Author

Ramon Maia

Browsing

Atrair novos clientes é uma das melhores formas de manter a sua empresa sempre em crescimento. Para que isso aconteça é necessário que seja feito um investimento em estratégias de atração.

No varejo existem diversas maneiras de atrair clientes para a loja. Em supermercados, um dos formatos mais tradicionais é a distribuição de encartes e outras ações offline, como anúncio em rádio e TV.

Com o surgimento de novas tecnologias e mudanças no mercado surgiram novas formas de atrair clientes. O ponto forte delas é que custam consideravelmente menos do que as que já faziam parte da táticas de atração.

Nem todas as lojas já aderiram a estas formas de captar clientes, mas elas têm crescido e apostado na mensuração de resultados para provarem seu valor. Veja neste post maneiras efetivas para a atrair novos cliente com custos menores.

Como atrair novos clientes gastando menos

Em supermercados, modelos como a distribuição de encartes e carros de som são consolidados como ótimas formas de atrair clientes. Mesmo que elas já tenham provado ser efetivas, em muitos casos têm um custo elevado e dificuldade de mensuração.

Conseguir aumentar o fluxo na loja, gastar menos e ter canais mensuráveis é como as novas formas de atrair clientes funcionam.

Site

Estar presente no ambiente digital é fundamental para atrair mais clientes. A sua marca precisa ser vista para ser lembrada pelos clientes. Algumas empresas já têm investido, inclusive, na atuação com lojas virtuais.

Essa é uma medida um pouco mais agressiva e que necessita um investimento maior. Porém, você pode atuar online de maneiras bem mais simplificadas e que já podem gerar bons resultados.

Uma das opções é criar um site da sua loja. Nele você pode colocar informações básicas como endereço, número de telefone, região de atuação, entre outras que identifiquem a sua loja. Assim, caso alguém faça uma busca por um supermercado a sua loja pode aparecer como uma das opções.

Algumas empresas aproveitam os site para divulgar os seus encartes digitais ou até mesmo produzir conteúdo, como ideias de receitas para os clientes. Essa ação já visa atrair novos clientes e também fidelizar os atuais.

O investimento em um site pode ser considerado baixo e os resultados que ele traz são bastante relevantes.

Redes sociais

As redes sociais surgem como uma boa ideia de presença digital. Na sua página você pode divulgar todas as informações da sua loja e se relacionar de forma mais próxima e intimista com os clientes.

Você pode aproveitar as redes para comunicar datas comemorativas, seus encartes, promoções, horário de atendimento especial, entre outras postagens. Pode também aproveitar para se relacionar com os consumidores. Pode ser uma ótima ideia responder as mensagens dos clientes ou até mesmo a divulgação de receitas e eventos na loja.

Para criar uma página em redes sociais o custo é zero. Você só vai precisar gastar dinheiro se desejar impulsionar as suas publicações. Mesmo assim, o custo fica abaixo de outras práticas.

Ambiente de loja

A relação dessa estratégia com o custo mais baixo é um pouco diferente. Ela requer um investimento considerável da loja, mas que é feito a longo prazo.

Proporcionar um ambiente agradável traz de maneira natural novos clientes para a loja. Ela precisa começar desde uma fachada que chame a atenção até o interior bem organizado, limpo e com bom atendimento dos funcionários.

Alguns fatores extras como wi-fi na loja pode ser um atrativo para os clientes. O ambiente de loja precisa ser bom para que o cliente tenha uma melhor experiência de compra.

Fidelização de clientes 

Trabalhar a fidelização é uma das melhores formas de atrair novos clientes para a sua loja. As ações para fidelizar os clientes têm um custo mais baixo em relação às de atração e você pode aproveitar isso.

Para que você consiga ter mais clientes fiéis é preciso criar uma estratégia de ações. Ela deve levar o cliente da atração para retenção e por fim para a fidelização.

Você pode se perguntar qual é a relação entre ter um cliente fiel e um novo cliente e nós explicamos. A ideia é trabalhar a fidelização não apenas como compra recorrente dos produtos. As suas ações precisam criar uma relação entre supermercado e cliente. Se esse relacionamento tiver sucesso a ideia é que o seu cliente se torne um promotor da sua marca. Para medir essa relação você pode utilizar práticas como as pesquisas de satisfação e NPS.

A ideia é que com os clientes fidelizados, eles se tornem promotores e advogados da marca para pessoas próximas a eles. Dessa forma, novos clientes podem chegar até sua loja pelo marketing boca a boca que é uma das melhores formas de conquistar novos clientes. Mas isso só vai acontecer se sua marca proporcionar um boa experiência, de ponta a ponta.

Atrair novos clientes com os métodos tradicionais ainda funciona?

Os métodos tradicionais de atração em supermercados têm sim o seu valor mesmo no cenário atual. Dos mais utilizados, os menos custosos são a distribuição de encartes e carro de som, mas a forma como eles são utilizados mudou.

Aliar essas estratégias com o uso de dados, por exemplo, é uma das formas de torná-las mais efetivas. Os supermercados que utilizam um software de gestão de clientes são prova disso.

Os clientes da Mercafácil, por exemplo, conseguem usar ferramentas como a geolocalização para melhorar os resultados dessas práticas. Basta acessar o mapa de geolocalização e identificar as regiões onde a loja ainda tem poucos clientes ou alto índice de clientes inativos.

Dessa forma é possível fazer com que o ROI dessa ação seja melhor. O planejamento das ações também pode se tornar mais eficaz ao utilizar dados de ações anteriores. Uma plataforma de Gestão de Clientes também possibilita a mensuração dos resultados de encartes, o que é valioso para saber se seus preços estão atrativos, por exemplo.

Dito isso, você precisa encontrar qual é a melhor forma de atrair clientes para a sua loja.  Comece agora com nosso ebook com 10 passos para atrair novos clientes!

Um software de análise de dados pode ser o seu grande aliado na gestão do seu supermercado. Certamente você já sabe que o uso de dados é de grande valor na gestão de clientes. Contudo, se eles forem usados em conjunto com outras áreas os resultados podem ser ainda melhores.

Por meio da análise deles sua empresa pode preparar um planejamento para obter sucesso. Uma estratégia que é criada a partir da análise de dados tem mais chances de ser efetiva.

Uma das grandes contribuições dos dados é para a gestão financeira da sua loja. Entenda como eles podem melhorar as suas negociações e reduzir seus gastos!

Negociação com fornecedores

Sua loja tem feito boas negociações com seus fornecedores nos últimos tempos? A edição impressa da revista Supermercado Moderno de número 583 consultou especialistas sobre a rentabilidade nas negociações dos supermercados e chegou a uma conclusão.

Para os especialistas no assunto, a indústria na grande maioria dos casos tem o maior controle nas negociações. Muito por conta do uso de dados, que do lado deles é mais simples por lidarem com menos produtos.

Mas isso não impede que o supermercadista encontre formas de melhorar suas compras. Uma delas é manter um bom relacionamento com os fornecedores.

Porém, isso não é o suficiente para que você consiga bons negócios. Todos os especialistas consultados disseram que o uso de dados é a melhor forma para melhorar as negociações.

Para Bruno Henrique de Oliveira, sócio da consultoria Falconi, existem muitas informações que podem melhorar as negociações. Ele cita dados de rentabilidade, histórico de vendas, de ações com bons resultados, entre outros, como de grande valor nesse momento da negociação de compra.

Software de análise de dados dos clientes na negociação com fornecedores

Você pode se perguntar como usar os dados dos seus clientes pode melhorar sua negociação e a resposta é simples.

O ideal é que você capture esses dados, os analise e identifique as oportunidades que podem trazer benefícios para a loja. Eles também vão servir como base para a criação de uma estratégia de compra de produtos.

Para que o produto chegue até o consumidor ele passa por um ciclo de vendas. Esse ciclo se inicia no momento da compra e vai até a venda para o cliente. É nesse processo que uma tecnologia de análise de dados pode ser útil.

O uso de dados dos clientes precisa ser visto como uma vantagem comercial nas negociações. No momento da negociação você pode, por exemplo, usar as métricas de produtos mais consumidos e também dos hábitos de compras dos consumidores.

A ideia é mostrar como na sua base de clientes o produto que está em negociação tem alta saída ou bom desempenho em ofertas. Dessa forma, a indústria pode te fornecer descontos que você poderá repassar para os clientes sem afetar sua margem.

Alguns clientes da Mercafácil utilizam esses dados e contam com o apoio da indústria para a divulgação de suas ações.

O importante é ter em mente que os dados servirão de apoio para sua estratégia de vendas. Assim, você e seus clientes podem gastar menos na compra dos itens que precisam.

Software de análise de dados dos clientes para a gestão empresarial

Certamente o foco desse tipo de solução é prevenir a perda de clientes e construir uma estratégia de ações. Porém, a sua utilidade não para por aí.

Como já foi dito ele pode ser extremamente importante para a negociação com os fornecedores. Além disso, os dados podem ter valor em outros setores do seu supermercado.

Um deles é a gestão de estoque, já que você tem número da saída de itens da sua loja e quais clientes o consomem. Dessa forma, você consegue ter maior controle sobre o giro de estoque, por exemplo.

Isso pode garantir um investimento correto na compra de produtos, fazendo com que a sua loja desperdice menos. Além disso, pode trabalhar também o relacionamento com os clientes, já que pode evitar a ruptura de gôndola.

A compra da quantidade correta de produtos é importante também quando se fala da sua margem. Uma compra excessiva de produtos pode fazer com que você tenha que colocar preços abaixo da margem para liberar o estoque.

O uso de dados também é extremamente importante para a criação de um planejamento de ações de vendas. O ideal é que você no início do ano já tenha em mente ações para o ano todo e fique atento às oportunidades que surgirem.

Confira nossa categoria de oportunidades onde publicamos ações para todos os meses, ela pode ajudar na criação da sua estratégia.

Conhecer os clientes e seus dados abre uma série de possibilidades para a sua loja e tende a melhorar os seus resultados.

O valor de um software de análise de dados certamente é inegável para a sua loja.  Aproveite e faça a demonstração do software da Mercafácil e comece agora a melhorar os seus resultados.

Para começar o ano com boas vendas, uma ótima ideia pode ser fazer campanhas sazonais no seu supermercado. Para isso, desde o início é preciso estar atento às oportunidades do mês.

É muito importante que você já tenha contato com o seu cliente e consiga trabalhar ações para mantê-lo durante todo o ano. Uma boa ideia para isso é criar ações de relacionamento com os clientes, além das tradicionais ofertas. Certamente esse tipo de ação pode melhorar os seus resultados.

Descubra como você pode começar o ano a todo vapor com as oportunidades do mês de janeiro!

Campanhas sazonais para vender mais em janeiro

Ao montar o seu planejamento de vendas para o mês de janeiro é importante tomar alguns cuidados. Por ser um mês pós feriados e também onde muitos clientes podem viajar você precisa se atentar a isso.

Por exemplo, se a sua loja fica em regiões litorâneas, as chances de ter um bom movimento é grande. Então você precisa estar preparado, com os estoques em dia e boas ações.

Já as lojas que não ficam são nessas regiões tendem a ter um movimento menor e você também precisa ter um planejamento diferente.

04/01 Super Saldão / Balanço 

Começar o ano com boas ofertas é uma ótima ideia para atrair vários clientes para sua loja. Que tal aproveitar os produtos que ainda restaram no estoque após o fim do ano para fazer um super saldão?

Uma boa ideia nessa época é apostar nas vendas casadas. Você pode unir produtos de alta saída com outros de menor e estimular o aumento de ticket médio na sua loja.

Você também pode usar seu software de Gestão de Clientes e identificar os setores que seus clientes mais consomem. Depois disso, basta criar ofertas nesses setores para atraí-los para a loja.

14/01 Campanha segmentada 

Trabalhar com campanhas segmentadas  certamente é uma ótima forma de vender mais e também aproximar o relacionamento com os clientes. Não se esqueça de montar o seu calendário de ações para o ano e sempre adaptá-lo caso surjam novas oportunidades.

Nesse início de ano pode ser uma boa ideia aproveitar o verão. Campanhas de bebidas frias e produtos de açougue podem ser os principais itens das suas ações.

Você pode aliar a sua campanha segmentada também com o dia do adulto que é uma data comemorativa que iremos comentar a seguir.

20/01 Resgate de Inativos 

Em todos os meses é muito importante trabalhar a retenção de clientes na sua loja. Para aqueles que você não conseguiu manter ativos durante o mês vale uma atenção redobrada.

Geralmente, a melhor forma de resgatar clientes inativos é com ofertas de acordo com seus hábitos de consumo. Capriche na hora de criar segmentações e lembre-se que quanto mais específicas melhores podem ser os resultados.

Se você já costuma fazer esse tipo de ação é uma boa ideia fazer a avaliação de desempenho das ações anteriores e extrair informações para melhorá-las neste mês.

Calendário sazonal do mês de janeiro para supermercados

08/01 Dia do fotógrafo 

Que tal promover um concurso para os seus clientes? Você pode criar um concurso inspirado no dia da fotografia e movimentar a sua loja.

Para participar você pode pedir para que os clientes postem uma foto na loja em suas redes sociais com uma hashtag da campanha e marquem o perfil da sua loja. Além disso, que curtam a página e compartilhem o post do concurso. Como prêmio você pode dar um vale compras da sua loja para a foto mais criativa, por exemplo.

Essa ação pode movimentar sua loja e contribuir para aproximar o seu relacionamento com os clientes.

11/01 Dia Internacional do obrigado 

Essa data comemorativa é ideal para você aproximar o seu relacionamento com os clientes. Afinal, são eles que mantêm a sua empresa “viva” e seu trabalho é todo feito para eles.

Uma ação simples mas que pode humanizar a sua loja, é enviar uma SMS para toda a sua base de clientes agradecendo por comprarem no seu supermercado. Além disso, você pode enfatizar que trabalha para entregar a melhor experiência de compra para ele. Veja um exemplo de campanha SMS:

exemplo-campanhas-sazonais

Você pode optar por outros meio para passar essa mensagem para os seus clientes. As redes sociais podem ser uma ótima escolha para esse tipo de ação.

Se você desejar fazer uma ação de vendas nessa data também há outras possibilidades. Uma delas é criar uma campanha do “dia internacional do obrigado”.

Uma boa ideia é usar os dados da sua loja para identificar os produtos mais consumidos pelos seus clientes. Após isso, você pode criar um encarte de ofertas com esses produtos e enviá-lo para seus consumidores.

15/01 Dia dos adultos 

No dia dos adultos a sua loja pode apostar em uma campanha com o objetivo de facilitar as compras dos clientes.

Como o público adulto tende a ser o principal você pode optar por uma campanha com os produtos de curva A da sua loja. Uma opção é aproveitar a ideia de preços que é comumente usada pelos supermercados, mas com algumas mudanças.

Uma ideia é criar um encarte com os itens selecionados e enviá-lo para os clientes ou publicá-lo em suas redes sociais com a mensagem:

A vida adulta é agitada e você tem pouco tempo para procurar o melhor preço, mas pode confiar que isso você encontra sempre aqui: [link]

Como falamos no início do post, você também pode aproveitar para criar uma campanha segmentada. O tema da sua campanha pode ser algo como “hora de relaxar na vida adulta”.

Uma boa ideia é criar um encarte com produtos para churrasco e bebidas, para “quebrar a rotina”. Se preferir focar nas bebidas, uma boa opção é apostar em bebidas quentes e os vinhos para movimentar sua loja.

É importante lembrar que se você optar por segmentar o público de acordo com seu perfil de compra as chances de sucesso da campanha certamente serão maiores.

24/01 Dia nacional dos aposentados 

Segundo o estudo “Consumer Generations”, da Tetra Pak, o poder de compra de pessoas acima dos 60 anos deve ultrapassar os R$30 trilhões até 2020. No Brasil, a média de idade dos aposentados é de 58 anos, bem próximo desta idade com alto poder aquisitivo.

Os aposentados são um público que costumam ir ao supermercado com frequência. Ao pensar nisso, vale a pena criar ações especiais para eles.

Uma das suas opções é criar uma segmentação dessa faixa etária em torno dos 60 anos e fazer uma campanha. Identificar os produtos mais consumidos por esse grupo pode te dar uma oportunidade para o aumento das vendas. Além disso, pode ser uma boa oportunidade para se aproximar desse público.

Você pode criar um encarte com ofertas exclusivas para esses clientes e enviar um SMS como esse:

Hoje no dia do aposentado, ofertas misteriosas so para voce que e cliente do clube de descontos do Supermercado XXX

Se no cadastro dos seus clientes houver informações de profissão, sua campanha segmentada pode ser ainda mais efetiva.

26/01 Dia da Gula 

Certamente essa data pode ser ótima para você movimentar a sua loja próximo ao fim do mês.

Que tal aproveitar que o dia cai em um domingo e promover um café da manhã na sua loja? Com essa ação você pode tornar o seu relacionamento com os clientes mais próximo, além de movimentar o supermercado. Para divulgar o evento vale utilizar as redes sociais ou enviar um SMS para sua base de clientes.

Em conjunto com essa ação você pode criar ofertas no setor de padaria, por exemplo, o que pode contribuir para o aumento das suas vendas.

30/01 Dia da saudade 

No dia da saudade você pode aproveitar para criar uma campanha de resgate de inativos e de clientes perdidos.

Uma boa ideia para os clientes que já estão há pelo menos 30 dias sem comprar na sua loja é enviar ofertas personalizadas. Você pode aproveitar o gancho da data e enviar uma SMS para ele com a mensagem:

Hoje é dia da saudade e nós do Supermercado XXX estamos sentindo sua falta. Confira as ofertas especiais que separamos para você [link]

Nessas ofertas você pode apostar em produtos da curva A ou até mesmo criar segmentações dos itens mais consumidos pelo grupo dessa segmentação.

Como resultado de uma ação como essa você pode ter um aumento nas vendas e aproximação no relacionamento com os clientes. Principalmente por mostrar que a sua empresa se importa com os clientes e que faz questão da sua presença na loja. 

Agora que você já sabe como começar bem o ano na sua loja, precisa continuar aproveitando as oportunidades de campanhas sazonais. Para isso, assine a nossa newsletter e fique ligado nas oportunidades de cada mês.

Identificar oportunidades para vender mais certamente é uma atividade recorrente na vida dos supermercadistas e varejistas.

Você deve lembrar que vender mais não significa somente atrair mais clientes. Por esse fator, é importante entender se o objetivo da sua empresa é captação ou fidelização de clientes. Ou ainda se é os dois.

Afinal, trabalhar ações de relacionamento com os clientes, por exemplo, te ajudar a vender mais da mesma forma que uma ação de distribuição de encartes focada em atração.

Para entender o momento da sua empresa, um software de gestão de clientes pode ser seu grande aliado. A partir disso, montar uma estratégia de ações por meio do uso de dados certamente vai aumentar a efetividade das campanhas.

Uma boa ideia para a sua loja aumentar as vendas é usar as datas comemorativas. Um bom planejamento para essas datas pode gerar várias oportunidades de segmentação para suas campanhas.

Se você já utiliza um software de gestão de clientes no seu supermercado fica ainda mais fácil descobrir oportunidades. Basta você observar os hábitos de consumos dos seus clientes e aproveitar para criar suas ofertas.

Veja como um cliente da Mercafácil que faz gestão de clientes utilizou o software para aproveitar as oportunidades para vender mais

Estudo de caso | Supermercado Ikeda

Para vender mais, o Supermercado Ikeda optou por unir as duas estratégias citadas anteriormente. A loja aproveitou o dia dos cães, que é comemorado em 4 de outubro, para criar uma ação especial para o “melhor amigo do homem”!

A ação realizada foi uma campanha segmentada de nicho. Para isso, foi criada uma segmentação de clientes que compraram na loja algum tipo de ração canina nos últimos 60 dias.

Como resultado, foram identificados por volta de mil clientes que fizeram esse tipo de compra no período selecionado.

Foi criada então uma promoção especial, que ofertava 10% de desconto em qualquer ração canina para os clientes do clube de descontos neste dia especial. Para a divulgação da campanha foi feito o envio de SMS com a seguinte mensagem:

oportunidades-de-segmentacao

Para impactar ainda mais os clientes, o supermercado optou por também fazer outras ações de divulgação. No PDV, a estratégia utilizada foi pela colagem de adesivos de chão com pegadas de cão que levavam até o setor de pets. Para complementar a ação também foram utilizadas as redes sociais da loja.

Resultado geral da ação de oportunidade de vendas

Receberam SMS: 675 clientes

Compraram: 279 clientes (41,3%)

Cupons gerados: 426

Ticket médio dos cupons gerados: R$ 113,94

Impacto total de faturamento: R$ 48.538,44

Resultado obtido com os produtos anunciados no sms

Cupons com produto do SMS: 78

Ticket Médio desses cupons: R$174,54

Faturamento gerado por esses cupons: R$ 13.614,12 (28% do faturamento total).

Lembre-se de que é muito importante caprichar na hora de criar suas segmentações para que a campanha tenha os melhores resultados. Além disso, não deixe de fazer a avaliação de desempenho da suas ações para que elas sejam cada vez melhores.

Para aproveitar as oportunidades para vender mais na sua loja acompanhe nossa categoria de oportunidades e fique atento às próximas datas comemorativas que você pode usar na sua loja.

Também quer resultados como esses para o seu supermercado? Entre em contato com um de nossos consultores e comece agora suas campanhas de Gestão de Clientes.

A perda de clientes é uma das maiores preocupações de todo supermercadista. Encontrar formas para evitá-la também é uma das suas maiores tarefas. Caso contrário, seus efeitos negativos começarão a ser sentidos pela loja.

Neste cenário, estratégias como a gestão de relacionamento com o cliente surgem como uma ótima forma de prevenir a perda dos consumidores. Pois, nada melhor para manter os clientes do que se aproximar deles.

Se você busca minimizar os impactos da perda de clientes e quer descobrir como fazer isso, confira o post de hoje!

Impactos da perda de clientes

A perda de cliente é um dos problemas mais comuns a todas as empresas. Realmente essa relação tende a ser um pouco instável devido à grande concorrência do mercado.

Ao pensar nisso, sua empresa deve estar atenta para evitar que os consumidores parem de comprar na loja ou, no mínimo, tentar diminuir os prejuízos que isso pode causar.

Perder clientes está diretamente relacionado com a queda no faturamento e nas vendas. Consequentemente, seus resultados vão piorar e podem levar inclusive ao fechamento da loja em casos extremos.

Você precisa levar em conta que os clientes são o coração da empresa. Se eles a abandonarem, ela deixa de existir. Para que isso não aconteça nada melhor do que criar uma estratégia em que os clientes são o foco.

Dessa maneira, certamente o impacto sobre eles será maior e as chances de sucesso da sua empresa também. É por isso que a gestão do relacionamento com os clientes é tão importante para a sua loja.

Como fazer a gestão de relacionamento com o cliente

A melhor forma de trabalhar o relacionamento com o cliente é fazer ações específicas para cada um deles. Isso mesmo, personalização! O primeiro passo para tudo isso é conhecer quem compra na sua loja e os seus hábitos de consumo.

Para isso, você precisa construir uma base de dados para depois analisá-los e criar suas ações. Uma solução de gestão de clientes é um dos melhores caminhos para isso, pois pode te auxiliar em todas as fases da gestão de clientes.

Entenda que tipo de ações podem ser feitas para aproximar o relacionamento com os seus clientes:

Ofertas personalizadas

Esse tipo de oferta é ideal para se prevenir contra a perda de clientes. Principalmente por demonstrar que a loja se importa com as preferências do cliente. Dessa forma, o relacionamento é trabalhado naturalmente.

Para te auxiliar na criação destas ações a melhor forma de torná-las efetivas é segmentar o seu público. Por exemplo, clientes que compraram leite nos últimos 30 dias. Esse grupo de clientes pode receber uma oferta especial de leite. Alguns supermercados optam até por não colocar esse preço da oferta na loja, assim o cliente terá exclusividade no benefício quando se identificar no caixa.

Esse tipo de oferta tende a ser mais efetiva, pois está de acordo com os hábitos de compra daquele consumidor especificamente. Os resultados de uma boa segmentação pode ser revertido em cerca de 40% de compras no grupo que recebeu a promoção.

Confira como um cliente da Mercafácil obteve sucesso em suas campanhas segmentadas aqui.

Outra opção de ação personalizada é a venda casada. Vamos seguir no exemplo anterior, com a segmentação dos clientes que compraram leite nos últimos 30 dias. Após isso, você pode buscar quais os produtos relacionados mais consumidos por esses clientes.

Neste cenário, você identificou, por exemplo, que os produtos de FLV são os mais consumidos. Agora basta criar sua campanha segmentada com os dois produtos.

Trabalhar com segmentações une a tecnologia com a humanização da sua empresa. Já que você se mostra preocupado com as preferências do cliente. Por outro lado, também melhora a experiência de compra na sua loja, visto que torna a compra mais prática.

Datas Comemorativas

As datas comemorativas são excelentes formas de se relacionar com os clientes. Elas oferecem várias opções para a sua loja, basta você identificar as oportunidades de cada mês.

Os caminhos para se aproximar dos consumidores nestas datas são os mais variados. Você pode trabalhar com ofertas, eventos, ações, redes sociais, entre outras formas.

Ações off-line

No dia idoso por exemplo, você pode criar ofertas específicas para esse público. Com o seu software de gestão de clientes você pode segmentá-los, identificar seus hábitos de consumo e planejar as suas ações de venda.

Nessas datas também não esqueça de parabenizar ou mandar algum recado. Seus clientes vão se sentir importantes com a mensagem e com a exclusividade nas ações para eles.

Outra opção é a realização de eventos na loja. Um exemplo é o dia da saúde, nele você pode preparar uma programação de atividades na sua loja. Elas podem ser cursos de culinária de comida saudável, atividades físicas, entre outras.

Ações on-line

Usar as redes sociais também pode ser uma alternativa para se relacionar com os clientes. O contato on-line com os clientes tende a ser mais direto e também mais pessoal. E por falar em redes sociais, que tal deixar seu perfil temático? No fim de ano, pode trocar capa e avatar para entrar no clima das festas.

Publicações de receitas, de agradecimento aos clientes e, claro, de boas festas podem ser ótimas para melhorar sua relação com os clientes.

Todas essas ações buscam uma relação mais próxima entre a loja e o cliente. Quanto melhor o seu planejamento e o número de ações, melhor tende a ser o seu relacionamento com os clientes.

A gestão de relacionamento com o cliente tem se tornado muito importante para as lojas físicas e merece sua total atenção. Principalmente porque investir em relacionamento tende a fidelizar os clientes e torná-los advogados da sua marca. Certamente você já sabe que um cliente fidelizado gasta mais na loja e pode trazer vários benefícios para a sua loja.

Esse tema tem ganhado muita relevância e com ele surgem várias estratégias que visam melhorar o relacionamento com os clientes. Para complementar sua estratégia, confira nosso post com dicas de fidelização com marketing de relacionamento.

Os varejistas são acostumados a lidarem com problemas constantemente em suas lojas. Mas o ideal é não trabalhar apenas para solucionar problemas, certo?

Se uma empresa concentra seus esforços somente nessas questões pode ficar parada no tempo e não vai conseguir melhorar seus resultados.

Para que isso não ocorra, uma ótima solução é investir em um sistema de gestão de clientes. Essa estratégia tem foco no cliente, mas pode melhorar toda a gestão da sua loja.

Certamente algo que possa te auxiliar em tantos setores merece sua atenção. Entenda como isso acontece na prática e como pode ser de grande valor no seu negócio.

Lista: 6 problemas que você pode resolver com um sistema de gestão de clientes

1 – Queda nas vendas

Quando as vendas começam a cair, rapidamente os efeitos que elas causam são sentidos pela empresa. Se você não encontrar uma forma de se recuperar dessa situação as consequências podem levar até ao fechamento da loja.

Certamente esse não é o desfecho que você quer para a sua empresa. Com um software de gestão de clientes você pode estimular as vendas de várias formas.

Uma das melhores opções para sua loja é trabalhar com campanhas segmentadas. Criar segmentações de acordo com hábitos de consumo, por exemplo, pode aumentar a efetividade das suas ações.

Para conseguir colocar em prática esse tipo de ação você precisa passar por algumas etapas. Primeiro terá que conhecer os seus clientes e depois identificar as oportunidades que os dados deles podem dar para sua loja. Assim, você só precisa escolher qual será  a ação e no fim mensurar seus resultados.

2 – Queda de faturamento

Entender as razões para a queda de faturamento é o primeiro passo para resolvê-la. Em seguida, você precisa encontrar maneiras de solucionar essa questão.

Uma tecnologia para gestão de clientes pode ser sua grande aliada na recuperação. Com ela você pode criar um planejamento para aumento de faturamento com várias ações.

A mais simples e óbvia delas é buscar o aumento das vendas, como foi dito no tópico anterior. Porém, essa não é a única. Estimular a frequência de compra dos seus clientes ou investir em ações de aumento de ticket médio, como as vendas casadas também é uma ótima opção.

Para isso, basta você selecionar um produto que tenha alta saída na sua loja. Depois, você pode criar uma segmentação dos clientes que o compraram e identificar o que mais eles costumam comprar. Agora você está pronto e basta apenas enviar sua campanha.

Para ver mais algumas soluções, confira este post.

3 – Perda de clientes

Uma solução de gestão de clientes tem a função primordial de trabalhar a perda de clientes. Certamente esse é o problema para o qual ela oferece as maiores possibilidades, já que é pensada para isso.

Para evitar a perda de clientes é preciso planejar ações de retenção e fidelização. Depois que você já atraiu o cliente e começou a capturar seus dados por meio de um programa de fidelização a estratégia começará a ganhar forma.

Trabalhar ações constantemente certamente é a melhor forma de evitar a perda de clientes na sua loja e também de manter os clientes ativos. Sobre isso, também é importante saber em qual status está o seu cliente. Caso ele esteja entre os inativos ou até mesmo entre os perdidos precisa planejar ações específicas para eles.

Os dados analisados servirão de base para garantir a efetividade das suas campanhas de retenção. Dar ênfase nas campanhas baseadas em hábitos e frequência de consumo podem ser uma boa opção para que sua loja evite perder clientes.

4 – Estoque

Você pode se perguntar como algo que é focado no cliente pode ajudar a melhorar o controle de estoque. E a resposta para esse pergunta é bem simples.

Se você tem dados sobre os seus clientes e os conhece, consequentemente sabe o que ele compra e com qual frequência. É desta forma que um software de gestão de clientes pode melhorar a sua gestão de estoque.

Com isso você consegue organizar seu estoque de acordo com o público da sua loja. Assim, erros como ruptura de gôndola têm menor possibilidade de acontecer, mesmo com produtos de alta saída.

Conhecer os seus clientes é uma ótima forma de planejar o seu estoque!

5 – Atração de clientes novos

Dificuldades para atrair clientes para a sua loja? Novamente um software de gestão de clientes pode ser uma boa ideia para você.

É importante lembrar que atração não se trata apenas de novos clientes. Você também precisa atrair os clientes que costumam comprar na sua loja para voltarem a comprar, na próxima semana ou mês. Para esse tipo de cliente você vai precisar criar uma estratégia específica de atração.

Já para os que ainda não compram com você a estratégia precisa ser diferente. Usar o mapa de geolocalização do software de gestão de clientes da Mercafácil é um excelente caminho.

Por meio dele você pode identificar áreas onde ainda têm poucas pessoas que compram na sua loja. Após isso, basta planejar sua ações, como a entrega de encartes na região para atrair mais clientes.

6 –  Efetividade das campanhas de marketing

Você tem tentado criar campanhas, mas os resultados ainda não são os que você esperava? Usar dados de um software de gestão de clientes pode ser uma ótima forma de melhorar a efetividade das suas ações.

Uma das suas maiores utilidades é a criação de campanhas segmentadas. Esse tipo de campanha é a que traz os melhores resultados, de acordo com os estudos da Mercafácil.

Uma ação como essa pode trazer de 40% a 50% dos clientes que receberam a mensagem para a loja. Quanto mais específico for esse público (sua segmentação), melhores podem ser os resultados das ações da sua loja. Para isso também é importante criar um planejamento e sempre fazer a avaliação de desempenho das campanhas.

Para se comunicar com quem já é cliente certamente as ações segmentadas e de relacionamento são o melhor caminho. Uma ótima ideia para sua loja é aproveitar as oportunidades de datas comemorativas para movimentar a loja. Você pode investir em eventos, decorações e ofertas para atrair mais clientes.

Lembre-se que o uso e a análise dos dados é a melhor forma de tornar suas campanhas mais efetivas.

Quer facilitar a resolução de problemas no seu supermercado? Então que tal fazer uma demonstração do software de gestão de clientes da Mercafácil e começar a facilitar sua vida agora?

A experiência de compra tem se tornado cada vez mais importante para os clientes. Esse tema ainda é recente e tem grande relação com a mudança de comportamento do consumidor.

O ato de comprar é algo recorrente na vida das pessoas. Tornar esse momento bom é um ótimo passo para a sua empresa se aproximar do cliente. Esse contato e seus esforços para tornar essa situação agradável pode ser extremamente relevante para aproximar o relacionamento com seus clientes.

Mesmo ao ter conhecimento sobre a importância desse assunto, muitos ainda têm dúvidas sobre ele. Essa situação precisa chegar ao fim se você quer que seu supermercado continue a crescer.

Descubra no post de hoje o que é experiência de compra, como melhorá-la e sua importância.

O que é experiência de compra?

Antes de definir o que é experiência de compra é preciso entender que ela pode ser boa ou ruim. Muitos pensam que experiência de compra está associada a uma boa compra, mas não.

A experiência de compra é composta pelas impressões que o consumidor tem ao realizar uma compra de um produto ou serviço. Quanto a isso é importante lembrar que ela não está presente apenas no momento exato da compra.

A vivência do cliente com a sua empresa passa pela fase de pesquisa antes da compra e continua por toda a relação entre marca e consumidor. O sentimento dele durante esse relacionamento é o que fará com que ele compre mais vezes e se torne um cliente fiel ou pare de comprar.

Além disso, essa boa relação pode trazer outros benefícios, como aumento nas vendas e marketing boca a boca.

Dito isso, entende-se porque entregar uma boa experiência de compra é tão importante para a sua loja. E claro que uma experiência ruim pode gerar o efeito inverso, o que se torna ruim para seu negócio.

Como entregar para o cliente uma boa experiência de compra?

Primeiramente, entender o comportamento e conhecer o seu consumidor é fundamental para isso. Se você sabe quem é o cliente e o que ele espera da sua loja, entregar para ele uma boa experiência será mais simples.

Se colocar no lugar de quem faz a compra também é uma ótima ideia para descobrir o que pode ser feito. Confira algumas formas para sua loja entregar uma boa experiência aos clientes:

Tipo de experiência: Praticidade

Uma das razões para o assunto experiência de compra ter ganhado importância foi o crescimento das lojas virtuais no varejo. Diversos setores do segmento têm apostado nesse tipo de loja e conseguido bons resultados. Algumas, inclusive, apenas com trabalhos totalmente virtuais.

Um dos pontos fortes que tornou o varejo digital tão popular foi a praticidade que ele entrega. Esse tipo de loja valoriza muito a experiência do usuário em seu site para que ele possa fazer a compra de maneira simples. Visto que, se ele irá fazer a compra on-line está em busca de facilidades.

Esse conceito chegou até as lojas físicas e agora torna lojas de um mesmo segmento extremamente diferentes. Tudo isso, por conta da experiência que ela traz para o cliente.

Mas o que pode ser considerado prático no varejo? Muitas empresas já têm conseguido encontrar respostas para essas perguntas.

Um dos bons exemplos é o uso de aplicativos em supermercados.  Neles os clientes podem consultar os preços e até criar sua lista de compras antes mesmo de sair de casa. Assim, chegam até a loja com sua lista preparada e com um valor aproximado de quanto irá gastar.

Outro benefício do app é servir como um canal de comunicação com os clientes. Por meio dele é possível enviar ofertas personalizadas para os clientes. Esse tipo de oferta tem uma maior chance de atrair o cliente e também torna a experiência de compra melhor.

Tipo de experiência: Bom atendimento

Se o cliente vai até a sua loja comprar os produtos que precisa, o mínimo que ele espera é um bom atendimento. Mesmo que seja o básico para uma loja, ele é importante quando se fala em boa experiência de compra.

Saber como abordar os clientes envolve uma série de fatores. Para que isso aconteça corretamente é muito importante treinar sua equipe. Desta forma, eles certamente estarão preparados para atender aos clientes da melhor maneira possível.

Um atendimento de boa qualidade pode ser considerado uma obrigação de toda empresa. Já um atendimento ruim e com erros é uma das piores situações, pois as chances de que o cliente volte se tornam pequenas.

Tipo de experiência: Layout de loja

Esse ponto tem relação direta com a praticidade e agilidade. A organização da sua loja precisa ajudar os seus clientes a fazerem as compras.

Aspectos como etiquetas no local correto, organização das gôndolas e limpeza da loja, são só alguns exemplos do que você precisa prestar atenção.

Investir no seu layout de loja pode inclusive aumentar suas vendas. É o caso do uso da metodologia de verticalização de produtos, por exemplo. Por conta disso, fique atento a essa questão e busque estratégias que tornem a compra mais simples e direta para seus clientes.

Uma boa ideia é criar um caminho para o cliente dentro da sua loja. O posicionamento correto de setores e produtos pode fazer com que o cliente faça inclusive compras que não estavam planejadas, o que pode auxiliar no aumento do ticket médio. E lembre-se: pontas de gôndola também merecem atenção especial.

Tipo de experiência: Antecipar necessidades

Conhecer o cliente, saber qual sua frequência de compra e quais seus produtos preferidos já é uma realidade no varejo. Uma das melhores opções para a sua loja conseguir isso é fazer Gestão de Clientes.

Com essa estratégia você coleta os dados dos clientes por meio de um programa de fidelização, analisa e prepara ações personalizadas para eles. Você pode usar uma série de segmentações e oferecer a ele desconto em um produto que ele já tenha comprado em sua loja, por ex.

Empresas que antecipem as necessidades já é algo que os próprios clientes procuram. Segundo a pesquisa Global Consumer Pulse, feita pela Accenture Strategy, que ouviu mais de 25 mil consumidores de todo o mundo, identificou que 49% dariam valor a serviços como esse.

Contatar o cliente antes que ele pense em retornar à loja é uma ótima forma de aproximar o relacionamento. Esse tipo de ação também humaniza sua marca, pois demonstra que você se importa com os gostos do cliente.

Como descobrir se a experiência de compra dos seus clientes tem sido boa

Além de investir em estratégia para melhorar a experiência dos consumidores é preciso saber se sua estratégia dá resultados. Para isso você tem alguns caminhos.

A pesquisa de satisfação é um meio muito simples de você descobrir o que seu cliente pensa sobre sua empresa. Esse tipo de pesquisa pode ser importante para você descobrir pontos da sua loja que podem melhorar.

Além disso, dar voz aos clientes aproxima o seu relacionamento com ele e humaniza sua marca.

Outra forma de entender como está o vínculo da sua empresa com os consumidores é fazer o NPS. Ele usa um sistema com notas de 0 a 10 para identificar o quanto seus clientes estão dispostos a promover a sua marca.

Utilizar esse tipo de pesquisa pode ser um ótimo jeito de medir se você tem conseguido entregar uma boa experiência de compra.

Investir nessas pesquisas só tende a trazer benefícios para sua empresa, pois ela pode aumentar os índices de fidelização e o faturamento da sua loja.

Por fim, o melhor método para medir o nível de satisfação dos seus clientes é saber se eles têm voltado na loja para comprar mais e mais. Chamamos isso de “retenção de clientes”. A melhor forma de medir a retenção é mediante um software para gestão de clientes, como a solução Mercafácil.

Por meio de dados de compra, integrados ao sistema ERP da loja, é possível saber a frequência com que os clientes compram, o gasto médio em cada compra, o quanto de faturamento esse cliente gera, entre outras informações. Bacana, né?!

Agora que você já sabe a importância de entregar uma boa experiência de compra, que tal entender o novo comportamento do consumidor? Ou então começar a investir em um aplicativo para o seu supermercado?

O futuro do varejo não vai demorar tanto para chegar ao grande público como se imaginava alguns anos atrás. O mundo passou por diversos avanços tecnológicos e aos poucos eles chegaram ao varejo. Hoje, já são realidade em várias empresas.

Essas mudanças ocorreram na gestão, no atendimento, na operação e também na própria loja física.

Aliado a isso, o comportamento do consumidor também passou por mudanças. Elas fizeram com que as empresas precisassem mudar sua mentalidade, além da forma como ofertavam seus produtos.

Entenda por qual caminho o varejo tem seguido e o que esperar desse setor nos próximos anos.

Como será o futuro do varejo?

Uma das palavras mais importantes para os próximos anos do varejo é EXPERIÊNCIA. É isto o que os clientes esperam das lojas: uma boa experiência de compra.

O comportamento do consumidor mudou consideravelmente. Agora, uma das suas principais características é buscar praticidade para as suas compras dentro de uma rotina muito atarefada.

Para isso, a tecnologia tem sido uma grande aliada das empresas para entregar algo a mais para quem compra, além do produto, claro.

Confira algumas ações que daqui a alguns anos se tornaram comuns para várias empresas.

Lojas de experiência

Nos últimos anos as lojas virtuais tiveram um grande crescimento. Em 2018, por exemplo, a projeção para o setor era um crescimento de 15% em relação ao ano anterior segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).

Esses números chegaram até a colocar em dúvida a existência das lojas físicas. Porém, segundo especialistas do setor, dificilmente isso irá acontecer. Ainda assim, certamente o varejo físico precisa passar por algumas mudanças para se manter firme.

Algumas empresas já identificaram essa situação e têm tentado implementar novos formatos de loja para atender diferentes públicos.

Exemplo de mudanças nas lojas: Nike

Um caso que exemplifica a mudança nas lojas é o da gigante americana Nike. A marca lançou em junho sua primeira loja conceito, a Nike Live, localizada em Los Angeles.

Basicamente, essa loja mistura elementos das lojas virtuais e físicas e é chamada pela própria marca de varejo físico-digital.

Os produtos disponíveis são definidos de acordo com características geográficas do público e um banco de dados com as preferências dos clientes do programa de fidelização da marca. Esse banco puxa dados de quem utiliza o aplicativo e também dos clientes que navegam no site.

O objetivo dessa estratégia é evitar a falta de produtos mais consumidos e também estar atento às tendências e hábitos de consumo.

Além disso, a loja conta com outros aspectos digitais, como a leitura do código de barras por meio do app para mais informações sobre aquele produto. Os clientes do programa de fidelização ainda contam com serviços personalizados de atendimento na loja, reserva de produtos, retirada de compras on-line e também brindes.

Exemplo de mudanças nas lojas: Amazon

Em janeiro de 2018, a Amazon inaugurou a primeira Amazon Go, mas você pode chamar de supermercado do futuro.

E como isso funciona? Com uma estrutura de sensores, câmeras, QR Codes e sem nenhum checkout.

Para acessar a loja você precisa ter uma conta na Amazon e entrar com um QR Code. Após isso, você só precisa retirar os produtos das gôndolas e colocar na sua cesta que ele será automaticamente adicionado à sua lista de compras.

Ao final das suas compras basta passar mais um QR Code na saída da loja e pronto. O valor é debitado de forma automática na sua conta da Amazon. Fácil, não é mesmo?!

E justamente esse deve ser seu objetivo, entregar uma experiência simples, prazerosa e rápida para os consumidores da loja.

Software de gestão de clientes

Utilizar dados para melhorar os resultados da empresa e também proporcionar uma boa experiência de compra para os clientes talvez seja a inovação no varejo mais viável e aplicável a curto prazo. Isso é possível com um software de gestão de clientes.

Uma boa ideia para definir o futuro do varejo é o foco nos clientes, e nada melhor do que conhecê-los para satisfazê-los.

Com uma boa análise de dados você pode personalizar as suas ofertas para públicos segmentados, o que tende a aumentar a efetividade das campanhas. Outra opção é melhorar o seu relacionamento com os clientes ao antecipar suas necessidades.

Um bom uso desses dados servirá como base para que você entregue uma melhor experiência para seu clientes. Uma matéria recente da SA Varejo nos mostra isso na prática, você pode conferir a publicação na página 68, neste link.

Exemplo de uso de software: Target

tendencias-do-varejo
Fonte: New York Times

A mesma matéria que citamos fala um pouco sobre como o uso de uma tecnologia como essa mudou a forma de atuação da empresa de varejo americana Target.

Um dos exemplos foi a análise de dados feita pelos profissionais da empresa com base em campanhas de produtos para bebês. Nela, encontraram alguns indícios de consumo de produtos relacionados à gravidez. Após isso, a empresa conseguiu identificar clientes com grande probabilidade de estarem grávidas por meio dos seus hábitos de consumo.

Outra mudança que as lojas da marca sofreram foi a criação de duas entradas. Novamente com uma análise de dados, foi identificado que cerca de 40% dos consumidores eram famílias jovens, com gastos controlados e com pouco tempo.

Para melhorar a experiência de compra para esses clientes, foi criada uma entrada com layout que priorizava a praticidade. Essa entrada dava acesso rápido a produtos de alimentação prontos e caixas onde os próprios clientes podiam passar suas compras.

Aplicativos

Os aplicativos surgiram com a função de tornar as ações em smartphones mais simples, sem que o usuário precisasse entrar em um site. Além disso, um app pode ser mais personalizado e dá mais opções para a empresa entrar em contato com o cliente.

Entre as características do novo comportamento do consumidor está a busca por praticidade nas compras. Nesse ponto, os aplicativos podem ter grande sucesso.

Seja para efetivamente realizar uma compra ou mesmo para atuar como um consultor de vendas para o cliente, enviando para ele ofertas personalizadas, por exemplo.

Essa tecnologia se tornou uma grande aliada do varejo para entregar uma melhor experiência de compra para o consumidor.

Exemplo de uso de aplicativo: Grupo Pão de Açúcar (GPA)

o-futuro-do-varejo
Fonte: Site GPABR

O GPA tem investido forte no seu aplicativo, que foi lançado em 2017 com funções muito interessantes para os supermercados.

Uma das principais mudanças que o app trouxe para a empresa foi a forma como as ofertas são comunicadas, que em sua maioria são exclusivas para o aplicativo. Os clientes que fazem parte do programa de fidelização da marca recebem essas ofertas diretamente nos seus celulares sem que elas sejam comunicadas na loja.

Além disso, existem as ofertas personalizadas com base em segmentações para entender os hábitos de compra dos clientes e oferecer a eles algo que compraram anteriormente. Há, também, promoções de itens relacionados de acordo com o que o consumidor já comprou, o que pode contribuir para um aumento do ticket médio.

Outra funcionalidade interessante é que no aplicativo os próprios fornecedores podem cadastrar as suas ofertas. Dessa forma, eles podem construir um caminho de contato direto com os consumidores.

Os clientes também conseguem marcar um horário para serem atendidos no caixa, sem que passem pela fila.

Todas as funcionalidades e benefícios de quem utiliza o aplicativo é para que a experiência de compra seja prazerosa.

O futuro do varejo tem foco nos clientes

O futuro do varejo certamente será feito com foco total nos clientes. Para isso será preciso conhecê-los e também saber como usar seus dados para que ele tenha uma boa compra. Isso é o que chamamos de Gestão de Clientes!

Algumas empresas buscam entender até mesmo as reações que os seus clientes têm com as ações da empresa.

O Walmart, por exemplo, recentemente testou um projeto que mede a frequência cardíaca dos clientes na loja. Isso era feito por meio dos carrinhos de compra e essas informações eram enviadas a um servidor para identificarem alguma reação negativa possível. Caso isso fosse observado um funcionário poderia ir até o cliente para tentar melhorar a sua experiência de compra.

loja-do-futuro
Fonte: MSNBC

O projeto ainda depende de aprovações para entrar em funcionamento, mas daqui a algum tempo já pode se tornar realidade.

Uma outra inovação do varejo que tem contato direto com o consumidor é o registro de suas reações às ofertas. Nesse caso, as promoções ficavam em monitores que possuíam câmeras, o que tornava possível analisar o impacto que elas tinham sobre o cliente por meio da análise de expressões.

inovacao-no-varejo
Fonte: SA Varejo

Essa tecnologia também torna possível que a empresa saiba os horários e quais setores da loja tem mais movimento.

Essas e muitas outras inovações aos poucos certamente farão parte da nossa rotina de compras. É importante lembrar que todas elas buscam principalmente tornar a compra mais agradável, uma verdadeira experiência de consumo.

Agora que você já conheceu um pouco sobre o futuro do varejo confira algumas ideias inovadoras para supermercados.

Saber como fazer ofertas que chamem a atenção dos clientes todos os meses é um dos grandes desafios dos supermercadistas. Para isso, é preciso montar um planejamento estratégico das suas ações para conseguir o sucesso desejado.

No último mês do ano você tem ainda mais oportunidades para melhorar seus resultados de vendas. Além disso, aproveite para  para se aproximar dos seus clientes.

Saiba quais datas comemorativas você pode aproveitar em dezembro no seu supermercado e como fazer ofertas que vendem!

Como fazer ofertas no seu supermercado durante o mês

01/12 a 07/12 Início de mês 

Aproveite para atrair mais clientes no começo do mês, pois é o período em que os clientes costumam receber o salário, vale refeição e vale alimentação.

Certamente esse é um dos melhores momentos do mês para fazer as ofertas mais relevantes e conseguir aumentar as vendas.

Essa também é uma boa oportunidade para ativar toda a sua base de clientes, principalmente aqueles que já estão sem comprar durante um tempo.

Invista em boas ações nesse período, que certamente sua loja terá bons resultados e vai começar o mês com tudo!

15/12 Campanha segmentada 

As campanhas segmentadas são sempre importantes, mas a metade do mês é o melhor momento para você aumentar o número dessas ações.

É importante trabalhar as segmentações de acordo com o status que o cliente está, ativo ou inativo, pois você terá que se comunicar de maneira diferente com eles.

Para os ativos pode ser uma ótima ideia trabalhar com hábitos de consumo (veja aqui como fazer campanha segmentada) e também vendas casadas para elevar o ticket médio da sua loja. Já para os inativos o foco pode ser em oportunidades imperdíveis de produtos com alta saída no seu supermercado.

Lembre-se que quanto mais específica sua segmentação, maiores são as suas chances de sucesso.

20/12 Resgate de inativos    

O mês está próximo do fim e seu cliente ainda não fez nenhuma compra? Fique tranquilo, você ainda tem chance de recuperá-lo.

Vale lembrar que você precisa estar atento a essa situação, pois quanto mais tempo o cliente ficar sem comprar mais difícil será fazer com que ele volte.

Nessa hora, a análise de dados pode ser a sua maior aliada para uma campanha de sucesso. Busque observar os hábitos de compra desses clientes, quais os produtos mais consumidos, as categorias de interesse, entre outros fatores relacionados às suas compras anteriores.

Depois de um bom planejamento, certamente você poderá fazer uma ação de sucesso.

Como fazer ofertas nas datas comemorativas de dezembro

As ofertas já fazem parte da realidade dos supermercados e muitos pensam que ela serve apenas para atrair mais clientes. Na prática, o supermercadista também precisa trabalhar a retenção e a fidelização e as ofertas são ótimas para isso também.

Uma boa estratégia de promoções pode contribuir para diversas questões na sua loja, mas principalmente para aumentar o faturamento.

Confira algumas datas no mês de dezembro que você pode utilizar para atrair novos clientes, reter e fidelizar.

04/12 Dia da propaganda  

O significado da palavra propaganda é propagar ideias. No seu caso, propagar seus produtos e mostrar para os clientes que a sua loja é a melhor opção para eles.

Certamente você já está acostumado em fazer propagandas da sua loja vários canais de comunicação. Nessa data você pode aproveitar para relembrar algumas que deram certo e trouxeram bons resultados para a sua loja.

Além disso, você pode utilizar esse dia para testar um novo canal de comunicação e a aceitação de quem compra na sua loja.

Uma boa ideia para o dia da propaganda pode ser aproximar a sua relação com seus fornecedores. Você pode aproveitar a data e disponibilizar espaços na sua loja para que eles façam a divulgação de produtos.

Se quiser engajar seus consumidores e aumentar a abrangência da marca, pode também criar uma ação especial nas redes sociais. Por exemplo: o cliente que postar um vídeo com a melhor propaganda do supermercado ganha um vale-compras ou uma cesta com produtos selecionados. Que tal?

08/12 Dia da família 

Essa data comemorativa pode ser uma ótima chance de você criar ações de relacionamento com os seus clientes. Certamente você já sabe que clientes fiéis tendem a gastar mais na sua loja e que os custos para atraí-los são menores.

Você pode aproveitar para se colocar como parte da família do cliente, que tem tudo que ele precisa e quer sempre o seu melhor. Essa é uma boa ideia para você adotar o tom das suas campanhas.

Enviar uma mensagem para os clientes falando que sua loja quer o melhor para a família deles, pode aproximar essa relação entre consumidor e supermercado.

Se quiser ir além, você pode utilizar o software Mercafácil para baixar uma lista dos seus melhores clientes e convidar eles e seus familiares para uma ação de loja: um café da tarde especial, uma palestra motivacional, um dia divertido no estacionamento da loja com brincadeiras em família e premiação para os vencedores, etc.

21/12 Início do verão 

A estação mais quente do ano finalmente chegou para a alegria de muitos. No verão as pessoas costumam optar por uma alimentação mais saudável e por bebidas frias.

É justamente nisso que você pode focar as suas ações no início de verão. Produtos do setor de FLV, bebidas naturais, polpas congeladas, bebidas frias e alimentos saudáveis podem ser os principais itens das suas ofertas.

Produtos como protetores solares e cremes também tendem a aumentar as vendas nessa época do ano. Pode ser uma boa ideia criar promoções com esses e outros itens relacionados. Ou ainda, pensar em kits que possam ajudar a elevar o ticket médio.

Você pode conferir em seu software de gestão de clientes os produtos mais consumidos no verão do ano passado e criar um encarte de ofertas desses produtos.

Que tal aproveitar a o verão para se aproximar dos seus clientes? Aproveite os dias ensolarados para fazer eventos na sua loja. Promover aulões de exercícios ou um curso de culinária de verão podem ser boas opções.

21/12 Dia do atleta 

Uma pesquisa do IBGE identificou que mais de 50% dos brasileiros pratica um esporte ou alguma atividade física. Esses dados mostram que você tem várias oportunidades para esse público.

Geralmente quem pratica esportes se preocupa com a alimentação, seja ele profissional ou amador. Apostar em itens saudáveis, bebidas isotônicas e frutas pode ser um bom caminho para a sua loja.

Você pode utilizar as redes sociais da sua loja para estimular os seus clientes a praticarem esportes. O Ministério do Esporte tem uma página com alguns benefícios da prática de esportes. Seguir essa linha pode ser uma boa ideia.

Aproveite que o dia do atleta cai no mesmo dia do início do verão e tente fazer um evento na sua loja. Você pode entrar em contato com alguma academia perto da sua loja e fazer uma programação com várias atividades durante o dia.

25/12 Natal 

O Natal é a data mais importante para o varejo e sua loja precisa criar um ótimo planejamento para ela. Ao fazer isso, você aumenta muito as chances de melhorar suas vendas e faturamento.

Essa data comemorativa pode movimentar todos os setores da sua loja. Então vale a pena criar encartes bem completos e com ofertas relevantes.

Não deixe de utilizar essa data para aproximar o relacionamento com os seus clientes. O Natal é uma data que remete muito à união e à família, por isso vale a pena você tentar passar essa mensagem para o seus clientes criando uma campanha de SMS para a toda a base, por exemplo.

Produtos do setor de bazar também podem trazer boas oportunidades para a sua loja por conta dos presentes de Natal. Boas ofertas nesse setor podem gerar boa movimentação na loja.

Vale a pena enviar uma mensagem desejando um Feliz Natal para toda a sua base de clientes. O envio de SMS pode ser um contato mais direto com os clientes e garante a entrega. Apostar nas redes sociais também é ótimo.

Para manter o relacionamento mais próximo com seus clientes você pode divulgar receitas para a ceia nas suas redes sociais. Ou até mesmo promover um curso de culinária na sua loja. Também é uma boa ideia atualizar sua foto de perfil e de capa com temas natalinos, assim seus clientes já se preparam para o clima de Natal e passam a esperar por suas promoções.

31/12 Réveillon 

O ano está próximo do fim, mas você ainda tem chances para melhorar os seus resultados neste ano.

Uma boa ideia é fazer uma ação de retrospectiva de ofertas. Você pode utilizar sua plataforma de gestão de clientes e acessar a página de produtos mais consumidos no período de 2018.

Você pode fazer ações para os seus clientes inativos ou perdidos. Uma ideia é fazer a campanha com o tema de que é a última chance para eles aproveitarem ótimas ofertas. Para uma campanha de sucesso, planeje bem as segmentações! Para isso, observar os hábitos de consumo dos clientes é fundamental.

Trabalhar as vendas casadas pode ser uma ótima chance para terminar o ano aumentando o ticket médio da sua loja. Você pode selecionar produtos relacionados aos mais consumidos e criar uma lista de clientes que compram os produtos para disparar sua campanha.

Seu relacionamento com os consumidores da loja no fim de ano também merece atenção especial. Não deixe de desejar boas festas, agradecer aos seus clientes por comprarem com você durante o ano e dizer que no próximo ano ofertas ainda melhores esperam por ele.

Neste período você tem várias oportunidades para aumentar as suas vendas. Com destaque para o fim do mês,  que tem duas datas muito importantes para o varejo como um todo.

Capriche nas ofertas e boas vendas! Se quiser uma ajudinha, confira nosso material para fazer encartes mais vendedores. Lembre-se de assinar nossa newsletter para receber as dicas das próximas oportunidades para seu supermercado.

Trabalhar com precificação estratégica é uma das melhores formas de garantir bons resultados na sua loja. Se você ainda tem dúvidas sobre esse tema pode ficar tranquilo, vamos dar um jeito nisso!

A Mercafácil e a Unitrier prepararam uma palestra online gratuita para acabar com todas as suas dúvidas sobre esse tema. Será no dia 23 de Novembro de 2018, às 15 horas (horário de Brasília) com transmissão ao vivo pelo Youtube.

estrategia-de-precificacao

Os temas tratados serão:

  • Como ser mais assertivo na escolha dos produtos para as ações promocionais de vendas;
  • Como melhorar a lucratividade por meio da precificação estratégica dos produtos dentro das categorias (produtos de entrada, intermediários e TOPs);
  • Como construir sua base de clientes utilizando 2 preços para o mesmo produto sem perder sua margem;
  • Como a comunicação dos preços pode gerar percepção de valor, estimular o aumento das vendas e estar de acordo com Código de Defesa do Consumidor.

Para trazer o melhor conteúdo possível para você, contaremos com dois especialistas no assunto:

  • Bruno Leal, CSO e Cofundador da Mercafácil, empresa líder no Brasil em Gestão de Clientes para supermercados.
  • Lauro Bueno, consultor especialista na área de Varejo, segmento em que atua há 20 anos, e Sócio-Diretor da Unitrier Consultoria.

Você não vai perder essa oportunidade não é mesmo? Se cadastre agora gratuitamente em nosso webinar de precificação estratégica e aproveite o aprendizado!

Como ser mais assertivo na escolha de produtos para as ações promocionais

O seu departamento comercial é fundamental para que suas ações promocionais tenham sucesso. Para isso, ele precisa estar atento à dinâmica do comportamento dos produtos diante da curva ABC.

Também é importante lembrar que a escolha do mix de produtos deve ser feita de acordo com o foco da ação, por exemplo:

  • Jornal de ofertas;
  • Ação de final de mês;
  • Clube de descontos;
  • Dias específicos.

A seleção de itens também precisa estar alinhada com os objetivos da ação promocional:

  • Preço atrativo (para gerar maior fluxo);
  • Geração de valor com a ação (apresentação de produtos novos/maior mix);
  • Composição de margem/ equilíbrio de lucratividade pelo giro (produtos combate).

Precificação estratégica inteligente

Para realizar uma gestão de preços eficiente, é preciso entender qual é a percepção do cliente, o quanto ele está disposto a pagar nos produtos e o preço praticado pela concorrência.

É muito importante entender as diferenciações de margem dos produtos dentro de uma mesma categoria, considerando o seu escalonamento de preços e as margens sugeridas para os mesmos.

O gestor de preços deve ter um bom entendimento da gestão de custos (custo de compra, custo de venda, custo total, margem CLD x markup e afins). Além disso, é preciso considerar os fatores tributários incidentes sobre os produtos, além dos acréscimos e vantagens financeiras, como fretes, bonificações, acordos comerciais, contratos de retornos, etc.

Como construir sua base de clientes utilizando dois preços para o mesmo produto

Trabalhar com dois preços em um mesmo produto, atrelando o preço mais barato para clientes fidelizados do supermercado é uma prática eficiente para construir uma base robusta e iniciar o trabalho de gestão de clientes.

Porém, é necessário entender como precificar um produto com 2 preços diferentes sem perder a margem. E claro, continuar gerando grande percepção de valor em relação ao benefício para os clientes.

Durante o webinar, abordaremos os cuidados necessários durante a implementação da prática de 2 preços. Mostraremos também quais os melhores produtos para se precificar dessa forma a fim de ser atraente para o cliente e estimular a compra impulsiva e a identificação das vendas no PDV.

Esses fatores vão permitir que sua empresa construa uma base de dados robusta e completa para fazer gestão de clientes e aumentar suas vendas.

estrategia-de-preco

Valor de uma boa comunicação dos preços

Optar por trabalhar com dois preços na sua loja vai trazer uma boa e uma má notícia.

A boa notícia é que trabalhar com 2 preços funciona muito bem e gera grandes resultados nas vendas. A má notícia é que apenas ter conhecimento sobre a escolha de dois preços para um produto não é suficiente para se ter sucesso nessa tática.

Para que isso aconteça, é preciso que todos os setores da sua loja estejam comprometidos com a estratégia.

Para essa prática ser eficiente é necessário que a comunicação dos preços, dos canais e principalmente da sua equipe de loja estejam alinhados para proporcionar os resultados esperados no aumento das vendas. Vamos contar as práticas mais eficientes para você obter resultado no seu supermercado e estar à frente da concorrência.

precificacao