Vendas

Saiba como montar uma estratégia de vendas por perfil de compra

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Saber como montar uma estratégia de vendas certamente é uma ótima maneira de obter bons resultados. Com um planejamento bem definido você consegue aproveitar melhor as oportunidades e otimizar seus investimentos.

No mercado atual, para uma boa estratégia de vendas uma das suas principais funções é entender o comportamento do consumidor. O tempo em que sua loja podia viver só de ofertas em massa já passou.

Agora, os clientes buscam algo a mais do que apenas a compra de produtos. Por conta disso, assuntos como a experiência na loja e vendas por perfil de compra têm ganhado importância no varejo.

Descubra no post de hoje como você pode montar um planejamento de vendas eficiente para a sua loja!

Como montar uma estratégia de vendas eficiente

Para que você melhore as suas vendas, uma boa ideia é fazer com que o cliente esteja no centro da suas ações. Com o foco neles, certamente você melhora os seus resultados.

Para isso, implementar uma estratégia de gestão de clientes na sua loja pode contribuir consideravelmente. Por meio dela você começa a capturar os dados dos seus clientes e, claro, conhecê-los melhor.

Mas se o foco está no cliente, por que usar dados e investir em tecnologia? Pois eles serão a base para sua estratégia funcionar. Estas ferramentas vão trabalhar em conjunto com sua equipe para aumentar a efetividade das suas ações.

É importante lembrar que para que isso funcione corretamente é preciso comprometimento de toda a equipe envolvida. Isso parte desde a frente de caixa até o profissional que fará a mensuração de resultados das ações.

Esse ciclo que será repetido continuamente é o que fará com que seus resultados melhorem cada vez mais.

Uso de dados na criação de ofertas

Se você já conseguiu capturar os dados dos seus clientes e já os conhece, basta orientar sua estratégia em função deles.

O pensamento é bastante lógico para que os resultados melhorem. Pense que você sempre compra um determinado produto quando vai ao supermercado. Se a loja enviar a você uma oferta daquele produto, as chances de que vá até a loja comprar aquilo é grande.

Na prática é exatamente assim que irá funcionar com os seus clientes. Uma venda por perfil de compra tem maiores chances de ser efetiva do que as oferta genéricas. Mesmo que ofertas em massa possam atingir uma quantidade maior de consumidores, não significa que são potenciais compradores dos produtos ofertados.

Dessa forma o uso de dados pode tornar as suas ações mais assertivas. Isso pode fazer com que sua empresa aumente as vendas e tenha maior retorno do investimento em campanhas.

Importância das segmentações para aumentar as vendas

Apenas ter os dados de quem compra na sua loja não é o suficiente para montar uma boa estratégia de vendas. A melhor maneira de atingir esse objetivo é com a criação de segmentações a partir da sua base de clientes.

Para que a sua estratégia seja realmente focada no cliente, você precisa segmentar o seu público. Principalmente por lidar com uma grande quantidade de clientes que possuem hábitos diferentes.

Um de seus clientes pode fazer compras mensais em grandes quantidades. Outro pode ir semanalmente até sua loja e fazer uma compra fracionada. Certamente você não pode tratar os dois da mesma maneira, certo? Esse é só um dos exemplos, mas já dá uma ideia do que precisa ser feito.

As segmentações visam entregar uma experiência de compra mais personalizada para os seus clientes.

O ponto que deve ser atingido é oferecer o que ele quer e quando precisa. Se a sua estratégia de vendas for alinhada dessa forma, certamente seus resultados irão melhorar.

Desejo do consumidor em ter uma experiência de compra mais personalizada

O consumidor tem se acostumado com a personalização das suas experiências de compra. Principalmente pelo desenvolvimento das lojas virtuais, que apostam forte nessa questão.

A ideia que é seguida no ambiente digital é excelente e trabalha sempre com a tecnologia a seu favor. O varejo físico precisa se adaptar a esse novo comportamento e encontrar soluções favoráveis.

Esse é um desafio para as lojas físicas, mas é uma necessidade de adaptação para se manterem no mercado. Uma boa ideia para esse cenário é apostar na união entre a tecnologia e as compras em lojas físicas.

E como você pode fazer isso? Basta conhecer o seu cliente e saber do que ele precisa.

Segmentar os clientes é o primeiro passo para personalizar a compra dos clientes. Por exemplo, se você deixar de enviar para ele produtos que ele não compra já é um tipo de personalização. E enviar ofertas de itens que ele compra, outro tipo.

Saber o perfil de compra dos seus clientes te dá essas e outras oportunidades de personalização. Inclusive na forma como você irá contatá-los com essas ofertas.

Na sua estratégia é importante que você sempre faça a avaliação de desempenho das suas ações. A partir dessa análise é que você poderá ter uma ideia de como está a sua estratégia de vendas na prática.

Exemplos práticos de campanhas com base em perfil de compra.

A partir da captação e análise de dados, as campanhas segmentadas surgem como opções para a sua loja. Trabalhar com esse tipo de campanha oferece uma grande diversidade de ações que podem aumentar as vendas da sua loja.

Veja alguns exemplos de ações que você pode implementar após conhecer o perfil de compra dos seus clientes:

Hábitos e frequência de consumo

Com os dados dos clientes em mãos, foque em entender os hábitos de consumo deles. Com isso, você terá uma ideia de como montar uma estratégia de vendas para a sua loja. A ideia é bem simples e básica: você vai oferecer para o cliente o que ele já compra ou algo relacionado.

Por exemplo, você identifica que um cliente compra carne semanalmente. Se você envia para ele uma oferta desse produto as chances de que ele vá até a sua loja fazer uma compra são grandes. Você pode, ainda, oferecer opções relacionadas a esse produto, como carvão, pão, linguiça, etc.

Com esse tipo de estratégia sua loja ganha mais efetividade nas ações. Principalmente por entrar em contato com o cliente certo. Você não quer enviar uma campanha de leite para um cliente que é intolerante a lactose, por exemplo.

Isso além de aumentar a efetividade das ações vai fazer com que você invista melhor o seu dinheiro em ações.

Para a frequência de consumo a ideia é a mesma. Se um cliente vai todo fim de semana na sua loja, o ideal é que você entre em contato antes que ele retorne.

A periodicidade com que o consumidor vai até a loja é que vai definir sua frequência de contato com ele. Primeiro para mantê-los sempre ativos e segundo para caso ele fique um período sem comprar você consiga resgatá-lo a tempo.

Que os dados podem contribuir bastante para a sua loja certamente você já entendeu. Continue desenvolvendo seu conhecimento sobre o assunto e baixe nosso ebook sobre BI e CRM para aumentar vendas.

Responsável pela produção de conteúdo na Mercafácil.

Write A Comment