Author

Ramon Maia

Browsing

Um planograma de supermercado tem grande importância para melhorar o seu layout de loja, com o objetivo de aumentar as vendas.

Além disso, contribui para estimular vendas de produtos específicos e aproximar a relação com o cliente.

Estratégias como essa também podem contribuir para melhorar a experiência de compra dos clientes da sua loja.

Por conta disso, é importante entender as melhores maneiras de usar essa tática para atingir os resultados esperados.

Acompanhe o post até o fim para entender como você pode aplicar um planograma em supermercados.

O que é um planograma

O planograma é uma ferramenta que visa criar um planejamento estratégico de exposição dos itens na gôndola, de acordo com seu mix de produtos.

Para criar um planograma em supermercado, é preciso levar em conta alguns fatores. Entre eles está a gestão de categorias da loja e o perfil de compra dos seus clientes.

Além disso, é preciso levar em conta questões como estoque e a rentabilidade que aqueles produtos geram.

Com isso definido, é criado um plano que mostrará todas as informações para o posicionamento correto do produto.

Essas informações irão contribuir para que promotor de vendas posicione os produtos no PDV de acordo com os objetivos da loja.

A principal pretensão de um planograma é facilitar a compra dos clientes, além de impulsionar as vendas.

Essa ferramenta deve ser utilizada para que você melhore o layout da sua loja, de maneira que todos os setores consigam atrair os consumidores.

É importante destacar que o planograma é uma estratégia que precisa ser pensada de acordo com as particularidades do seu supermercado. Por essa razão, geralmente um mesmo plano não funciona para várias lojas.

Benefícios de criar um planograma em supermercados

Como já foi comentado, o objetivo de um planograma tem relação direta com o aumento das vendas, então esse é o primeiro dos benefícios que ele pode gerar.

O relacionamento com os clientes também pode ser beneficiado por essa estratégia, já que eles têm participação na construção do plano. Isso acontece, pois você torna a experiência de compra mais agradável, o que contribui para que o cliente compre novamente.

Mais do que a organização em si, o fato da loja não ser desorganizada já tende a melhorar a experiência dos consumidores.

Trabalhar estratégias com a indústria também é um ponto que pode ser melhorado, em conjunto com táticas de trade marketing. Ela pode inclusive participar da construção do planograma para a categoria em que atua.

Isso pode fazer com que você tenha uma melhor negociação de determinado produto e posteriormente possa dar maior destaque no ponto de venda, já que aqueles itens podem trazer uma melhor rentabilidade.

Para isso, você precisa analisar seus dados de venda para identificar se essa ação faz sentido para os clientes.

Outro benefício que um planograma de supermercado pode trazer é o aumento de compras por impulso. O posicionamento estratégico dos produtos na loja tende a impulsionar esse tipo de compra e consequentemente o ticket médio.

Um plano para organização de loja também pode contribuir para impulsionar uma quantidade maior de categorias em uma loja.

Na prática isso acontece, pois você pode construir um “caminho” para que o cliente percorra enquanto estiver em seu supermercado.

A ideia é posicionar produtos de alta saída mais próximos ao fundo da loja. Dessa forma, para chegar até lá o cliente terá que passar por outros setores. Com isso, o posicionamento e ações desses setores podem gerar outra compra.

Dicas para criar um planograma de supermercado

Criar um planograma certamente pode contribuir muito para a sua loja, mas para isso ele precisa ser feito corretamente.

Como ele é uma estratégia que lida com vários detalhes, você precisa estar atento a eles no momento da criação.

Um ponto importante para levar em consideração é o foco no cliente, afinal um dos objetivos da estratégia é atender as necessidades deles.

Por conta disso, entender seus hábitos de compra é um fator importante. Analisar essas informações pode ser mais simples se você utilizar um software de gestão de clientes, que também tem foco no consumidores.

Depois de entender o perfil dos seus clientes e os produtos mais consumidos, você já pode iniciar seu planejamento.

Com esses dados é possível identificar quais produtos precisam ter fácil acesso na gôndola e destaque no PDV, por exemplo.

A participação dos seus colaboradores também é fundamental para o sucesso da estratégia. Tanto na criação, para dar informações sobre o comportamento dos clientes na loja, como na correta execução do plano estruturado.

Com tudo alinhado corretamente, suas chances de alcançar os resultados esperados podem ser maiores.

É importante que ao alinhar essa e outras estratégias os objetivos de cada uma também estejam de acordo com a necessidade da loja.

Para conhecer um pouco mais sobre uma outra tática que pode melhorar seus resultados e ser usada junto com o planograma, você pode conferir nosso post sobre trade marketing.

Saber como utilizar informação de cliente para fazer campanhas que funcionam é um conhecimento que pode garantir uma série de vantagens para o seu supermercado.

Para que tudo isso aconteça é preciso saber como cadastrar e identificar os clientes, analisar os dados e criar as ações.

Esse trabalho de gestão de clientes exige um conhecimento específico e uma estratégia definida para funcionar corretamente.

Acompanhe o post até o fim para saber como é possível usar os dados de clientes para conseguir aumentar os ganhos do seu supermercado. Além disso, temos um convite especial para você!

Usar informações de clientes para aumentar os ganhos

Com toda certeza uma empresa busca constantemente se desenvolver para atingir resultados melhores.

Alguns adotam estratégias mais agressivas e inovadoras, enquanto outros preferem ir de maneira lenta e gradual. Ambos têm seus méritos, mesmo que em táticas diferentes.

Porém, existe um ponto em que ambos precisam convergir, o de otimizar a relação de investimento e retorno.

Com isso, queremos dizer que mesmo que você adote um método mais conservador ele precisa gerar um impacto positivo para a empresa. Já para estratégias mais impactantes, a busca por resultados melhores precisa ser ainda maior.

Mesmo que de maneiras distintas, entender como utilizar informação de cliente na estratégia de supermercados, pode ser um ótimo ponto de partida para ambos.

Isso acontece, pois a utilização de dados dos consumidores da sua loja pode contribuir para criar ações mais efetivas. Dessa forma, você pode investir menos em um campanha e ter um ROI superior.

Isso seria ótimo, não é mesmo? E melhor ainda, isso é totalmente possível de ser feito em diversos tipos de lojas.

COMO-FAZER-CAMPANHA

Como fazer campanhas que funcionam

Esse é um ponto importante para que os supermercados consigam melhorar as vendas e aumentar o faturamento.

Colocar os clientes como o ponto central da estratégia é uma questão que certamente pode melhorar suas campanhas.

O que queremos dizer com isso é que criar ações com base nos dados de compra dos clientes torna possível a melhora de resultados.

Saber a forma correta de fazer isso é que pode causar certo desconforto em muitos supermercadistas. Por essa razão, a tecnologia precisa entrar em cena na estratégia de supermercados.

Para analisar os dados, identificar oportunidades, criar ações e mensurar os resultados, um software de gestão de clientes pode ser a solução para você.

Porém, antes mesmo de utilizar a tecnologia a favor do seu supermercado, é preciso um trabalho de preparação.

Ele consiste no cadastro dos clientes e na identificação recorrente deles. Na prática, para que isso aconteça é necessário contar com algum benefício que estimule esse cadastramento.

Muitos supermercados adotam a estratégia de um clube de descontos para essa questão. Vale lembrar que não importa o método do programa que você escolha, contanto que o cliente realmente veja vantagens que o incentivem a fazer parte dele.

No caso dos descontos, por exemplo, é preciso ter produtos em vários setores e, claro, eles precisam ser relevantes para os clientes. Isso é o que vai impulsionar o crescimento na quantidade de dados de clientes disponíveis e melhorar cada vez mais os resultados de suas ações.

Vale lembrar que ter os dados não te garante nada, usá-los de maneira correta é que levará seu supermercado ao sucesso.

Ao pensar nisso, decidimos criar um conteúdo especializado sobre esse tema para ajudar a sua loja. Confira na sequência o que preparamos para você!

Webinar | Como utilizar informação de cliente para fazer campanhas que funcionam e ter resultados melhores

Se você ainda não faz o uso de dados na sua estratégia, tem poucos ou tem e não usa, é preciso mudar essa situação. A Mercafácil acredita que essa é a melhor forma de construir uma estratégia de marketing de sucesso.

Por essa razão, preparamos uma palestra online gratuita para mostrar a importância do uso de dados na criação de campanhas que podem trazer resultados melhores para os supermercados.

Conheça os temas do webinar:

  • Como cadastrar e identificar seus clientes para gerar dados;
  • Como usar dados de maneira adequada;
  • Como usar meios de massa para atingir os clientes de maneira personalizada;
  • Porque é preciso ser recorrente na criação de ações;
  • Mensuração de resultados ;
  • Como calcular o retorno do investimento das ações feitas.

Para o melhor conteúdo, vamos contar com a presença de dois nomes do mercado com amplo conhecimento sobre o tema:

Murillo Batista, publicitário, pós-graduado em comunicação empresarial e coordenador da especialização em comportamentos de consumo na Universidade Positivo. Tem grande experiência na área de comunicação, com passagens por várias agências, inclusive a sua própria. Hoje é gerente da área de sucesso de cliente na Mercafácil.

Natasha Schaffer, formada em comunicação social, especialista em marketing e gestão empresarial. Possui 10 anos de experiência no setor de marketing de varejo com trabalhos em indústrias e supermercados. Founder & CEO da NSCom, agência de marketing digital especializada em varejo, que foca na integração do universo online e off-line.

Aproveite essa oportunidade para aprimorar seus conhecimentos e levar seu supermercado sempre na direção do sucesso! Se inscrever é simples, basta acessar este link e preencher o cadastro. Ah e não se esqueça de convidar sua equipe!

As vendas no Dia das Mães costumam ser uma ótima oportunidade para alavancar os resultados da sua loja no mês de maio.

Em 2018, as vendas durante a semana do Dia das Mães tiveram um crescimento de 5,7% em relação a 2017.

Essa é uma data importante para o varejo e, com o planejamento correto, também pode ser relevante para os supermercados.

Descubra no post de hoje como aproveitar as oportunidades dessa data comemorativa para vender mais!

Como aumentar as vendas no Dia das Mães

As datas comemorativas podem ser excelentes maneiras de melhorar as vendas de um supermercado.

Independente se é uma data que já tem grande apelo comercial ou não. No mês de maio temos o Dia das Mães, que é a principal data do primeiro semestre.

Saber como aproveitar essa data para gerar mais vendas e aproximar o relacionamento com o cliente certamente pode te ajudar.

Confira algumas ideias para supermercados aproveitarem durante a semana e no Dia das Mães para impulsionar suas vendas.

Campanha para mães

Melhorar as vendas não diz respeito apenas à criação de ações de vendas. Buscar reter e fidelizar os clientes também pode melhorar seus ganhos, e muito.

As datas comemorativas são ótimas oportunidades para aproximar o relacionamento com os clientes da sua loja.

O Dia das Mães já é uma data que até tem um maior apelo afetivo do que vendas em si e você pode aproveitar isso para criar ações de marketing de relacionamento.

Uma ótima opção é utilizar o seu software de gestão de clientes e criar uma segmentação especial para a data.

Você pode criar um segmento utilizando o filtro de gênero e selecionar as mulheres da sua base de clientes. Para uma ação ainda mais assertiva, você pode filtrar novamente esse grupo, mas agora selecionando quem comprou produtos infantis com determinada frequência (últimos 3 meses, por exemplo).

Após isso feito você pode criar sua campanha de Dia das Mães. Com esse tipo de segmentação as chances de aumentar ainda mais a efetividade da sua ação são maiores.

Campanha geral

Ao pensar em uma ação focada em relacionamento, no Dia das Mães você pode enviar uma mensagem para seus clientes.

Como é difícil acertar 100% quem realmente é mãe dentro do segmento que você criou previamente, uma ideia é elaborar um texto sobre a importância da data de forma geral.

É possível fazer algo como: “As mães sempre querem o melhor para os filhos, assim como nós do Supermercado X queremos para nossos clientes.”

Essa humanização da empresa demonstra preocupação com os clientes e certamente pode melhorar o relacionamento.

Como consequência disso, a tendência é que os consumidores continuem a comprar na sua loja e se tornem fiéis.

Vendas para dia das mães

Sempre é importante também criar campanhas que estimulem as vendas e atraiam mais consumidores para seu supermercado.

Uma boa ideia nessa data pode ser a criação de uma ação com foco nos homens, para que eles presenteiem suas mães ou esposas.

Você pode criar um encarte de Dia das Mães com várias opções de presentes para a data. É uma boa ideia selecionar produtos femininos, flores, bebidas quentes, como vinhos, produtos de bazar ou criar kits de produtos, entre outras opções que possam fazer sentido para seu público.

Após isso, basta enviar esse encarte via SMS (ou seu canal de comunicação de preferência) para os seus clientes ou publicá-lo em suas redes sociais para relembrar sobre o Dia das Mães.

Outra alternativa para essa data é enviar um SMS com uma porcentagem de desconto para as mães que forem comprar na loja no dia.

Para retirar o benefício, basta apresentar a mensagem para o operador de caixa, assim será liberado o desconto, por exemplo.

Inspire os filhos para gerar mais vendas

Além de uma campanha geral, outra boa opção pode ser a criação de uma ação com o tema “presenteie sua mãe com um almoço especial”.

Para essa campanha vale a pena criar um encarte e selecionar produtos do açougue, mercearia e FLV, por exemplo.

No próprio encarte, em panfletos na loja ou até mesmo nas redes sociais você pode divulgar receitas com os ingredientes disponíveis no encarte.

Certamente essa ação pode impulsionar suas vendas em diversos setores da loja e melhorar ainda mais seus ganhos.

Redes sociais

Como falamos no tópico anterior, você pode utilizar as redes sociais para divulgar as suas ações offline para os clientes.

Além disso, você também pode pensar em algo exclusivo para impactar os consumidores do seu supermercado no ambiente digital.

Suas publicações podem deixar um pouco de lado a promoção de vendas e ter um foco maior em relacionamento.

Desejar os parabéns para todas as mães nos seus perfis digitais pode parecer simples, mas certamente pode te aproximar dos clientes.

Você pode criar um post especial para o dia ou até mesmo uma série de publicações durante a semana que antecede a data.

Além disso, você pode entrar ainda mais no clima do dia e alterar a foto de perfil e a capa da página do seu supermercado para algo personalizado relacionado com o Dia das Mães. Faça isso desde o primeiro dia do mês para lembrar seus clientes que a data se aproxima.

Ações de relacionamento como essa podem ter uma ação indireta no aumento das vendas da sua loja.

Layout de loja

O seu layout de loja também pode ser utilizado como uma forma de melhorar as vendas do Dia das Mães. Essa estratégia também pode estar aliada a ações de trade marketing, por exemplo.

Além disso, você pode usar a sua organização de loja para complementar suas outras ações de venda para a data.

Uma ideia para isso é deixar nas pontas de gôndola os produtos que possam servir como presentes para as mães. Você pode utilizar os mesmos produtos da sua campanha de vendas, como falamos no tópico de campanhas de venda.

Entre os principais itens para você colocar em destaque estão os vinhos, flores, chocolates, produtos femininos e de bazar.

Você também pode fazer alterações na fachada da sua loja ou mesmo na entrada para chamar a atenção dos clientes.

Essas ações podem contribuir para que os consumidores entrem no espírito da data e, claro, que comprem produtos na loja.

Concurso de Dia das Mães

Para unir estratégias online e offline em uma só ação, uma boa ideia é criar um concurso para a data no seu supermercado.

O ideal é criar algo simples, mas que faça os clientes se engajarem no projeto e aproxime o relacionamento com a loja.

Uma opção é fazer um concurso fotográfico. Ele pode funcionar da seguinte maneira: as mães tiram uma foto com os filhos no seu supermercado e publicam marcando sua loja dizendo como é ser mãe.

Para definir o vencedor do concurso, basta selecionar a foto com mais curtidas durante o prazo da ação, por exemplo. Essa é apenas uma ideia, você pode pensar em outras formas de funcionamento.

Nesse tipo de ideia é fundamental entregar algum benefício para os clientes, para que eles se empenhem na participação. Uma ideia de prêmio para o vencedor pode ser um kit de produtos da loja, por exemplo.

Agora que você conheceu algumas ideias que podem contribuir para melhorar as vendas, chegou a hora de colocar em prática.

Deixe nos comentários quais dessas ideias você vai aplicar no seu supermercado para melhorar as vendas no Dia das Mães. Também não se esqueça de assinar nossa newsletter para receber dicas nas próximas datas comemorativas.

A transformação digital no varejo é um assunto que tem ganhado cada vez mais relevância no mercado. Por conta disso, muitas empresas já têm começado a se movimentar nessa direção.

O varejo em geral sempre foi conhecido por ser um meio tradicional e popular de vendas. Porém, com as mudanças no comportamento de consumo ele também precisará se adaptar para manter seu sucesso.

A concorrência cresceu, a cobrança dos clientes aumentou, o mundo evoluiu e as oportunidades de melhora também.

Devido a essas e outras razões, as empresas que desejam ter sucesso precisam se adaptar às mudanças que ocorreram.

Entenda como a transformação digital chegou para ficar no varejo e a maneira como ela tem impactado nos resultados.

O que é transformação digital?

Antes de realmente explicar o que é transformação digital é melhor falar sobre o que ela não é. Muitos pensam que se transformar digitalmente é aplicar novas tecnologias na empresa para melhorar os resultados, mas não é só isso, mesmo que elas ocupem um papel central na estratégia.

A inovação tecnológica faz parte do processo de transformação digital e é uma parte de grande importância. Apesar disso, esse processo envolve uma questão ainda mais profunda em relação à gestão do negócio.

Se transformar digitalmente significa ter uma mudança cultural, de gestão e operacional, na qual a tecnologia é protagonista.

Esse destaque pode gerar tanto mudanças internas quanto externas. Internamente, o principal objetivo é aumentar a eficiência operacional; já externamente, é ter foco no cliente e melhorar sua experiência de compra.

É importante ressaltar que essa questão não se aplica apenas a grandes empresas. É possível participar da transformação digital gradativamente atendendo primordialmente seus objetivos principais.

Impacto da transformação digital no varejo

Antes de impactar o varejo especificamente, a transformação digital tem impactado a sociedade em geral.

Nos últimos anos, o número de tecnologias cresceu, produtos inimagináveis surgiram, a transmissão de informações ficou cada vez mais rápida, o acesso a elas se tornou praticamente infinito e, claro, as pessoas tiveram acesso a isso.

O conjunto dessas mudanças teve uma relação direta no comportamento de compra dos clientes. Hoje, existem aqueles que trabalham online no conforto de suas casas diariamente, por exemplo.

Aplicar isso ao varejo é bastante simples e cada vez mais importante. Um bom exemplo é o crescimento das lojas virtuais. Não é impossível dizer que existem pessoas que preferem fazer todas as suas compras de maneira digital.

Devido a essa concorrência, as lojas físicas precisaram encontrar maneiras de se manterem competitivas no mercado. Em alguns casos “copiando” pontos fortes das lojas online, como a praticidade; em outros, explorando os pontos fortes que elas já têm.

Existem setores do varejo que já têm uma consolidação muito grande em ambientes e processos digitais. Outros, têm buscado formas de se adaptar a essas mudanças de acordo com sua realidade.

O principal fator que tem sido trabalhado ultimamente é a famosa experiência de compra.

Uma pesquisa feita pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) e o OasisLab Innovation Space, com profissionais de grandes varejistas de vários segmentos, apontou que 54% deles tratam a transformação digital como prioridade. Eles apontaram que em razão disso, foram criados planos estratégicos de atuação com ações e investimentos.

Como principal benefício, o estudo indicou que o aumento do engajamento dos cliente foi o mais citado com 77%. Em seguida veio o aumento do faturamento com 62%.

Relação com os clientes

Como falamos anteriormente, o impacto da transformação digital também foi social e chegou até o público em geral.

Isso, fez com que o comportamento de consumo mudasse e tornasse os cliente cada vez mais exigentes com os locais onde compram.

Questões que antes já eram importantes, como qualidade dos produtos e atendimento, ainda se mantêm. Porém, cada vez mais eles esperam por personalização de ofertas, facilidades na compra, novos métodos de compra, por exemplo.

Por essa razão, várias empresas têm corrido atrás de soluções que contribuam para a entrega de uma melhor experiência de compra para os clientes.

Uma pesquisa realizada pelo Distrito e o OasisLab mostrou que no ano de 2018 o número de startups brasileiras focadas em varejo tiveram crescimento perto de 40%. Como principal foco dessas empresas está a melhora do relacionamento com os clientes.

O que também reforça um outro estudo realizado pelo IBM, o Customer Experience Index, que apontou que, até 2020, o valor da experiência do cliente será mais relevante do que o preço praticado pela empresa.

É importante ressaltar que essa é uma questão importante para todos os setores do varejo. Empresas que não se atentarem a essa situação e não iniciarem seu processo de transformação digital, certamente ficarão para trás no mercado.

Como se inserir na transformação digital no varejo

As possibilidades são variadas e para que isso aconteça você precisa estar ciente do que realmente é a transformação digital.

Vale lembrar que ela tem impacto interno e externo na sua empresa, onde a tecnologia é colocada como ponto central da operação e estratégia.

Após isso, é preciso entender se para o seu segmento já existem tecnologias disponíveis e como elas podem ajudar realmente.

O uso de Big Data, que é um grande armazenamento de dados, é uma das tecnologias que pode ajudar o varejo. Ele pode ser aplicado tanto internamente na melhoria de processos e mensuração de resultados, quanto para personalizar a experiência de compra dos clientes.

No setor supermercadista, por exemplo, já há boas opções disponíveis para se inserir na transformação digital, sejam para as grandes redes ou pequenas lojas.

A alta recorrência desse tipo de varejo faz com que seja preciso usa soluções mais específicas para o setor. Como o número de compras tende a ser alto mensalmente, trabalhar com os dados de compra é um ótimo caminho a ser seguido.

Fazer a gestão de clientes para conhecer os clientes, melhorar a experiência de compra e aumentar os ganhos é apenas uma das estratégias para esse setor.

Os aplicativos também podem fazer parte dessa questão, mas para trazer maior praticidade para os clientes.

O importante é que os métodos adotados estejam de acordo com o que realmente é a transformação digital. Ou seja, tecnologia como protagonista da operação.

Se você encontrar uma que se adeque ao seu objetivo e se encaixe na definição de transformação, você está pronto para começá-la na sua loja.

Agora que já sabe a importância dos dados, não vai ficar de fora né? Descubra como usá-los em nosso Guia do Big Data e inicie a sua transformação digital no varejo!

Saber como inovar para vender mais é uma necessidade para os supermercados que desejam ter resultados melhores atualmente.

O varejo tem mudado consideravelmente nos últimos anos e a tendência é que as transformações continuem por mais algum tempo.

Nesse cenário, lojas que não se prepararem e não andarem na direção da inovação provavelmente vão perder mercado.

Isso não pode acontecer apenas pela questão de inovar, mas porque agora os consumidores buscam isso nas lojas.

No post de hoje, você verá como inovar não é nenhum problema, mas sim uma solução para o seu supermercado.

Dificuldades para inovar

Muitos supermercadistas dizem que têm muitas dificuldades para inovar e muitos desistem por acharem que não se aplica à realidade deles.

É certo que mudanças trazem uma certa desconfiança e receio, não apenas para inovações e tecnologia. Além disso, outros pensam sobre a dificuldade técnica que envolve investir em tecnologia para supermercados.

Isso também pode ser contornado. Atualmente existem startups, por exemplo, que já solucionam muitos desses casos, além de terem um valor acessível.

A ideia que precisa ser fixada é que será uma mudança para melhor, não só para a loja, mas também para os clientes.

As dúvidas e desculpas precisam dar espaço para a motivação de aumentar as vendas, o faturamento e melhorar a experiência de compra dos clientes.

É claro que para isso acontecer e ter os resultados desejados é preciso também se comprometer com o projeto.

Se engana quem pensa que vai investir em tecnologia para não ter mais trabalho. A função dela é tornar os seus esforços mais eficientes e contribuir para facilitar processos que ajudem a melhorar seus ganhos.

À primeira vista as dificuldades podem parecer grandes, mas certamente os resultados obtidos são maiores e valem a pena.

Como começar a inovar em supermercados

Certamente oportunidades de aplicar novas estratégias, tecnologias e inovações para melhorar as vendas sobram no mercado.

Muitas delas já têm sido aplicadas e trazido ótimos resultados para quem decide investir nessas soluções.

As grandes redes varejistas e supermercadistas são bons exemplos e vale a pena fazer um benchmarking para entender com funciona na prática.

É claro que não é possível aplicar tudo que existe de disponível, por isso é preciso levar em conta a situação da sua loja e quais são os seus objetivos.

Ideias inovadoras para vender mais geralmente têm o foco nos clientes e em entregar uma melhor experiência de compra.

Como exemplos temos soluções de gestão de clientes, aplicativos e até mesmo formas alternativas de fazer as compras de supermercados. Esse tipo de inovação já se consolidou no mercado, principalmente pelas mudanças nos hábitos de consumo.

Se o seu principal objetivo é diminuir a perda de clientes, por exemplo, pode ser uma boa ideia investir em gestão de clientes. Já se você quer mais praticidade para seus consumidores, uma loja virtual pode ser o caminho.

Em outros casos, a necessidade pode ser melhorar a gestão da loja, questão que softwares de gestão podem contribuir. Outras situações podem ter relação com estoque, e por aí vai.

A verdade é que para a maioria dos problemas existe uma tecnologia que pode contribuir.

Para encontrar a que melhor se adapte à sua necessidade é importante estar atento às novidades que surgem.

Você pode conferir algumas dessas novidades em nosso posts sobre o “Supermercado 4.0”.

Se você ainda não tem uma cultura de inovação na sua loja, pode ser uma ótima hora para começar. Mesmo que sejam com soluções simples ou até mesmo em processos internos, o importante é dar o primeiro passo.

Gestão de clientes: como inovar para vender mais

Mostrar para os clientes que você tem buscado inovar para dar maior praticidade às compras deles também é uma questão importante.

Isso, além de melhorar os seus resultados, mostra para os consumidores que você se importa com eles.

Assim, além de aumentar seus ganhos também pode utilizar a implementação de novas ferramentas para aproximar seu relacionamento com quem compra de você.

A gestão de clientes, por exemplo, é uma solução que se encaixa perfeitamente nessa questão de inovação e percepção dos consumidores.

Isso acontece, pois ela é o tipo de estratégia e tecnologia que tem como foco principal os clientes da loja.

Conhecer seus clientes, usar dados de compra deles e criar ações de acordo com o consumo são os principais pontos a serem trabalhados.

Com isso você usa a tecnologia e a análise de indicadores para aumentar sua retenção, a fidelização e, claro, o faturamento do seu supermercado.

E o melhor para sua gestão: o investimento em gestão de clientes pode ser considerado muito baixo. Já que se a plataforma e os dados forem trabalhados certamente o que você irá gerar de ganho pode pagar a solução e muito mais.

A dúvida que precisa existir em você e na sua equipe não é porque investir, mas sim porque ainda não foi feito isso.

Para começar você pode baixar nosso ebook sobre BI e CRM para aumentar vendas! Com ele você vai entender ainda mais porque a gestão de clientes pode ser importante para sua loja.

Sempre é bom saber o que fazer para aumentar as vendas, não é mesmo? Porém, para que isso aconteça na prática, é fundamental ter um planejamentos de ações.

Quanto mais tempo você tiver para programar e preparar uma ação, maiores serão as chances de atingir o sucesso desejado.

Por isso, ter um calendário promocional é uma ótima forma de melhorar os resultados em supermercados.

Confira no post de hoje algumas ideias de ações para aumentar as vendas da sua loja em maio!

O que fazer para vender mais no mês de maio

É muito importante estar atento às oportunidades que surgem durante o ano e também àquelas que foram identificadas previamente.

Lembre-se que mesmo que você já tenha um planejamento de ofertas, ele pode ser alterado caso tenha um novo insight durante o período.

Dentre as melhores opções para os supermercados estão as datas comemorativas. Veja como aproveitar algumas datas do quinto mês do ano para vender mais.

calendario-promocional-para-vender-mais

01/05 Dia Mundial do Trabalho 👨‍🌾

Essa é uma data que permite sua loja trabalhar dois tipos de ações. A primeira delas para os clientes e a segunda para os colaboradores.

Para quem compra na sua loja a ideia principal é parabenizá-los pelo dia do trabalho e criar ofertas para eles.

Se na sua ficha de cadastro você tiver o campo de “profissão”, pode segmentar dessa forma para criar a ação, por exemplo. Caso não tenha pode trabalhar a ação de alguma outra maneira que faça sentido, como um desconto mais genérico.

Para os que você sabe que trabalha pode ser uma boa ideia enviar um SMS com os parabéns. Outra opção mais abrangente é utilizar as redes sociais para isso e ainda convidar os clientes para aproveitar ofertas na loja.

Criar um encarte impresso ou digital com alguma mensagem para os trabalhadores também é uma boa ideia.

Com isso, além de trabalhar o relacionamento, vai estimular o aumento nas vendas nesse período.

Já para os seus colaboradores a ideia é trabalhar o engajamento da equipe. Certamente valorizar o trabalho deles fará com que se motivem com suas funções cada vez mais e consequentemente sua loja melhore os resultados.

Você pode entregar algum brinde ou um vale compras para eles, os parabenizando pelos serviços prestados.

Outra ideia é preparar um café da manhã para toda sua equipe antes do início do expediente.

Essa pode ser uma importante ação de relacionamento interno e endomarketing, que pode refletir em uma melhora na sua operação de loja.

10/05 Dia do Campo 🌿

Essa pode ser uma data comemorativa muito boa para você impulsionar a venda de produtos do seu setor de FLV.

Diversos produtos de supermercados vêm do campo. Por conta disso, você pode preparar uma grande ação para a data.

O setor de FLV, como falamos, pode ser o grande protagonista da sua estratégia. Trabalhar com uma segmentação de clientes que compraram esse tipo de produtos nos últimos 60 dias pode ser uma boa estratégia.

Lembre-se que quanto melhor e mais específica for feita a análise de dados, melhores podem ser os resultados e os seus consumidores certamente ficarão mais satisfeitos.

Que tal criar um evento com uma série de degustações durante esse dia no seu supermercado?

Pode ser uma boa criar um nome, algo como “sabores do campo”. Você pode planejar a ação com seus fornecedores para trazer outros atrativos.

Lembre-se de divulgar nos seus canais de comunicação o convite para os seus consumidores.

12/05 Dia das Mães 💕

O dia das mães é a data com maior apelo comercial no mês de maio e você pode aproveitar isso para melhorar suas vendas.

Uma boa opção para a data é criar uma segmentação de mulheres na sua base de clientes e analisar os produtos mais consumidos. Após isso, você pode criar um encarte especial de Dia das Mães.

Você também pode estimular a comemoração da data e escolher produtos para os filhos presentearem as mães. Pode ser boa opção escolher itens de bazar, eletrônicos e floricultura, por exemplo.

Além disso, é importante trabalhar o relacionamento nessa data, já que ela é muito ligada a relação e afeto.

Demonstre essa preocupação com seus clientes e não deixe de parabenizar todas as mães. Uma boa ideia é criar uma publicação nas suas redes sociais com os parabéns. Você também pode fazer o envio de uma SMS, seguindo a mesma ideia, caso já tenha identificado no seu software de gestão de clientes compras de produtos infantis com regularidade, por exemplo.

17/05 Dia internacional contra a homofobia ❌

Talvez essa data não seja muito conhecida pelos seus clientes, mas pode ser muito importante para você, principalmente para trabalhar o relacionamento e apoio às causas.

Preparar alguma ação para esse dia é uma ótima forma de tornar sua empresa mais humana e demonstrar preocupação com os clientes.

As redes sociais podem ser um bom caminho para você se comunicar com os clientes sobre o tema.

Mais importante do que o canal que você for utilizar é passar uma mensagem. Principalmente de que sua loja é contra qualquer tipo de preconceito e que está sempre de portas abertas para todos os clientes.

25/05 Dia da Indústria 🏭

Essa data comemorativa é uma ótima oportunidade para você negociar com os fornecedores ações de parceria.

Lembre-se que para isso acontecer é preciso que você entre em contato com uma certa antecedência.

Você pode analisar os dados da sua loja para identificar quais marcas tem maior participação nas suas vendas. Aí, então, procurar a indústria e criar ações com produtos delas.

Além de criar ofertas, é ótima opção promover ações no PDV, como degustações e distribuição de brindes.

28/05 Dia Mundial do Hambúrguer 🍔

Uma ótima ideia para essa data é usar as suas redes sociais para se aproximar dos seus clientes.

Pode ser uma boa opção divulgar receitas para fazer hambúrgueres em casa e um encarte virtual com todos os ingredientes das receitas. Se preferir, fazer uma grande promoção em hambúrgueres congelados.

Além disso, no PDV, você pode colocar banners de receitas próximos ao açougue para estimular os clientes a comprarem.

É importante que você coloque os ingrediente em oferta no seu clube de descontos para chamar ainda mais atenção dos clientes.

Também pode ser uma boa ideia trabalhar as vendas casadas para aumentar seu ticket médio. Posicione produtos complementares, como refrigerantes, próximos aos principais itens das receitas.

Se você preferir, pode planejar um evento na sua loja. É possível criar parcerias com food trucks da cidade para criar uma ação no estacionamento da sua loja.

Para promover o evento você pode enviar um convite via SMS para os consumidores ou por seus perfis nas redes sociais.

Estratégias de vendas para determinados períodos de maio

Em um cenário ideal para os supermercados a loja deveria manter o movimento durante todo o mês. Isso é possível, mas pede que você desenvolva algumas ações.

O começo do mês já é um período em que tradicionalmente o número de vendas é maior. Isso acontece, pois grande parte das pessoas recebe seus benefícios nessa parte do mês, então acaba fazendo suas maiores compras.

Mesmo para os clientes que optam por fazer compras mensais, ou seja, em grandes quantidades, é importante trabalhar ações para que ele compre mais. Para isso, você pode utilizar campanhas por departamento e trabalhar com segmentações.

Para os clientes que costumam ir com uma frequência maior, uma das opções é estimular o aumento do ticket médio.

As vendas casadas são ótimos exemplos de como trabalhar suas ações mais próximas à metade do mês. Outra opção é aproveitar as datas comemorativas para estimular novas vendas para seus consumidores.

Mais próximo ao fim do mês é o momento de trazer para a loja quem ainda não comprou durante o mês.

Campanhas de resgate de inativos além de aumentar as vendas podem aproximar o relacionamento com os clientes.

Para esse tipo de ação, campanhas segmentadas por perfil de compra podem ser bastante efetivas.

O mais importante é se manter sempre atento a outras oportunidades que surjam durante o mês para que você atraia os clientes.

Além disso, se preparar várias ações para diferentes públicos a tendência é que você consiga ter bons resultados no mês.

Para que isso se torne rotina na sua loja se inscreva em nossa newsletter e receba sempre as oportunidades e dicas que vão te ajudar a saber o que fazer para aumentar as vendas.

O cadastro de consumidores precisa fazer parte da sua estratégia se você deseja melhorar seus ganhos.

Isso acontece, pois graças aos dados de quem se cadastra no seu programa de fidelização é possível criar ações de gestão de clientes, que tendem a ter melhores resultados.

Porém, isso só será possível se você tiver dados o suficiente para analisar. Caso contrário, você não conseguirá impactar realmente os seus clientes, para aumentar a fidelização, o ticket médio e o faturamento.

Entenda no post de hoje algumas dicas para aumentar o número de clientes cadastrados no seu supermercado.

Captação de dados com o cadastro de consumidores

Criar um programa de fidelização tem o objetivo claro de entregar um benefício para o cliente, em troca de algumas informações dele.

Com isso, o cliente terá mais um benefício, que é o de receber ofertas segmentadas de acordo com os hábitos de compra dele.

Porém, em um primeiro momento pode não ser uma tarefa das mais fáceis convencer o cliente desses benefícios.

Por conta disso, você precisa encontrar maneiras de mostrar para seus clientes que o cadastro é vantajoso. Somente dessa forma será possível impulsionar o cadastro de consumidores e consequentemente seus resultados.

Os dados são fundamentais para que a sua estratégia de gestão de clientes funcione na prática, por isso você precisa deles. Confira nossas dicas que podem te ajudar a cadastrar mais clientes.

Criação de um clube de descontos

Existem vários programas que tem o objetivo de fidelizar clientes e obter dados dos clientes como premissa.

A Mercafácil, empresa especializada em gestão de clientes, entende que o clube de descontos traz um benefício imediato que pode contribuir para o cadastramento.

Alguns supermercados preferem trabalhar com outras estratégias como os cartões da loja. Mesmo que elas também tragam resultados, dificilmente ganham escala.

Criar o seu clube é apenas o primeiro passo da estratégia. O que você realmente precisa é dos dados dos consumidores para colocar a tática em prática, que é a gestão de clientes.

Lembre-se que criar um programa como esse vai muito além dele simplesmente existir. Existe toda uma estratégia de precificação, já que serão utilizados dois preços na loja.

Além disso, você precisa selecionar produtos que sejam relevantes para os clientes, caso contrário eles não irão se cadastrar.

E isso faz com que você volte a questão do imediatismo. O cliente quer comprar os produtos que já está acostumado e observar ao fim do cupom o valor que ele economizou por fazer parte do clube de vantagens.

Então isso nos leva a pensar que você precisa criar o clube com o foco no cliente e o que será bom para ele.

Dessa forma, você também terá os dados que deseja e poderá entregar uma experiência de compra ainda melhor para os consumidores.

Facilidade de cadastro

Para fazer parte do clube o cliente obviamente vai precisar se cadastrar com seus dados. Que depois poderão ser analisados e usados para tomada de decisão pela equipe do seu supermercado.

Como falamos na dica anterior o cliente precisa sentir que realmente vai ganhar um benefício ao se cadastrar.

Além disso, esse cadastro precisa prático, pois se ele for complicado dificilmente o seu número de cadastrados será alto.

O que você precisa são de informações básicas sobre os clientes, então busque pedir para eles o mínimo possível.

É claro que você precisa das informações mais importantes, confira quais são em nosso post sobre cadastro de clientes. O ideal é você criar uma ficha de cadastro de clientes com os dados necessários e essenciais.

Outra questão importante é a maneira que será feito o cadastro. Alguns supermercados optam pelo preenchimento da ficha no momento da compra.

Outros optam por colocá-la no encarte da loja e depois os clientes a entregam no caixa preenchida.

Também existem opções mais tecnológicas como criar um site para o cadastro de consumidores. E, até mesmo um totem de cadastramento na loja.

A ideia principal é tornar o preenchimento dos dados o mais prático, rápido e fácil possível, para não afastar o cliente logo no cadastro.

Parcerias com outras empresas

Essa é uma ação que certamente pode contribuir para aumentar o número de clientes cadastrados.

Ela pode variar bastante de acordo com o tamanho da sua loja, mas a ideia que pode ser seguida é a mesma.

Quando o cliente se cadastrar no seu clube de descontos, além de ter os benefícios na sua loja, poderá ter em outros estabelecimentos.

Para que isso funcione, você também vai precisar de um cartão para identificar os clientes cadastrados. E, assim eles também poderão se identificar nesses estabelecimentos parceiros.

Você pode firmar parcerias com postos de gasolina e restaurantes, por exemplo, e estabelecer algum descontos para seus clientes.

Outra ideia é se relacionar diretamente com uma empresa, para que os funcionários já se cadastrem com você e recebem ofertas exclusivas, por exemplo.

Independentemente de qual for o  acordo, o que importa é entregar um valor maior para os seus consumidores.

Criações de ações relacionadas

Às vezes você pode fazer tudo certo, mas ainda assim encontra algumas dificuldades para identificar seus clientes.

Em alguns casos pode ser a falta de algo extra para estimular os clientes a se cadastrarem. Por isso, pode ser uma boa ideia criar algumas ações que ajudem a aumentar o número de cadastrados.

Uma das opções que já foram usadas por nossos clientes, foi a criação de sorteios. Você pode divulgar na loja, publicar nas suas redes sociais, entre outras divulgações.

Geralmente em sorteios de supermercados é estipulado um valor para ganhar um cupom e você pode seguir nessa linha.

Porém, para contribuir com o aumento no número de cadastros você precisa colocar a participação no seu clube de descontos como um requisito.

Dessa forma, você certamente pode atrair aqueles clientes que ainda tinham receio ou dúvidas sobre os benefícios.

Investir em comunicação

Para que o cliente se cadastre no seu programa de fidelização ele precisa saber da sua existência e quais os seus benefícios.

A sua comunicação é essencial para que os cadastramentos aconteçam e a estratégia tenha o sucesso esperado.

Existem diversas formas para que você torne o seu clube visível e relevante para os clientes, além de colocar produtos relevantes, é claro.

Quem compra na sua loja precisa estar cercado pelos benefícios em ser cadastrado e também em como se cadastrar.

Para isso, você pode usar as redes sociais, por exemplo. Junto com a divulgação dos seus encartes digitais, é possível criar uma chamada convidando os clientes a fazerem parte do clube.

As estratégias mais tradicionais são os cartazes e as etiquetas na loja. Os cartazes podem estar na entrada, nos corredores, entre outros locais da sua loja.

As etiquetas com o preço com desconto, ou seja para os cadastrados, precisam estar em maior evidência. No seu encarte esse preço também merece um espaço que chame mais a atenção dos clientes.

Enfim, todos os meios de comunicação que o seu supermercado utiliza precisam evidenciar as vantagens de ser cadastrado.

Dessa forma, certamente você vai conseguir identificar mais clientes.

Treinamento de equipe

O treinamento da sua equipe de loja é um dos pontos mais importantes para elevar o número de clientes cadastrados.

Antes de tudo seus colaboradores precisam entender o que é um clube de descontos. Como funciona o uso de dois preços na loja, forma como será feita feita o cadastro e a identificação no momento da compra.

Isso é necessário para além da execução do trabalho, mas também para o contato com os clientes. Provavelmente eles tenham dúvidas sobre o assunto, e sua equipe precisa estar pronto para respondê-las.

Além disso, você precisa capacitá-los para que desempenhem corretamente suas funções. Que depois terão impacto direto no funcionamento da sua estratégia.

Já que se você não identificar as compras dos clientes, depois não terá dados para criar suas campanhas segmentadas.

Vale lembrar que os operadores de caixa são quem tem o contato direto com os clientes. Então eles também tem o papel de “vender” o cadastro para os clientes.

Se você conseguir aplicar essas dicas no seu supermercado certamente você terá um aumento considerável no aumento de cadastro de consumidores.

Para te contar alguns segredos para identificar até 95% da sua base de clientes temos um material especial para você. Acesse nosso webinar que foi feito por nossos especialistas em varejo.

A taxa de retenção de clientes é um dos indicadores que podem fazer a diferença no seu supermercado.

Essa métrica pode te mostrar na prática se o trabalho que é feito na sua loja tem agradado os clientes. Já que se o que envolve sua operação estiver funcionando bem a tendência é que os consumidores voltem a comprar.

Porém, se os seus clientes só vão algumas vezes até o seu supermercado e depois deixam de frequentá-lo, você tem um problema nas mãos.

Quanto mais clientes retidos, maiores serão as chances de sua loja conseguir melhorar os resultados de venda.

Como aumentar a taxa de retenção de clientes

Para começar esse trabalho, o primeiro passo é diferenciá-lo da fidelização, pois muitos os confundem.

Em resumo a retenção é o trabalho feito momentaneamente para manter o cliente comprando na sua loja. Já a fidelização é uma estratégia de longo prazo, que insere a retenção no processo de fidelizar um cliente.

Sim, você precisa de um para ter o outro e precisa de ambas para aumentar as vendas do seu supermercado.

Para reter cada vez mais clientes você primeiro precisa evitar erros na operação de loja, pois isso afasta um consumidor rapidamente.

Por isso, mantenha sempre sua loja organizada e sua equipe devidamente treinada para que a experiência de compra seja agradável. Após isso, você vai precisar entender o cliente para entregar algo relevante para ele.

Entenda como você pode melhorar suas ações e buscar novas formas para aumentar sua taxa de retenção de clientes.

Segmentações

Comentamos constantemente que campanhas segmentadas são ótimas táticas para melhorar as vendas. No entanto, elas podem contribuir também em outras questões do seu supermercado.

Aumentar a taxa de retenção é um dos exemplos. A ideia é trabalhar com o hábito de consumo dos clientes para melhorar esse indicador.

Mas como isso pode ser feito? Existem variações de estratégias que podem ser usadas e tudo depende de como é a sua loja e os seus clientes. Em muitos casos, você terá que colocar em prática mais de uma tática.

Por exemplo, se existe um grupo de consumidores que compra semanalmente no seu supermercado, a abordagem precisa ser uma. Já para os que compram mensalmente, uma bem diferente.

Isso diz respeito principalmente a forma de comunicação, a periodicidade de contato e até mesmo com o tipo de oferta.

Você precisa usar sua plataforma de gestão de clientes para analisar os dados e identificar quais são as características do seus clientes.

Com propostas bem definidas para falar com cada tipo de consumidor você já terá algo a mais para melhorar o número de clientes retidos.

Além disso, trabalhar com ofertas que possam impactar grande parte da sua base também vai contribuir para que o cliente volte a comprar. Um exemplo dessa ação na prática é criar uma promoção dos produtos mais vendidos da loja.

Em resumo, usar a segmentação de clientes é uma estratégia que contribui para melhorar a taxa de retenção.

Isso acontece porque trabalhar como grupos específicos de clientes, pode aumentar a efetividade das suas ações. Por isso, fazer gestão de clientes e estar comprometido com ela é tão importante.

Resgate de inativos

Pode parecer estranho pensar no resgate de inativos como uma forma de melhorar a retenção, mas ele pode sim.

Isso acontece, pois esse é um tipo de cliente que está quase fora do grupo dos retidos e quanto mais tempo passar, ele entrará no grupo dos perdidos.

Por essa razão, é importante tentar evitar que isso aconteça. Para isso, você pode usar seu software de gestão de clientes para identificar quem são esses clientes que estão sem comprar durante um período.

Depois disso, você pode criar uma estratégia específica para tentar resgatar esses consumidores.

Um dos caminhos é oferecer a eles produtos que já compraram anteriormente. Você também pode montar kits de produtos mais consumidos, ou até mesmo uma ação na loja para esses clientes.

Mais do que planejar uma ação aqui, seja ela de vendas ou de relacionamento o importante é não deixar o cliente ficar sem comprar.

Independente da ação que você escolha o que você precisa comunicar é que se importa com o cliente. Busque deixar isso claro no seu contato e na sua ação.

Com esse contato e com a recorrência após isso certamente esses clientes podem continuar a comprar com você e com isso aumentar sua taxa de retenção.

Marketing de relacionamento

Para um dos principais autores sobre marketing, Philip Kotler, o marketing de relacionamento tem como objetivo a:

“Construção de relações satisfatórias de longo prazo”

O marketing de relacionamento está em alta no mercado atualmente, independente do segmento da empresa. E, o seu supermercado também não pode ficar de fora, mesmo que seja com ações simples.

Certamente elas podem fazer a diferença nos seus resultados ao fim do mês. Essa estratégia contribui muito para a retenção e ainda mais para fidelizar os clientes, que é o principal objetivo.

Melhorar o relacionamento com os clientes é algo que pode ser feito de várias maneiras. Uma delas é com ofertas segmentadas, por exemplo.

Mesmo que seja uma ação de venda, não de ser de relacionamento, pois demonstra preocupação com os gostos do cliente.

Usar as datas comemorativas também pode ser uma ótima forma de se relacionar melhor com os consumidores. Para isso, você pode usar suas redes sociais, o seu PDV e até ações em outros locais.

Esses são só alguns exemplos, mas a ideia principal é aproximar e humanizar o seu supermercado. Dessa forma, a tendência é de que os clientes fiquem cada vez mais próximos da sua loja.

Com isso, sua taxa de retenção aumenta e consequentemente o número de clientes fiéis também.

Inovação na loja

Buscar tendências e inovações no segmento em que atua é fundamental para empresas que desejam melhorar seus resultados.

Mais do que isso, os clientes também percebem essa sua preocupação. Principalmente se forem em questões que impactem diretamente a eles.

Implementar um software de gestão de clientes na sua loja é um dos exemplos. Eles não vão atingir diretamente os consumidores, mas sim indiretamente.

Já que eles irão receber as ações segmentadas preparadas por você e terão acesso a benefícios por conta do cadastro no seu clube de descontos.

Se você desenvolver um aplicativo para supermercado, terá um impacto direto já que é pensado para o consumidor final.

Você pode usar etiquetas eletrônicas nas suas gôndolas também, por exemplo. Certamente passa uma impressão de desenvolvimento tecnológico para quem compra na sua loja.

Os self-checkouts também é uma inovação que pode trazer praticidade para seus consumidores.

Você também pode conferir algumas delas em nosso post sobre o supermercado 4.0.

Enfim, existe uma grande variedade de opções tecnológicas e tendências que você pode aplicar sua loja. Vale fazer um benchmarking para estar sempre atento às novidades do segmento.

Mais importante de qual ação você vai trazer para a sua loja é pensar em como ela vai impactar os clientes.

Porque de nada irá adiantar ter algo tecnológico se não for funcional e melhore a experiência de compra dos seus consumidores.

As pessoas têm buscado cada vez mais praticidade nas compras e personalização, então é nessa linha que seu pensamento de crescimento precisa ir.

Certamente com o gerenciamento de clientes e a busca por melhorar sua loja os clientes não terão motivos para deixar de comprar com você. Com isso, consequentemente sua taxa de retenção de clientes terá um bom crescimento.

Mas, lembre-se que esses são apenas alguns fatores que podem ajudar a reter mais clientes. O ideal é que você sempre busque novas formas e estratégias para melhorar.

Uma dessas formas é com a leitura sobre as novidades. Confira nosso ebook gratuito que fala sobre como reter clientes no varejo. Certamente dessa maneira você pode melhorar ainda mais os ganhos do seu supermercado.

Criar ofertas em supermercados é uma tarefa bastante comum, mas nem todos usam essa tática da melhor maneira.

Grande parte deles, opta por colocar em promoção itens com base no estoque ou produtos que já são populares. Em grande parte dos casos a estratégia pode até funcionar, mas certamente causam problemas também.

Uma boa forma de ser mais assertivo na hora de planejar uma campanha de produtos em oferta, é usar a decomposição de faturamento. Com ela você poderá identificar qual a necessidade de venda da sua loja.

Por exemplo, se você precisa atrair mais clientes pode ser interessante colocar em oferta itens da curva A. Se a necessidade for aumentar o ticket médio, uma ideia é trabalhar com os hábitos de consumo dos seus clientes.

Em resumo, a ideia é criar uma ação de vendas a partir do que o seu supermercado precisa, e não baseado em achismos. Certamente dessa maneira você poderá ter resultados cada vez melhores.

Ofertas em supermercados não são a resposta para tudo

Trabalhar com ofertas nem sempre será a melhor solução para a sua loja. Isso acontece, porque você não pode basear a sua estratégia nesse método.

Ofertas precisam sim fazer parte do seu planejamento, mas elas devem ser pensadas estrategicamente.

Se o único benefício da sua loja for oferecer um preço baixo para o cliente, quer dizer que esse é a única ligação entre vocês. Ou seja, se outra loja aparecer com um preço menor, ele irá comprar por lá agora.

Agora você terá um preço baixo que “acostumou” seus clientes, um concorrente com preços menores e terá que lidar com a perda de clientes. Para resolver isso, certamente abaixar ainda mais o preço não é a solução.

Primeiro, é preciso pensar que promoções não se resumem a preço baixo e não estão atrelado apenas a isso.

Elas devem ser pensadas estrategicamente e para isso você pode seguir alguns caminhos. Entre os principais são identificar necessidades dos seus clientes e do seu supermercado.

Mas o que significa fazer ofertas em supermercados estrategicamente?

Toda estratégia é baseada em um objetivo a ser alcançado, e é assim que você deve pensar.

Por exemplo, seu objetivo é aumentar o ticket médio da sua loja. Para chegar a essa meta, o que você pode fazer?

Usar os dados de compra dos seus clientes pode ser um ótimo começo para montar um plano de vendas.

Trabalhar com segmentações também podem melhorar ainda mais a efetividade das suas ações.

Outro ponto, é pensar em fazer relação entre produtos para aumentar o valor médio gasto pelos clientes.

Além disso, você precisa pensar no que os seus clientes querem e precisam para a sua ação realmente funcionar, não é mesmo? De nada irá adiantar criar ações com itens que não forem relevantes para eles.

Por essa razão é importante ter um cadastro de clientes e poder realizar a análise de dados deles. Com base neles, é que a sua estratégica irá começar a ser colocada em prática.

E mais uma vez também é preciso falar sobre o valor das segmentações para ter sucesso com suas ofertas.

Como usar ofertas no seu supermercado

Quando se fala em ofertas o primeiro uso que vem a mente é para atrair novos consumidores para a loja. Porém, se engana quem pensa que elas podem ser usadas apenas para isso.

Para atração certamente ofertas são ótimas opções e funcionam a muito tempo para supermercados. Geralmente com a entrega de encartes, o que pode ser melhorado com o uso de uma tecnologia de geolocalização, por exemplo.

Isso pode acontecer, pois você pode ganhar mercado com distribuição em áreas que ainda não tem ou tem poucos clientes.

Além disso você poderá usar ofertas em suas táticas de retenção e fidelização de consumidores. Para essas questões, o ideal é trabalhar com recorrência e itens relevantes. E, não se esqueça que segmentações precisas podem fazer ações mais efetivas.

Principalmente na fidelização que o cliente já tem vários dados de compra, então você já o conhece os hábitos dele. Dessa forma, poderá oferecer itens que ele realmente precisa e que com mais chances de converter um compra.

Para resgatar clientes que estão sem comprar durante um período também é muito importante usar ofertas.

Com esse tipo de cliente uma boa ideia a ser seguida é trabalhar com os hábitos de consumo deles a seu favor.

Você percebeu na maioria das vezes o melhor caminho é colocar os clientes no início do processo. Dessa forma, as chances de você atingir seus objetivos serão maiores.

Benefícios de planejar promoção de supermercados

Ter o costume de criar um planejamento das suas ações de vendas certamente não vai te trazer prejuízos.

Talvez o grande benefício dessa prática seja a capacidade de identificar oportunidades para vender mais.

Alguns supermercados optam por usar datas comemorativas para movimentar a loja. Outros preferem analisar os hábitos de compra dos clientes para criar dias especiais de ofertas, como segunda da limpeza, por exemplo.

Criar um calendário promocional só tende a melhorar seus resultados. Já falamos sobre isso em um outro post que você pode conferir aqui.

As ofertas também podem ser usadas como ferramenta de relacionamento com os clientes. Criar ações segmentadas são um ótimo exemplo disso, pois lida com um preocupação com os gostos dos consumidores

Para uma boa estratégia de vendas você também pode usar a gestão de categorias. Assim, pode trabalhar melhor a precificação e não correr riscos de perder a rentabilidade dos itens.

Agora que você já sabe como é importante planejar as ofertas em supermercados que tal criar um calendário promocional?

Para contribuir com sua loja nós preparamos um que você pode usar com algumas datas comemorativas. Faça o download gratuitamente desse calendário neste link e melhore os resultados do seu supermercado.

O gerenciamento de clientes é uma prática que se bem feito pode trazer ótimos resultados para o seu supermercado.

Para sucesso com essa estratégia é preciso principalmente comprometimento da equipe para colocar a gestão de clientes em ação. Caso isso não aconteça o seu investimento não trará o retorno esperado.

Uma simples comparação pode deixar essa ideia mais clara. Imagine que o seu supermercado tem gôndolas cheias, mas não abre as portas da loja, o que vai acontecer?

Você não irá vender, não é mesmo? É preciso ter o trabalho de operação de loja, de comunicação, entre outros para que os clientes venham até a loja e os produtos sejam vendidos.

Com a gestão de clientes a ideia é a mesma. Não adianta nada ter as ferramentas, os dados, conhecer as estratégias, mas não usar na prática nada disso.

Como ter sucesso com o gerenciamento de clientes

Se você já faz gestão de clientes ou pensa em fazer, o primeiro passo para ter êxito com essa estratégia é ter comprometimento. Essa talvez seja a principal palavra para atingir os objetivos desejados.

Se você vai destinar uma pessoa, ou uma equipe para fazer esse trabalho vai de acordo com as suas condições atuais. O mais importante é ter no mínimo um profissional dedicado a isso, para que o projeto realmente dê certo.

Confira algumas dicas que separamos para que o seu supermercado consiga atingir os objetivos pretendidos.

1 – Fazer o cadastro de clientes corretamente

O gerenciamento de clientes tem como princípio conhecer os consumidores. Isso acontece, pois posteriormente os dados de quem compra de você serão usados para o planejamento de ações.

Se o cadastro não conter as informações básicas, for desatualizado ou se poucos clientes se cadastrarem a estratégia não vai funcionar. Por isso, essa parte do processo pode fazer toda a diferença na sequência do trabalho.

Para estimular essa identificação é preciso que você entregue um benefício aos clientes. A Mercafácil, por exemplo, aplica em em seus clientes a metodologia de um clube de descontos.

Essa é uma boa opção, pois entrega um benefício imediato para o cliente ao trabalhar com um preço diferenciado para os cadastrados.

Para estimular ainda mais os cadastros é importante colocar vários produtos no clube, para gerar maior interesse em seus consumidores.

Porém, isso também pode não ser o suficiente. É essencial que você também treine seus funcionários para identificar os clientes no PDV.

Se eles não forem identificados, não irão gerar dados para você e o cliente também não terá acesso ao desconto prometido.

Também é importante trabalhar com as atualizações para você sempre manter a efetividade nas ações.
Você pode colocar cartazes na sua loja com o pedido de atualização, pedir para seus colaboradores solicitarem isso também, ou mesmo enviar uma mensagem aos clientes com essa solicitação.

Para gerar maior interesse no cadastro por parte dos clientes, uma boa ideia é promover sorteios no seu supermercado. E para a participação colocar o cadastro no clube como requisito.

Com essas ações certamente você poderá aumentar a sua base de clientes identificados e melhorar suas campanhas.

2 – Ser recorrente nas ações

Depois de ter um bom número de identificação de clientes, você passa para o estágio de preparação de ações.

Existe a opção de você trabalhar com campanhas para todos os seus clientes, mas talvez não sejam as que podem trazer os melhores resultados.

Optar por campanhas segmentadas pode ser um melhor caminho a ser seguido, por conta da sua maior efetividade.

Principalmente se você adotar uma estratégia de vendas por perfil de compra, a partir da análise dos hábitos de consumo.

Porém, se essas ações forem esporádicas você não terá sucesso com a gestão de clientes. A gestão é um trabalho diário, existem uma série de oportunidades que você não pode deixar de aproveitar.

Ser recorrente é um dos segredos para fazer o gerenciamento de clientes corretamente. Dessa forma você além de trabalhar as vendas, vai trabalhar o relacionamento com os consumidores.

Por conta disso, é importante estar atento aos hábitos de compra deles.

Tente fazer isso com o diversos setores e produtos da sua loja, quanto mais pessoas você poder atingir melhor. A ideia desse trabalho é não deixar que os clientes se tornem inativos ou sejam perdidos.

Assim, você irá gerir toda a sua base de clientes e vai trabalhar tanto as vendas, quanto o relacionamento.

3 – Ser analítico

Uma ferramenta para gerenciamento de clientes traz diversos dados, gráficos, análises e comparações.

Você não pode deixar de usar essas informações a favor do seu supermercado.O ideal é usar tudo que tiver disponível para melhorar os seus resultados.

Um bom exemplo é analisar as vendas do ano anterior para identificar períodos que você teve alta e repetir as mesmas ações. Ou criar novas ações para os meses que não tiveram resultados satisfatórios.

Outro importante uso é para a mensuração de resultados das suas campanhas semanalmente. Fazer isso é tão importante quanto criá-las.

Com essa análise você não perde o ritmo com boas ações e também evita prejuízos que outras poderiam gerar

A análise de indicadores como o faturamento, número de vendas, ticket médio, clientes novos e taxa de retenção também precisam ser feitos constantemente.

Com esses e outros dados você poderá definir objetivos da sua loja e posteriormente criar ações específicas para melhorar o indicador desejado.

Em resumo o responsável pelo projeto precisa estar atento a todos os dados que o software de gestão de clientes pode fornecer.

Se aqueles dados estão lá, é porque em algum momento podem ser úteis e gerar insights para seu supermercado vender mais.

4 – Desenvolver autonomia para usar o software de gestão de clientes

Muitos contratam uma solução de gestão de clientes na expectativa de que a empresa contratada vai assumir a operação.

Porém, na prática não assim que funciona. O trabalho precisa ser feito em conjunto e em um momento o supermercadista precisa estar completamente à frente do projeto.

Na metodologia da Mercafácil a ideia é fornecer todo o conhecimento necessário para que você mesmo faça a gestão de clientes do seu supermercado.

Ninguém conhece melhor os seus clientes, seu bairro, sua região e sua cidade melhor do que você. Então, a pessoa que pode entregar os melhores resultados com a gestão de clientes é quem vive a realidade da loja.

Por isso, você precisa tentar desenvolver uma autonomia para usar o software e aplicar a estratégia.

Dominar a sua operação de loja certamente é algo que você já faz. Agora chegou a vez de compreender dados de clientes para gerar vendas.

Colete os dados, os analise, crie segmentações, dispare suas campanhas e mensure os resultados. Certamente com isso você terá sucesso com a gestão de clientes.

Quer saber mais sobre essa estratégia e o que você precisa fazer para diminuir a perda de clientes e aumentar o faturamento? Faça uma demonstração do software de gestão de clientes da Mercafácil e descubra como!