Métricas de Varejo

Entenda como a gestão de indicadores de desempenho pode aumentar suas vendas

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Colocar em prática a gestão de indicadores de desempenho não depende do tamanho do seu supermercado. Seja o seu negócio uma pequena loja de bairro ou uma grande loja que tem impacto municipal, é extremamente importante colocar esse trabalho em prática. 

Independentemente do tamanho do seu público, é inviável tomar conta de uma empresa apenas com base nos achismos.

Uma gestão centrada no uso de dados certamente pode facilitar o seu trabalho e contribuir para a melhora dos seus resultados.

Confira neste post como os indicadores de performance são imprescindíveis para o sucesso da sua empresa.

Dificuldades para vender mais? Fazer a gestão de indicadores de desempenho pode ser a solução

Empresas de varejo que desejam sucesso em seu setor precisam de um planejamento estratégico com base na análise de dados. 

Uma pesquisa feita em 2018 pela Snowflake Computing e pela Harvard Business Review, identificou que empresas que tomam decisões baseadas em dados têm mais chances de longevidade.

Esse processo é natural no mercado atual e fundamental para o desenvolvimento empresarial e o aumento das vendas. Conheça alguns indicadores de desempenho e entenda como eles podem te ajudar:

1- Indicadores de desempenho: Ticket médio

Esse é um indicador de desempenho de extrema importância no varejo. Apesar disso, geralmente, ele requer um grande esforço para ser mensurado manualmente. 

Com um software de gestão que apresente esse indicador ele será calculado de forma automatizada e você poderá analisá-lo de maneira simples.

Por meio desse indicador você descobre em que momento de cada mês seus clientes gastam mais comprando seus produtos. Também consegue saber em quais períodos eles gastam menos.

Esses dados podem te dar insights para a realização de ações que estimulem o aumento do ticket médio na época em que identificar que ele esteja abaixo do esperado. 

Uma boa alternativa nesses momentos é estimular as vendas casadas. Outra ideia é estimular as compras por impulso com ações no PDV.

2 – Indicadores de desempenho: Mensuração de ações

O setor de supermercados costuma realizar promoções com frequência. Alguns supermercadistas fazem sua divulgação por meio de carros de som, redes sociais, etc. Porém, a prática mais comum ainda é a distribuição de encartes.

Realizar ações para promover a loja e os produtos é fundamental, isso você já sabe. 

E quanto aos resultados que elas geram, você consegue mensurá-los? Você sabe quais clientes foram comprar na sua loja por conta de determinada ação?

Realmente responder essas questões não é fácil. A boa notícia é que é totalmente possível. 

Para conseguir as respostas para essas perguntas é necessário o uso de uma tecnologia que seja capaz de te fornecer alguns dados específicos, armazená-los e organizá-los.

Outra alternativa é fazer tudo manualmente com base nas informações do seu ERP. Convenhamos que essa opção não é a mais prática nem a mais recomendada por conta de possíveis erros.

Para melhorar a distribuição de encartes a tecnologia pode ser bastante útil, por exemplo. Com base em seu cadastro de clientes você já sabe a região onde estão localizados os seus clientes e já o conhece melhor. 

Com essa informação você pode criar a sua ação em um local onde ainda possui poucos clientes ou então impulsionar as vendas em uma região que já tem uma boa atuação. 

Além disso, em um segundo momento, você pode utilizar o seu sistema para analisar  quais clientes daquele local foram comprar em sua loja com base nos produtos divulgados no encarte. 

Uma plataforma como a da Mercafacil fornece essa mensuração de forma automatizada. Basta apenas informar os SKUs dos produtos divulgados e o período da campanha.

Se o resultado for positivo significa que você pode continuar investindo naquela ação. Caso contrário,pode mudar sua estratégia ou até mesmo optar por outra forma de divulgação.

3 – Indicadores de desempenho: Análise de aquisição, retenção e perda de clientes

Talvez estes sejam os dados de maior importância dentro de uma empresa. Eles estão diretamente ligados ao sucesso do negócio como um todo.

Muitos lojistas tentam basear esses dados em achismos, o que é um risco. Ter precisão nesses números é imprescindível. Realizar a gestão de indicadores sobre o fluxo de clientes que frequentam ou não sua loja pode dar uma direção de qual caminho seguir com seu negócio.

Com base nisso, você pode definir estratégias para fidelizar os clientes, resgatar os clientes que não estão comprando a algum tempo e também vai te mostrar se suas ações têm sido efetivas, como foi dito no item anterior.

4 – Indicadores de desempenho: Satisfação dos clientes

Discussões sobre como melhorar a experiência de compra e ter foco no cliente crescem cada vez mais no varejo. Isso é algo natural, já que são situações que hoje o cliente já fazem parte das expectativas do cliente.

Dessa forma, as lojas têm investido em inovação e adotado novas estratégias para melhor atender os consumidores. 

Porém, de nada irá adiantar colocar em prática essas mudanças se você não analisar se eles realmente estão surtindo efeito.

Uma das opções para analisar isso de maneira concreta é realizar pesquisas de satisfação constantemente com seus clientes. Você pode adotar pesquisas gerais sobre a sua loja ou então por uma novidade em específico.

Essas informações e opiniões dos consumidores é importante para que você crie uma planejamento mais consistente para sua empresa. 

Os clientes gostam de inovação? Você pode ir em busca de novas tecnologias. Eles preferem ações no PDV? Procurar novas parcerias para a realização dessas ações pode ser uma boa opção, por exemplo.

Além de ser útil nessa parte estratégica, esse tipo de pesquisa também pode atuar no seu relacionamento com os clientes.

Esse trabalho passa a ideia de que você se importa com a opinião do consumidor e busca melhorar por ele. Ela pode ser ainda mais impactante se os consumidores observarem as sugestões deles sendo colocadas em prática.

Trabalhar uma estratégia customer centric certamente pode fazer toda a diferença nos resultados da sua loja. E Sem dúvidas ações simples como essas pesquisas podem ser fundamentais.

BÔNUS – Indicadores de desempenho: Cadastro de clientes

Esse indicador que só se aplica para as empresas que optaram por realizar o cadastro dos seus clientes. Existem diversos formatos para obter os dados dos consumidores, cabe ao lojista decidir qual melhor se aplica a realidade dele.

Analisar de perto o número de cadastros realizados é fundamental principalmente nos primeiros seis meses do seu programa de fidelização.

O início do projeto exige atenção e foco total para obter o maior número de cadastros possíveis. Afinal, são esses dados que irão servir como base para a sua estratégia a partir de agora.

Para alcançar esses resultados é necessário criar ações capaz de atrair o público e tornar o cadastro vantajoso para os consumidores. Ainda mais importante é trabalhar campanhas para que eles voltem e você construa uma base identificada cada vez mais completa.

A principal função da gestão de desempenho é colocar sua empresa no caminho do sucesso, pois com dados é possível definir estratégias muito mais eficientes, obter resultados melhores e aumentar as vendas.

Agora que você já sabe como a gestão de indicadores de desempenho é de grande importância para sua empresa, confira o nosso post que fala sobre como otimizar processos na gestão do seu supermercado.

Responsável pela produção de conteúdo na Mercafácil.

Write A Comment