Author

Ramon Maia

Browsing

Você já investe em um programa para cadastrar clientes em busca de mapear as informações de consumo na sua loja? Essa certamente pode ser uma medida muito positiva para você gerenciar a sua empresa.

Modelos de gestão tem sido cada vez mais baseados na utilização de dados para uma tomada de decisão mais efetiva.

Isso tem acontecido, pois a análise de dados é capaz de traduzir os números em insights valiosos para a melhora de resultados.

Além disso, não restam dúvidas quanto ao melhor desempenho desse tipo de gestão em relação ao gerenciamento baseado em achismos.

Confira como um supermercado conseguiu resultados expressivos rapidamente após a criação de uma base de dados.

Estudo de caso | Sucesso com um programa para cadastrar clientes

Para iniciar o trabalho de cadastro de clientes é preciso escolher qual estratégia será utilizada para a captação das informações.

No supermercado Peg Pag a tática escolhida foi a criação de um clube de descontos. Essa foi uma ótima opção já que ela traz um benefício imediato ao cliente, o que facilita a adesão ao programa de fidelização.

O clube do supermercado foi lançado no início do mês de maio de 2019 e logo conseguiu um bom número de cadastros e identificações de compras.

Com cerca de um mês, a base de dados já contava com 32,9% do faturamento identificado. Essas informações já foram suficientes para a criação da ação que você confere a seguir:

dados-dos-clientes

Fazer a gestão do comportamento de consumo dos seus clientes pode trazer resultados como esse para o seu supermercado.

Além disso, vale lembrar que quanto maior o número de cadastros e identificações, melhores podem ser os seus resultados.

Agende um bate-papo com um dos nossos consultores e descubra como a análise e uso das informações de consumo podem aumentar seus ganhos.

Você sabia que os atacarejos no Brasil tem conquistado cada vez mais clientes? Essa informação foi constatada no Consumer Insights feio pela Kantar.

De acordo com o estudo, entre janeiro, fevereiro e março de 2019 esse tipo de loja teve um crescimento de 3,9% na sua penetração.
Em número práticos, isso significa mais de dois milhões de novos lares que tem feito compras nos atacarejos.

Entenda no post de hoje brevemente sobre a operação dessas lojas, seus pontos fortes e os motivos para alcançarem esses resultados.

Se você é um dono de atacarejo, também vai descobrir como pode impulsionar seus ganhos.

Atuação dos atacarejos no Brasil

Esse formato de loja já é bem conhecido pelo público brasileiro e parece ter caído no gosto da população.

De uma maneira bem resumida a operação de um atacarejo tem como objetivo entregar ao consumidor o melhor custo x benefício. Para isso, une aspectos do varejo tradicional com as vendas em atacado.

Nesse tipo de operação a loja pode ganhar alguns benefícios e também abre mão que algumas questões. Afinal, não é possível construir uma loja que seja “perfeita” em todos os aspectos.

Para, por exemplo, entregar um preço baixo como é tradicional nos atacarejos, é preciso abrir mão de questões de operação. Um exemplo é que esse tipo de loja geralmente une ponto de distribuição com o ponto de venda.

O mix de produtos é outro ponto afetado, já que o foco principal está no volume de vendas, não no sortimento.

A verdade é que essas lojas tem concentrado suas ações em diminuir a distância da relação do atacado com o varejo. Os investimentos no PDV tem aumentado, principalmente na busca de se tornar ainda mais familiar para os clientes.

Esse é um importante insight para a relevância da experiência de compra e a necessidade de adaptação de todos os tipos de lojas.

Os atacarejos continuam em crescimento e as grandes redes também tem mantido os investimentos nessas lojas.

Não existe um prognóstico se elas continuarão a fazer sucesso por muitos anos ou por um curto período de tempo. O fato é que por enquanto elas tem feito sucesso por várias questões, principalmente a econômica.

Estratégias para melhorar os resultados em atacarejos

Buscar um relacionamento mais próximo com os clientes já é algo que os atacarejos tem feito. Sobretudo, na estrutura das suas lojas físicas.

Esse já um primeiro passo em busca de mudar a impressão que algumas pessoas têm sobre esse tipo de loja.

Tirar um pouco o foco da operação e colocar os clientes como prioridade certamente pode ser um ótimo caminho para atingir resultados melhores.

Para isso, uma boa opção pode ser começar a analisar com um pouco mais de cuidado os dados de vendas da loja.

Conhecer os clientes e os hábitos de compra deles, pode mudar completamente a sua forma de gestão. Isso acontece, pois ao saber o que eles consomem você pode trabalhar melhor o seu mix de produtos e criar ações direcionadas.

Com isso, você alia a estratégia de preços baixos, comuns nos atacarejos, com táticas mais efetivas de venda. Como consequência, o ticket médio e a taxa de retenção podem aumentar, por exemplo.

Além disso, ter informações concretas sobre o perfil de compra no seu atacarejo pode facilitar as negociações com a indústria. Que podem gerar melhor preços para compra e consequentemente para a venda na sua loja.

Para obter esses dados e melhorar a sua tomada de decisão, atuar com a gestão de clientes e um software especializado seguramente podem fazer toda a diferença.

Isso também pode possibilitar que você não trabalhe de maneira mais inteligente sua estratégia de precificação.

Além de descontos para os itens em atacado, pode trabalhar com ofertas especiais para consumidores cadastrados, por exemplo.

Certamente a sua estratégias podem ser mais assertivas e você pode aproveitar mais oportunidades ao longo dos meses.

As formas de melhorar os resultados são variadas, cabe estudar qual melhor se adapta a sua realidade e objetivos.

Conhecimento nunca é de mais, então separamos mais um conteúdo que certamente pode contribuir na sua gestão. O nosso post com motivos para a criação de um calendário de ações.

Essa é mais uma das estratégias que certamente podem impulsionar os ganhos da sua loja, não deixe de conferir.

Fazer com que o supermercado venda mais é uma tarefa diária, que depende de toda a equipe. Ter um número maior de vendas não depende apenas de uma equipe comprometida, mas também de uma equipe inteligente.

Quando falamos de inteligência, a questão é sobre saber aproveitar as oportunidades, mesmo as pequenas, para melhorar os resultados da empresa.

Faça com que seu supermercado venda mais nas datas comemorativas de outubro

Uma questão importante para ressaltar é que aumentar vendas não significa apenas ter mais clientes. Lembre-se que clientes fiéis tendem a gastar mais na sua loja, então práticas para fidelizar os clientes também podem garantir que o seu supermercado venda mais.

Confira algumas oportunidades de vendas e relacionamento que separamos para você aproveitar no mês de outubro:

01/10 Dia do Vendedor

Você pode aproveitar a data para estimular as vendas no seu supermercado.

Como se trata de um dia comemorativo relacionado a trabalho, adotar um tom mais descontraído pode ser interessante. Uma abordagem para incentivar as vendas pode ser algo como: “os vendedores do eletro/açougue/padaria ganharam uma folguinha, mas os descontos não”.

Fazer uma homenagem para os vendedores nas redes sociais parabenizando-os pelo seu dia também é uma boa opção para gerar engajamento.

01/10 Dia Internacional da Terceira Idade 

Para essa data é possível tanto estimular as vendas como aproximar o relacionamento com os clientes.

Venda mais com uma campanha segmentada baseada na faixa etária. Você cria o segmento, parabeniza os clientes da terceira idade e envia uma promoção especial ou um cupom de desconto para esse dia.

Uma ação de relacionamento na loja também é uma alternativa. Nesse caso, atrair mais clientes para a loja tende a estimular as compras. Para isso, você pode convidar médicos e enfermeiros para irem até a loja e montarem um espaço destinado a realização de alguns exames básicos para os idosos, como aferir pressão ou exame rápido de diabetes.

04/10 Dia do Cachorro 

Esse segmento não costuma ser trabalhado nas campanhas em supermercados, mas certamente vale apostar nessa data.

Que tal organizar uma feira de adoção no estacionamento da sua loja? É uma ótima ação de relacionamento com os clientes e também humaniza a empresa. Além disso, atrai mais pessoas para sua loja. Assim, você pode investir em ofertas de pet shop nesse dia para estimular as vendas.

Uma ação segmentada para os clientes também pode trazer ótimos resultados. Você pode filtrar os clientes que compram produtos do setor pet nos últimos 60 dias e enviar um encarte de ofertas no setor.

05/10 Dia das Aves 

Esse é um bom momento para estimular o setor. Fazer uma campanha com base nos hábitos de consumo dos clientes pode ser uma boa opção. Enviar um SMS para os que compraram cortes de aves nos últimos 30 dias com boas ofertas, certamente renderá bons resultados.

Você também pode aproveitar o gancho da data e movimentar as suas redes sociais com a divulgação de receitas. Isso, é claro, incluindo um encarte com os ingredientes a preços especiais.

08/10 Dia do Nordestino 

Aproveitar essa data pode ser interessante para valorizar os produtos regionais da loja.

Um encarte especial com esses produtos pode ser uma ótima opção (tapioca, azeite de dendê, carne seca, farinha, doces). 

Você também pode aproveitar que a data para planejar ações em parceria com seus fornecedores. 

A criação de kits de produtos, ofertas ou mesmo degustações desses produtos podem ser boas opções para aumentar as vendas.

Se preferir uma ação on-line, a divulgação de receitas costuma funcionar bem e movimenta vários setores da loja. Você pode escolher uma receita típica do nordeste e também criar um encarte com os produtos a preços especiais.

12/10 Dia de Nossa Senhora Aparecida 

Os feriados já costumam estar no radar dos supermercadistas para aumentar as vendas, mas não podem deixar de serem citados.

Aproveite para estimular as vendas de produtos dos setores de açougue, FLV e bebidas frias. O calor começa a aparecer com mais força e os itens desses segmentos tendem a ter maior saída.

12/10 Dia das Crianças 

O dia das crianças certamente é uma ótima oportunidade para que você consiga aproximar o seu relacionamento com os clientes.

Nessa data, uma boa ação para estimular a ida à loja, é apostar na aproximação do relacionamento. Você pode aproveitar o espaço do seu estacionamento e colocar uma cama elástica e piscina de bolinhas, por exemplo. Caso não tenha espaço disponível, dentro da própria loja você pode convidar palhaços e mágicos para comandarem a programação de atividades para as crianças que estiverem em compras com os pais.

Outra opção é uma campanha segmentada com produtos infantis como fraldas. Na plataforma Mercafácil você pode aplicar um filtro de hábitos de consumo e enviar descontos com os produtos do setor.

15/10 Dia do Professor 

Você não pode deixar passar em branco o dia dessa profissão tão importante para todos.

Se no seu cadastro de clientes houver a profissão deles, será mais fácil você enviar uma mensagem diretamente para cada um. Caso não tenha, sem problemas, você pode fazer uma postagem nas redes sociais da sua loja, por exemplo.

Você também pode oferecer um cupom de desconto nas compras para os clientes apresentarem carteirinha de professor no caixa.

22/10 Dia do Enólogo 

A data é pouco conhecida pelo grande público, mas certamente os apreciadores de vinho conhecem.

Com essa data comemorativa não tem erro, campanha segmentada é a melhor alternativa para seu supermercado.

Você pode criar uma segmentação com que comprou vinho nos últimos 90 dias e enviar um encarte digital com ofertas especiais para esse dia. Lembre-se de criar esse senso de urgência nos clientes, ele também contribui para os melhores resultados. Por exemplo, dizendo que o encarte é válido apenas neste dia.

Apostar nas redes sociais também tem trazido resultados muito satisfatórios. Que tal publicar uma receita com harmonização de algum vinho em oferta? Com essa ação, além de trabalhar o relacionamento com os clientes, você estimula as vendas.

Outra opção é preparar um evento de degustação no seu supermercado. O interessante dessa ação é que você trabalhar táticas de vendas e relacionamento de maneira simultânea.

Mas quem convidar para esse evento na loja? Uma ótima opção é analisar os hábitos de consumo dos seus clientes.

Você definir um número ideal de participantes para que tudo ocorra como o planejado, por exemplo 50 pessoas. 

Após isso, criar uma segmentação de quem comprou algum tipo de vinho nos últimos 30 dias pode ser uma boa opção.

Se o número ainda for alto, você pode definir a frequência de compra como um fator mais relevante ou então o valor do ticket médio.

Pode ser uma ação muito bacana para movimentar sua loja, não é mesmo?

29/10 Dia Nacional do Livro 

Ações de branding também têm grande importância para as empresas, por passar esse aspecto mais humano para os clientes e ajudar na fidelização.

Durante o mês pode ser feita uma campanha de doação de livros para alguma ONG ou escola da região e a entrega das doações no dia nacional do livro.

É interessante reservar um espaço no PDV para os clientes levarem as suas contribuições para a campanha – uma caixa já é suficiente. Não deixe de usar as redes sociais para estimular os consumidores a levarem os livros até a loja – assim, eles já aproveitam para conferir as ofertas. 😉

Para engajar os consumidores ainda mais, você pode premiar os maiores doadores com um cupom de descontos.

31/10 Dia das Bruxas (Halloween) 

Apostar nessa data é um bom caminho para se aproximar dos clientes. Você pode decorar a loja e estimular os funcionários a irem fantasiados durante a semana ou no dia. Esse contato de uma maneira mais informal pode te ajudar na fidelização dos clientes.

Que tal uma ação com ofertas relâmpago para quem estiver na loja? Uma opção poderia ser a seguinte: o comunicador no auto-falante da loja diz “a bruxa tá solta e abaixou o preço da TV 29, só agora quem vier ao setor de eletro leva a TV por XX reais”. Você pode optar por fazer esse tipo de ação em vários produtos ao longo do dia.

Além disso, aproveite a nossa primeira dica de decorar a loja e também comece a divulgar que terão ofertas relâmpago no dia do Halloween.

Outubro Rosa 

Outubro é um mês muito importante de conscientização sobre um tema de extrema relevância na sociedade, o câncer de mama. 

Antes de ser apenas um negócio e valorizar resultados, uma empresa também possui um preocupação social. Já que é geradora de serviços e movimenta a economia consequentemente.

Então, trabalhar ações com foco no Outubro Rosa podem contribuir na aproximação do seu relacionamento com os consumidores.

Ações desse tipo podem ser chamadas de “ações de branding” ou mesmo “ações de relacionamento”. Ou seja, o objetivo principal dessas ações é construir e expor o pensamento da marca sobre algum assunto.

Como consequência podem ser geradas mais vendas, mas neste momento isso fica em segundo plano.

Se você deseja fazer parte do movimento que trabalha por essa questão, pode ser uma ótima opção trabalhar ações durante todo o mês.

Você pode dividir até mesmo campanhas com maior foco nas vendas e as de relacionamento realmente.

Aproveitar o contato com os clientes no PDV pode ser uma boa oportunidade para a criação de campanhas e também de ações.

Nós temos um post com ações específicas para essa data, confira aqui.

Saber como aumentar as vendas no varejo é muito importante e algumas dicas que possam facilitar o caminho são sempre bem-vindas.

Agora que já sabe como fazer com que seu supermercado venda mais, comece a planejar suas estratégias! Mas antes, não esqueça de se inscrever em nossa newsletter para receber nossas dicas para o próximo mês.

Lançar um clube dos descontos em supermercados é um primeiro passo para a mudança na estratégia de gestão.

O principal aspecto que muda é a maior atenção em relação aos clientes e o comportamento de compra deles.

Um programa de fidelização como esse, é apenas uma das formas que existem para criar a base de dados da sua loja. Que na sequência será utilizada para a criação de suas ações de venda e até mesmo para a tomada de decisões estratégicas.

Acompanhe este post para entender como gerenciar o seu clube de descontos e como aproveitar seus benefícios para melhorar os resultados da loja a longo prazo.

Lançamento de um clube dos descontos em supermercados

Mais importante do que lançar um clube, ou qualquer outro programa de fidelização, é dar atenção integral a ele durante todo o projeto.

É fundamental estar comprometido com a ideia, pois só assim você irá atingir os resultados que deseja.

Além disso, é importante ter um líder para o projeto e também treinar toda sua equipe para a correta execução da estratégia.

Podemos dizer que esses são quase que processos obrigatórios para que a ideia do clube de descontos funcione na prática.

Na sequência, começam os trabalhos mais operacionais de loja como a escolha de produtos e a produção de materiais de comunicação.

Essas etapas que vão levar até o lançamento são muito significativas para toda a estratégia. Afinal, se existirem falhas logo no início a aceitação dos consumidores tende a ser menor.

Por esse motivo, é preciso concentrar o seu trabalho e o da sua equipe para criar uma ótima tática de lançamento do clube dos descontos do seu supermercado.

Essa situação certamente terá grande relevância para o futuro da sua estratégia de gestão de clientes.

Um aspecto que merece a sua atenção e que já comentamos é o engajamento da equipe. É interessante que todos se sintam parte do projeto e sejam devidamente treinados para executar suas funções.

Quanto a escolha de produtos acreditamos que nem é preciso falar, não é mesmo?

Busque criar relevância para o seu clube, crie a necessidade nos clientes para que eles se cadastrem. Para isso, você pode adotar táticas mais agressivas de precificação, por exemplo.

Ações no ponto de venda aliadas a uma comunicação clara e objetiva sobre o clube também não podem faltar.

Uso de um clube dos descontos a longo prazo

Um clube de descontos tem um objetivo bastante claro para os consumidores. Oferecer um preço mais baixo para aqueles que se cadastram e se identificam.

Para isso, a loja começa a trabalhar com 2 preços. O preço 1 para os não cadastrados e o preço 2 para os cadastrados.

A vantagem do consumidor está em receber esse desconto e posteriormente ações segmentadas durante a estratégia de Gestão de Clientes.

Porém, o objetivo da loja não é o de que os clientes comprem apenas os produtos que fazem parte do clube, não é mesmo?

Certamente você quer que os clientes aumentem o consumo de maneira geral, não apenas em itens selecionados.

A coleta e o uso dos dados existe para que as vendas sejam potencializadas de maneira geral, não apenas em itens específicos.

A principal função do clube dos descontos a longo prazo é mapear os hábitos de consumo do seu supermercado. Serão essas informações as responsáveis por conduzir as suas táticas de vendas independente dos seus objetivos.

Precisa aumentar o ticket médio? Você pode analisar quais são os outros produtos que os clientes que compram carne costumam comprar. Com os resultados pode criar uma ação com kits de produtos relacionados, por exemplo.

Essa é apenas uma das opções que se tornam realidade após o uso inteligente de uma base de dados.

Um programa de fidelização existe para entender os consumidores. Ele é o responsável por guiar a sua estratégia com decisões baseadas em dados e consequentemente campanhas mais efetivas.

Se você não está satisfeito com sua situação atual temos mais um material interessante para você.

Confira nosso webinar “Como usar informações dos clientes para fazer campanhas que funcionam” e comece agora mesmo a estruturar uma estratégia mais efetiva para o seu supermercado.

Estar sempre atento às tendências de consumo sem dúvidas é um ponto importante para qualquer tipo de empresa que deseja ter bons resultados.

Isso exige estudo de mercado, realização de pesquisas, benchmarking e até mesmo realização de cursos ainda mais especializados.

Realizar esse tipo de trabalho atualmente é um pouco mais simples do que há alguns anos, já que o uso de dados é cada vez mais frequente em diversos segmentos.

Devido a isso, analisar comportamentos e identificar tendências têm sido algo cada vez mais relevante.

Entenda como você pode manter o seu supermercado competitivo e também formas de se preparar para as próximas tendências de consumo.

Importância de analisar as tendências de consumo

Chega a ser repetitivo dizer que o varejo mudou e que os consumidores também não são mais os mesmos.

As motivações, os hábitos, a frequência e as necessidades dos clientes mudaram e mudam constantemente, isso é fato.

O desafio das lojas é se adaptar o mais rápido possível e entregar a melhor experiência de compra possível.

Sem dúvida nenhuma não apenas um ambiente agradável ou boas estratégias de comunicação, mas também um bom mix de produtos pode ser importante para os clientes comprarem de você.

Quando falamos em bom mix, não é apenas na qualidade dos produtos, mas também em possuir os itens que os seus clientes realmente querem e precisam.

Por esse motivo, estar atento às tendências do mercado pode ser um diferencial relevante para a sua loja.

Certamente se ele for até a sua loja e encontrar tudo que precisa pode voltar a comprar de você. Vale reforçar que aliado à isso, é importante entregar uma boa experiência de consumo no seu estabelecimento.

A junção desses dois fatores seguramente podem impactar positivamente nos resultados do seu negócio.

Para as duas situações é bem complicado não levar em conta as necessidades dos consumidores e estudar o mercado.

Você deseja sempre desenvolver a sua empresa, não é mesmo? Então, para isso terá que estudar o mercado, implementar soluções e colocar estratégias em prática constantemente.

Lembre-se que pensar suas ações com foco no cliente é de fundamental importância para atingir as suas metas. Já que entender o consumidor e os hábitos de compra dele podem tornar a sua tomada de decisão mais assertiva e consequentemente melhorar os resultados.

Tendências de consumo para supermercados

O consumidor mudou. Com isso, suas necessidades foram afetadas e o que buscam também.

Para atender os desejos e necessidades dos clientes é preciso entender o mercado e suas tendências. Por isso, vamos te contar algumas das categorias e produtos que você pode investir.

O mercado de alimentos saudáveis é uma das grandes oportunidades. Dados da Nielsen de 2018, afirmam que as vendas desses produtos aumentaram em 12,7%.

Aliado a isso, os hábitos dos brasileiros têm seguido um caminho semelhante. Um estudo também da Nielsen mostrou que mais da metade dos brasileiros diminuíram o consumo de gordura e sal.

O Brasil é um dos principais países do mundo quando se fala sobre o consumo desse tipo de produto. No mercado de alimentos saudáveis o Brasil é o 4º no mundo, com uma movimentação de US$35 bilhões de dólares, segundo o Euromonitor.

Investir em um mix variado nesse departamento certamente pode impulsionar as vendas da sua loja.

Outra boa aposta para o setor é investir em alimentos prontos para consumo. Uma pesquisa realizada por uma consultoria americana identificou essa como uma das grandes tendências para o setor.

Grandes redes já tem colocado isso em prática com frutas cortadas para consumo e também refeições prontas para consumo.

Além desses, redes de fora do país como o Hema Supermarket da China já disponibilizam restaurantes dentro da loja, nos quais os clientes podem comprar os produtos e consumi-los ali mesmo.

De acordo com a Nielsen, algumas categorias também merecem a atenção dos supermercadistas.

Entre as principais estão alimentos congelados, cafés em cápsula, leite fermentado e chocolates. E o melhor é que esses produtos têm crescido tanto em volume quanto em valor.

Sem dúvidas vale a pena analisar suas vendas desses itens e trabalhar em conjunto a gestão de categorias e de clientes.

Aproveite tendências de consumo para impulsionar seus resultados

Como falamos no tópico anterior o consumo de alimentos no Brasil é grande e tende a crescer ainda mais.

É claro que isso não é uma regra e nem uma afirmação de qual caminho o mercado irá seguir. Por isso, é importante entender se investir nesse segmento vale a pena na sua sua loja.

Se hoje você já possui um mix de itens saudáveis pode analisar as vendas desses produtos. Essa análise certamente pode dar uma visão mais precisa se o investimento nessa categoria vale ou não a pena para você.

Caso ainda não trabalhe com esse tipo de produto, uma opção é iniciar com alguns produtos e acompanhar de perto como será o consumo por parte dos seus clientes.

Se você observar que a ideia funcionou pode investir ainda mais e consequentemente melhorar seus resultados.

Esse trabalho certamente pode ser mais fácil se você já conta com uma plataforma de gestão de clientes. Além disso, usar essa tecnologia pode contribuir para criar ações mais efetivas para esse público de itens saudáveis.

Entender os consumidores pode ser a chave para o sucesso

Outro ponto que tem relação com o consumo de produtos mais frescos e naturais é o crescimento do número de vegetarianos e veganos no Brasil.

Os dados sobre a população vegana no país ainda não claros, mas a verdade é que a produção de produtos veganos tem crescido.

De acordo com a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), a certificação de produtos veganos, com o “selo vegano”, passou de 400 para mais de mil produtos em 2018.

Além disso, em 2018 o IBOPE realizou um estudo e identificou que 14% da população brasileira é vegetariana. Em 2012, o número era de apenas 8%.

Esse público pode ser uma grande oportunidade para o seu supermercado. E não falamos apenas de venda de produtos, mas também de estratégias de retenção e fidelização.

A preocupação com o meio ambiente desse grupo geralmente é grande e uma estratégia de comunicação digital com SMS, E-mail ou encarte digital é um bom argumento em um posicionamento mais ecológico para sua loja.

E quando se fala de ter um direcionamento de ações, não restam dúvidas quanto a importância de saber quem são esses consumidores.

Certamente um software de gestão de clientes pode te ajudar a compreender quem são esses consumidores e gerar campanhas mais efetivas a partir do comportamento de consumo.

Você sabe quem são esses clientes no seu supermercado? Se não sabe, pode ser uma ótima oportunidade que você não tem aproveitado. Para melhorar ainda mais seus resultados e acompanhar tendências do mercado separamos um post especial.

Confira nossa publicação sobre Supermercado 4.0 e descubra tendências e oportunidades para a sua loja.

O marketing digital para supermercados é uma estratégia que tem ganhado força no mercado nos últimos anos.

Muito disso se deve pelo fato do crescimento absurdo que esse tipo de marketing teve, especialmente na última década.

Pouco a pouco diversos segmentos adotaram práticas digitais nas estratégias de marketing e hoje é fundamental para todo tipo de negócio.

Ainda não adotou essa prática no seu supermercado? Acompanhe o post de hoje para descobrir como fazer e os benefícios que pode trazer para a sua loja. 

Por que fazer marketing digital para supermercados?

Como já comentamos, as estratégias digitais tiveram um grande crescimentos para vários tipos de lojas. Mais do que simples estratégias, até mesmo as lojas se tornaram digitais ao longo dos anos.

Essas mudanças atingiram vários níveis sociais e hoje muito do que fazemos tem alguma influência tecnológica.

As transformações não ficaram apenas para as tecnologias, mas também para as pessoas, a forma como vivem, se relacionam e, claro, como consomem.

Esse fato nos leva ao ponto principal do porque investir em marketing digital para supermercados, estar onde os consumidores estão.

É como diz aquela famosa frase, “Quem não é visto, não é lembrado”. E os clientes só poderão ver você se você estiver no lugar certo.

Em 2018 o We are Social e o Hootsuite divulgaram uma pesquisa chamada “Digital in 2018: The Americas”. 

De acordo com o estudo, 62% dos brasileiros possuem perfis ativos nas redes sociais. Além disso, trouxe uma informação que pode ser muito importante para a sua loja. Foi identificado que 58% dos consumidores brasileiros já realizou a busca de um serviço ou produto pela internet.

Confira quais são as redes sociais mais acessadas no Brasi:

1º Youtube;

2º Facebook;

3° WhatsApp

4° Facebook Messenger

5º Instagram. 

E as redes sociais também não são o seu único caminho para gerar mais vendas no seu supermercado. A pesquisa registrou que a população brasileira passa 9h14 por dia utilizando algum serviço na internet.

Bastante tempo para você impactá-lo de alguma forma não é mesmo?

Essas são apenas algumas das razões para que você invista no marketing digital para supermercados. 

Cabe a cada loja pode adotar a estratégia que preferir, mas certamente ter presença digital pode impulsionar seus resultados.

Benefícios de adotar estratégias de marketing digital

Mais do que apenas pelo alcance, o marketing digital também traz outros pontos positivos para a comunicação da sua loja.

Um dos principais princípios de estratégias digitais é a mensuração de resultados. Ela inclusive exige isso de quem as coloca em prática, pois só assim pode atingir os resultados esperados.

Grande parte do que é feito online fornece relatórios com as informações do que foi realizado. Esses dados podem fazer com que você melhore as ações criadas e também tire lições para futuras campanhas.

Essa é também é uma das diferenças dessas táticas quando comparadas com as estratégias mais tradicionais de comunicação.

O custo é outro fator que joga a favor do marketing digital, já que ele pode ser feito com um investimento baixo. Sobretudo, em relação aos encartes, carros de som e comercial televisivo, por exemplo, o gasto é bem inferior.

O investimento começa a aumentar quando a sua estratégia parte para a criação de anúncios de mídia paga. Esses que podem ser mais segmentados e gerar resultados melhores para sua loja.

Aproximar o relacionamento com os consumidores também é uma das vantagens de adotar estratégias digitais. 

Esse contato mais direto com os clientes certamente pode contribuir para a sua tática de retenção e fidelização. Para isso, é importante que você crie conteúdos que tenham foco nessas questões também. 

Como fazer marketing digital para supermercados

Adotar esse tipo de marketing possibilita que o seu supermercado utilize vários canais para se comunicar com os clientes.

Além disso, também pode fazer com que você trabalhe simultaneamente táticas de retenção, fidelização e atração.

Como falamos no início, as redes sociais são um ótimo caminho para você trabalhar, já que elas alcançam uma boa parte do público. 

Nos últimos anos, muitas empresas começaram a utilizá-las e seguramente elas também podem ser úteis para você.

Os conteúdos podem ser variados, desde encartes digitais até dicas de receitas, por exemplo.

É bem importante encontrar um equilíbrio entre publicações com foco em vendas e de relacionamento. Isso é fundamental para ter bons resultados, já que só focar nas vendas podem fazer com que os consumidores parem de seguir você.

As redes sociais também permitem a criação de segmentações e impulsionamento de campanhas que podem trazer resultados ainda melhores.

Produzir conteúdo de qualidade também pode gerar vendas para a sua loja. Isso vale para as redes sociais, mas pode ter outros caminhos.

A criação de um blog é um bom exemplo. Você pode produzir conteúdo relacionado com os supermercados e a relação que os clientes têm com ele.

A publicação de receitas, dicas de alimentação e cuidados com a casa, podem ser boas ideias de pauta.

O e-mail marketing é mais uma ferramenta que os supermercados podem utilizar para se comunicar com os clientes.

Para isso, é importante que você conheça o seu cliente e os hábitos de compra dele. Assim, poderá enviar as ofertas certas para eles.

Ações como essa são possíveis apenas via marketing digital e seguramente podem gerar mais vendas para a sua loja.

Acha que essas ideias podem funcionar? Deixe nos comentários sua opinião sobre o marketing digital para supermercados e acompanhe nosso post sobre marketing de supermercado.

Entender o perfil do consumidor é uma necessidade cada vez maior para todos os tipos de loja. Isso tem acontecido, pois os hábitos de compra sofreram mudanças nos últimos anos e também as exigências dos clientes.

O fato é que um supermercado lida com um número alto de pessoas que compram diariamente nas lojas. De maneira manual, é impossível saber o que todos compram e ser mais assertivo na criação de estratégias.

Ao saber quem é o seu cliente e o que ele compra suas campanhas tendem a alcançar resultados muito melhores.

Acompanhe nosso post para descobrir mais sobre a importância de conhecer e entender o comportamento dos seus consumidores.

Como entender o perfil do consumidor

Para desfrutar de uma estratégia mais eficiente e resultados melhores é preciso ter um planejamento bem definido.

O primeiro passo dele é entender as formas que você possui para começar a mapear as compras dos seus clientes. São essas informações que posteriormente irão dar aquele “gás” nos seu ganhos.

Em supermercados, criar um programa de fidelização é a principal maneira para que você cadastre e identifique os clientes. De qualquer forma, você ainda tem algumas opções de programa, antes de realmente colocar um em prática.

As mais conhecidas são o clube de descontos, cashback e programa de pontos. Cada um tem seus benefícios, mas o clube traz uma vantagem que pode ser importante para ter uma base maior de clientes cadastrados, o benefício imediato que é o desconto na compra.

Partindo do princípio que essa foi a sua escolha o ideal é aliar essa estratégia com uma tática de precificação. Já que nesse tipo de programa existem 2 preços, o dos clientes “comuns” e o dos membros do clube.

Com isso feito, é hora de escolher os produtos que irão fazer parte do seu clube de descontos e lançar o programa. Vale lembrar que é muito importante treinar a equipe de loja para fazer a identificação do consumidor no momento da compra.

Por último, mas não menos importante é fundamental escolher um software de gestão de clientes para gerenciar todas essas informações. É com o uso e alinhamento dessas estratégias e ferramentas que a mágica realmente começa a acontecer no seu supermercado.

Agora será possível entender o perfil do consumidor da sua loja, os hábitos, frequência e preferências. Com isso, será possível melhorar a sua tomada de decisão e consequentemente impulsionar os resultados.

Uso de informações sobre o comportamento de compra na estratégia

Com um software de gestão de clientes, um programa de fidelização e uma boa identificação nas lojas você está pronto.

Uma base de clientes cadastrados pode trazer para o seu supermercado um número bem maior de possibilidades para a criação de ações.

É bem importante lembrar que nesse tipo de estratégia tanto você como o seu consumidor ganham benefícios.

Enquanto você pode aumentar o ticket médio e o faturamento, o cliente recebe ofertas de itens que ele realmente consome e ainda economiza nas compras.

É claro que para tudo isso é imprescindível que você tenha foco no trabalho de gestão de clientes que precisa ser feito.

Um dos principais segredos para atingir os resultados esperados com esse tipo de estratégia é a recorrência.

Ser recorrente nas suas ações é como criar mais oportunidades de vendas para a sua loja. Além disso, gera mais ofertas para os clientes, o que consequentemente faz com que ele vá mais vezes na sua loja e gaste mais.

Outro ponto importante é a criação de um relacionamento mais próximo com quem compra no seu supermercado. Criar campanhas segmentadas com uma frequência maior também pode estimular a retenção e fidelização dos consumidores.

Certamente você já sabe que cliente fidelizados tendem a gastar mais do que clientes novos, o que mais uma vez pode trazer vantagens para você.

Em resumo, você pode e deve utilizar as informações dos seus clientes para melhorar a tomada de decisão no seu supermercado.

Gerenciar o seu negócio a partir dos clientes em dúvida podem trazer uma grande melhora para os indicadores. Não só de vendas, mas também de negociações, fidelização, efetividade de campanhas e investimentos.

Problemas que você pode ter ao não conhecer o perfil do consumidor

No mercado atual, não conhecer o comportamento de compra do seus clientes já é capaz gerar dificuldades para você.

Isso acontece principalmente pelos hábitos atuais de compra de muitos consumidores. Em muitos segmentos as compras já podem ser feitas online, por meio de sites e aplicativos.

Essas lojas já possuem características de tentar conhecer o cliente mais de perto já que exige um cadastro completo. Com os dados obtidos disparam promoções, enviam novidades, entre outras informações sobre a empresa de maneira totalmente digital.

Ao fazer esse tipo de compra e consumir nesses formatos de loja o comportamento dos clientes têm mudado.

Agora, para se aproximar dessas ações que já caíram no gosto do público, as lojas físicas tem buscado melhorar a experiência de compra e também sua relação com os clientes.

Essa questão é uma das mais importantes para que o seu supermercado comece a ter ainda mais sucesso.

Deixar de lado as informações do cliente, é quase como deixar de lado o cliente por completo.

Usar os dados de consumo para extrair insights, planejar ações seguramente é o futuro do varejo e você pode sair na frente agora mesmo.

Para ver como uma solução de gestão de clientes aliado com um bom planejamento de ações pode melhorar seus resultados temos um convite para você. Assista o nosso webinar sobre o uso de dados dos clientes para a criação de campanhas que funcionam!

Aproveite o conhecimento e comece agora mesmo a conhecer o comportamento de compra dos seus consumidores e elevar seus resultados.

A ruptura de gôndola é um dos problemas que tira o sono de muitos supermercadistas. Isso acontece, pois a falta de produtos nas gôndolas muitas vezes tem como consequência a perda de vendas.

Certamente ninguém quer perder uma venda por conta da falha de uma operação, não é mesmo? Esse é o tipo de erro que o cliente não perdoa, principalmente se ele acontecer mais de uma vez.

De qualquer maneira esse é um problema sério para todo supermercado e você precisa encontrar formas de evitá-lo.

Entenda no post de hoje os prejuízos que a ruptura de gôndola pode causar na sua loja e como você pode tentar se prevenir contra ela.

Problemas gerados pela ruptura de gôndola

Antes de entender exatamente quais são as perdas que a ruptura de gôndola causa, é bom entender como ela acontece na prática.

A ruptura de gôndola é um problema muito conhecida, por isso não vamos nos entender muito no seu significado.

Mas ela acontece quando o cliente vai até um supermercado para comprar um produto e não encontra o que procurava. Existe também a ruptura de estoque que é quando o item também está em falta no estoque da loja.

As consequências disso são variadas, já que cada consumidor pode reagir de uma maneira. Porém, algo que não muda é que o cliente ficará com uma impressão da sua loja, já que conseguiu comprar exatamente o que desejava.

Um estudo da Nielsen sobre ruptura observou alguns pontos da tomada de decisão do cliente quando acontece a falta de produtos nas prateleiras de um supermercado.

Nela foram classificados quatro aspectos: compra outra marca, procura outro estabelecimento, compra outro tipo de produto e desiste da compra.

Esses critérios foram analisados nos seguintes produtos:

  • Óleo de cozinha;
  • Massas;
  • Biscoitos;
  • Produtos de limpeza;
  • Chocolate;
  • Bebidas;
  • Higiene Pessoal.

Qual você acha que foi o resultado?

Na média entre todos esses itens, 53% disseram que comprariam o produto de outra marca. Porém, 37% afirmaram que iriam procurar o produto em outro estabelecimento e 8% que desistiriam da compra.

Então, se 100 clientes fossem na sua loja para comprar um produto que estivesse em falta, certamente você não gostaria de perder 45 vendas, não é mesmo?

Esse é o principal impacto que a ruptura pode trazer para o seu supermercado. Além disso, quando o seu cliente vai até um concorrente e encontra o que procurava o problema pode ser ainda maior, já que ele pode passar a comprar sempre lá.

Menos vendas, menos faturamento e assim por diante.

Formas de evitar ou diminuir a ruptura de gôndola

Para trabalhar a questão da ruptura no seu supermercado você vai precisar integrar vários setores da loja.

Assim como para outras áreas é preciso ter um planejamento e uma estratégia para evitar que a falta de produtos aconteça.

Por exemplo, o seu setor de marketing não pode criar uma série de ofertas sem conferir se o seu estoque está preparado para um alta demanda. Ou então, o seu setor comercial realizar uma compra de emergência sem consultar o financeiro.

Tudo precisa ser muito bem alinhado para que em nenhuma etapa do processo ocorram falhas e consequentemente evitem a ruptura.

Um passo importante para combater a ruptura é realizar a previsão de demanda do seu supermercado. Quando você entende o perfil de consumo na sua loja fica mais fácil desenvolver uma estratégia eficiente.

Essas informações podem te ajudar a planejar a gestão de estoque, negociação com fornecedores e evitar perdas.

Outro ponto importante é estar atento ao gerenciamento do seu estoque, para que os produtos não faltem. Além disso, precisa analisar de perto essas informações para negociar os prazos de entrega com a indústria.

Uma estratégia de prevenção de perdas também pode ajudar, já que isso também impacta no seu estoque e consequentemente na ruptura.

Para fazer essa gestão você pode contar com softwares especializados que agrupem essas informações.

A análise constante de indicadores e um planejamento bem definido certamente podem contribuir para que você se previna da ruptura no seu supermercado.

Quer deixar a ruptura de gôndola bem longe da sua loja? Baixe gratuitamente nosso ebook “Acabe de vez com a ruptura no supermercado” e comece hoje mesmo!

A comunicação com o cliente é um dos aspectos mais importantes na estratégia de qualquer tipo de loja no varejo.

Ser ativo no contato com os clientes pode garantir um número maior de vendas e também uma aproximação no relacionamento.

Porém, é preciso tomar bastante cuidado para não ser invasivo e repetitivo. Caso isso aconteça a sua comunicação pode causar um efeito muito diferente do que você esperava.

Por esse motivo é muito importante ter uma boa estratégia para se comunicar com os consumidores na busca dos seus objetivos.

Entenda como você pode melhorar a comunicação do seu supermercado agora mesmo!

Comunicação com o cliente em supermercados

Em meio ao desenvolvimento das estratégias digitais, os supermercados ainda apostam muito nas ações offline.

Ainda é comum as lojas distribuírem encartes e contratar carros de som, por exemplo. A verdade é que essas táticas permanecem porque de alguma forma elas se traduzem em vendas.

Um ponto complicado nessa questão é a falta de mensuração real dessas ações. Isso acontece, pois realmente é complicado saber quem foi até a loja porque recebeu um encarte ou ouviu uma promoção no carro de som.

Mesmo assim essas e outras estratégias ainda têm o seu devido valor para a comunicação com os consumidores.

Seja qual for maneira que você irá optar para se comunicar com o cliente do seu supermercado, é importante desenvolver um planejamento de comunicação.

Como princípio você deve ter mente que é preciso ser ativo no contato com os clientes. Ao mesmo tempo é preciso ter equilíbrio para não exagerar.

Um dos principais objetivos da sua comunicação precisa ser o de manter os clientes consumindo na sua loja. Para isso, você pode realizar campanhas de maneira recorrente e também trabalhar o relacionamento com os consumidores.

Outra questão fundamental são os canais de comunicação que você vai usar para atrair, reter e fidelizar os seus clientes.

Pensando em uma estratégia com os canais mais tradicionais como encartes, rádio, carro de som e ações no PDV certamente é possível obter bons resultados.

Afinal, esses são pontos de contato em que o consumidor já está habituado a receber a sua comunicação.

É claro que hoje existem estratégias digitais para supermercados que também são capazes de impulsionar os resultados.

E são justamente delas que você pode tirar grandes lições para as suas estratégias de divulgação offline. São elas, o uso de dados para melhorar o desempenho das ações e também a mensuração de resultados.

Como usar dados para melhorar a sua comunicação com o cliente

Utilizar as informações dos clientes para melhorar a comunicação seguramente é um ótimo caminho a ser seguido.

Mais do que melhorar a comunicação, você poderá tornar suas ações mais efetivas com o uso de dados. Com exemplos práticos certamente ficará mais simples de entender como isso funciona na realidade.

É importante lembrar que o trabalho de captação dos dados e identificação dos clientes é fundamental para ter sucesso nessa estratégia.

Quanto mais informações você tiver melhores podem ser os resultados obtidos. Além disso, é preciso um software que organize essas informações de maneira prática e objetiva.

Para melhorar a sua distribuição de encartes, por exemplo, saber onde a maioria dos seus clientes mora é importante, não é mesmo? Dessa forma, você poderá concentrar a sua distribuição nas áreas em que você ainda tem poucos consumidores.

Da mesma maneira, o carro de som, que pode passar por regiões nas quais você ainda não tem uma grande penetração.

As ações no ponto de venda também são ótimos exemplos do uso de dados para melhorar a efetividade de campanhas.

Para isso, você pode utilizar o histórico de compra da sua loja na negociação com os fornecedores. Nesse tipo de ação você pode conseguir desde descontos até ações em parceria.

Ou até mesmo para realizar uma ação de degustação de vinhos na sua loja, por exemplo, você pode convidar clientes que consumiram esses produtos nos últimos 30 dias.

Entender se na sua loja compram mais homens ou mulheres e escolher uma rádio da sua cidade que se adeque mais ao perfil dos seus consumidores é uma outra ideia.

Isso tudo sem falar da criação de ações segmentadas que certamente você já sabe que tem uma efetividade muito mais alta do que as convencionais. Um estudo da Mercafácil, registrou que campanhas de clientes ativos podem chegar a 40% de efetividade.

Esses são apenas alguns exemplos, mas também existem vários outros.

Por que usar dados para fazer comunicação com o cliente?

De uma maneira bem resumida e direta, usar dados na criação de ações é criar ações mais inteligentes para os seus clientes e para o seu supermercado.

Se conseguir resultados mais expressivos nas ações não for o suficiente ainda existem outros motivos para que você opte por usar dados na sua estratégia de comunicação.

A economia no seus investimentos é uma delas. Já que você pode conseguir preços melhores nas negociações e gastar menos para impactar mais clientes, por meio das segmentações.

Além disso, se você usa dados para gerar ações muito provavelmente também vai acompanhar as métricas das campanhas criadas.

Essa é outra questão bem importante, afinal trabalhar com dados busca encontrar o melhor caminho para sua estratégia ter sucesso.

Usar as informações dos clientes sim é importante, mas esteja ciente que os seus dados internos também são relevantes. Analisá-los pode te mostrar ideias que funcionaram, aspectos que precisam ser melhorados e também o que não deu certo.

Tudo isso tem mudado consideravelmente a forma de se comunicar com os clientes em supermercados.

Hoje, até mesmo os métodos tradicionais tem sofrido a influência tecnológica em busca de alcançar resultados melhores.

Certamente isso é algo bastante positivo se o seus desejo é encontrar formas de aumentar as vendas e consequentemente seu faturamento.

Para continuar adquirindo conhecimento em busca de tornar a sua loja uma referência temos um material para você. Baixe gratuitamente nosso ebook “Como usar BI e CRM para aumentar suas vendas”.

O que fazer para vender mais? Essa é uma pergunta que certamente faz parte do dia a dia de muitos supermercadistas. Afinal, uma empresa estacionada não consegue se firmar no mercado e ser relevante para os clientes.

Muitas vezes, ideias para vender mais estão ligadas diretamente a atração de novos clientes. Porém, não são apenas clientes novos que podem ajudar a vender mais. 

Trabalhar a retenção e a fidelização de clientes também contribui para o faturamento. Aumentar as vendas tem relação com esses três fatores: atração, retenção e fidelização. 

Ao pensar nisso, separamos algumas oportunidades do mês de setembro que você pode aplicar no seu supermercado para impulsionar as vendas.

O que fazer para vender mais nas datas comemorativas de setembro

07/09 Independência do Brasil 

Feriados sempre são ótimas oportunidades para que os supermercados criem ações especiais. Em 2019, a data cai em um sábado e você pode aproveitar isso para gerar mais vendas.

Finais de semana tendem a gerar um movimento mais alto na loja e o feriado pode aumentá-lo ainda mais. Por isso, apostar em ações no PDV pode ser uma boa ideia para o seu supermercado.

Uma ideia é decorar sua loja com as cores da bandeira do Brasil e estimular seus funcionários a utilizarem essas cores. Essa ação pode colocar os clientes no clima da data e estimular outras ações na loja.

O que acha de trabalhar com produtos tradicionais do nosso país ou marcas nacionais de grande relevância? Você pode negociar com os fornecedores a criação de ilhas de produtos ou degustações, por exemplo.

Um feriado também pode ser uma ótima opção para reunir os amigos e a família com um churrasco, não é mesmo?

Você pode usar essa temática para atrair os clientes. Para isso, segmente os clientes que consumiram produtos de churrasco como carnes, cerveja e carvão.

Após isso, é só criar um encarte digital com ofertas desses produtos e também de outros relacionados e enviar para os clientes.

No corpo da sua mensagem você pode utilizar algo como: “Reúna sua família e amigos nesse feriado com a nossa independência dos preços baixos + o link do seu encarte”.

09/09 Dia do cachorro-quente 

Essa é uma ótima data para fazer uma ação de relacionamento com os clientes. Você pode transformar o estacionamento da sua loja em um festival do cachorro-quente. Vale reunir as várias opções vendidas pela região e também a sua própria produção para os seus clientes consumirem.

Para divulgar a ação, utilizar carros de som nas proximidades da loja é uma boa pedida. Além disso, o rádio interno da loja também pode ser utilizado para convidar os clientes antes do data e também no dia da ação.

Nas redes sociais você pode criar uma postagem com receitas de cachorro-quente ou com algo diferente como um cachorro-quente vegetariano. E o que não pode faltar é um encarte digital com os produtos das receitas.

Uma ação como essa pode promover movimento em vários setores da loja, e consequentemente impactar no aumento do ticket médio.

Vale lembrar que quanto melhor o seu relacionamento com o clientes, maiores as chances dele se tornar fiel ao seu negócio.

15/09 Dia do cliente 

Uma boa pedida para este dia é uma campanha de SMS para toda a sua base de clientes. Você pode parabenizá-los e enviar o link de um encarte digital com ofertas dos produtos mais consumidos. Para ir além, você pode oferecer um desconto especial apenas naquele dia para quem mostrar o SMS no caixa.

Que tal um post nas redes sociais neste dia? Você pode agradecer os clientes pela preferência e criar um cupom de desconto para eles fazerem o download. Você também pode seguir a ideia de apresentar o post no caixa ou mesmo pedir para que os clientes façam check-in no seu supermercado.

Outra boa opção é realizar um sorteio, como de um kit churrasco. Para participar, o cliente precisa curtir a página do supermercado, compartilhar a postagem e marcar 2 amigos, por exemplo.

Uma postagem como essa certamente pode contribuir para aproximar o seu relacionamento com os clientes. Além disso, atrair novos consumidores por meio dos compartilhamentos e das marcações, além de aumentar sua participação digital.

20/09 Dia do Gaúcho 🍃

Essa é uma data que pode ter um grande relevância se sua loja estiver situada no Rio Grande do Sul. Porém, no Brasil inteiro existem admiradores da cultura gaúcha e você pode aproveitar essa data para vender mais.

Os gaúchos possuem vários produtos e comidas típicas em sua cultura. Se alguns desses itens fazem parte do seu mix de produtos certamente será possível criar boas ações.

O churrasco é muito tradicional na região e essa é a sua primeira opção para gerar mais vendas. Ofertas nos seus produtos de açougue e itens relacionados, são boas opções.

A erva-mate é outro produto muito popular no estado e que tem admiradores em outros estados do país. 

Se a sua loja conta com esse e outros itens ainda mais típicos, a criação de ofertas pode ser feita direcionada para quem os consome.

23/09 Primavera 

Chegou a temporada das flores e que o calor começa a aparecer com mais força. A primavera é uma estação caracterizada pelo consumo de alimentos mais leves e refrescantes.

Pode ser uma boa alternativa criar um encarte especial de primavera de produtos do setor de FLV e de bebidas naturais para estimular as vendas.

Outra opção é distribuir panfletos para os clientes com esses produtos mais comuns na Primavera. Para complementar a ação você também pode adicionar algumas receitas.

Se você já possui um setor de floricultura na sua loja, esse é o momento ideal para intensificar suas ações nele.

Uma boa ideia para estimular as vendas do setor é utilizar as redes sociais da sua loja. Além de aproveitar a beleza das flores em suas publicações você pode criar conteúdo bem interessante sobre o assunto.

Muitos só pensam em comprar flores em datas comemorativas. Na contramão desse pensamento você pode publicar conteúdos para gerar mais vendas. Uma opção é falar sobre o significado desse presente ou mesmo outras ocasiões para presentear alguém.

23/09 Dia do sorvete

Como falamos anteriormente, com a chegada da primavera as temperaturas mais altas começam a aparecer com maior frequência.

O calor estimula o consumo de produtos mais refrescantes, como é o caso dos sorvetes. Devido a isso, essa data pode iniciar a “temporada” de vendas desse produto em maior escala.

A criação de uma ação segmentada é uma ótima opção para o dia do sorvete, afinal você irá falar com os clientes certos.

Por esse motivo, é tão importante fazer a gestão dos seus clientes e conhecer os hábitos de compra deles. Certamente é uma ação que pode ser muito efetiva para gerar mais vendas.

Outra opção é entrar em contato com os fornecedores para organizar uma degustação de vários itens nesta data.

Aliado a isso, você também pode criar ofertas especiais nos sorvetes válidas apenas para esse dia. Para divulgar, você pode apostar em encartes digitais, carros de som e também envio de SMS para os clientes.

23/09 Dia dos filhos 

Quem melhor para se comunicar nesse dia do que quem foi pai ou mãe recentemente? 

Você pode criar uma segmentação com base nos hábitos de compra de produtos como fraldas e relacionar com a data. Criar segmentações para entrar em contato com os clientes aumenta suas chances de sucesso, pois você está oferecendo algo que ele já está acostumado a consumir.

Outra opção é uma postagem nas redes sociais para parabenizar todos os seus clientes pelo dia dos filhos, afinal, isso é algo que todos os seus clientes são. Ações desse tipo tendem a aproximar o seu relacionamento com quem compra na sua loja.

Consequentemente, com um melhor relacionamento, é provável uma maior fidelização e também mais vendas.

O que fazer para vender mais em certos períodos do mês

Início de mês (01/09 – 08/09) 

O início do mês é o período em que os clientes têm mais dinheiro para consumir, seja pelo recebimento do salário ou mesmo de vale alimentação. Logo, mais chances para o seu supermercado aproveitar.

Esse é o momento ideal para o disparo de campanhas para clientes ativos e inativos. Para os ativos, o contato contínuo deve permanecer para que eles não passem a comprar na concorrência.

Falar com os inativos pode ser bastante útil para tentar reaproximar o relacionamento oferecendo produtos que eles já tinham consumido anteriormente. Já é cliente da Mercafácil? Fale agora com seu consultor para planejar sua campanha de início do mês.

Campanha segmentada (16/09 – 21/09) 

A primeira quinzena do mês já passou e chegou a hora de trabalhar mais intensamente as campanhas segmentadas.

Você já tem dados suficientes do mês para trabalhar sua estratégia de campanhas. Existe uma variedade grande de segmentações que você pode criar para fazer uma campanha que traga bons resultados.

Pode ser uma boa ideia usar as informações de geolocalização da sua plataforma Mercafácil para atrair clientes de uma região onde você ainda tem poucos consumidores por meio da entrega de encartes.

Você pode criar uma segmentação dos produtos mais consumidos na primeira metade do mês e fazer uma campanha para toda sua base de clientes com ofertas nesses produtos. Outra opção é de segmentar sua base pelo hábito de compra e enviar ofertas personalizadas para os clientes.

Resgate de inativos (24/09 – 31/09)  

Os clientes que compraram no mês passado ainda não voltaram? Está hora de disparar uma campanha para não deixar esses clientes irem embora.

Você pode criar uma segmentação dos clientes que compraram no mês passado, mas não nesse, e enviar uma campanha com ofertas especiais para esses clientes voltarem. Também é válido pensar em um cupom de desconto para atraí-los para sua loja.

Uma ação como essa evita que os clientes passem o mês inteiro sem comprar na sua loja. Você pode aproveitar o fim de mês para divulgar ofertas dos produtos mais vendidos e estimular as vendas casadas com produtos de menos saída.

Acredita que essas ações podem ajudar seu supermercado a vender mais? Deixe nos comentários qual dessas ações você vai fazer na sua loja. Também não esqueça de se cadastrar em nossa newsletter para receber primeiro as nossas novidades no próximo mês!