sobre o futuro das lojas físicas. Alguns acreditam que ela pode morrer, outros que não.

A verdade é que hoje a tendência é que elas continuem a existir, mas com as devidas alterações e adaptações. Muito se fala sobre a união de experiências online e offline, o que é uma situação que parece viável.

Se esse for o caminho seguido o layout de loja terá ainda mais impacto nas compras já que possivelmente seja mais voltado para a experiência do consumidor.

Estratégias como o retail design, por exemplo, certamente irão ganhar ainda mais relevância no mercado varejista.

Quer saber como você pode começar a melhorar a experiência de compra na sua loja física? Baixe gratuitamente nosso ebook agora mesmo, aqui!

Co-Fundador e Diretor Executivo da Mercafácil. Graduado em Engenharia Mecânica com pós-graduação em Engenharia de Negócios e MBA's nas áreas de Orientação de Mercado na ESADE Business School, em Barcelona, e Inteligência de Negócio e Análise de Dados pela Universidade Positivo.

Write A Comment