Author

Ramon Maia

Browsing

O gerenciamento de clientes é uma prática que se bem feito pode trazer ótimos resultados para o seu supermercado.

Para sucesso com essa estratégia é preciso principalmente comprometimento da equipe para colocar a gestão de clientes em ação. Caso isso não aconteça o seu investimento não trará o retorno esperado.

Uma simples comparação pode deixar essa ideia mais clara. Imagine que o seu supermercado tem gôndolas cheias, mas não abre as portas da loja, o que vai acontecer?

Você não irá vender, não é mesmo? É preciso ter o trabalho de operação de loja, de comunicação, entre outros para que os clientes venham até a loja e os produtos sejam vendidos.

Com a gestão de clientes a ideia é a mesma. Não adianta nada ter as ferramentas, os dados, conhecer as estratégias, mas não usar na prática nada disso.

Como ter sucesso com o gerenciamento de clientes

Se você já faz gestão de clientes ou pensa em fazer, o primeiro passo para ter êxito com essa estratégia é ter comprometimento. Essa talvez seja a principal palavra para atingir os objetivos desejados.

Se você vai destinar uma pessoa, ou uma equipe para fazer esse trabalho vai de acordo com as suas condições atuais. O mais importante é ter no mínimo um profissional dedicado a isso, para que o projeto realmente dê certo.

Confira algumas dicas que separamos para que o seu supermercado consiga atingir os objetivos pretendidos.

1 – Fazer o cadastro de clientes corretamente

O gerenciamento de clientes tem como princípio conhecer os consumidores. Isso acontece, pois posteriormente os dados de quem compra de você serão usados para o planejamento de ações.

Se o cadastro não conter as informações básicas, for desatualizado ou se poucos clientes se cadastrarem a estratégia não vai funcionar. Por isso, essa parte do processo pode fazer toda a diferença na sequência do trabalho.

Para estimular essa identificação é preciso que você entregue um benefício aos clientes. A Mercafácil, por exemplo, aplica em em seus clientes a metodologia de um clube de descontos.

Essa é uma boa opção, pois entrega um benefício imediato para o cliente ao trabalhar com um preço diferenciado para os cadastrados.

Para estimular ainda mais os cadastros é importante colocar vários produtos no clube, para gerar maior interesse em seus consumidores.

Porém, isso também pode não ser o suficiente. É essencial que você também treine seus funcionários para identificar os clientes no PDV.

Se eles não forem identificados, não irão gerar dados para você e o cliente também não terá acesso ao desconto prometido.

Também é importante trabalhar com as atualizações para você sempre manter a efetividade nas ações.
Você pode colocar cartazes na sua loja com o pedido de atualização, pedir para seus colaboradores solicitarem isso também, ou mesmo enviar uma mensagem aos clientes com essa solicitação.

Para gerar maior interesse no cadastro por parte dos clientes, uma boa ideia é promover sorteios no seu supermercado. E para a participação colocar o cadastro no clube como requisito.

Com essas ações certamente você poderá aumentar a sua base de clientes identificados e melhorar suas campanhas.

2 – Ser recorrente nas ações

Depois de ter um bom número de identificação de clientes, você passa para o estágio de preparação de ações.

Existe a opção de você trabalhar com campanhas para todos os seus clientes, mas talvez não sejam as que podem trazer os melhores resultados.

Optar por campanhas segmentadas pode ser um melhor caminho a ser seguido, por conta da sua maior efetividade.

Principalmente se você adotar uma estratégia de vendas por perfil de compra, a partir da análise dos hábitos de consumo.

Porém, se essas ações forem esporádicas você não terá sucesso com a gestão de clientes. A gestão é um trabalho diário, existem uma série de oportunidades que você não pode deixar de aproveitar.

Ser recorrente é um dos segredos para fazer o gerenciamento de clientes corretamente. Dessa forma você além de trabalhar as vendas, vai trabalhar o relacionamento com os consumidores.

Por conta disso, é importante estar atento aos hábitos de compra deles.

Tente fazer isso com o diversos setores e produtos da sua loja, quanto mais pessoas você poder atingir melhor. A ideia desse trabalho é não deixar que os clientes se tornem inativos ou sejam perdidos.

Assim, você irá gerir toda a sua base de clientes e vai trabalhar tanto as vendas, quanto o relacionamento.

3 – Ser analítico

Uma ferramenta para gerenciamento de clientes traz diversos dados, gráficos, análises e comparações.

Você não pode deixar de usar essas informações a favor do seu supermercado.O ideal é usar tudo que tiver disponível para melhorar os seus resultados.

Um bom exemplo é analisar as vendas do ano anterior para identificar períodos que você teve alta e repetir as mesmas ações. Ou criar novas ações para os meses que não tiveram resultados satisfatórios.

Outro importante uso é para a mensuração de resultados das suas campanhas semanalmente. Fazer isso é tão importante quanto criá-las.

Com essa análise você não perde o ritmo com boas ações e também evita prejuízos que outras poderiam gerar

A análise de indicadores como o faturamento, número de vendas, ticket médio, clientes novos e taxa de retenção também precisam ser feitos constantemente.

Com esses e outros dados você poderá definir objetivos da sua loja e posteriormente criar ações específicas para melhorar o indicador desejado.

Em resumo o responsável pelo projeto precisa estar atento a todos os dados que o software de gestão de clientes pode fornecer.

Se aqueles dados estão lá, é porque em algum momento podem ser úteis e gerar insights para seu supermercado vender mais.

4 – Desenvolver autonomia para usar o software de gestão de clientes

Muitos contratam uma solução de gestão de clientes na expectativa de que a empresa contratada vai assumir a operação.

Porém, na prática não assim que funciona. O trabalho precisa ser feito em conjunto e em um momento o supermercadista precisa estar completamente à frente do projeto.

Na metodologia da Mercafácil a ideia é fornecer todo o conhecimento necessário para que você mesmo faça a gestão de clientes do seu supermercado.

Ninguém conhece melhor os seus clientes, seu bairro, sua região e sua cidade melhor do que você. Então, a pessoa que pode entregar os melhores resultados com a gestão de clientes é quem vive a realidade da loja.

Por isso, você precisa tentar desenvolver uma autonomia para usar o software e aplicar a estratégia.

Dominar a sua operação de loja certamente é algo que você já faz. Agora chegou a vez de compreender dados de clientes para gerar vendas.

Colete os dados, os analise, crie segmentações, dispare suas campanhas e mensure os resultados. Certamente com isso você terá sucesso com a gestão de clientes.

Quer saber mais sobre essa estratégia e o que você precisa fazer para diminuir a perda de clientes e aumentar o faturamento? Faça uma demonstração do software de gestão de clientes da Mercafácil e descubra como!

Planejar suas ações com antecedência pode ser uma ótima opção para você conseguir fazer boas vendas na Páscoa.

A data em si já tem um apelo comercial tradicionalmente por conta dos chocolates, mas você ainda pode explorar outras oportunidades.

Isso pode acontecer principalmente se você começar o seu planejamento o mais rápido possível.

Para te ajudar preparamos algumas dicas de ações que você pode colocar em prática no seu supermercado.

Como os supermercados podem impulsionar suas vendas na Páscoa

Segundo dados do Serviço de Proteção de Crédito e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em 2018 as vendas nesse período cresceram em relação ao ano anterior.

Para 2019 a expectativa se mantém alta, principalmente no setor de chocolates. De acordo com o presidente Associação Brasileira das Indústrias de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab), é esperado uma nova alta de vendas.

Devido a melhora econômica, também existe perspectiva de crescimento para outro setores também. Confira algumas oportunidades para o seu supermercado também ter uma alta de vendas na Páscoa.

Trabalhe mais de um departamento da sua loja

Muitos pensam que para o investimento de vendas na Páscoa para dar certo precisa ser focado em chocolates. Porém, existem outras oportunidades que também podem contribuir para melhorar suas vendas.

Por essa razão, é importante estar atento a chances que você pode aproveitar com outros produtos.

Um bom exemplo disso é o setor de peixes do seu supermercado. Por conta da Sexta-Feira Santa, devido a questões religiosas algumas pessoas optam por consumir produtos desse tipo.

Para aproveitar a ocasião, você pode usar a quinta e a sexta, por exemplo, para criar ofertas nesse setor.

Uma opção é também colocar em oferta produtos relacionados relacionar outros produtos, como azeites. Segundo a Nielsen a Páscoa tem participação de 35% a 40% nas vendas da categoria.

Se você já faz gestão de clientes há mais de um ano, pode analisar os seus dados do mesmo período no ano passado.

Essa análise pode dar bons insights de produtos, além dos chocolates, para impulsionar as vendas na Páscoa.

Aposte em parcerias com fornecedores

Ovos de chocolate, barras, bombons e outros produtos do setor de bomboniere têm grande contribuição para as vendas nesta data.

Por conta disso, pode ser uma boa ideia tentar parcerias com os fornecedores para oferecer algo a mais para seus clientes.

Essa poderá ser uma vantagem que a sua terá em relação aos concorrentes, pois esses produtos tradicionalmente já vendem neste período. Porém, se você tiver esse diferencial pode garantir mais uma venda.

Esse trabalho em conjunto pode ter diversas variações e você pode apostar em diferentes estratégias.

Uma das opções mais populares são as degustações. Essa tática pode funcionar principalmente para produtos que forem lançamentos.

Ações de trade marketing também podem ser boas escolhas para ambas as partes envolvidas. Principalmente, por ser uma época do ano em que as lojas estão lotadas de produtos. Ações bem trabalhadas podem render um bom número de vendas.

Ovos de chocolate com brindes já são bastante tradicionais, mas você também pode tentar entregar um brinde a mais para seus consumidores. Pode ser algo decorativo, utilitário ou até mesmo uma amostra de outro produto da marca.

Deixe sua loja no clima da data

Para se relacionar melhor com os clientes, pode ser uma boa ideia usar a Páscoa para buscar essa aproximação.

Decorar sua loja com o tema dessa data comemorativa certamente é um bom caminho para atingir esse objetivo.

A sua decoração pode partir desde os canais de comunicação online até outros meio como encartes e cartazes de ofertas no PDV.

Colocar enfeites nas gôndolas e etiquetas de preço, também são outras opções para você utilizar.

Uma outra ideia é colocar a sua equipe de loja no clima. Para isso, você pode confeccionar uma camiseta comemorativa da data, por exemplo.

Você também pode separar um espaço na sua loja para os clientes tirarem fotos com o coelho da Páscoa, certamente as crianças vão adorar essa ação.

Ações nas redes sociais

As redes sociais tem se tornado cada vez mais uma importante ferramenta de contato com os clientes. Elas podem ser usadas tanto para divulgação de ofertas, ações na loja, quanto para o relacionamento com os consumidores.

Principalmente nas datas comemorativas elas podem ser ótimos canais para você atingir a sua clientela. E, claro atrair novos por meio do alcance que suas postagens podem tomar.

Você pode usar seus canais digitais para mostrar a decoração que foi feita na loja, como comentamos no tópico anterior.

Outra ideia é divulgar receitas para os clientes. Você pode aproveitar a Sexta-Feira Santa, por exemplo, para divulgar uma receita de peixe. Ou talvez dicas para um churrasco com a família no Domingo de Páscoa.

Usar as rede sociais para divulgar ofertas também pode ser uma boa opção. Para ganhar maior alcance aposte em uma linguagem mais descontraída e uma arte bem produzida.

Para movimentar ainda mais os seus perfis, um opção é criar um sorteio on-line. Você pode criar uma publicação e falar que para participar é preciso marcar 3 amigos e compartilhar a publicação. Essa pode ser uma boa ideia para ganhar maior visibilidade e consequentemente atrair mais clientes.

Busque inovar nas ações

Existem muitas ações que já são tradicionais em algumas datas comemorativas, mas é sempre bom buscar algo diferente.

Uma ação diferenciada ou um serviço específico no período festivo pode trazer bons resultados para sua loja.

Pode parecer um pouco contraditório, mas porque não promover um curso de produção de ovos de chocolate para os seus clientes? Você pode criar um encarte especial com os ingredientes para complementar essa ação.

Além disso, você também pode optar por cursos de outros doces ou até mesmo de artesanatos para a páscoa.

Essa ação tem mais um objetivo de aproximar o relacionamento com os clientes, o que também pode contribuir para as vendas.

Outra opção é criar um serviço de delivery de chocolates especialmente para a data. Como é uma operação um pouco complicada, você pode optar por delimitar a entrega para o bairro da sua loja ou para bairros próximos.

Essa ação pode principalmente trazer maior comodidade para os clientes, que geralmente tem uma rotina agitada.

A melhor maneira de inovar em ações é entender o comportamento de consumo dos clientes e do mercado para entregar algo que faça sentido para eles. Com isso, certamente você terá mais chances de melhorar as vendas na Páscoa.

Para não perder nossas próximas dicas de datas comemorativas assine nossa newsletter e comece a melhorar suas vendas nesses períodos!

Os clientes de supermercados, para você supermercadistas precisam ser vistos como o centro da sua empresa.

A maior parte das suas ações precisam ser realizadas de acordo com as preferências dos consumidores. Com isso, certamente as chances de suas estratégias terem sucesso aumentam.

Porém, de nada irá adiantar ter isso em mente, buscar inovações, mas cometer erros básicos que podem afastar os clientes da sua loja.

Em muitos casos, são questões que se identificadas rapidamente podem ser revertidas facilmente.

Erros que podem fazer clientes de supermercados deixarem de comprar

Os supermercados, cada vez mais precisam buscar maneiras para se diferenciar da concorrência.

Ao pensar nisso, fica claro que perder clientes por cometer erros na operação de loja precisa ser uma situação que passa longe da sua loja.

Por mais simples que eles possam parecer, o impacto nos clientes é grande e pode justificar uma mudança de local de compras.

Confira alguns destes erros, que não podem acontecer de maneira nenhuma no seu supermercado.

1 – Ruptura de gôndola

A ruptura de gôndola é um dos principais problemas para os supermercados. É o tipo de erro que certamente afasta um consumidor da loja, e que será complicado de ser recuperado.

Basta se colocar no lugar do cliente para entender. Imagine que você saiu de casa pra fazer uma compra e ao chegar ao local não encontrou o que precisava. O sentimento muito provavelmente será de frustração e você irá procurar o item em outro lugar.

Ao chegar nessa segunda loja o produto estava lá e em várias quantidades, certamente na próxima vez que você pensar em comprá-lo irá direto naquele supermercado. E na prática, é isso que vai acontecer com o consumidor.

Por isso, é imprescindível ter um bom controle de estoque para evitar que esse tipo de problema aconteça.

Para evitar que isso ocorra você adotar algumas medidas no seu supermercado. A primeira delas é fazer um trabalho de gestão de estoque.

Para isso, você pode usar um software especializado nesse tipo de serviço. Outra opção é usar um sistema de gestão de clientes para identificar a saída de produtos.

Com base nos itens mais consumidos da loja, já é possível ter uma boa ideia de quando será preciso ser feita uma reposição.

Por essa razão, conhecer os hábitos de consumo dos seus clientes é muito importante e pode evitar alguns problemas. Outro ponto que você precisa ficar atento é quanto a sazonalidade em certos períodos.

Com essas práticas, possivelmente você conseguirá reduzir em grande parte esse problema que pode afastar muitos clientes de supermercados.

2 – Atendimento ruim

Trabalhar com atendimento ao cliente não é uma tarefa simples, mas é fundamental que seja bem feito para o sucesso da empresa.

Por conta disso, é muito importante que você dê um treinamento adequado para toda a sua equipe. Quanto a isso várias questões podem ser incluídas como:

  • Entender as estratégias da loja;
  • Como atender bem um cliente;
  • Identificação de clientes cadastrados;
  • Como lidar com clientes insatisfeitos.

Esses são apenas alguns exemplos, mas o ideal é treinar seus colaboradores para todas as situações que ele pode passar.

Isso deve ser feito com o intuito de evitar um atendimento ruim para os clientes do seu supermercado. Ninguém gosta de ser mal atendido e essa é uma grande razão para o cliente não comprar mais com você.

Segundo uma pesquisa da Accenture Strategy identificou que 87% dos consumidores deixam de comprar em uma loja por conta de um atendimento ruim.

Certamente não é isso que você quer para o seu supermercado. Então, o ideal é que você capacite seus funcionários para o cliente ter uma boa experiência de compra.

Oferecer um bom atendimento é o mínimo que os clientes esperavam de você, então não os decepcione. Caso isso aconteça muito provavelmente eles deixarão de comprar na sua loja.

3 – Desorganização na loja

Uma loja bagunçada deixa uma impressão de pouco caso em relação aos consumidores.

Eles certamente não vão querer fazer suas compras em uma loja que tem dificuldade para encontrar o que buscam.

A organização de uma loja é o primeiro passo para entregar uma boa experiência de compra para os clientes. Questão que tem ganhado cada vez mais valor entre os consumidores e que merece sua atenção.

Atualmente existem inclusive estratégias de layout de loja que buscam maior praticidade para os clientes.

Um dos exemplos é pelo posicionamento na gôndola, como é feito na gestão de categorias. A intenção com esse método é criar um “caminho ideal” para o seu cliente percorrer durante as compras.

Essa e outras estratégias tornam a sua loja mais organizada e ao mesmo tempo trazem benefícios para as suas vendas.

Outro ponto é a limpeza da loja, é ideal que você sempre mantenha o ambiente o mais limpo possível. Sim, é algo simples, mas que pode fazer toda a diferença na impressão que o cliente tem da loja.

Mesmo que aparentemente pareçam questões simples, elas podem fazer toda a diferença. Muito provavelmente você não será elogiado por nenhuma delas, mas certamente será criticado caso não faça.

O conjunto desses fatores que falamos podem contribuir para que sua loja não perca clientes com algumas questões.

Além disso, com essas ações em prática ao mesmo tempo você vai melhorar o relacionamento com quem compra de você.

Dessa forma a tendência é a sua taxa de retenção aumento e com outras estratégias você poderá fidelizá-los.

Para melhorar esse trabalho no seu supermercado confira outro post nosso que fala porque reter clientes deve ser uma prioridade na sua empresa.

Muitos supermercadistas podem se perguntar: “como conhecer meu cliente?”. Essa é uma pergunta fundamental para quem deseja melhorar os resultados no mercado atual.

O tempo em que era possível anotar em um caderninho o que cada cliente comprava e depois tentar agradá-lo com ofertas ou o avisando que os produtos chegaram já não existe mais.

Por isso, tecnologias têm surgido com o objetivo de ajudá-lo a conhecer quem compra na sua loja.

Uma solução de gestão de clientes é um desses exemplos. Traz toda uma metodologia de como identificar clientes e usar os dados deles para criar ações de retenção, principalmente.

Entenda no post de hoje alguns pontos que podem te ajudar a descobrir como identificar o perfil do cliente para melhorar os ganhos da sua loja!

Afinal, como conhecer meu cliente?

Se hoje a sua loja não tem nenhuma informação sobre os clientes, dificilmente pode aumentar a efetividade das suas ações.

Para começar a melhorar os seus resultados, o primeiro passo é identificar seus clientes. Ou seja, saber quem eles são, o que compram e com que frequência.

Você tem alguns caminhos para iniciar esse processo no seu supermercados e a premissa para eles é criar um cadastro de clientes.

A Mercafácil, que é uma empresa especializada em gestão de clientes, adota a metodologia do clube de descontos. Ela trabalha com o preço 1 para os clientes não cadastrados e preço 2, com desconto, para quem se cadastra.

A escolha dessa estratégia se deu, pois com ela o cliente tem um benefício imediato, o que instiga o cadastro e gera maior relevância para o público.

Após isso, sempre que ele for identificado você usará seu software de gestão de clientes para analisar os dados dos seus consumidores e criar ofertas para eles.

Por exemplo, um determinado consumidor comprou arroz nos últimos 30 dias. Quando você fizer uma oferta deste produto, irá enviá-la para esse cliente, pois sabe que ele costuma comprar.

As chances de que ele compre novamente são boas, já que ele já costuma comprar esse item com certa frequência. As chances também são maiores do que se você enviar para 10 clientes, por exemplo, mas sem saber se algum deles comprou aquele produto ou mesmo têm interesse nele.

Além de aumentar a efetividade das ações, com a análise de dados você pode otimizar seus custos com o marketing.

Porém, para chegar até esse resultado será preciso que você e sua equipe tenham comprometimento com o projeto. Caso contrário, os resultados podem não ser os esperados.

Confira alguns problemas que podem atrapalhar o sucesso dessas estratégia e possíveis soluções.

Baixa identificação de clientes

O trabalho da equipe de loja é fundamental para a identificação dos clientes. Os operadores de caixa é que serão responsáveis por oferecer o cadastro e também por identificá-los.

Caso isso não aconteça, você terá poucos clientes na sua base e consequentemente poucas informações para trabalhar.

Para solucionar essa questão é preciso que você tenha um líder de projeto que sempre ajude a equipe.

Além disso, é de grande importância fazer um treinamento com os colaboradores, para que eles saibam e estejam capacitados para realizar suas tarefas.

como-identificar-clientes

Poucos produtos no clube de descontos

A tática de implementar esse programa de fidelização é de entregar benefícios para os clientes. Além disso, ele precisa ser vantajoso, pois se não for o cliente não terá interesse em se cadastrar.

Para que isso não aconteça, você precisa ter uma boa quantidade de produtos entre as opções do clube de descontos.

Mais do que isso, precisam ser produtos relevantes para os consumidores, para que eles consigam enxergar as vantagens do cadastro. Usar a curva ABC, por exemplo, é um bom caminho para conseguir bons resultados.

A equipe comercial da loja tem um dos papéis mais importantes para entregar esse valor para os clientes. Eles também precisam receber um treinamento específico para adequar a sua loja à proposta de um clube.

Falta de material estratégico de comunicação visual

Os seus clientes só vão se identificar se souberem que precisam e se enxergarem algum benefício nisso.

Por essa razão, é de grande importância fazer uma boa comunicação sobre o seu programa. O consumidor precisa saber o que ele precisa para se cadastrar, o que ganha com isso e como fazer o cadastro.

Uma boa ideia é usar materiais de comunicação que fiquem bem visíveis na loja. Muitos optam por cartazes na entrada e nos corredores da loja, outros nas sacolas plásticas ou até mesmo no encarte.

A criação de encartes é um outro ponto que merece atenção para contribuir para uma maior identificação. Ele é uma ferramenta que você pode expressar muito bem a existência do preço 1 e do preço 2.

Valorizar visualmente o preço 2, aquele para quem é cadastrado, é uma ótima forma de engajar os clientes a se cadastrarem.

Webinar | Como conhecer meu cliente

Para descobrir alguns segredos para a identificação de consumidores e enfim conseguir responder a questão de “como conhecer meu cliente”,  a Mercafácil tem um convite para você.

No dia 15 de março de 2019 às 15 horas (horário de Brasília) vamos realizar uma palestra online gratuita para acabar com todas as suas dúvidas sobre como identificar clientes. Ela terá transmissão ao vivo em nosso canal do Youtube.

Os temas tratados serão:

  • Estratégias utilizadas por grandes redes que você pode aplicar no seu negócio já;
  • Saiba como um clube pode ajudar sua loja a manter os clientes comprando;
  • Segredos para criar um clube eficiente ou melhorar os resultados do seu programa de fidelização atual;
  • Engajamento de equipe: estratégias necessárias para fazer o clube funcionar de verdade;
  • Descubra a importância da integração entre áreas: marketing, comercial e diretoria.
  • Como mapear 70% da base em até 6 meses

Para trazer o melhor conteúdo possível para você, contaremos com dois especialistas no assunto:

Bruno Leal, CSO e Cofundador da Mercafácil, empresa líder no Brasil em Gestão de Clientes para supermercados.

Renan Yared, que tem 15 anos de experiência em varejo e inteligência de mercado e é Consultor de Onboarding na Mercafácil.

Aproveite essa oportunidade de adquirir conhecimento para melhorar os resultados da sua loja. Para se inscrever basta acessar o link e começar a colocar em prática nossas dicas!

Comece a planejar suas ações para aumentar as vendas no mês de abril desde já, assim certamente sua loja terá melhores resultados.

Com um bom planejamento você diminui os riscos de ruptura, aproveita oportunidades e aumenta a efetividade das campanhas.

O mês de abril conta com algumas datas comemorativas que podem movimentar o seu supermercado. Aproveite nossas dicas para melhorar os resultados na sua loja!

Ações para aumentar as vendas em abril

O ideal para o varejo é montar com antecedência um planejamento de vendas para impulsionar as vendas em vários momentos do mês. Dessa forma, a loja certamente pode alcançar melhores resultados.

Para o mês de abril os supermercados contam com a Páscoa como principal data comemorativa para as vendas. Porém, existem outras oportunidades confira algumas que separamos para você aplicar na sua loja.

01/04 Dia da mentira 🤭

Essa é uma data popular entre as pessoas e mesmo que seja mais descontraída e informal vale a pena explorá-la.

Uma Ideia para essa data é entrar na brincadeira e criar promoções inspiradas no tema. Que tal criar um encarte temático e enviá-lo para os clientes da sua loja? Você pode enviar uma SMS com o seguinte texto:

“O dia é da mentira, mas as ofertas do Super Y são de verdade, confira: link do encarte”

Lembre-se de caprichar na hora de escolher os produtos para que a brincadeira faça sentido para os clientes.

Uma opção é usar o seu software de gestão de clientes para identificar os itens mais consumidos da sua loja.

07/04 Dia Mundial da Saúde 🍓

As pessoas têm se importado cada vez mais com ter uma vida mais saudável, uma alimentação melhor e uma boa qualidade de vida.

Ao pensar nisso faz total sentido sua loja aproveitar essa data comemorativa para oferecer produtos relacionados.

Pode ser uma boa ideia escolher alguns produtos desse tipo e segmentar os clientes que os consumiram. Após isso, você pode criar um encarte de ofertas com aqueles e outros produtos que possam interessar aqueles clientes.

Além disso, você pode promover ações no seu supermercado. Uma opção é entrar em contato com médicos, para que eles façam exames rápidos nos clientes e darem dicas de saúde.

Pensando no relacionamento com os clientes, você também pode usar as suas redes sociais. Uma boa ideia é criar uma série de posts com dicas de saúde, consumo de certos alimentos e bebidas, por exemplo.

14/04 Dia Mundial do Café ☕️

O café é um produto bastante consumido pelos brasileiros. Nos últimos anos surgiram inclusive algumas variações que têm impulsionado ainda mais a categoria.

Para essa data comemorativa a criação de uma campanha segmentada pode trazer ótimos resultados.

Você pode segmentar os clientes que compraram café na sua loja nos últimos 90 dias e criar um “Festival do café”.

Selecione alguns produtos da categoria para colocar em oferta e atrair os consumidores que apreciam essa bebida.

Outra opção é fazer uma degustação na sua loja. Para esse tipo de ação, você pode tentar uma parceria com a indústria, dessa forma os dois podem sair ganhando.

21/04 Páscoa 🐰

A Páscoa é a principal data comemorativa do mês de abril e você pode usá-la para aumentar suas vendas no período.

Os ovos de chocolate são o carro chefe para essa época do ano. Fique atento aos seus pedidos para que não ocorra a ruptura dos produtos mais procurados.

Para essa data você pode aproveitar várias oportunidades. A primeira delas é colocar sua loja no clima de Páscoa. Você pode decorar a entrada e os caixas com itens temáticos para chamar a atenção dos clientes.

Outra boa ideia de como aumentar as vendas é trabalhar com a segmentação de clientes. Na sua plataforma de gestão de clientes você pode selecionar os clientes que compraram chocolates nos últimos 60 dias.

Para esses clientes vale a pena criar kits especiais com produtos desse setor, para impulsionar principalmente o ticket médio.

Essas são apenas alguma ideias, para você ter resultados ainda melhores assine nossa newsletter e receba mais dicas de ações para a páscoa em supermercados.

22/04 Descobrimento do Brasil 💚

Em 2019 o descobrimento do Brasil completa 519 anos e você pode aproveitar essa data no seu supermercado.

Nada melhor do que apostar na cultura do nosso país para impulsionar as vendas. Uma ideia é aproveitar a grande visibilidade que as receitas têm nas redes sociais.

Existem vários pratos típicos do país, um deles é a feijoada. Você pode selecionar algumas receitas brasileiras populares e também da sua região em específico para publicar na suas redes sociais.

Se você preferir apostar mídias offline, uma opção é produzir um folheto com o modo de preparo de alguns pratos ou até mesmo em um cartaz na entrada da sua loja.

E claro, não se esqueça de criar boas ofertas para os principais produtos das receitas. Inclusive se preferir pode criar um encarte especial para essa ação. Nele você também pode adicionar algumas receitas.

Ações para aumentar as vendas de acordo com as sazonalidades de abril

02/04 Campanha de início de mês 💰

O início do mês é caracterizado como uma época do mês em que os produtos “se vendem sozinhos”. Isso acontece, pois é o momento que geralmente os clientes recebem os seus benefícios.

Mesmo assim você pode apostar em outras estratégias para melhorar os resultados do seu supermercado. Uma delas é tentar aumentar o número de cadastro de clientes do seu supermercado.

Para isso, você pode apostar em boas ofertas para os clientes cadastrados em produtos com alta saída na loja. Dessa forma, é possível que os que ainda não tem o cadastro no clube de descontos agora o façam.

15/04 Campanha de estímulo ao ticket médio 💲

O ticket médio é um dos principais indicadores para supermercados, por essa razão é preciso tentar aumentá-lo continuamente.

Na busca pelo aumento desse indicador você pode implementar algumas estratégias na sua loja. Uma delas é a gestão de categorias, que busca além de aumentar as vendas, fazer o mesmo com o ticket médio.

Outra opção é trabalhar com a criação de ofertas do tipo leve 3 e pague 2. Se você conseguir fazer um bom trabalho na escolha de produtos, certamente essa ação pode trazer bons resultados.

23/04 Resgate dos inativos no mês 👱

Trabalhar o resgate de clientes inativos é uma prática que precisa se tornar recorrente na sua loja.

Além de contribuir para que novas vendas sejam feitas, ele colabora para aumentar a fidelização de clientes.

Na prática isso ocorre, pois o cliente se sente importante quando é contatado após um período sem comprar na sua loja. Com isso, ele tende a fazer novas compras com você e se lembrar da sua preocupação.

A forma mais simples para fazer os clientes voltarem a comprar é apostar no histórico de compras deles.

Para isso, você pode segmentar o grupo de clientes que estiverem inativos e identificar itens que eles costumam consumir. Após isso, basta enviar para eles ofertas com esses produtos.

Vale lembrar que é importante trabalhar essas ações todos os meses para melhorar ainda mais os seus resultados.

Para contribuir com seu supermercado nós disponibilizamos dicas para todos os meses do ano. Basta você se cadastrar em nossa newsletter para receber oportunidades dos próximos meses.

O ticket médio de vendas é um dos principais indicadores de desempenho para os supermercados. Por essa razão, esse dado merece atenção por parte dos supermercadistas constantemente.

Existem outras métricas que também precisam de cuidado na análise, como o número de cupons, média de itens na cesta e clientes inativos.

O tempo em que o varejo podia melhorar os resultados apenas com base em achismos já passou. Atualmente, a melhor forma de melhorar os resultados do seu supermercado é com a análise de dados.

Importância da análise do ticket médio de vendas

Quando se fala em vendas muitos priorizam o número de cupons, ou seja, a quantidade de vendas realizadas. Porém, o ticket médio é tão importante quanto essa outra métrica.

Isso acontece, pois fazer mais vendas em alguns casos pode não melhorar tanto os resultados.

Um exemplo disso são os consumidores caça-ofertas, eles podem ir à sua loja para comprar um produto em específico com um gasto baixo. Ele será um novo cupom na sua loja, mas que não trouxe mais valor ao seu negócio.

Já quando se trabalha para aumentar o valor médio gasto pelos clientes nas compras o resultado é diferente. O ganho às vezes pode ser o mesmo do que o do caça-ofertas, mas ele será feito com um cliente que já compra com você.

Ou seja, além de fazer uma venda você trabalha a fidelização daqueles consumidores. Vale lembrar que clientes fidelizados tendem a gastar mais na sua loja, o que faz com que o ticket médio aumente.

É claro que o ideal é ter estratégias de atração, retenção e também de fidelização de clientes. Assim, o seu faturamento pode ter um crescimento mais acelerado.

Para definir suas prioridades, pode ser interessante que você aplique a fórmula da decomposição de faturamento. Após isso, com base nos resultados obtidos você poderá identificar seus objetivos principais.

Se no seu caso o número de cupons estiver dentro do esperado, mas o ticket médio baixo, pode ser mais interessante focar na sua base atual de clientes.

Para isso, fique atento à nossa lista com 5 formas simples de aumentar um dos principais indicadores de vendas da sua loja.

Lista: Como aumentar o ticket médio de vendas

1 – Crie um clube de descontos

Para fazer gestão de clientes, o primeiro passo é criar um clube de descontos. A criação de um programa como esse pode ser uma ótima forma de aumentar o ticket médio da sua loja.

Isso acontece, pois esse tipo de programa de fidelização entrega um benefício imediato para o cliente. Quando ele percebe que economizou em alguns itens por receber os descontos, pode comprar outros produtos por impulso.

Uma ótima forma de aumentar ainda mais essa prática é investir em estratégias como trade marketing e a gestão de categorias.

Lembre-se que para que isso aconteça é importante ter vários produtos em ofertas para os cadastrados. Caso isso não aconteça sua estratégia pode não funcionar do jeito esperado.

Outro benefício de um clube para o aumento do ticket médio é a possibilidade de conhecer os clientes. Com isso você pode melhorar sua estratégia de vendas, como falaremos na próxima dica.

2 – Invista em campanhas segmentadas

Depois que você implantar seu clube de descontos e tiver os dados dos seus clientes é o momento de mudar a estratégia de vendas.

Agora você poderá aumentar a efetividade das suas ações se trabalhar com campanhas segmentadas.

Na prática isso acontece, pois você irá oferecer ao cliente um produto que ele já costuma comprar. Com esse método a tendência é que ele compre, certo?

Além disso, você pode trabalhar com ofertas de itens relacionados visando o aumento do ticket médio. Você poderia aplicar no seu supermercado da seguinte maneira:

Setor escolhido para a ação: Açougue
Setor com produtos relacionados: Bebidas frias

Nesse cenário você iria selecionar um item de cada setor e enviaria ofertas para o grupo de clientes que consome esses produtos. Ou para complementar ainda mais, uma opção seria a criação de um encarte com essas ofertas.

Para a segmentação você poderia adicionar os clientes que consumiram algum dos produtos escolhidos anteriormente.

Essa prática, se bem aplicada, certamente poderá aumentar o ticket médio do seu supermercado.

3 – Aposte na fidelização de clientes

A fidelização de clientes tem relação direta com as duas maneiras de aumentar o ticket médio de vendas já comentadas. Essas outras medidas também visam aumentar a quantidade de fiéis ao seu supermercado.

Você pode se perguntar porque precisa investir em fidelização se os clientes já compram na sua loja. Mas, a resposta é simples: clientes fidelizados tendem a gastar mais, e é exatamente esse o objetivo.

E sabe o que é ainda melhor? Trabalhar com os clientes que já estão na sua base custa bem menos do que atrair novos. Ou seja, você ganha duas vezes ao investir em fidelidade de consumidores.

Para aumentar essa taxa na sua loja, o ideal é adotar várias ações e principalmente ser recorrente nelas.

Uma das principais é ter um estratégia de marketing de relacionamento para o seu supermercado. Para isso, uma opção é usar datas comemorativas para realizar ações para se relacionar com os clientes.

Outra boa ideia é ser ativo no ambiente online. Atualmente muitas pessoas fazem tudo digitalmente. Então se a sua empresa for encontrada por lá, são maiores as chances de um cliente comprar com você.

Quando se fala de relacionamento com clientes é essencial ter uma comunicação personalizada. Isso não quer dizer que você irá se comunicar manualmente com cada consumidor.

Em ações como no envio de uma oferta, chamar o cliente pelo nome é algo que parece simples, mas que pode fazer toda a diferença.

Trabalhar com as segmentações também é muito importante para aproximar o relacionamento e fidelizar o cliente. Isso acontece porque ele vê que seu supermercado conhece e se importa com seus hábitos de compra.

Todas essas ações tendem a levar a uma melhora na relação entre cliente e empresa e consequentemente levar à fidelização, que como resultado pode gerar o aumento no ticket médio e no faturamento.

4 – Trabalhar estratégias variadas de venda

Após começar a fazer a oferta segmentada de produtos você pode fazer ainda mais mudanças nas suas táticas de vendas. Principalmente quando se fala de aumento de ticket médio é muito importante essa diversidade de ações.

Várias delas podem inclusive ser feitas ao mesmo tempo para impactar ainda mais os seus clientes.

Uma das principais opções são as já conhecidas promoções do tipo “leve 3 e pague 2”. O seu diferencial para colocar em prática essa ação é usar sua ferramenta de gestão de clientes para segmentar os clientes.

Desta forma você irá oferecer o kit para os clientes certos, o que consequentemente pode aumentar a efetividade da sua ação.

Outra boa ideia para aumentar o ticket médio de vendas é criar um combo de produtos relacionados. Esse método além de aumentar esse indicador pode contribuir para movimentar seu estoque de produtos.

Isso acontece, pois você pode adicionar produtos de alta saída com outros relacionados, mas com menos vendas.

Mas, cuidado na escolha dos produtos, pois a estratégia não irá funcionar se um dos produtos não chamar a atenção dos consumidores.

Nesta mesma linha, mas desta vez em parceria com a indústria, você pode criar ações com brindes para os clientes. Você pode negociar com os fornecedores a distribuição de brindes em caso de X reais gastos em produtos da marca, por exemplo.

Certamente trabalhar com essas ideias pode aumentar o ticket médio do seu supermercado. Principalmente se você usar os dados da gestão de clientes para planejar suas campanhas.

Para contribuir ainda mais com sua loja a Mercafácil tem uma material gratuito para você! Baixe agora mesmo o nosso guia para aumentar as vendas no varejo.

A gestão de categorias em supermercados é mais uma das estratégias usadas para melhorar as vendas da loja e consequentemente aumentar o faturamento.

Buscar táticas que contribuam para esses objetivos é algo recorrente na vida dos supermercadistas. Por conta disso, também é importante sempre estar atento aos novos métodos que surgem.

Dessa forma você pode sair na frente e aplicar uma estratégia que traga benefícios para você e para seus clientes. Entenda um pouco mais sobre uma delas no post de hoje.

O que é gestão de categorias?

A gestão de categorias em supermercados é uma estratégia importante para os supermercadistas que desejam melhorar seus resultados.

Ela se inicia durante o processo de compra dos produtos com os fornecedores e só chega ao fim quando o cliente leva o item para casa.

De forma simples, fazer o gerenciamento de categorias é organizar a sua loja de acordo com as preferências dos clientes.

O ideal é que você consiga construir um “caminho” de compra para o seu consumidor, ou seja, a escolha por produto X, vai levá-lo à compra do produto Y.

Se esse percurso que o seu cliente fará na sua loja estiver organizado corretamente, pode influenciar nas suas vendas e ticket médio, por exemplo.

Essa estratégia também pode contribuir para o aumento do ticket médio com o trabalho de produtos dentro da categoria. Você pode trabalhar a precificação dos produtos na busca de fazer o cliente migrar de um produto de curva B, para um de curva A, por exemplo.

Outro ponto que a gestão de categorias pode contribuir na sua loja é para a melhora da rentabilidade dos produtos. Para isso, você precisa analisar a curva ABC e identificar quais itens têm bons potenciais de venda e são mais rentáveis para você.

Dessa forma a organização da sua loja pode ser pensada com o intuito de estimular a venda desse tipo de item.

Mais do que melhorar suas vendas, a gestão de categorias em supermercados tem como objetivo melhorar a experiência de compra do seu cliente. É com isso que o aumento nas vendas irá acontecer efetivamente e de forma mais natural.

Como fazer gestão de categorias em supermercados

Para fazer o gerenciamento de categorias é preciso que você tenha conhecimento dos principais itens da sua loja. Esse é o primeiro passo para uma estratégia de sucesso.

Após isso, o que você precisa é conhecer os hábitos de consumo dos seus clientes. Para isso, você pode usar sua plataforma de gestão de clientes e identificar as preferências dos consumidores.

Agora você terá dados o suficiente para escolher a categoria e os itens que serão trabalhados em sua estratégia.

Vale lembrar que no seu planejamento devem entrar questões de precificação, meios de comunicação com o cliente e criação de ofertas.

A parceria com os fornecedores também é fundamental para que você obtenha sucesso. Isso acontece, pois a indústria tem conhecimento amplo da categoria e certamente pode ser uma ótima aliada para o seu planejamento.

Além disso, é essencial que você tenha um profissional dedicado à função de gerir suas categorias e analisar os dados tanto de mercado quanto dos consumidores.

É importante também que você faça treinamentos com sua equipe de loja para que todos estejam cientes do que está sendo feito. Isso pode evitar erros durante o período que a estratégia estiver em ação.

Os principais objetivos do gerenciamento de categorias são aumentar as vendas e a rentabilidade da sua loja.

Além disso, ele também tem o objetivo de melhorar a experiência de compra dos seus clientes, já que é uma estratégia pensada neles.

O maior benefício dessa técnica é que ela traz ganhos para você e para os compradores da sua loja também.

Melhorar os resultados da sua loja com gestão de categorias

Tradicionalmente, os supermercados sofrem por conta das margens mais baixas, vários custos, operação complexa e grande concorrência. Por essa razão é importante buscar formas de maximizar os ganhos, como é o caso da gestão de categorias.

De acordo com a pesquisa Maiores Varejistas, da SA Varejo, a margem bruta do varejo alimentar teve queda de 6% nos últimos dois anos. Esse é um indicador muito importante para os supermercados, então é preciso encontrar alternativas.

Uma delas é com a participação da gestão de categorias no investimento de categorias com maior rentabilidade.

Um dos exemplos dessas categorias é o de produtos saudáveis,. Ela movimentou R$ 92,5 bilhões no Brasil em 2017, segundo pesquisa do Euromonitor Internacional. Nosso país é o quarto maior consumidor desse tipo de produto no mundo.

Uma ótima oportunidade não é mesmo? Assim como essa existem outras categorias que
podem ser exploradas, você pode conferir algumas na matéria da SA Varejo.

Lembre-se que é importante se manter atento sempre às várias oportunidades para que seus resultados sejam cada vez melhores.

Para contribuir na sua estratégia a Mercafácil tem um presente para você. Baixe gratuitamente nosso Guia da Curva ABC e comece já a colocar em prática os conteúdos na sua loja.

Fazer um benchmarking pode ser muito importante para a gestão do seu supermercado e melhora de resultados.

Muitos ainda têm a visão de que essa prática não é relevante ou que seus resultados não levam a conclusões importantes. Porém, isso precisa mudar o quanto antes se você quiser desenvolver seu negócio.

Geralmente esse método é aplicado da porta para fora da loja, mas também pode ser feito um benchmarking interno. Com isso, certamente você pode aumentar o desempenho dos seus colaboradores.

Entenda o que grandes empresas do varejo têm feito e como você pode adotar essas práticas na sua empresa com alguns passos simples.

Porque fazer um benchmarking?

Primeiro, quando se fala em benchmarking é preciso tirar a ideia de se comparar a algo ou alguém, isso é uma prática ruim.

Para um desenvolvimento em grande escala e contínuo é preciso entender o que precisa ser feito para chegar lá. E claro, se alguém já está no nível que você deseja alcançar não é algo ruim compreender o que faz para estar nesse patamar.

Dessa forma, você será capaz de ter ideias do que pode ser aplicado no seu supermercado, da sua maneira é claro. Essa tática precisa ser vista como uma oportunidade de crescimento para sua loja.

Para a aplicação, não leve em conta o tamanho da empresa que será analisada. Ela pode ser a líder no segmento do país ou seu concorrente de bairro, o trabalho feito precisa ser o mesmo.

É importante ter um processo para retirar o maior número de oportunidades possíveis. Para isso, você sempre vai precisar definir objetivos de análise, indicadores e adequação de proposta e definição de metas.

Além disso, entenda que fazer um benchmarking não é algo pontual. Assim como você os outros também estão em constante evolução. Então é preciso criar um planejamento para essas análises de maneira recorrente.

Cuidados ao fazer um benchmarking

Em teoria tudo parece bastante simples, mirar nos líderes do segmento e seguir o que eles fazem para “garantir” o sucesso.

Caso isso acontecesse seria realmente muito bom para a sua loja, mas na prática não é bem assim que funciona.

Uma má aplicação dessa estratégia pode não trazer resultados e com isso você perde tempo, e quem perde tempo perde dinheiro. Por essa razão, como falamos anteriormente é preciso ter um processo estruturado e metas definidas.

Sobre colocar em prática no seu supermercado ideias que surgiram a partir da análise, também é preciso cuidado.

Supermercados lidam com uma grande quantidade de pessoas diariamente, estão em regiões distantes, então serão distintos.

Por isso, você precisa trabalhar com a adequação de ideias para que sua loja e seus clientes estejam preparados para isso. A ideia é utilizar o benchmarking para te inspirar em nível de ideias e conhecimento de boas práticas.

Práticas dos líderes que você pode adotar na sua loja

1 – Carrefour

benchmarking
Fonte: Twitter Oficial @CarrefourGroup

Em 2018, uma das maiores redes supermercadistas do mundo anunciou um plano de inovação digital. A estratégia tem como nome “Carrefour 2022”, que remete ao tempo de ação para atingir os planos definidos.

Em resumo ela segue quatro passos:

  • Implementar uma estrutura organizacional simplificada e aberta;
  • Atingir ganhos de produtividade e competitividade;
  • Criar um universo omnicanal de referência;
  • Reformulação da oferta a serviço da qualidade dos alimentos.

São planos bastante ambiciosos para a rede que já tem bons resultados mundialmente e sobretudo no Brasil.

Você pode pensar que isso está totalmente fora de realidade para a sua loja, mas muito pelo contrário. Devido às suas proporções você pode tirar vários insights desse gigante do setor supermercadista.

Por exemplo, você pode montar um plano de desenvolvimento para os seus próximos dois anos, não é mesmo? Lembre-se que planejamento é um dos melhores caminhos para atingir o sucesso.

Alguns pontos que você poderia definir como suas metas são:

  • Estruturar uma área de inteligência para o supermercado;
  • Abrir uma nova loja;
  • Implementar pelo menos duas novas tecnologias, como aplicativos e etiquetas digitais;
  • Ter mais de 80% do faturamento da loja identificado.

Essas são apenas algumas ideias, elas precisam ser definidas de acordo com os seus objetivos de crescimento.

Viu? É a mesma estratégia que um grande varejista aplica, mas adaptada à realidade da sua loja.

2 – Grupo Pão de Açúcar (GPA)

Fonte: Site Oficial GPA Brasil

Outra rede com grande participação no setor supermercadista brasileiro tem trabalhado continuamente para inovar em suas lojas.

Em busca de novas tecnologias e formas de melhorar os resultados, o GPA anunciou no início de 2018 a criação de um laboratório de inovação. O diretor de inovação do grupo, Illan Israel, comentou no lançamento que a ideia é criar a cultura de inovação na empresa inteira.

Além disso, o GPA tem buscado se transformar em um multicanal de vendas no varejo alimentar. Para isso, tem firmado parcerias com apps de entrega e, inclusive, comprou uma empresa desse tipo de serviço.

Com essa estratégia a rede também consegue capturar uma grande base de clientes para suas ações. O objetivo é conhecer vários perfis de clientes e ter à disposição serviços para todos eles de maneira personalizada.

Se esses objetivos ainda parecem distantes para a sua loja, certamente pode te trazer importantes lições.

A primeira delas é sobre dados de clientes e o uso deles para melhor a estratégia da empresa como um todo. E claro, servir como insight para a criação de novos serviços.

Outra ideia que você pode aplicar na sua loja é sobre a inovação. Buscar conhecimento sobre novas tecnologias, estratégias e soluções que possam impulsionar o crescimento da loja sempre é bom.

E por último sobre novas formas de fazer vendas para o consumidor. O crescimento das lojas virtuais ainda é tímido no setor supermercadista brasileiro, mas essa cultura está sendo criada e a tendência é de crescimento.

Será que essa prática vale a pena para a sua loja? Um passo muito grande? Talvez a implantação de uma solução de gestão de clientes possa ser um bom começo. Caso você já tenha uma, um aplicativo, pode ser um ótimo caminho a ser seguido.  

3 –  Hema Supermarket


O Hema Supermarket fica em Xangai, na China, e a principal aposta é misturar a experiência de compra online com o “mundo real”.

O requisito básico para fazer as compras nessa loja é fazer o download do aplicativo do supermercado, pois tudo será feito por lá.  Os clientes podem escolher os produtos e pela leitura do código de barras terão todas as informações sobre ele.

No app, ainda podem ser feitas compras totalmente online, além de se cadastrar em clube de compras para uma experiência ainda mais personalizada.

Na experiência offline a aposta é na conveniência. No país asiático existe a tradição de consumir peixes frescos. Então, na loja é possível escolher o produto desejado e consumir ali mesmo no restaurante do supermercado.

De acordo com os resultados divulgados, a estratégia tem dado certo e o número médio de compra chega a ser de mais de uma por semana, por exemplo.

Nesse caso, algumas ideias bem interessante podem ser aplicadas na sua loja. Uma delas é apostar na conveniência para os clientes.

Uma opção é trabalhar seu setor de FLV, disponibilizando frutas já cortadas para os clientes. Ou até mesmo um local de consumo de produtos que podem ser comprados na loja, como uma lanchonete de sucos naturais.

Integrar canais on e off também é uma ótima ideia. Se você ainda não vende online, pode usar outras soluções. Um site de cadastramento, consulta de preços, um aplicativo para criar lista de compras, entre outros.

São algumas ideias de ligação entre esses dois ambientes que costumam fazer parte da vida dos clientes.

Ótimas ideias não é mesmo? Fazer um benchmarking sempre é bom e pode melhorar cada vez mais seus resultados. Para fazer corretamente faça o download gratuito do nosso Guia Completo Para Fazer Benchmarking.

Se você ainda não tem um calendário promocional na sua loja, precisa começar a pensar nisso com urgência.

Planejar as suas ações com antecedência certamente pode te garantir mais efetividade e melhores resultados.

Além disso, analisar previamente o calendário pode contribuir para que você identifique oportunidades para vender mais na sua loja.

Em nosso post de hoje, você verá alguns motivos para criar o seu calendário promocional. Leia até o fim, porque temos uma ajuda especial para você.

Porque criar um calendário promocional?

Criar um calendário de ações é um dos principais pontos para a criação de um bom planejamento de vendas.

Isso acontece, pois é possível criar uma melhor estratégia de precificação, negociar com os fornecedores, fazer parcerias de ações, entre outras questões.

É importante lembrar que o calendário promocional serve como um direcionamento para a sua loja, então ele precisa estar de acordo com os seus objetivos.

Para isso, você pode fazer a decomposição de faturamento para identificar quais pontos da sua loja precisam melhorar. Assim, certamente você poderá criar um cronograma de ações mais efetivo e de acordo com suas pretensões.

Em resumo, um calendário promocional só traz benefícios para a sua loja. Ainda não está convencido? Confira cinco motivos para você criar um para sua loja.

1 – Melhorar o relacionamento com os clientes

calendario-promocional-do-varejo

Certamente você já sabe que um bom relacionamento com os seus clientes pode melhorar seus resultados. Por essa razão, trabalhar estratégias de retenção e fidelização é essencial para a sua loja.

No seu calendário de ações não podem ficar de fora ações que tenham esses objetivos. Fazer ofertas para vender mais produtos, com preços baixos, combos e brindes são importantes. Porém, ações de relacionamento servem como ações de venda indiretamente.

Isso acontece porque quanto mais fiel o cliente se torna ao seu supermercado, mais ele gasta e mais compras ele faz por mês. Além disso, o mais importante é que a sua loja será a primeira opção do consumidor.

Você pode selecionar datas específicas para aproximar o seu relacionamento com os clientes. Um dos exemplos é de datas comemorativas que buscam conscientizar a sociedade sobre problemas de saúde.

Ações de relacionamento podem ser das mais variadas. Você pode realizar um evento na sua loja, usar as redes sociais e prestar apoio a uma causa.

Essas são apenas algumas opções, mas o que realmente importa é você separar um espaço no seu calendário para relacionar com o seu cliente.

2 – Criar ações mais efetivas

promocao-de-supermercado

Um dos maiores desejos dos supermercadistas é fazer ações que tragam resultados melhores e se possível gastando menos. Com um calendário promocional isso é possível.

Por que uma ação pode ter melhores resultados se planejada antes? Pois, você pode analisar dados dos clientes, do mercado e do seu próprio negócio.

Isso exige tempo e se uma data já estiver no seu radar, você terá mais tempo para fazer esse trabalho. Após isso, você terá maior propriedade para escolher os produtos para a sua ação e para quais clientes vai mandar.

Além disso, poderá definir o melhor período e a precificação ideal para essa ação específica.

É importante lembrar que trabalhar com campanhas segmentadas pode trazer mais ganhos para sua loja. Por essa razão é tão importante analisar dos dados dos clientes.

Alguns supermercados têm colocado esse tipo de estratégia em prática e conseguido ótimos resultados com o envio de SMS. Veja alguns exemplos em nossa categoria de estudos de caso.

3 – Aproveitar oportunidades de mercado

calendario-de-acoes

Criar um calendário promocional do varejo pode te ajudar a identificar oportunidades que antes não foram exploradas.

Um dos exemplos são as datas comemorativas, mas não estamos falando das datas comerciais já conhecidas tradicionalmente.

Explorar datas com menor apelo comercial também pode trazer ótimos resultados para a sua loja. Um exemplo é o dia de Star Wars, que já foi trabalhado nas redes sociais de supermercados como Walmart Brasil.

É claro que você não vai focar apenas em datas comemorativas para fazer suas ofertas. Uma boa ideia é criar as suas próprias datas promocionais. Dessa forma você irá criar a cultura no cliente de que naquele período do mês, por exemplo, existem ofertas na sua loja.

Fazer isso sem planejamento certamente é muito complicado e o que é pior: pode não trazer os resultados esperados por conta do prazo curto para preparação.

As sazonalidades também são outros fatores que atingem os supermercados e podem ser bem diferentes para cada loja. Supermercados que ficam no litoral, por exemplo, certamente têm maior movimento durante o verão.

Como essa é uma questão muito particular, você pode analisar os seus dados de faturamento no seu software de gestão de clientes e identificar quais são esses períodos na sua loja.

Após isso, você terá uma nova oportunidade para inserir no seu cronograma de ações.

Vale lembrar que mesmo após a criação do seu calendário promocional ele pode ser alterado caso seja necessário. Se novas oportunidades surgirem ao decorrer do tempo não deixe de colocá-las no seu planejamento.

4 – Melhora na operação da loja

calendario-do-varejo

Ter um planejamento das ações durante o ano pode contribuir muito para a operação da sua loja.

Um dos pontos que ele pode melhorar é o controle do seu estoque. De nada irá adiantar planejar uma boa ação, mas os produtos estarem em falta, por exemplo. Dessa forma a ação pode ter o resultado oposto ao desejado.

É interessante que quando você definir as datas que serão usadas já pensar em alguns produtos-chave que farão parte da ação. Assim, você pode realizar a compra dos itens antecipadamente e estar preparado para o período da ação.

Outra questão que pode ser beneficiada pelo planejamento é o próprio setor comercial do seu supermercado.

Com as ações definidas previamente eles podem melhorar as negociações com os fornecedores e firmar parcerias com a indústria, por exemplo.

Dessa forma você pode conseguir preços melhores para a compra dos produtos para a sua loja. Como consequência, você poderá repassar um desconto maior para os seus clientes ou melhorar sua margem.

5 – Previsibilidade financeira

calendario-promocional-de-marketing

Um calendário de ações lida diretamente com a questão financeira de um supermercado. Como foi falado no tópico anterior, você consegue melhorar as negociações e gerir melhor o seu estoque.

Financeiramente falando a sua loja também pode ter benefícios, principalmente no que diz respeito à previsibilidade.

Com as datas bem definidas você terá consciência sobre os seus investimentos e em quais períodos eles serão feitos. Além disso, saberá quando a ação tem foco em vendas, o que pode trazer ganhos para a empresa.

Com isso definido, você pode estimar a sua verba para investimentos em marketing, por exemplo. Em uma data você vai usar SMS, em outra distribuir encartes, ambas em outra oportunidade se necessário.

Com esse calendário promocional definido certamente você terá maior tranquilidade para gerir as finanças do seu supermercado e trazer os resultados esperados.

São muitos benefícios não é mesmo? A sua loja só tem a ganhar ao adotar essa prática e certamente é isso que você deseja.

Como falamos no início temos um presente para você! Desenvolvemos um calendário promocional para supermercados que você pode baixar gratuitamente nesse link. Ele já tem mapeado várias datas que podem ser trabalhadas no seu supermercado e ainda link para posts com ideias de como trabalhar essas ações. Comece já a aproveitar na sua loja.

O trade marketing é uma estratégia do varejo que tem acompanhado as mudanças que o segmento supermercadista pede.

O marketing para esse setor tem recebido cada vez mais atenção. Isso acontece, pois questões como experiência de compra e hábitos de consumo têm se tornado essenciais para uma boa estratégia.

Como consequência desses novos assuntos em destaque várias estratégias têm surgido para melhorar as lojas de varejo. Conheça um pouco mais sobre o trade marketing que é uma das que têm trazido os melhores resultados.

O que é trade marketing?

O trade marketing é uma estratégia de vendas que é feita entre a indústria e os canais de venda dos produtos para o consumidor final.

Mesmo que seja um método que envolve duas empresas, a intenção real é impactar o cliente do seu supermercado.

O principal objetivo do trade marketing é maximizar as vendas por meio da atuação nos pontos de venda. Ou seja, você supermercadista e o fabricante planejam a ação em conjunto, alinhando os objetivos de cada um.

A escolha do espaço e o tipo de ação que será proposto, terá como principal finalidade conquistar o cliente no PDV.

Com essa prática, a indústria aumenta sua atuação de mercado e você pode vender mais por conta das ações planejadas.

Ao longo do tempo, essa estratégia também tem função de identificar oportunidades no seu ponto de venda. No complemento desse trabalho, práticas como a gestão de categorias, por exemplo, podem melhorar ainda mais seus resultados.

Nesse sentido, é importante destacar que existe uma certa confusão entre o papel do trade e do merchandising. Como já foi falado, o trade marketing tem a intenção de atrair o cliente a comprar produto X. Já o merchandising é uma ferramenta que será usada para que isso aconteça.

Por que fazer trade marketing?

Encontrar formas para vender mais, sempre é uma tarefa que os supermercadistas precisam lidar.

Ao pensar nisso, uma estratégia que tem como objetivo aumentar as vendas, como é o caso do trade marketing, precisa fazer parte do seu planejamento.

Outro motivo para adotar esse método é a integração com vários setores da sua loja. Vale lembrar que sempre é ideal que todas as áreas da sua loja estejam cientes dos objetivos propostos.

Para o marketing do seu supermercado, o profissional de trade marketing irá entender seus clientes e propor ações. Essas que precisam fazer sentido tanto para você quanto para a indústria.

Já na área de vendas o que melhora é principalmente as negociações com os fornecedores, já que agora ambos têm um objetivo alinhado.

Para o financeiro da sua loja, o principal ganho é tornar mais previsível os investimentos que serão feitos. Além disso, também vai contribuir para melhorar a rentabilidade do seu supermercado.

E por fim, maior agilidade na operação de loja, já que agora será preciso um maior controle sobre o abastecimento dos produtos no ponto de venda.

Como funciona o trade marketing na prática

É imprescindível que exista um profissional que seja responsável pelo trade marketing. Essa pessoa geralmente estará do lado dos fabricantes, então quem vai atuar na sua loja é o seu setor de marketing.

O primeiro passo para isso é identificar quais são as suas necessidades. É preciso entender os hábitos dos clientes da sua loja e o que eles procuram. Dessa forma, será possível criar ações que façam sentido para a realidade deles.

Em seguida é preciso alinhar os objetivos das ações que serão criadas. Você e os fornecedores precisam entender a meta um do outro e trabalhar em conjunto para atingi-las. O ideal é que a visão de cada um se una, para se tornar um objetivo em comum.

Com isso feito, os dois poderão trabalhar em conjunto, cada um com sua experiência para que os propósitos sejam atingidos.

Agora que os resultados a serem atingidos já foram definidos e a sua parceria está pronta para entrar em prática, é o momento de planejar as ações.

Fazer o planejamento de que tipo de ação será realizada, ferramentas de comunicação,  materiais, locais das ações, entre outras questões que envolvem a estratégia certamente vai garantir maior sucesso.

E por fim, executar o que foi planejado, mas sempre atento a possíveis mudanças para melhorar o que foi proposto anteriormente. Dessa forma, os seus resultados podem ser ainda melhores.

Além disso, você precisa monitorar os resultados que serão obtidos para analisar as mudanças que o trade marketing provocou na sua loja. E, claro, se preparar para as próximas etapas, mantendo o que deu certo e alterando pontos que não foram satisfatórios.

Com um trabalho bem feito em todas as etapas, certamente sua loja pode ter uma melhora considerável nos resultados.

Exemplo de ação de trade marketing feita com supermercado

A indústria selecionou 3 itens congelados do seu mix de produtos e baixou o preço de venda para o supermercado ganhar competitividade.

Determinaram juntos o tempo da ação, e combinaram que uma porcentagem do valor das vendas voltaria para o supermercadista ao término da ação.

Toda a ação foi desenvolvida com base nos dados da solução de Gestão de Clientes do supermercado.

Dessa forma, a loja lucrou mais e a indústria ganhou em escala ao conhecer quem é o cliente que compra os itens que foram anunciados.

Estratégias como essa podem dar muito certo no varejo alimentar e quanto mais você aplicar, os ganhos atingidos podem ser maiores. Para isso, acompanhe nossa categoria de marketing e fique sempre por dentro das melhores táticas para supermercados.