Author

Ramon Maia

Browsing

O faturamento de vendas certamente é um dos indicadores mais importantes para todas as empresas. Afinal, é ele quem garante a evolução de uma loja e ainda mais, a sua sobrevivência no mercado.

Quando essa métrica está em queda, é normal que os gestores liguem o alerta e comecem a buscar maneiras de resolver o problema. Porém, a questão é que às vezes pode ser tarde demais.

Por esse motivo, o controle de faturamento é imprescindível para uma empresa de sucesso. Você tem feito isso no seu supermercado?

Acompanhe o post de hoje para entender um pouco mais sobre a análise desse dado e o que fazer para aumentar seu faturamento.

Como identificar a queda do faturamento de vendas

Existem uma série de fatores que podem levar o seu supermercado a sofrer com a queda no faturamento.

Ser recorrente na análise desses dados certamente é um primeiro passo para diminuir os impactos desse problema. Mesmo assim, nem sempre apenas ver as métricas é o suficiente.

Para entender como resolver a situação será preciso identificar quais foram as razões para que isso acontecesse. Entre as principais estão:

  • Perda de clientes
  • Queda no ticket médio
  • Clientes inativos
  • Concorrência
  • Queda nas vendas
  • Precificação muito elevada
  • Falta de recorrência de ações

Você pode conferir as razões de maneira mais detalhada em nosso post: 7 razões para a queda no faturamento de um supermercado – e possíveis soluções.

Com o problema identificado cabe a você e sua equipe buscarem as soluções adequadas para o contratempo.

Vale lembrar que o quanto antes a queda no faturamento for identificada mais simples será a resolução da situação. Caso você demore para acompanhar os acontecimento as formas de resolver o impasse serão mais complicadas e irão depender de mais investimentos.

Mesmo que geralmente esse seja um caso que gere desconforto nas empresas, é preciso ser analítico e estratégico para resolver a situação da melhor forma.

Para essa questão, utilizar tecnologia pode ser um ótimo caminho para retomar os bons resultados da sua loja.

Como fazer o controle de faturamento

O faturamento é uma métrica que geralmente tem variações de um mês para o outro, principalmente em supermercados por conta de questões sazonais.

Uma queda brusca ou uma sequência de vários meses com o faturamento em queda é o que não pode acontecer de maneira nenhuma. Controlar isso, certamente não é um tarefa fácil e também não depende apenas de você.

Isso acontece, pois sua loja pode ter a estratégia correta até o momento que um novo concorrente chegue ao mercado. Com uma proposta mais atrativa, ele pode fazer com que você perca consumidores, vendas e consequentemente faturamento.

Esse fator especificamente é difícil de ser controlado, mas isso não quer dizer que você não pode e não precisa fazer nada.

Pode parecer estranho, mas sabia que para aumentar o faturamento as vezes você precisa gastar mais? Gastar na verdade não é a palavra correta, mas sim investir.

Os investimentos em tecnologias, por exemplo, podem garantir uma série de vantagens competitivas para o seu supermercado. Essa proposta de inovação pode inclusive ser um dos valores da sua marca.

Com isso, mesmo que surjam concorrente sua loja pode se manter como era antes, mas claro, sempre atenta a questões que pode melhorar

Essas inovações tecnológicas podem ter relação com o seu contato com o público, por exemplo, ou até mesmo em processos internos.

Adotar novas estratégias de comunicação, layout de loja, precificação e calendário promocional seguramente podem fazer a diferença na melhora dos seus resultados.

Uso de tecnologia para evitar a queda do faturamento de vendas

Para manter o faturamento em crescimento ou pelo menos constante durante o ano, você precisa fazer com que os clientes continuem a comprar certo?

Quanto a isso, algumas tecnologias já disponíveis no mercado podem te ajudar a fazer isso na prática.

Um dos exemplos que têm crescido são os aplicativos de supermercado, que chegaram para trazer maior comodidade aos clientes. A entrega desse benefício ajuda a fidelizar o consumidor, fazendo com que ele volte a comprar na sua loja.

Além disso, consumidores fidelizados tendem a gastar mais do que aqueles que fazem apenas compras pontuais na sua loja.

Na maior parte dos casos os aplicativos dão acesso a ofertas da loja, permitem a consulta de preços e enviam itens em promoção os clientes.

Um software de gestão de clientes, também pode ser uma boa solução para o seu supermercado.

Já que essa ferramenta apresenta dados de maneira clara e objetivo dados que você possui em seu sistema de gestão, aliado a dados de compras dos clientes. Com isso, você pode acompanhar de perto o seu faturamento diário e até mesmo anual.

Essas informações permitirão que você encontre tanto medidas para manter os resultados, quanto para melhorá-los com base em informações dos consumidores.

Até mesmo as redes sociais podem ser usadas em sua estratégia de marketing para impulsionar as vendas. Os encartes digitais, por exemplo, já tem ganhado competitividade em meio aos encartes tradicionais.

Eles podem ser publicados semanalmente nas redes junto com outras ofertas pontuais em busca de atrair clientes. Tanto em buscas orgânicas, quanto em buscas pagas você pode atrair mais clientes e assim aumentar suas vendas.

Essas são apenas algumas das opções, mas você descobrir mais em nosso post Como inovar para vender mais em supermercados.

Como resolver a queda de faturamento com um software de gestão de clientes

Um software de gestão de clientes serve para que seu supermercado tenha acesso a métricas relevantes que podem gerar insights para a criação de ações.

Essas campanhas podem ser geradas a partir dos dados de compra dos clientes e as métricas gerais da loja.  

Analisar de maneira recorrente essas informações seguramente podem contribuir para que você melhore seus resultados.

Isso acontece, pois assim que você identifica uma queda no faturamento, já pode promover uma ação para impulsionar suas vendas ou atrair novos clientes, por exemplo.

Na plataforma Mercafácil, por exemplo, você tem acesso a uma série de páginas que podem te ajudar na identificação de problemas e criação de ações com relação ao faturamento.

Conheça algumas páginas

Na home, que é a página inicial, você já tem informações sobre o faturamento, variação, número de cupons e o ticket médio da loja. Além disso, existem os dados isolados o grupo de clientes cadastrados em seu clube de descontos, como o ticket médio e o percentual de faturamento que você tem identificado.

Página de desempenho é possível analisar o faturamento de maneira geral da sua loja. Inclusive fazendo comparações entre períodos, o que pode contribuir para identificar sazonalidades e oportunidades.

Ao acessar a página do clube é possível visualizar informações similares, mas sobre o faturamento identificado. Ainda existem dados mais específicos, como quantidade de cupons, ticket médio e quantidade de clientes cadastrados.

Além dessa opção, também é possível fazer uma análise de faturamento ainda mais controlada, na análise de dados da empresa. Com ela é possível visualizar gráficos mensais, semanais e até mesmo diárias.

Vale lembrar que a plataforma utiliza informações que você já tem no seu ERP, mas formatada de uma outra maneira.

A plataforma busca tornar o uso das informações mais simples para os supermercadistas melhorarem seus resultados.

Para saber um pouco mais sobre outras formas que o software de gestão de clientes da Mercafácil pode ajudar você a aumentar as vendas faça uma demonstração gratuita!

O dia dos namorados é uma das principais datas do varejo  e certamente pode te ajudar a aumentar suas vendas.

Aproveitar essa data da maneira correta, pode fazer com que os supermercados também consigam aumentar seus ganhos.

Para isso, preparar ações para os casais pode ser um ótimo caminho para sua loja seguir no período que antecede a data e até no dia efetivamente.

Se manter atento a possíveis oportunidades como essa é um fator que pode garantir uma vantagem competitiva para a sua loja.

Fique ligado no post de hoje para acompanhar algumas dicas de ações promocionais para o Dia dos Namorados.

Ações para o dia dos namorados

Campanhas de Venda

Com a intenção de aumentar as vendas no período, identificar quais são os produtos mais populares é uma boa ideia.

Para fazer isso você pode analisar seus dados de vendas no período que antecedeu a data no ano anterior. Além disso, vale adicionar produtos relacionados e outros que já são populares para a comemoração como chocolates e vinhos, por exemplo.

Com essas informações em mãos, você pode fazer ofertas nesses itens e criar um encarte especial para a data.

Uma boa opção para divulgar esse material pode ser por meio das suas redes sociais, com um convite para os clientes presentearem quem eles amam.

Outro setor da sua loja que vale a pena apostar é no de floricultura, as flores são produtos muito populares para a data e você pode criar uma estratégia para estimular a compra.

Os supermercados têm a favor o maior tempo de funcionamento que as floriculturas, na maioria dos casos. Essa pode ser uma boa oportunidade para que você consiga vender mais, principalmente para os que deixam para comprar o presente na última hora.

Criar uma comunicação personalizada para a data e um espaço de destaque na loja para esse setor,  são ótimas ideias.

Uma ideia para suas redes sociais é criar posts com dicas para a realização de um jantar romântico. Junto com as dicas você anunciar ofertas de vinhos e ingredientes para uma receita, por exemplo.

Redes Sociais

Usar as redes sociais pode ser uma ótima estratégia para complementar seu planejamento de vendas para essa data comemorativa.

Uma boa opção é investir em conteúdos relacionados a data para ajudar aos casais em decisões importantes para  a data. Você pode, por exemplo, publicar uma lista de itens da sua loja que podem ser presentes para a comemoração. Outra ideia é publicar receitas e dicas para preparar um jantar romântico.

Além disso, você pode usar seus canais digitais para divulgar um cupom de desconto para itens selecionado que você usou no seu encarte. Para retirar o desconto o cliente precisa mostrar o post no caixa antes de passar as compras.

É importante que você deixe o cliente ciente do funcionamento da ação para que não ocorram imprevistos ou complicações.

Você também pode adotar uma estratégia de relacionamento com os consumidores em suas redes sociais. Promover um concurso de dia dos namorados pode ser uma ótima forma para isso.

Uma boa ideia é pedir para que os clientes compartilhem suas histórias de amor com o perfil da sua loja e as melhores melhores história ganharão um prêmio. Você pode definir um número específica, como as cinco melhores e escolher um brinde para os vencedores.

Você pode escolher como prêmio um buque, uma cesta de café da manhã ou um kit de vinhos, por exemplo. Inclusive pode deixar algumas opções para que o cliente vencedor realize essa escolha.

Certamente esse tipo de ação pode gerar uma aproximação entre você e os seus clientes.

Sorteio de dia dos namorados

Para criar um maior engajamento dos clientes você pode criar um sorteio a partir das ofertas divulgadas no encarte.

A cada R$30,00 gastos em produtos que faziam parte do encarte o cliente ganha um cupom para concorrer a um jantar romântico.

Essa ação, por exemplo, pode contribuir para aumentar as vendas da loja e também como uma forma de aproximar o relacionamento.

Outro ponto que a criação de um sorteio pode contribuir é para o aumento no número de cadastros no seu clube de descontos. Para isso, você pode colocar o cadastro se torna um requisito para a participação.

Além disso, o preenchimento do cupom para o sorteio também pode ajudar sua loja a complementar os dados que já possui.

Gostou das nossas dicas? Se inscreva em nossa newsletter para receber mais delas nos próximos meses e data comemorativas. Além disso, deixe nos comentários quais dessas ações você vai colocar em prática na sua loja.

O uso de dados de clientes é uma tendência que chegou para ficar em vários segmentos de mercado. No varejo essa situação não é diferente e certamente ganhará cada vez mais relevância.

Na busca por entregar resultados melhores e desenvolver uma empresa os dados certamente podem ser de grande valor.

Além de servir como base para a criação de ações, podem contribuir na identificação de oportunidades.

Mesmo que a importância de possuir uma base de informações já seja bastante difundida nem todos as utilizam em suas estratégias.

Entenda como a utilização de dados de clientes podem tornar a sua estratégia de vendas mais eficiente em alguns passos.

O futuro do varejo com o uso de dados de clientes

Investir menos e ganhar mais seguramente é um cenário ideal para qualquer tipo de loja. Para que isso aconteça, um meio muito eficiente é utilizar táticas em que o cliente esteja no centro das ações.

A gestão de clientes, por exemplo, é uma estratégia que tem foco no cliente e já tem sido usada por muitos supermercadistas para aumentar as vendas.

Além dela, existem outros métodos que também dão ênfase na melhora da experiência de compra, com foco nos consumidores.

Mesmo que de maneiras diferentes, grande parte delas visa personalizar as ações para cada grupo de clientes, ou até mesmo para cada um deles.

As precursoras nesse tipo de método foram as lojas virtuais e esse foi um dos motivos para que elas se popularizassem.

Atualmente essa prática tem migrado para as lojas físicas, por conta das mudanças no comportamento de compra dos clientes.

Agora eles tem conhecimento de que é possível criar ações segmentadas e estão mais exigentes em relação a essa questão.

Além disso, o uso de dados chega ao varejo para torná-lo mais inteligente de maneira geral. Principalmente em questões operacionais, que por muito tempo foram realizadas a mão ou até mesmo em planilhas que demandam muito tempo.

Processos de automatização além de possuírem uma maior confiabilidade, otimizam o tempo dos colaboradores. Que agora podem investir o tempo em outros serviços em busca de atingir os objetivos da empresa.

Captação de dados de clientes e sua utilização

Para que você coloque em prática esse tipo de campanha segmentadas é preciso encontrar um forma de captar os dados. É nesse ponto que muitas estratégias falham e como consequência não atingem o sucesso planejado.

Isso acontece, pois as empresas criam uma forma de conseguir as informações, constroem uma base, mas não a utiliza na criação de ações.

É um raciocínio extremamente lógico. Não adianta você ter os dados de 95% das pessoas que compram no seu supermercado e não usar para nada.

Ter essas informações não garante o sucesso da estratégia e sozinhas elas realmente não podem fazer nada pela sua empresa.

Além disso, não faz sentido fazer um grande esforço na criação de um método de captação eficiente, para depois não usá-las para o que realmente importa, a criação de ações.

Os dados de clientes servem para te ajudar a identificar oportunidades que sua loja tem para vender mais, por exemplo. Ou então, melhorar o desempenho das suas campanhas nos fins de semana com segmentações. Não seria extremamente útil descobrir como fazer isso?

Essas são apenas algumas questões que você pode resolver com as informações dos seus consumidores. Mas que está deixando passar com elas guardadas e escondidas na sua base.

Se existem uma questão de você precisa lembrar sempre sobre o uso de dados é: não adianta nada ter dados e não realizar ações.

Estratégia mais consistente com o uso de dados de clientes

Os dados são sim muito importantes para te ajudar na criação de ações e melhorar seus resultados. As campanhas segmentadas são ótimos exemplos de eficiência, mas que precisam das informações dos consumidores para funcionarem.

Essas já são questões positivas o suficiente para que a sua loja passe a adotar uma tática com essa no planejamento de ações. Porém, existem outros pontos que uma análise de dados pode contribuir ainda mais para sua estratégia de vendas.

Fazer a avaliação das métricas da campanha que você criou pode melhorar cada vez mais seus ganhos, por exemplo.

Criar uma cultura no seu supermercado de mensuração de resultados certamente será de grande valor para sua estratégia.

Com ela você consegue aprender rapidamente o que deu e o que não deu certo e realizar ajustes rápidos para tornar as ações cada vez mais efetivas.

Então, mais do que usar os dados para criar ações, você pode usá-los para corrigi-las e até mesmo para repetir as que funcionaram.

Como a plataforma Mercafácil pode te ajudar na utilização de dados

Certamente você já conseguiu identificar a utilidade das informações dos consumidores para melhorar as vendas na sua loja.

Na prática para isso funcionar é simples, você precisa construir a sua base de clientes, identificar as compras deles, analisar os dados, criar as ações e mensurá-las.

Existem maneiras mais práticas e as mais trabalhosas para realizar esse trabalho. Usar uma plataforma como a da Mercafácil seguramente pode tornar esse processo mais fácil.

Isso acontece, pois você tem acesso a essas informações de uma maneira mais direta, visual e simplificada para o entendimento, mas sem perder o que realmente importa.

Algumas das páginas em que você pode ter acesso aos dados são: Segmentação e campanha.

Na página de segmentação, por exemplo, você pode agrupar os clientes com base em seus hábitos e frequência de consumo. As informações serão separadas como dados clientes – que são os dados da ficha cadastral – e dados de compra – que são os produtos presentes nos cupons dos clientes.

Além disso, você pode criar a sua própria segmentação de acordo com seus objetivos ou utilizar alguns modelos que já estão prontos.

Já em campanhas, você pode mensurar os resultados da ação e identificar se ela atingiu ou não os objetivos propostos.

Você terá acesso a dados de faturamento, ticket médio, número de clientes atraídos para a loja, entre outros aspectos. A análise deles certamente pode te mostrar o que repetir e as alterações para uma próxima ação.

Se ficou curioso para saber um pouco mais sobre a Mercafácil, você pode fazer uma demonstração do nosso software.

Vale lembrar que o uso de dados em um estratégia que funciona está diretamente ligado a recorrência.

Para saber mais sobre o assunto assista nosso Webinar Como usar informações de clientes para fazer campanhas que funcionam!

As mudanças no marketing já chegaram ao varejo e o seu supermercado pode aproveitar essa oportunidade para melhorar os resultados.

As estratégias de marketing sempre foram importantes para o segmento supermercadistas. Porém, as mudanças no comportamento de compra criaram a necessidade de novas táticas para atrair, reter e fidelizar clientes.

O principal elemento para todas essas transformações foi o desenvolvimento tecnológico, sobretudo da internet. Graças a ela e o surgimento de novas tecnologias, as chances para as empresas impactarem o cliente são cada vez maiores.

Cabe ao departamento de marketing da sua loja identificar quais os meios que podem ser utilizados de acordo com a sua realidade. Com isso, certamente os avanços do marketing nas empresas podem gerar mais vendas para você.

Acompanhe no post de hoje as principais mudanças no marketing e a maneira como elas podem impactar positivamente os supermercados.

As mudanças no marketing e das estratégias de venda

O surgimento e a consolidação do ambiente online tem relação direta com as mudanças nessas estratégias.

Muito disso, diz respeito ao relacionamento que os clientes passaram a ter com as empresas e a forma como compram.

Para as lojas, as formas de chegar até o consumidor cresceram. Com isso, novos meio de comunicação também ganharam destaque como o email e as redes sociais.

Da mesma forma que esse ponto trouxe benefícios, também aumentou o nível de exigência e competitividade no mercado.

O marketing 4.0 é o que mais tem potencial para aproximar as empresas de seus consumidores.

Tanto no que diz respeito a estratégia de comunicação, quanto na melhora da experiência de compra.

Isso acontece por conta do uso de meios digitais como canais importantes na estratégia dos supermercados. Principalmente em questões gerais, como processos internos, operacionais e claro no contato com os clientes.

Tudo isso, é chamado de transformação digital e certamente é o futuro das empresas que desejam ter sucesso.

É claro que cabe a sua equipe identificar quais são as oportunidades que você pode aproveitar e gradativamente se inserir neste novo contexto.

Uso de redes sociais

Agora se o seu supermercado possui um perfil em um rede social, ele está sujeito a todo tipo de comentário, seja bom ou ruim. Ao mesmo que tempo que você pode aproveitar esse meio para contato, pode ter um grande problema se oferecer uma experiência ruim.

Isso acontece, pois os clientes têm levado em consideração cada vez mais os resultados de suas buscas online. Atualmente muitas pessoas pesquisam um produto ou uma marca online antes de efetuar uma compra, por exemplo.

O uso desses meios é gradativamente mais relevante para os consumidores e pode gerar mais ganhos para sua loja.

Um comentário negativo, por exemplo, pode fazer com que um cliente deixe de comprar com você. E um comentário positivo, gerar uma nova venda. É claro que para isso você precisa ter uma boa experiência de compra no PDV para gerar essa “propaganda” espontânea.

É claro que sua estratégia digital precisa de um planejamento e principalmente não ter um foco apenas na vendas.

Nas redes sociais, por exemplo, como o próprio nome já diz o foco é em criar relações. Você pode sim ofertar seus produtos, mas gerar conteúdo relevante para os consumidores pode ser uma estratégia mais efetiva até mesmo para as vendas.

Uso de dados para aumentar as vendas

Assim como o comportamento do consumidor passou por mudanças, o comportamento dos gestores também precisa se atualizar.

Entre os principais pontos para uma boa gestão no mercado atual estão o uso de tecnologia e dados dos clientes.

Essas questões também tem ligação com o fato de que agora o consumidor tem sido menos fiel. Por essa razão, é preciso que as empresas busquem formas de inovar e melhorar a experiência em busca de fidelizar mais clientes.

Nesse ponto, os dados são uma importante ferramenta na estratégia de vendas e personalização.

Saber quem são os seus clientes, seus hábitos de consumo e preferências, certamente pode tornar suas ações mais efetivas.

Para isso, trabalhar com uma estratégia de gestão de clientes é um ótimo caminho para sua empresa adotar. Com ela você vai criar uma base acionável de clientes, analisar os dados deles, criar ações segmentadas e mensurar resultados.

Essas etapas vão fazer com que a sua gestão tenha foco no cliente e seja pensada para ele, em busca de uma melhor experiência de compra.

Com as informações dos consumidores você também pode otimizar os investimentos em marketing, por exemplo, Já que agora você poderá trabalhar com segmentações, que tendem a ser mais efetivas e com um ROI mais alto.

Além disso, o marketing de relacionamento também aparece com uma ótima tática indireta para aumentar as vendas.

Para colocar em prática essas ações, você precisa estar atento às oportunidades que você pode aproveitar durante o ano.

Trabalhar o relacionamento com os clientes têm a função de aumentar a retenção e a fidelização. Ambas são questões que têm relação com a melhora de resultados no faturamento da sua loja.

Como se adaptar às mudanças do marketing

Oportunidades para investir e melhorar os resultados do seu supermercado certamente não faltam. Existem várias tecnologias e soluções disponíveis para diversos perfis de supermercadistas.

É claro que o ideal é que seja um processo gradativo de inovações. De nada irá adiantar você investir em muitas opções e que não tenha uma equipe capacitada para operá-las e pior, que não resolva um problema da sua loja.

As evoluções que têm ocorrido no marketing e no varejo de forma geral prezam principalmente por facilidade. Isso pode ser colocado em prática tanto para você como para os clientes.

Softwares de gestão, como os ERPS, são de grande importância para o controle de um supermercado, por exemplo. Para o controle de estoque, também existem ferramentas capazes de diminuir perdas, melhorar processos de compra, entre outros benefícios.

Com essas mudanças em seus processos internos, você ganha mais tempo para se preocupar com que mais importa, seus clientes.

Para eles, você também pode trabalhar com uma série de tecnologias, estratégias e ferramentas em busca de melhorar as vendas e o relacionamento.

Um software de gestão de clientes, por exemplo, pode contribuir para a personalização de ofertas, aumento na efetividade de ações e de fidelização. Isso acontece, pois a estratégia é baseada no consumidor e seus hábitos de compra.

Outra ferramenta muito importante atualmente são os aplicativos para supermercado, que trazem uma grande comodidade.

Como falamos anteriormente, muitos clientes procuram na internet os preços antes de realizar uma compra. Com um app, você torna esse processo mais simples para eles o que pode contribuir para que ele compre na sua loja.

Adotar novos formatos de venda

Oferecer mais de um canal para os clientes realizarem suas compras também é um assunto que tem sido muito citado.

Algumas empresas já têm adotado estratégias de compra online e retirada na loja, compra online e recebimento dos produtos em casa e até mesmo de compra da loja com a entrega dos produtos na casa do consumidor.

Isso é chamado de omnichannel e funciona com uma ligação entre os meios online e offline para as vendas. Certamente esse assunto ganhará cada vez mais força no segmento supermercadista e sua loja precisa estar atenta a essa questão.

Essas são apenas algumas opções, mas para você escolher a melhor para sua loja basta definir um objetivo.

Com isso, certamente encontrará uma solução que se encaixe para seu supermercado e atinja as metas propostas.

Antes de tudo lembre-se, o consumidor quer uma experiência de compra melhor, personalização, relacionamento e claro, encontrar o que ele busca.

Para saber um pouco mais sobre as inovações que você pode adotar em supermercados separamos dois posts que você precisa ler. Um deles é sobre a transformação digital no varejo e o outro sobre Supermercado 4.0, aproveite e confira agora mesmo!

Encontrar formas de como melhorar as vendas de uma loja certamente sempre são bem vindas.

Para isso é uma boa ideia fazer um benchmarking dos seus concorrentes com o objetivo de identificar quais oportunidades eles não têm explorado e que você pode aproveitar.

Além disso, melhorar as ações que você já está acostumado a fazer também pode render bons frutos.

As datas comemorativas, por exemplo, são ótimas oportunidades para os supermercadistas investirem em campanhas. Confira algumas ideias que separamos para você aproveitar no mês de junho.

Como melhorar as vendas de uma loja em junho

O ano já está na metade e sua loja ainda não conseguiu melhorar as vendas? Criar um planejamento de ações pode ser o melhor caminho para você reverter essa situação e aumentar seus ganhos. Antes tarde do que nunca.

Para isso, segmentar seus clientes, criar campanhas e aproveitar oportunidades certamente pode te ajudar.

Que tal unir um pouco de cada e bater seus recordes de venda neste mês? Acompanhe algumas ideias que separamos para o seu supermercado.

05/06 Dia mundial do meio ambiente 🌳

Essa é uma data comemorativa que você pode utilizar para trabalhar com a conscientização sobre o tema e, assim, aproximar o relacionamento com seus clientes.

A defesa do meio ambiente é um assunto que já está presente na sociedade, mas nem sempre recebe a devida atenção. Demonstrar que sua loja se importa e apoia essa causa mostra um lado humano da marca.

Você pode utilizar as suas redes sociais para publicar uma série de dicas de pequenas ações que todos podem tomar para ajudar o meio ambiente. Alguns exemplos são: não jogar lixo no chão, fazer a reciclagem, economizar energia e água.

Além disso, você também pode produzir cartazes ou até mesmo folhetos para distribuir no seu supermercado. Neles, pode-se ter algumas dicas e informações sobre produtos orgânicos, por exemplo, que causam menos danos ao meio ambiente – e que também pode contribuir para a divulgação e venda desses produtos.

08/06 Dia do Citricultor 🍊

O citricultor é o responsável pela plantação e os cuidados das frutas cítricas, como laranja e limão. Esse tipo de fruta é bastante popular no Brasil e certamente deve contribuir nas suas vendas diárias.

Nessa data, você tem uma oportunidade de agradecer a todos esses profissionais que trabalham no cultivo e garantem que os melhores produtos cheguem até sua loja.

Utilizar as redes sociais pode ser um meio para você fazer essa homenagem no dia dessa profissão tão importante.

Além disso, você sabia que o Brasil é um dos maiores produtores de suco de laranja no mundo? Essa é uma grande oportunidade para você impulsionar as vendas desse tipo de produto e seus derivados.

Uma boa opção é segmentar clientes que consumiram suco de laranja e outras frutas cítricas, por exemplo. Você pode criar um encarte com uma série de promoções especiais desses produtos e outros relacionados apenas para essa data.

Após isso, é só enviar um SMS para seus clientes os convidando para aproveitar as ofertas na sua loja.

12/06 Dia dos Namorados ❤️

O Dia dos Namorados é uma data bastante popular e você pode aproveitá-la para aumentar suas vendas no mês de junho.

Uma das opções é utilizar suas informações de vendas do ano anterior na semana da data ou até mesmo no dia. Se você já possui um software de gestão de clientes, certamente essa busca será mais fácil.

Com essas informações em mãos você pode reutilizar ações que funcionaram e identificar novas oportunidades. Além disso, também será possível identificar quais produtos podem ser usados em uma nova ação.

Dessa forma, sua campanha pode ser mais efetiva e, consequentemente, gerar mais vendas para o supermercado.

Caso você não tenha essas informações pode apostar em produtos mais tradicionais e outros tipos de campanha. Criar um encarte com produtos como chocolates e bebidas quentes pode ser boa opção para a data.

Outro setor que merece atenção no Dia dos Namorados é o de floricultura. Você pode criar uma comunicação especial, por exemplo, para impulsionar as vendas. Esses materiais podem estar logo na entrada na loja para impactar ainda mais os clientes.

Como muitos casais adoram utilizar as redes sociais para publicar suas fotos, que tal usá-las para fazer um sorteio na sua loja?

Você pode criar um concurso em que os casais precisam enviar suas fotos com frases de porque eles merecem vencer a promoção e, claro, marcar sua loja na publicação.

Como prêmio você pode criar um kit de produtos para um jantar romântico, por exemplo, ou dar um voucher de algum restaurante.

14/06 Dia Mundial do Doador de Sangue 💉

Essa é mais uma data que você pode utilizar para se aproximar dos seus clientes, por meio de uma causa muito nobre.

Uma ótima ideia é tentar mobilizar seus clientes para realizarem a doação de sangue. Para isso, você pode criar uma campanha em que os clientes que mostrarem o comprovante da doação ganharão uma porcentagem de desconto nas compras.

Além disso, informar sobre a importância da doação é uma questão muito importante para a sociedade em geral. Você pode utilizar suas redes sociais, por exemplo, para criar uma série de posts de conscientização sobre o tema.

20/06 Corpus Christi ✝️

Depois de muito tempo chegamos a uma oportunidade de feriado prolongado no ano. Essa pode ser uma ótima chance de você impulsionar suas vendas durante o mês.

Muitas pessoas aproveitam esse tipo de feriado para viajar e encontrar familiares ou mesmo os amigos. Em muitos casos, um bom churrasco não pode faltar e você pode aproveitar isso.

É uma boa opção criar um encarte com produtos para churrasco e itens relacionados para também aumentar o ticket médio.

Para encontrar a melhor maneira de escolher os produtos você pode usar os dados de compra dos seus clientes. Com a análise dos itens mais comprados e a correlação de produtos certamente seu encarte pode ter resultados melhores.

Além disso, você pode aproveitar para movimentar sua loja de maneira geral seguindo a mesma lógica de analisar os dados de consumo da loja.

Definir sua estratégia a partir de informações de clientes, certamente pode melhorar seus ganhos. A sua negociação com os fornecedores também pode ser melhorada e, assim, suas ofertas podem impactar ainda mais os consumidores.

24/06 São João 🔥

São João é uma data muito popular em vários estados brasileiros e sua loja pode aproveitar as comemorações para vender mais.

O seu layout de loja pode ser uma das principais oportunidades de melhorar as vendas para essa festa. Você pode, por exemplo, decorar toda a sua loja com bandeirinhas e adotar uma comunicação visual personalizada.

Outra opção é separar um espaço na sua loja para fazer essa decoração e reunir nesse espaço produtos populares na data. Para isso, você pode inclusive tentar firmar parcerias com a indústria para ações de trade marketing.

As festas de São João são caracterizadas pelo consumo de produtos mais específicos e populares na época, como bebidas quentes e bombonière. Mesmo assim, vale a pena conferir quais itens tiveram sucesso nas suas vendas do ano anterior.

Com as informações de consumo você pode criar um encarte especial para a data e aumentar suas vendas.

Na próxima semana teremos um post específico sobre ações para essas festividades, não perca essas outras ideias.

29/06 Dia do Pescador 🐟

Assim como no Dia do Citricultor, que já foi comentado, para o Dia do Pescador você pode adotar uma abordagem parecida com a data anterior.

Certamente vale a pena apostar em uma campanha segmentada para os consumidores que compraram algum produto da peixaria do seu supermercado.

Você pode segmentar esse grupo e criar uma ação destinada para eles, assim ela tende a ser mais efetiva.

Lembre-se de caprichar na hora de escolher os produtos para compor sua oferta. Se for criar um encarte, utilize as informações de itens mais consumidos e outros produtos relacionados.

Já se você optar por selecionar itens específicos para atrair os clientes, busque aqueles que chamem mais atenção.

Além disso, vale a pena parabenizar esses profissionais que são os responsáveis por fornecer esses produtos que agradam a tantas pessoas. Suas redes sociais podem ser o melhor caminho para essa ação.

Agora que você tem ideias de como aumentar as vendas de uma loja com algumas datas comemorativas, chegou a hora de colocá-las em prática.

Monte seu calendário promocional e comece a impulsionar suas vendas o quanto antes! Também lembre-se de se inscrever na nossa newsletter para receber dicas para o próximo mês.

Investir em tecnologia para supermercados tem se tornado fundamental para as empresas do segmento que desejam ter resultados melhores.

O varejo de forma geral mudou consideravelmente nos últimos anos e para esse setor em específico não seria diferente.

Saber como inovar para melhorar os resultados é um assunto que entrou na pauta de muitos supermercadistas.

Entenda no post de hoje como você pode aplicar algumas tecnologias no seu supermercado para ter uma estratégia de sucesso.

Comece a investir em tecnologia para supermercados

O tempo em que utilizar tecnologia e investir em inovação era apenas um sonho distante não existe mais. Agora as empresas que desejam ter os melhores resultados precisam começar a fazer esse tipo de investimento.

O surgimento e a consolidação de várias tecnologias continuam. Por essa razão, identificar quais podem ser úteis para a sua loja é um trabalho que precisa ser feito constantemente.

Você já começou a investir na transformação digital do seu supermercado? Conheça um pouco mais sobre 3 ferramentas tecnológicas que podem melhorar os seus resultados e você pode aplicar já.

Solução de gestão de clientes

A gestão de clientes surgiu com o crescimento da demanda dos clientes por algo mais personalizado e para evitar a perda dos consumidores em supermercados. Além disso, tornar as ofertas mais efetivas também era uma necessidade das lojas.

Com esses e alguns outros pensamentos básicos surgiu essa estratégia com foco total nos clientes.

Para fazer gestão de clientes um supermercado precisa passar por três etapas: construção de uma base de clientes acionável, análise de dados, além da criação e mensuração de ações.

É por conta desse processo que ela precisa ser chamada de solução, pois engloba vários passos para acontecer na prática.

Uma solução como essa pretende diminuir a perda de clientes, aumentar a taxa de retenção, o ticket médio, a fidelização e o faturamento em supermercados.

Para que isso aconteça, você vai precisar cadastrar e identificar as compras dos seus consumidores. Após isso, analisar os dados gerados por eles, trabalhar na criação de ofertas segmentadas e por fim mensurá-las.

Fazer promoção de vendas dessa forma tende a aumentar a efetividade das ações e garantir um melhor ROI para a sua empresa.

Usar a tecnologia para analisar os dados de compra e a partir deles criar ofertas certamente em breve será comum para todas as empresas.

Porém, a sua loja pode começar a trabalhar dessa maneira hoje mesmo com soluções que já estão disponíveis no mercado.

Isso irá gerar uma vantagem competitiva para sua loja em relação aos seus concorrentes, e claro, maximizar seus ganhos.

Precificação dinâmica

Ter um estratégia de precificação é essencial para o controle de rentabilidade da loja e para impulsionar as vendas.

Agora, além de possuir uma metodologia correta para aplicar os preços no supermercado é possível usar a tecnologia para torná-la ainda mais eficiente.

Isso é viável por conta da adoção de uma tática de precificação dinâmica, ou seja, que sofre alterações de acordo com alguns fatores pré-estabelecidos. Grandes redes varejistas, como a Amazon em seu e-commerce, e a Hema, nas lojas físicas e virtuais, já adotaram essa estratégia.

Nos pontos de venda é preciso adotar também o uso de etiquetas eletrônicas que se conectam ao sistema de gestão da loja.

Dessa forma, será possível fazer a alteração dos preços quase que de maneira instantânea na loja.

As mudanças podem ocorrer, por exemplo, por conta do crescimento da demanda de um produto em um período do dia.

O importante é aliar a estratégia de vendas e precificação para conseguir os melhores resultados.

Identificação de tendências

Buscar algum tipo de vantagem competitiva é muito importante para empresas que desejam ter sucesso em seu segmento.

Por essa razão, estar atento às novidades que surgem como possíveis oportunidades é um trabalho que precisa ser recorrente.

Um dos principais exemplos é a tentativa de identificar tendências de consumo que possam ajudar sua loja.

Sabe qual a melhor parte disso? Existem ferramentas que não te cobram nada por isso, além de claro, sua vontade em buscar conhecimento.

O Google é o principal exemplo desse tipo de informação. Em seu site Think With Google, eles fornecem uma série de artigos, infográficos, entre outros materiais sobre tendências de consumo.

Além disso, também traz informações sobre estratégias de marketing, tecnologia, dicas e mais conteúdos relacionados a esses. Para ter acesso, basta acessar o site ou assinar gratuitamente a newsletter do site para receber por e-mail os conteúdos.

Essa é uma ferramenta que sua loja pode usar para se manter atualizada no mercado de maneira geral. Além disso, você pode reconhecer as possibilidades que o seu supermercado tem para melhorar suas estratégias.

Para complementar sua busca por conhecimento é ideal que você também acesse sites que tragam conteúdos especializados no seu segmento de atuação. Aliás, sugerimos conhecer nossos materiais específicos aqui.

Você viu como é importante aplicar a tecnologia para supermercados alcançarem resultados melhores? Certamente você quer que a sua loja faça parte desse grupo. Para isso, agende uma reunião com um de nossos consultores e comece a usar a tecnologia a favor da sua loja!

O mix de produtos em supermercados é um ponto importante para definir qual será a estratégia da loja.

Existem vários aspectos relevantes no momentos da escolha do mix como: perfil do consumidor, área de atuação, sazonalidade, entre outros.

Escolher corretamente os produtos da loja podem contribuir para melhorar as vendas e até no controle de estoque, por exemplo.

Entenda no post de hoje como o mix de produtos pode impactar um supermercado e melhorar a gestão da loja.

O que é mix de produtos?

Antes de entender o que ele pode fazer pela sua loja é importante saber exatamente o que é um mix de produtos.

O mix pode ser definido como o conjunto de todos os itens ofertados na loja, por essa razão é preciso que ele tenha um tamanho considerável. Dessa forma, será possível atingir vários públicos dentro do seu supermercado.

É importante ressaltar que mix de produtos é diferente de: sortimento, categoria e linha. Esses conceitos também estão relacionados aos itens que serão vendidos, mas estão compreendidos no mix.

Como o mix de produtos em supermercados contribui para a estratégia da empresa

Criar um mix de produtos não é uma tarefa simples, pois ele define várias questões para uma loja. Por conta disso, é fundamental definir um plano de mix, para que todos os objetivos da empresa possam ser atingidos.

Dentre as principais questões que envolvem a escolha correta de um mix de produtos estão posicionamento de marca, experiência de compra dos clientes, gestão de estoque e até mesmo perfil de consumidor.

Certamente esses são detalhes que podem fazer toda a diferença nos seus resultados. Entenda como o mix de vendas é muito importante e quais os benefícios e os problemas que ele pode gerar no seu supermercado.

Posicionamento

Os itens que forem ofertados na sua loja podem servir como uma forma de se posicionar, por exemplo.

Os produtos mais “tradicionais”, geralmente das marcas líderes em cada categoria, costumam fazer parte do mix de todos os supermercados.

Porém, é óbvio que sua loja não terá apenas eles, até porque não faz sentido você oferecer apenas uma marca de produto para o cliente. A variedade faz parte dos supermercados e os consumidores também esperam isso.

Mas como os produtos podem definir o posicionamento da loja? É simples, de acordo com as opções de compra você pode passar uma impressão de qual é o público-alvo da sua estratégia de vendas. Com um exemplo certamente fica mais simples de entender o que queremos falar.

Pense que um supermercado costuma trabalhar com várias linhas de produtos importados, por exemplo. Ele se posiciona como uma loja que busca atrair clientes que têm interesse por esse tipo de produto.

Outras lojas podem focar mais em preço, por exemplo, para isso vão trabalhar forte com marcas secundárias do mercado, com ofertas e ações mais agressivas e atingindo uma porcentagem maior da população.

Um ótimo exemplo também são os atacados, que tem um mix de produtos que visa grandes quantidades, o que também é uma forma de posicionamento.

Planejamento de promoções e vendas

Certamente você já sabe que criar um planejamento estratégico de vendas é uma ótima opção para melhorar os resultados.

Para que isso seja feito, ter conhecimento sobre o mix de produtos e uma boa variedade de itens é fundamental.

Na prática isso tem relevância na criação de campanhas para o aumento de ticket médio, por exemplo.

Pense que você identificou que precisa aumentar o ticket médio da loja e decide criar uma campanha de cervejas.

Uma boa ideia para uma campanha é oferecer itens do setor em oferta para os clientes que compraram cerveja recentemente.

Por exemplo, a cerveja X que é a mais popular da sua loja custa R$ 1,99. Você pode criar uma oferta de R$2,09 em uma cerveja da marca Y que é de uma linha mais sofisticada.

Essa pequena diferença pode contribuir para o cliente migrar para essa marca no período da ação e consequentemente aumentar o ticket médio da loja.

Isso pode ser feito em vários segmentos, mas para ter sucesso é preciso ter disponível um bom mix de produtos.

Outra opção de ação que também tem relação direta com a variedade de produtos na loja são as vendas casadas. Elas também podem ser usadas para melhorar o ticket médio e os resultados gerais do supermercado.

Problemas de tamanho em um mix de produtos em supermercados

Como tudo na vida, um mix de produtos não permite exageros e também não pode sofrer com a falta.

Encontrar o equilíbrio é a melhor maneira de não sofrer as consequências do excesso e da escassez.

Ambas questões podem trazer prejuízos para a sua loja, sobretudo no que diz respeito à gestão de estoque e controle financeiro. Certamente não é isso que você deseja para sua loja, então é importante saber como administrar o mix do seu supermercado.

Quanto a isso, existem várias questões que você precisa estar atento para evitar problemas. Uma delas é ter conhecimento sobre o mix do seu supermercado e dados sobre as vendas da loja. Isso é importante, pois pode causar um impacto financeiro na loja. Por exemplo, se o seu mix de produtos for muito grande.

Excesso no Mix de Produtos

Pense que você tem 10 itens iguais, mas de marcas diferentes sendo vendidos no seu supermercado.

Desses 10, três deles representam 90% das vendas. Os outros sete vão disputar os 10% restantes, que vai se referir a pouco mais de 1% de vendas para cada um deles.

E se você tem um estoque igual de todos esses produtos? Os itens que tem menor saída, vão demorar muito mais tempo para zerar seu estoque, o que faz com que você gaste mais com armazenamento, por exemplo.

Sem falar que você está dando espaço na loja para esses itens que representam poucas vendas, sendo que existem outros itens com maior potencial.

Dessa forma, você perde dinheiro duas vezes, quando não expõe mais os itens de maior venda e com gastos em estoque de produtos que trazem pouco retorno. Vale lembrar que produto em estoque significa dinheiro parado e, consequentemente, menos ganhos para sua loja.

Em casos como esse, ter um software de gestão de clientes, que te permita saber os produtos com mais saída na loja, pode contribuir para a sua gestão de modo eficiente.

Assim, você pode priorizar os produtos mais vendidos e inclusive melhorar a rentabilidade entre eles.

Mix de produtos insuficientes

Como falamos no tópico anterior, ter muitos produtos pode trazer problemas para a loja. Porém, isso não significa que agora você só vai ter um número limitado de opções.

Mesmo que tenha um posicionamento e um público-alvo definido, um supermercado tem diversos tipos de consumidores e todos eles são importantes.

Ao pensar nisso, fica claro que você precisa ter opções para os clientes, mas não a ponto de que elas prejudiquem a loja. É preciso encontrar um equilíbrio em que você atende as necessidades dos clientes e garante seus resultados.

Ter poucos produtos disponíveis, pode trazer vários problemas para seu supermercado, principalmente na experiência de compra.

Um deles é a ruptura de gôndola, que pode ocorrer já que você terá poucas opções de um item, então vai demandar muita reposição e processo de compra dos produtos. Esse pode ser um processo complicado que, além de gerar como consequência a ruptura de gôndola, pode afastar os clientes da sua loja.

Outro ponto diz respeito à experiência de compra. Se o cliente vai até a sua loja ele pretende encontrar tudo o que busca, além de outras opções. Caso isso não aconteça, provavelmente na próxima compra ele opte por outra loja.

Comece a administrar corretamente o seu mix de produtos

Entender os seus clientes e encontrar um equilíbrio da variedade de produtos da sua loja é sim muito importante para melhorar seus resultados.

Por isso, vale a pena começar a analisar seus dados de venda. Você pode retirar do seu mix de vendas os produtos com resultados ruins e investir naqueles que têm boas vendas.

Com um mix bem definido você pode, por exemplo, trabalhar melhor a rentabilidade de produtos de uma determinada categoria. Também apostar em ações de trade marketing ou até mesmo em ofertas para o seu clube de descontos nesses produtos para melhorar os resultados.

É claro que para que isso funcione, você também vai precisar de uma boa gestão de clientes e conhecer os hábitos de compra dos seus consumidores. Dessa forma, certamente pode melhorar cada vez mais os resultados da sua loja.

Agora que você já sabe mais sobre o mix de produtos em supermercados comece a aplicar na sua loja. Uma boa maneira de começar é baixando nosso ebook gratuito da curva ABC!

Buscar resultados melhores certamente é uma das principais atividades em todas as empresas.

Por mais que esse seja um desejo unânime, torná-lo realidade não é tão fácil assim e não são todos que atingem os objetivos desejados.

Certamente não existe uma fórmula do sucesso, mas existem caminhos que podem contribuir para chegar até ele. Porém, não são todos que sabem como fazer isso ou estão dispostos a passar pelas etapas necessárias.

No post de hoje, você vai entender porque alguns supermercados conseguem melhores resultados de maneira mais expressiva do que outros e como eles fazem isso.

Como ter resultados melhores no seu supermercado

Aumentar as vendas, melhorar indicadores ou ter um resultado melhor de maneira geral não depende apenas da realização de uma ação.

O conjunto de várias ações é que pode realmente fazer alguma diferença na sua loja para melhorar o desempenho.

Criar um planejamento é a melhor maneira de organizar sua empresa em direção ao objetivo desejado. Seja qual for o tamanho da sua empresa ou do seu objetivo.

O mais importante é saber onde você quer chegar e ter alguma ideia do que pode fazer para atingir o objetivo. Vamos ilustrar com um exemplo bem simplificado:

Objetivo: Aumentar o faturamento em 10% em 3 meses.
Caminho: Aumentar o ticket médio e atrair novos clientes.

Vamos imaginar que esses foram os caminhos escolhidos para atingir a meta, agora você precisa criar um planejamento de ações para atingir o que foi proposto.

Por exemplo, trabalhar campanhas que estimulem o aumento do ticket médio e aumentar a distribuição de encartes.

Para resumir, a partir do objetivo definido você precisa criar um plano de ação para chegar ao sucesso.

É nesse ponto que as empresas que mais se destacam costumam dedicar o seu tempo para tomar as melhores decisões.

O que fazer para melhorar os resultados

Como já falamos, criar um planejamento estratégico é o primeiro passo para começar a caminhada em busca do sucesso.

Tão importante quanto isso é entender o mercado que você atua e o comportamento dos consumidores.

Com o crescimento da internet, das lojas online e de diversas outras tecnologias, a forma como os clientes compram e o que eles esperam das empresas tem mudado.

Mais do que nunca a experiência de compra tem se tornado o principal caminho para atrair, reter e fidelizar clientes.

Por essa razão é muito importante que se você ainda não pensa dessa forma passe a considerar que a sua estratégia precisa ter foco no cliente. O cliente no centro. Afinal, são eles quem compram os produtos da sua loja, então nada mais justo do que você pensar neles para oferecer os itens corretos.

Esse é um pensamento que também já chegou nas indústrias, que buscam identificar oportunidades de negócio para criar novos produtos que interessem aos clientes.

Para o seu supermercado não é diferente. Também é necessário entender o que os clientes buscam, seus hábitos, preferências, entre outras questões que possam contribuir para que ele compre na sua loja.

Foi com esse pensamento que soluções como a gestão de clientes tem ganhado cada vez mais destaque no mercado. Isso porque é uma estratégia focada no cliente que visa diminuir a perda de clientes e aumentar o faturamento.

Além disso, outra questão importante para melhorar os resultados é estar atento aos concorrentes. Uma boa ideia, é fazer um benchmarking da concorrência e também de grandes nomes do segmento.

Com isso, você pode identificar pontos que sua loja pode melhorar e oportunidades que pode investir para melhorar os resultados.

Certamente essa prática pode contribuir para a sua estratégia e também para que você sempre se mantenha competitivo no seu mercado.

Foco no cliente para conseguir resultados melhores

Como falamos, ter os clientes no centro das ações pode ser um ótimo meio de ter maior sucesso nas campanhas. Mas, afinal o que é ter o foco nos clientes?

Uma estratégia focada nos clientes é aquela que tem seus esforços direcionados a eles. Com isso, a intenção é oferecer algo que supere as expectativas do consumidor para que ele continue a comprar na empresa, ou seja, se torne fiel.

Para conseguir isso na prática será necessário conhecer os clientes e entender seus hábitos de compra. Buscar uma forma de captar e analisar os dados deles pode ser uma ótima forma de fazer isso.

Uma solução de gestão de clientes pode te ajudar com essa questão e também na melhora dos resultados, por exemplo.

A ideia é transformar os hábitos de compra em ações segmentadas para os clientes. Isso certamente pode aumentar a efetividade das ações.

Um resumo simples é dizer que vamos oferecer para os clientes aquilo já compram. Ofertas genéricas podem até funcionar, mas o custo é maior e o retorno é menor do que com ações segmentadas.

Outra questão muito importante é buscar inovações para a sua loja. Atualmente o mercado está cheio delas e a melhor maneira de escolher uma é pensar em algo que contribua para a experiência de compra do consumidor.

As lojas que costumam inovar e melhorar seu PDV certamente saem na frente na hora de atrair, reter, fidelizar um cliente e consequentemente ter resultados melhores. É por isso que as lojas que investem em inovações e estratégias com foco nos clientes vão se destacar no mercado.

Confira também nosso post sobre indicadores de performance e entenda em quais dados você precisa estar atento para melhorar os resultados do seu supermercado.

Um planograma de supermercado tem grande importância para melhorar o seu layout de loja, com o objetivo de aumentar as vendas.

Além disso, contribui para estimular vendas de produtos específicos e aproximar a relação com o cliente.

Estratégias como essa também podem contribuir para melhorar a experiência de compra dos clientes da sua loja.

Por conta disso, é importante entender as melhores maneiras de usar essa tática para atingir os resultados esperados.

Acompanhe o post até o fim para entender como você pode aplicar um planograma em supermercados.

O que é um planograma

O planograma é uma ferramenta que visa criar um planejamento estratégico de exposição dos itens na gôndola, de acordo com seu mix de produtos.

Para criar um planograma em supermercado, é preciso levar em conta alguns fatores. Entre eles está a gestão de categorias da loja e o perfil de compra dos seus clientes.

Além disso, é preciso levar em conta questões como estoque e a rentabilidade que aqueles produtos geram.

Com isso definido, é criado um plano que mostrará todas as informações para o posicionamento correto do produto.

Essas informações irão contribuir para que promotor de vendas posicione os produtos no PDV de acordo com os objetivos da loja.

A principal pretensão de um planograma é facilitar a compra dos clientes, além de impulsionar as vendas.

Essa ferramenta deve ser utilizada para que você melhore o layout da sua loja, de maneira que todos os setores consigam atrair os consumidores.

É importante destacar que o planograma é uma estratégia que precisa ser pensada de acordo com as particularidades do seu supermercado. Por essa razão, geralmente um mesmo plano não funciona para várias lojas.

Benefícios de criar um planograma em supermercados

Como já foi comentado, o objetivo de um planograma tem relação direta com o aumento das vendas, então esse é o primeiro dos benefícios que ele pode gerar.

O relacionamento com os clientes também pode ser beneficiado por essa estratégia, já que eles têm participação na construção do plano. Isso acontece, pois você torna a experiência de compra mais agradável, o que contribui para que o cliente compre novamente.

Mais do que a organização em si, o fato da loja não ser desorganizada já tende a melhorar a experiência dos consumidores.

Trabalhar estratégias com a indústria também é um ponto que pode ser melhorado, em conjunto com táticas de trade marketing. Ela pode inclusive participar da construção do planograma para a categoria em que atua.

Isso pode fazer com que você tenha uma melhor negociação de determinado produto e posteriormente possa dar maior destaque no ponto de venda, já que aqueles itens podem trazer uma melhor rentabilidade.

Para isso, você precisa analisar seus dados de venda para identificar se essa ação faz sentido para os clientes.

Outro benefício que um planograma de supermercado pode trazer é o aumento de compras por impulso. O posicionamento estratégico dos produtos na loja tende a impulsionar esse tipo de compra e consequentemente o ticket médio.

Um plano para organização de loja também pode contribuir para impulsionar uma quantidade maior de categorias em uma loja.

Na prática isso acontece, pois você pode construir um “caminho” para que o cliente percorra enquanto estiver em seu supermercado.

A ideia é posicionar produtos de alta saída mais próximos ao fundo da loja. Dessa forma, para chegar até lá o cliente terá que passar por outros setores. Com isso, o posicionamento e ações desses setores podem gerar outra compra.

Dicas para criar um planograma de supermercado

Criar um planograma certamente pode contribuir muito para a sua loja, mas para isso ele precisa ser feito corretamente.

Como ele é uma estratégia que lida com vários detalhes, você precisa estar atento a eles no momento da criação.

Um ponto importante para levar em consideração é o foco no cliente, afinal um dos objetivos da estratégia é atender as necessidades deles.

Por conta disso, entender seus hábitos de compra é um fator importante. Analisar essas informações pode ser mais simples se você utilizar um software de gestão de clientes, que também tem foco no consumidores.

Depois de entender o perfil dos seus clientes e os produtos mais consumidos, você já pode iniciar seu planejamento.

Com esses dados é possível identificar quais produtos precisam ter fácil acesso na gôndola e destaque no PDV, por exemplo.

A participação dos seus colaboradores também é fundamental para o sucesso da estratégia. Tanto na criação, para dar informações sobre o comportamento dos clientes na loja, como na correta execução do plano estruturado.

Com tudo alinhado corretamente, suas chances de alcançar os resultados esperados podem ser maiores.

É importante que ao alinhar essa e outras estratégias os objetivos de cada uma também estejam de acordo com a necessidade da loja.

Para conhecer um pouco mais sobre uma outra tática que pode melhorar seus resultados e ser usada junto com o planograma, você pode conferir nosso post sobre trade marketing.

Saber como utilizar informação de cliente para fazer campanhas que funcionam é um conhecimento que pode garantir uma série de vantagens para o seu supermercado.

Para que tudo isso aconteça é preciso saber como cadastrar e identificar os clientes, analisar os dados e criar as ações.

Esse trabalho de gestão de clientes exige um conhecimento específico e uma estratégia definida para funcionar corretamente.

Acompanhe o post até o fim para saber como é possível usar os dados de clientes para conseguir aumentar os ganhos do seu supermercado. Além disso, temos um convite especial para você!

Usar informações de clientes para aumentar os ganhos

Com toda certeza uma empresa busca constantemente se desenvolver para atingir resultados melhores.

Alguns adotam estratégias mais agressivas e inovadoras, enquanto outros preferem ir de maneira lenta e gradual. Ambos têm seus méritos, mesmo que em táticas diferentes.

Porém, existe um ponto em que ambos precisam convergir, o de otimizar a relação de investimento e retorno.

Com isso, queremos dizer que mesmo que você adote um método mais conservador ele precisa gerar um impacto positivo para a empresa. Já para estratégias mais impactantes, a busca por resultados melhores precisa ser ainda maior.

Mesmo que de maneiras distintas, entender como utilizar informação de cliente na estratégia de supermercados, pode ser um ótimo ponto de partida para ambos.

Isso acontece, pois a utilização de dados dos consumidores da sua loja pode contribuir para criar ações mais efetivas. Dessa forma, você pode investir menos em um campanha e ter um ROI superior.

Isso seria ótimo, não é mesmo? E melhor ainda, isso é totalmente possível de ser feito em diversos tipos de lojas.

COMO-FAZER-CAMPANHA

Como fazer campanhas que funcionam

Esse é um ponto importante para que os supermercados consigam melhorar as vendas e aumentar o faturamento.

Colocar os clientes como o ponto central da estratégia é uma questão que certamente pode melhorar suas campanhas.

O que queremos dizer com isso é que criar ações com base nos dados de compra dos clientes torna possível a melhora de resultados.

Saber a forma correta de fazer isso é que pode causar certo desconforto em muitos supermercadistas. Por essa razão, a tecnologia precisa entrar em cena na estratégia de supermercados.

Para analisar os dados, identificar oportunidades, criar ações e mensurar os resultados, um software de gestão de clientes pode ser a solução para você.

Porém, antes mesmo de utilizar a tecnologia a favor do seu supermercado, é preciso um trabalho de preparação.

Ele consiste no cadastro dos clientes e na identificação recorrente deles. Na prática, para que isso aconteça é necessário contar com algum benefício que estimule esse cadastramento.

Muitos supermercados adotam a estratégia de um clube de descontos para essa questão. Vale lembrar que não importa o método do programa que você escolha, contanto que o cliente realmente veja vantagens que o incentivem a fazer parte dele.

No caso dos descontos, por exemplo, é preciso ter produtos em vários setores e, claro, eles precisam ser relevantes para os clientes. Isso é o que vai impulsionar o crescimento na quantidade de dados de clientes disponíveis e melhorar cada vez mais os resultados de suas ações.

Vale lembrar que ter os dados não te garante nada, usá-los de maneira correta é que levará seu supermercado ao sucesso.

Ao pensar nisso, decidimos criar um conteúdo especializado sobre esse tema para ajudar a sua loja. Confira na sequência o que preparamos para você!

Webinar | Como utilizar informação de cliente para fazer campanhas que funcionam e ter resultados melhores

Se você ainda não faz o uso de dados na sua estratégia, tem poucos ou tem e não usa, é preciso mudar essa situação. A Mercafácil acredita que essa é a melhor forma de construir uma estratégia de marketing de sucesso.

Por essa razão, preparamos uma palestra online gratuita para mostrar a importância do uso de dados na criação de campanhas que podem trazer resultados melhores para os supermercados.

Conheça os temas do webinar:

  • Como cadastrar e identificar seus clientes para gerar dados;
  • Como usar dados de maneira adequada;
  • Como usar meios de massa para atingir os clientes de maneira personalizada;
  • Porque é preciso ser recorrente na criação de ações;
  • Mensuração de resultados ;
  • Como calcular o retorno do investimento das ações feitas.

Para o melhor conteúdo, vamos contar com a presença de dois nomes do mercado com amplo conhecimento sobre o tema:

Murillo Batista, publicitário, pós-graduado em comunicação empresarial e coordenador da especialização em comportamentos de consumo na Universidade Positivo. Tem grande experiência na área de comunicação, com passagens por várias agências, inclusive a sua própria. Hoje é gerente da área de sucesso de cliente na Mercafácil.

Natasha Schaffer, formada em comunicação social, especialista em marketing e gestão empresarial. Possui 10 anos de experiência no setor de marketing de varejo com trabalhos em indústrias e supermercados. Founder & CEO da NSCom, agência de marketing digital especializada em varejo, que foca na integração do universo online e off-line.

Aproveite essa oportunidade para aprimorar seus conhecimentos e levar seu supermercado sempre na direção do sucesso! Se inscrever é simples, basta acessar este link e preencher o cadastro. Ah e não se esqueça de convidar sua equipe!