Author

Daniela Hendler

Browsing

Você sabia que investir em ações personalizadas para os seus clientes é um dos melhores caminhos para deixá-los mais próximos da sua marca e, assim, voltarem a comprar de você? Isso mesmo.

Segundo o relatório Connected Shoppers, produzido pela Salesforce, 75% dos brasileiros aceitariam compartilhar suas preferências e outros dados pessoais em troca de um serviço mais rápido e conveniente nas lojas físicas.

Ademais, o mesmo documento também revela que 80% dos brasileiros gostariam de receber recomendações de produtos baseadas no seu histórico de compra.

Ou seja, é possível que a grande maioria dos seus clientes já esteja mais do que preparada para dividir contigo os seus gostos, particularidades e preferências. Cabe a você, varejista, saber o que fazer com todas essas informações e oferecer boas soluções em troca delas. É para isso que nós estamos aqui: te ajudar nessa missão.

Como fazer ações personalizadas para cada um dos seus clientes?

Os dados do tópico anterior nos mostram que o que os consumidores querem são recomendações baseadas no seu histórico de compra pessoal. Ou seja, de nada adianta você enviar uma ótima promoção de fraldas para o seu cliente se, na verdade, ele costuma comprar cervejas e carnes no seu supermercado. Entende?

É preciso conhecer a particularidade dos seus consumidores. Com isso, você poderá oferecer a oferta certa, para o cliente certo, na hora certa. O resultado? Ações assertivas, com maior chance de sucesso e menos gastos para o seu varejo. Para isso, existem algumas dicas que você pode seguir…

1. Obtenha os dados dos seus clientes

O primeiro passo para fazer ações personalizadas é, com certeza, obter os dados dos seus clientes. E, para obter esses dados, você pode oferecer benefícios em troca. Por exemplo, criar um Clube de Descontos exclusivo para os seus consumidores.

Quando os consumidores confiam na sua marca e entendem que, ao fornecerem os seus dados pessoais eles irão ter benefícios, é muito mais fácil você passar a ter acesso a essas informações tão valiosas para você.

Ademais, sempre deixe claro para os clientes que os dados obtidos serão utilizados apenas para os fins do Clube de Descontos e JAMAIS dê esses dados para outras empresas sem antes ter a autorização do cliente.

Também, mantenha os dados cadastrais sempre atualizados. Esse cuidado evitará possíveis “gafes” na hora de contatar o seu cliente. Além disso, permitirá que você desenvolva ações mais assertivas e de acordo com o perfil e gostos atuais do seu consumidor.

2. Segmente os dados

Agora que você já tem as informações do perfil do seu cliente, chegou a hora de efetivamente utilizar esses dados. Como? Segmentando-os de acordo com filtros que fazem sentido para a sua campanha. Eles podem ser feitos por:

  • Faixa etária;
  • Sexo;
  • Localização;
  • Interesses de consumo;
  • Estado civil
  • Dados das últimas compras (número de produtos comprados, quais produtos foram adquiridos, qual o ticket médio das compras, qual a frequência das compras, entre outros);
  • Profissão;
  • Melhores canais para se comunicar com o cliente (SMS, e-mail, redes sociais, WhatsApp), entre outros. 

Para isso, o mais indicado é você utilizar uma ferramenta tecnológica de Gestão de Comportamento de Clientes, como o nosso CBM. Com ele, você agrupa os consumidores de acordo com os seus interesses em comum e características semelhantes.

O ideal é fazer essa segmentação com bastante cuidado e de forma específica. Afinal, o seu objetivo é oferecer as melhores campanhas e ofertas para aquele cliente em especial. Esse detalhe será de extrema importância na hora de otimizar as suas ações e calcular a taxa de sucesso delas. 

3. Aproxime a relação com o seu cliente

Utilizando de forma inteligente os dados adquiridos e segmentados, a possibilidade de você acertar nas suas ações personalizadas é muito maior. Assim como também é muito maior a chance do cliente receber com bons olhos as suas mensagens.

Esse relacionamento permitirá que você tenha ainda mais informações dos seus consumidores para alimentar o seu banco de dados, deixando-o mais rico e confiável.

Assim sendo, use e abuse – de maneira estratégica, é claro – dos diversos canais disponíveis para essa comunicação mais próxima. SMS, WhatsApp e e-mail, por exemplo, são excelentes plataformas para você explorar esse relacionamento.

Por serem mais pessoais, eles permitem que você envie mensagens altamente segmentadas, que contenham promoções exclusivas e imperdíveis para eles. Porém, além de aproximar o relacionamento com os seus clientes ativos, essa estratégia de comunicação e relacionamento também pode ser utilizada para trazer de volta para a sua loja os clientes inativos, que não compram do seu varejo há mais de um mês.

4. Mantenha-se ativo na internet

Manter-se ativo na internet não é uma “ação personalizada” para cada um dos seus clientes, mas definitivamente é uma forma de mostrar que a sua marca está ali, sempre presente para ouvir, interagir e responder os seus clientes.

Além disso, a internet é uma vitrine para a sua loja e, mais do que nunca, também virou um espaço de fechamento de negócios. Aproveite para mostrar ali toda a personalidade da sua marca, apostando em um tom de voz e linguagem adequados, levando informações interessantes e relevantes para os seus consumidores.

Não obstante, você pode ter o seu próprio site ou apostar em um chatbot, um assistente virtual que contribui para o relacionamento com o seu consumidor.

Por fim, lembre-se que ser uma marca ativa na internet é algo que ajuda o seu cliente a nunca esquecer de você. Ele pode estar navegando despretensiosamente no Facebook ou Instagram e, de repente, dar de cara com uma postagem da sua marca. Dessa forma, esse pode ser o gatilho que faltava para ele fazer uma compra, marcar uma pessoa na postagem – e, assim, divulgar a sua marca – entre outros.

As redes sociais ajudam na identificação das pessoas com uma marca. Quem nunca viu uma postagem, se identificou e a compartilhou com outras pessoas? E por que não utilizar esse mecanismo a favor da sua marca?

Ademais, quem não é visto não é lembrado. Por isso, além de apostar em ações personalizadas para cada cliente, também é importante ser visto por todos. 

Chegou a hora de fazer ações personalizadas para o seu varejo

Enfim, agora que você já sabe um pouco mais da importância das ações personalizadas para os seus consumidores, que tal começar a aplicar essa estratégia para o seu negócio?

Assim sendo, para começar, que tal agendar uma reunião gratuita com um dos nossos especialistas do varejo e conhecer um pouco mais sobre a nossa plataforma de Gestão de Clientes?

Com certeza, podemos te ajudar a compreender melhor os seus consumidores e a alavancar o seu negócio.

Que tal conhecer as oportunidades de outubro para alavancar as suas vendas e aproximar o relacionamento com o seu cliente?

Como você já sabe, todos os meses do ano trazem datas comemorativas especiais que podem ser muito bem aproveitadas pelo varejo. 

Assim, cabe a você, varejista, saber quais são essas festividades e, a partir de então, desenvolver campanhas e ações criativas que contemplem cada uma delas.

Para te ajudar nessa missão, trazemos nesse artigo as principais celebrações e oportunidades de outubro para o varejo. Confira e se inspire! 

Conhecendo as principais oportunidades de outubro para o varejo

Outubro Rosa 🎀

O Outubro Rosa não é uma celebração, mas sim uma importante campanha de conscientização que dura o mês inteiro. Alertando sobre os perigos do câncer de mama para a sociedade, o Outubro Rosa visa ressaltar a importância da prevenção e dos cuidados com a saúde. 

Para o seu negócio, aderir a campanhas com esse cunho social é uma forma de mostrar que há uma preocupação com a vida e com o bem-estar das pessoas. É um jeito de humanizar a sua marca e aproximá-la do seu consumidor.

Ademais, esse não é o tipo de campanha voltado para as vendas e/ou o aumento de lucro, mas sim uma ação de “branding”, de relacionamento e de posicionamento de marca. Consequentemente, as ações com essa pegada pode sim resultar no aumento de vendas, mesmo que esse não seja o seu objetivo primordial.

Ações para o Outubro Rosa

Mas como fazer ações de Outubro Rosa na sua loja? Pois bem, os caminhos a serem seguidos são vários. Assim, algumas das nossas sugestões são:

  • Fazer uma série de postagens nas suas redes sociais alertando sobre a importância da prevenção e do cuidado com a saúde. Talvez, até mesmo fazer uma entrevista com um especialista no assunto, que possa tirar dúvidas sobre o tema.
  • Desenvolver ações internas para o time de colaboradores da loja, também ressaltando sobre a importância do cuidado com a saúde;
  • Deixar o seu ponto de venda caracterizado com a campanha, destacando que o seu varejo aderiu ao Outubro Rosa;
  • Reverter uma porcentagem do lucro de certos produtos para auxiliar instituições que tratam o câncer de mama, deixando isso sinalizado – tanto no ponto de venda quanto em encartes digitais e demais canais de comunicação, – estimulando a compra desses itens, entre outros.

Como você pode perceber, existe a possibilidade de desenvolver ações tanto internas quanto externas. Aqui, citamos apenas algumas sugestões, mas é possível usar a criatividade e fazer diversos tipos de campanhas. 

01/10 Dia Internacional da Terceira Idade 👴👵

O primeiro dia do mês já surge como uma das boas oportunidades de outubro para o varejo. Comemorado numa quinta-feira, o dia 1º traz consigo o Dia Internacional da Terceira Idade.

Ideal tanto para estimular as vendas como aproximar o relacionamento com os clientes, a celebração não deve ser passada em branco. Que tal utilizar a nossa plataforma para segmentar os clientes de acordo com a sua faixa etária? Dessa forma, você pode enviar promoções especiais e cupons de desconto exclusivos para esse dia. 

Vale lembrar que, com a pandemia, os consumidores da terceira idade foram instruídos a ficarem em casa. Assim sendo, é importante pensar em ações para essa faixa etária que não contradigam as recomendações de saúde.

Você pode facilitar as condições de entrega de produtos, enviar brindes para os clientes idosos que mais frequentam a sua loja, desenvolver campanhas em suas redes sociais, entre outros. Aproveite essa celebração para honrar e celebrar os seus clientes da terceira idade da forma que eles merecem. 

04/10 Dia do Cachorro e Dia da Natureza 🐶🌳

Sim, essas duas celebrações caem no mesmo dia do mês! Assim sendo, você pode aproveitar ambas para despertar mais simpatia pelo seus clientes e, também, aumentar as suas vendas e/ou o ticket médio das compras.

Como em 2020 essas datas cairão em um domingo e, dependendo do local e da situação da pandemia, alguns supermercados não abrirão, você pode destacar ambas as datas nas suas redes sociais e demais canais digitais, fazendo uma série de postagens e materiais sobre os assuntos.

Além disso, pode utilizar o sábado (dia 03/10) para antecipar essas comemorações, promovendo: 

  • Ofertas de pet shop e de floricultura para estimular as vendas;
  • Uma ação segmentada, com encartes exclusivos enviados para os clientes que compraram nesses setores (floricultura/produtos para pets) nos últimos 60 dias. 

Além disso, você pode usar as datas para engajar o seu time de colaboradores sobre os assuntos, por exemplo:

  • A importância do cuidado diário com a natureza, reforçando a atenção com o desperdício de energia e de água, por exemplo.
  • Conscientizar sobre a adoção de cachorros ou dar brindes para os funcionários que têm um animal de estimação.

05/10 Dia das Aves 🐓

Outra das oportunidades de outubro para estimular as suas vendas é o Dia das Aves, comemorado no dia 5.

Que tal fazer uma campanha segmentada de acordo com os hábitos de consumo dos clientes? Você pode mandar um SMS para aqueles que compraram cortes de aves nos últimos 30 dias com boas ofertas, por exemplo.

Além do mais, também é possível aproveitar a data em suas redes, divulgando receitas feitas com com cortes de aves. Sempre, é claro, incluindo um encarte com os ingredientes a preços especiais.

12/10 – Dia das Crianças 👧🧒

Que tal aproveitar o dia das crianças para aproximar o seu varejo do seu público?

Se neste ano não será possível fazer uma decoração temática, convidar os pequenos e alugar brinquedos como cama elástica e piscina de bolinhas para celebrar a data, você pode tentar fazer essa aproximação de relacionamento por outros canais de comunicação.

Uma boa dica é apostar em uma campanha segmentada com produtos infantis, como fraldas, papinhas ou demais itens que você comercialize e que são voltados para os pequenos. 

15/10 Dia do Professor 👩‍🏫👨‍🏫

Vamos homenagear aqueles que nos ensinaram tantas coisas que levamos conosco até hoje? No dia 15/10 é celebrado o dia do professor e essa é uma oportunidade e tanto de honrá-los.

Não deixe a data passar em branco. Você pode apenas fazer uma simples postagem em suas redes sociais ou, quem sabe, oferecer um brinde ou um cupom de desconto nas compras para os clientes apresentarem carteirinha de professor no caixa.

22/10 Dia do Enólogo 🍷🍇

Sua loja oferece um setor de vinhos? Então esse é o seu momento! Comemorado no dia 22 de outubro, o Dia do Enólogo enaltece essa bebida tão querida por várias pessoas.

Com essa data comemorativa não tem erro: apostar em uma campanha segmentada é a melhor alternativa para seu varejo.

Assim sendo, você pode, por exemplo, criar uma segmentação dos consumidores que compraram vinho nos últimos 90 dias e enviar um encarte digital com ofertas especiais para esse dia. 

Ademais, ao fazer essa campanha, crie um senso de urgência para os clientes, alertando que a promoção é especial para esse dia – ou para a semana, caso você deseje estender a duração. Esse senso de urgência contribui para os melhores resultados das suas ações.

Além disso, você também pode fazer publicações nas suas redes sociais explorando as melhores formas de harmonizar os vinhos e, ainda, aplicar uma estratégia de cross selling na sua loja. Ou seja, combinar a exposição dos vinhos juntamente com petiscos que costumam ser consumidos junto com a bebida, como queijos e frios variados.

29/10 – Dia Nacional do Livro 📚

Outra das oportunidades de outubro que está mais voltada para o relacionamento do que para as vendas em si é o Dia Nacional do Livro.

Ajudando a sua marca a criar um posicionamento positivo sobre esse assunto, essa é uma chance de, quem sabe, fazer uma campanha de arrecadação de livros, por exemplo. Após, esses livros podem ser doados para uma ONG e mudarem a vida de muitas pessoas.

Não se esqueça de divulgar essa campanha pelos diversos canais de comunicação e, também, no seu PDV. Ainda, para engajar ainda mais os seus clientes, é possível pensar em alguma premiação para os maiores doadores. Talvez você possa preparar um kit de produtos ou um cupom de descontos para a sua loja. 

31/10 – Dia das Bruxas 🧙‍♀️🧙‍♂️🎃

Terminando o mês em grande estilo, no dia 31/10 é celebrado o Halloween, ou Dia das Bruxas. Divertida, essa data pode ser utilizada tanto para aproximar o relacionamento com os clientes quanto para engajar o seu time.

Que tal sugerir para os colaboradores irem fantasiados para o trabalho e premiar aquele que teve a melhor fantasia? Essa ação, além de deixar o ambiente mais descontraído, também é bem vista pelos seus clientes. 

Além disso, aproveite para decorar a loja e divulgue as ofertas especiais que você irá fazer no dia. Não obstante, você pode aproveitar as redes sociais para sugerir receitas para deixar a comemoração mais divertida – sempre lembrando de enviar um encarte digital com ofertas especiais que envolvam esses produtos.

Dica: a abóbora e os docinhos variados fazem muito sucesso nessa data, mas é possível ir além. Como? Sugerindo receitas fáceis e criativas, mas que tenham uma aparência divertida para o Dia das Bruxas.

Pronto para aproveitar as oportunidades de outubro para o seu supermercado?

E então, gostou de conhecer algumas das principais oportunidades de outubro para alavancar as suas vendas e se aproximar do seu cliente?

Para conhecer outras celebrações que acontecem neste e em todos os meses do ano, baixe o nosso calendário promocional gratuito. Assim, você tem conhecimento o suficiente para se preparar com antecedência e desenvolver campanhas mensais temáticas para o seu varejo.

Ademais, se você quer promover campanhas segmentadas para os seus clientes mas não sabe por onde começar, agende agora mesmo uma reunião gratuita com um dos nossos especialistas do varejo e saiba como a Mercafacil pode te ajudar nessa missão. 

Você sabe qual é a melhor forma de armazenar a mercadoria no varejo? Para os proprietários, gerentes e demais profissionais que trabalham em um supermercado, esse é um conhecimento essencial.

Isso acontece porque os supermercados são ambientes que comercializam diversos tipos de produtos. Existem os perecíveis, os que possuem componentes químicos em sua composição, os que precisam ser mantidos em temperaturas baixas, entre outros. 

Assim sendo, saber como armazenar as diferentes mercadorias para evitar o desperdício – tanto de dinheiro quanto de produtos – no seu varejo é fundamental. Para te ajudar nessa missão, preparamos esse texto. Acompanhe! 

Qual a importância de saber como armazenar a mercadoria no varejo?

No tópico acima já falamos brevemente sobre a importância de saber como armazenar a mercadoria no varejo. Porém, existem outros pontos que tornam essa ação ainda mais relevante para o seu negócio.

Quando bem organizados e armazenados, os produtos da sua loja podem ser movimentados com maior agilidade, diminuindo a ruptura das gôndolas e, consequentemente, a frustração dos seus consumidores.

Além disso, essa organização dos itens permite que você tenha um maior conhecimento dos produtos que precisarão ser comprados em um futuro próximo. Ainda, sabe quais são as mercadorias que estão com a data de validade perto do vencimento.

De forma resumida, saber como armazenar a mercadoria no varejo é uma ação que acontece “por trás das câmeras”, mas que influencia em todo o sucesso seu negócio. Para que você saiba como praticar esse cuidado de maneira mais efetiva, preparamos dicas que você pode adotar e desempenhar na sua rotina de trabalho. Confira! 

4 dicas para armazenar a mercadoria no varejo 

1. Organize e padronize (ps: use um check-list para facilitar!)

Primeiramente, o passo inicial para você armazenar a mercadoria no varejo de maneira adequada é manter essa sessão muito bem organizada. Para isso, uma boa ideia é você fazer um check-list, ou seja, uma lista detalhada e frequentemente atualizada dos produtos que você já tem.

Algumas informações que você deverá especificar sobre esses itens são:

  • Data em que foram adquiridos/recebidos na sua loja;
  • Data de validade;
  • Quantidade de produtos;
  • Qual a frequência que costumam ser repostos;
  • Necessitam de cuidados especiais? (Cuidados para empilhar, temperatura que precisam ser mantidos, se há alguma restrição quanto aos componentes, como nos itens inflamáveis, por exemplo), entre outros.

Portanto, devem ser registradas em uma lista todas as informações básicas e relevantes sobre os itens.

Essa lista deve ser padronizada, estar visível para todos que atuam no setor e facilmente compreensível.

Assim, pode ser importante realizar treinamentos periódicos para a sua equipe compreender essas informações e saber a importância desse conhecimento no dia a dia de trabalho. Com o seu time engajado e conhecendo as regras de organização para as mercadorias, será mais fácil garantir um armazenamento adequado e com menos perdas. 

2. Previna as perdas

Seguindo as nossas dicas de organização em controle, você poderá passar para a seguinte etapa, que também é muito importante. Estamos falando da etapa de prevenção de perdas. Ou seja, de evitar o desperdício de produtos.

Vamos pensar juntos: quando você organiza o estoque e armazena corretamente as suas mercadorias, você passa a ter um maior controle sobre o que entra e o que sai da sua loja, certo?

Com esse conhecimento, fica mais fácil na hora de fazer as próximas compras dos seus fornecedores. Afinal, você compreende melhor qual a quantidade ideal de produtos a serem adquiridos.

Produtos que saem com muita rapidez e frequência, por exemplo, podem ser adquiridos mesmo que tenham uma data de validade mais próxima. Normalmente, eles podem ser negociados por valores mais baixos.

Por outro lado, não deixe se enganar por promoções absurdas em itens que não são os “queridinhos” dos seus consumidores. Isso poderá causar prejuízos e aumentar a perda de produtos.

3. Respeite a particularidade das mercadorias

Ademais, no cuidado em armazenar a mercadoria no varejo, é fundamental você conhecer e respeitar as particularidades de cada tipo de produto. Ou seja:

  • Conhecer o limite de empilhamento das embalagens;
  • Manter os produtos com a iluminação, confinamento e temperatura adequadas;
  • Garantir que os itens frágeis estejam acomodados de forma correta;
  • Sinalizar e ter o cuidado devido com os produtos que podem causar problemas quando mal armazenados, como os inflamáveis e os cortantes.

Ter atenção com esses pontos é fundamental para evitar perdas das mercadorias e até mesmo acidentes entre os seus colaboradores ou clientes. 

4. Use a tecnologia a seu favor

Sabemos que aqui no nosso blog nós batemos muito na tecla da tecnologia. Inclusive, já fizemos uma postagem que fala exclusivamente sobre os 5 motivos para investir em tecnologia no seu supermercado. Mas, acredite, não há como fugir dessa realidade.

Isso acontece porque a tecnologia está aqui para facilitar o seu trabalho. Auxiliando a poupar tempo e evitando os erros humanos, os softwares tecnológicos automatizam tarefas e podem garantir que a sua planilha de organização do estoque, e de entrada e saída de produtos, por exemplo, seja atualizada em tempo real.

Também, a tecnologia traz ferramentas excelentes de Gestão de Clientes, permitindo que você conheça cada vez melhor os seus consumidores e, com isso, traga até a sua loja as mercadorias que eles mais procuram.

O resultado? Você pode negociar com os seus fornecedores um melhor preço nesses produtos específicos, evitar perdas e prejuízos para a sua marca. Resumidamente, as ferramentas tecnológicas podem dar um maior controle e segurança para o seu negócio.

Ademais, se no início o investimento em tecnologia parece caro, com o passar do tempo, você compreenderá que esse é um caminho muito importante para a sua empresa crescer.

Saber como armazenar a mercadoria no varejo = menos perdas e mais vendas! 

Como você pôde perceber, preocupar-se com a melhor maneira de armazenar a mercadoria no varejo é um cuidado muito importante para o sucesso do seu negócio. 

Evitando prejuízos e desperdício de produtos, você passa a perder menos dinheiro e, ainda, garante uma loja mais organizada, atrativa para os clientes e que oferece os produtos que eles buscam. 

Gostou de saber um pouco mais sobre esse cuidado que deve fazer parte da sua rotina do supermercado? Então continue acompanhando o nosso blog porque toda semana trazemos novidades do mundo do varejo para você.

Caso esteja em busca de alavancar o seu negócio e garantir clientes mais fiéis à sua merca, agende  agora mesmo uma reunião gratuita com um dos nossos especialistas e saiba como a Mercafacil pode ser sua parceira nessa missão!

Chegou a hora de alavancar as vendas e fazer aquelas campanhas promocionais imperdíveis, mas… Qual é o modelo de oferta ideal para cada caso?

Afinal, existem diversas formas de você preparar suas ações de desconto, certo? Aqui, vamos falar um pouco sobre várias delas e te dar sugestões sobre como tirar máximo proveito de cada uma dessas campanhas. Sempre, é claro, focando na melhor experiência possível para o seu cliente.

Ademais, vale ressaltar que cada empreendimento tem suas particularidades e clientes diferentes. Assim sendo, o importante é compreender os seus consumidores, testar modelos de ofertas distintos, aprender com os erros passados e, por fim, descobrir quais são as ações que trazem melhores resultados para a sua marca.

Para completar, lembre-se que você pode utilizar diversos tipos de ofertas. Ou  seja, elas não são excludentes, mas sim complementares. Acompanhe! 

Descobrindo o modelo de oferta ideal para o seu varejo

1. De tantos reais por por tantos reais (abaixar o preço e sinalizar isso)

Talvez esse não seja o tal do “modelo de oferta ideal” para o seu negócio, porém, com certeza, esse é um dos formatos de promoções mais utilizados. E, se isso acontece,é porque ele traz resultados para os varejistas.

Usado para sinalizar que o preço de certo produto baixou, esse formato de desconto deixa clara a queda de preço e estimula o consumidor a levar o produto, pois ele acredita que está economizando dinheiro.

Um ponto importante na hora de aplicar essa oferta no seu supermercado é: não utilizar informações falsas no preço anterior apenas para chamar a atenção. Esse “truque” pode funcionar uma vez ou outra, porém, caso o seu cliente perceba isso, sua marca poderá ficar mal falada para os consumidores. Ainda, essa atitude antiética pode prejudicar a sua credibilidade e reputação.

Ou seja: caso você opte por utilizar essa oferta, realmente ABAIXE O PREÇO do produto e deixe isso bem sinalizado na sua loja ou em seus canais digitais, ok?

2. Pague 3 leve 2

Esse modelo de oferta é indicado para quando o varejista deseja que o consumidor leve uma unidade a mais de certo produto. Essa promoção pode fazer diferença no ticket médio da compra e, ainda, oferecer uma satisfação para o cliente. Afinal, ele fica com a sensação de ter feito “um bom negócio”.

Uma dica que você pode seguir é aumentar um pouco (não de forma expressiva) o valor do preço da unidade caso o consumidor não leve a quantidade suficiente do produto e, assim, fazer com que a unidade em promoção custe menos do que o valor normal da loja.

Por exemplo: o produto unitário custa R$2,50. Levando três unidades, ao invés de você pagar R$7,50, você paga R$7,00. 

3. Clube de descontos / fidelidade 

Apesar de não existir uma verdade absoluta, esse pode ser considerado o modelo de oferta ideal para praticamente todas as lojas varejistas. Isso acontece porque, além de oferecer promoções exclusivas para os clientes da loja, o clube de descontos também ajuda a criar um vínculo da sua marca com os consumidores.

Isso tudo, ao mesmo tempo em que permite que o seu varejo passe a conhecer melhor os seus clientes. Afinal, para fazer parte do clube de fidelidade, o consumidor precisa oferecer dados básicos para o cadastro. Esses dados, quando bem utilizados pela sua marca, podem ajudar – e muito! – a fidelizar e a melhorar o relacionamento com os seus clientes.

Como se não bastasse, enquanto os demais formatos de ofertas costumam ser abertos ao público geral, o clube de descontos oferece a possibilidade de segmentação das promoções. Ele é um incentivo extra para que o cliente priorize a sua loja frente à concorrência e, também, estimula a compra de produtos diferentes para cada consumidor.

O clube de fidelidade é uma maneira de a sua loja recompensar os clientes fiéis. Além disso, logo ao final da compra, permite que o consumidor saiba quanto economizou em cada compra. Assim, esse modelo de oferta traz uma sensação de satisfação instantânea.

4. Preço de atacado a partir de X unidades

Outro modelo de oferta que pode ser utilizado pela sua loja é o de estimular o cliente a levar mais unidades do mesmo produto. Para isso, o seu varejo pode usar o preço de atacado como o chamariz. Assim, a partir da compra de mais unidades, cada uma sai pelo preço de atacado.

Por exemplo: cada latinha de refrigerante custa R$1,50. Porém, a partir de unidades, o preço unitário de cada latinha cai para R$ 1,30. Assim, ao invés de gastar R$7,50, o cliente irá gastar R$ 6,50.

Esse modelo de oferta incentiva o cliente a levar mais unidades do mesmo produto, sendo uma boa opção para quando ele está fazendo uma compra maior. Para acertar nos produtos que seguirão esse tipo de promoção, uma dica é deixá-lo em destaque na sua loja e em suas redes sociais. Também, optar por produtos que já são conhecidos e aprovados pelo seu cliente. 

Além disso, é importante fazer uma diminuição de preço que seja atrativa e realmente faça a diferença para público. 

5. Kit de produtos

Quando existem produtos que não estão vendendo muito bem e você precisa queimar o estoque, uma dica é montar kits. Ou seja, unir itens de melhor saída com aqueles que estão “empacando” no seu estoque.

Esses produtos de menor saída não irão sair de “de graça” para o consumidor, porém, terão um preço mais baixo e podem ser um atrativo. Assim, esse pode ser um modelo de oferta ideal para essas casos. 

Bônus: tipos de oferta para os canais virtuais

Ao falar do modelo de oferta ideal, também é importante citar uma modalidade de compras que está cada vez mais em alta, a de compras via virtuais.

Assim sendo, alguns tipos de ações promocionais que você pode fazer para os canais remotos são: 

Frete grátis 

Segundo o E-Commerce Radar a taxa média de abandono de carrinho no Brasil é de 82%. Enquanto isso, o Moosend, chegou a conclusão de que o principal fator que faz um cliente abandonar o seu carrinho de compras é o custo do frete.

O valor do frete é responsável por 60% das desistências enquanto os outros custos “escondidos”, que só são revelados no final da compra, somam 23% das desistências.

Assim sendo, se o seu varejo busca por encontrar o modelo ideal de oferta nas vendas remotas, pode ser importante buscar formas de oferecer frete grátis ou de, pelo menos, minimizar esse valor. Esse cuidado pode representar uma grande diferença para o seu cliente fechar a compra.

Fazendo seu pedido até tal hora, você ganha algo 

Essa é uma forma de você ter um maior controle das compras que serão feitas no dia e, também, uma forma de conseguir se organizar melhor para fazer a separação e/ou a entrega dos produtos. Além do mais, pode ser um diferencial para estimular o cliente a efetivamente fechar a compra.

Por exemplo: se o cliente fizer o pedido – seja via WhatsApp, televendas ou e-commerce próprio, – até às 15h, ele receberá um brinde exclusivo ou um valor de desconto.

Colocando em prática o modelo de oferta ideal!

Por fim, seja qual for o modelo de oferta ideal – ou os modelos – que você irá aplicar no seu negócio, é muito importante que você divulgue bem essas promoções.

Se elas forem para o público geral da sua loja, não hesite em sinalizar o estabelecimento, destacar esses produtos no encarte e, até mesmo, postar em suas redes sociais.

Entretanto, caso as ofertas sejam segmentadas para públicos específicos, use os canais de comunicação mais interpessoais, como o SMS, o WhatsApp e o e-mail para informar o seu cliente da ação que a sua loja está promovendo.

Como já dissemos lá no início do texto, não existe um modelo de oferta ideal que sirva para todos os negócios. Para descobrir as que funcionam melhor para o seu negócio, é muito importante que você esteja atento às métricas e dados das campanhas feitas pela sua marca. Somente assim você saberá efetivamente fizer o que funcionou e o que deve ser alterado nas próximas campanhas.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre as particularidades das campanhas promocionais? E que tal implementar um Clube de Descontos no seu varejo?  Agende  agora mesmo uma reunião gratuita com um dos nossos especialistas e saiba como a Mercafacil pode ser sua parceira nessa missão!

Varejista, você está preparado para oferecer mais do que o seu cliente espera?

Afinal, se o seu objetivo é destacar-se da concorrência e conquistar consumidores fiéis, que se tornem até mesmo promotores da sua marca e façam propaganda dela para o seu ciclo de contatos, é muito importante que o seu negócio encontre formas de surpreender o público.

Mas como fazer isso? E quais ações podem ser desenvolvidas para  desencadear o tão desejado efeito “UAU” nos seus clientes? 

Acompanhe o nosso texto, anote nossas dicas e confira uma ação de encantamento desenvolvida por um dos nossos clientes no ano passado. Quem sabe você possa se inspirar e promover uma ação dessas na sua loja também!

O fundamental deve ser muito bem feito

Primeiramente, antes de pensar em surpreender os clientes, é essencial lembrar que: os cuidados triviais devem estar funcionando muito bem. Ou seja, a sua marca deve estar entregando:

  • Um bom atendimento – seja pelos canais online ou presenciais;
  • Uma loja organizada e que seja fácil de encontrar os produtos – novamente, tanto no ambiente virtual quanto no ambiente físico;
  • Diversas opções de pagamento;
  • Diversidade e qualidade nos produtos ofertados;
  • Preços atrativos, entre outros.

Ademais, esses são apenas alguns dos fatores triviais para manter qualquer supermercado funcionando bem e ser avaliado de forma pelos consumidores. Porém, nem sempre preocupar-se “apenas” com essas questões irá fazer a sua marca alavancar de vez.

Isso acontece porque os consumidores estão cada vez mais exigentes e buscando mais do que o trivial. Além disso, os seus concorrentes também estão sempre buscando novas formas de evoluir. Neste cenário, o que fazer para ter um varejo que se destaque entre os demais?

O que fazer para oferecer mais do que o seu cliente espera?

Pois bem, podemos dizer que o primeiro passo para você surpreender e oferecer mais do que o seu cliente espera é: conhecê-lo muito bem. 

Afinal, é só assim que você saberá o que o seu freguês espera da sua marca para, a partir de então, desenvolver ações e campanhas que vão além disso.

Neste cenário, fazer uma excelente Gestão de Clientes, e identificar de maneira singular o que cada um dos seus fregueses espera da sua marca pode ser um diferencial de destaque para o seu supermercado.

Lembre-se que o encantamento é causado quando você demonstra que conhece a pessoa e utiliza esse conhecimento a seu favor.

Essa máxima é válida tanto para as relações interpessoais – afinal, quem nunca quis surpreender alguém que ama?, – quanto para as marcas varejistas que também desejam oferecer mais do que o seu cliente espera e tornar esse relacionamento ainda mais valioso.

Para se inspirar: confira uma ação de encantamento do Dia do Cliente

Ano passado, um dos nossos clientes e parceiros, o Super Top Haus, decidiu surpreender os seus consumidores mais fiéis.

Assim, utilizando o Dia do Cliente como motivação, eles desenvolveram uma ação de relacionamento incrível. Para isso, utilizaram a nossa plataforma da Mercafacil, que lhes permitiu segmentar e conhecer melhor quem eram os clientes que seriam homenageados nesta data.

Usando os filtros da ferramenta, eles encontraram:

  • O cliente idoso, acima dos 80 anos, que mais frequentava loja;
  • O consumidor com maior ticket médio do supermercado;
  • O cliente que mais frequentava a loja.

Cada um desses clientes especiais foi presenteado pela equipe do Top Haus com uma cesta de café da manhã exclusiva. E o mais legal de tudo é que você pode conferir a ação no vídeo abaixo:

Ação de Dia do Cliente no Super Top Haus

Oferecendo mais do que o seu cliente espera em todos os dias do ano!

A ação que mostramos acima foi feita para aproveitar uma data comemorativa especial – que, aliás, é uma estratégia muito bacana para manter os seus clientes mais próximos e, ainda, celebrar as festividades. 

Porém, mais do que fazer ações e campanhas para as datas especiais, é muito importante que o seu varejo saiba como oferecer mais do que o seu cliente espera em todos os dias do ano. 

Afinal, um relacionamento de confiança se constrói aos poucos. Assim sendo, esse cuidado em oferecer mais do que o seu cliente espera deve estar presente na cultura e na rotina do seu negócio.

Para isso, não hesite em utilizar a tecnologia a favor do seu varejo. Com inúmeras ferramentas e plataformas, a tecnologia permite que você:

  • Tenha dados precisos e atualizados sobre o seu negócio, sabendo o que está fazendo sucesso e o que pode ser melhorado para alavancar a sua loja;
  • Desenvolva o seu próprio Clube de Descontos exclusivo, oferecendo mais do que o seu cliente espera e surpreendendo-o por fazer parte deste Clube especial;
  • Mantenha suas redes sociais sempre atualizadas, trazendo informações, promoções e campanhas relevantes para os seus seguidores;
  • Segmente os seus clientes conforme seus gostos, idade, perfil, preferências de produtos, localização… E, assim, possa enviar SMS com promoções assertivas, entre outros!

Se você se interessa em destacar-se da concorrência e causar o efeito “UAU” nos seus consumidores, entre agora mesmo em contato conosco e saiba como a Mercafacil pode te ajudar a oferecer mais do que o seu cliente espera. 

O que fazer para manter as vendas do supermercado em alta durante os próximos meses?

Não é segredo para ninguém que o setor varejista – assim como todos os outros – está passando por uma montanha-russa nos últimos tempos. Em poucos meses, pudemos observar um grande aumento e, também, uma leve retração nas vendas.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o volume de vendas do varejo cresceu 13,9% em maio, maior crescimento desde o início da série histórica da pesquisa, que teve início em janeiro de 2000.

Ainda assim, essa alta não foi o suficiente para o setor recuperar as perdas registradas em março e abril. Dessa forma, no acumulado do ano, o varejo registrou queda de 3,9%. Ademais, nos últimos 12 meses, o cenário é de estabilidade (0%).

Ou seja, apesar de todas as mudanças na rotina e no hábito de compras dos consumidores, o setor varejista ainda é um dos mais estáveis no país. Porém, a forma a qual os clientes passaram a se relacionar com as marcas mudou de maneira considerável.

Cabe a você, varejista, compreender essas mudanças e saber como aproveitar esse momento. Mas afinal, o que fazer para manter as vendas do seu supermercado em alta nos próximos meses?

Confira as nossas dicas e aprenda com esse momento de adversidade, aproveitando para aproximar o seu relacionamento com o seu cliente e alavancar as suas vendas.

Conheça e explore a tecnologia para manter o seu supermercado em alta

Primeiramente, já passou da hora de aceitar que a tecnologia veio para ficar de vez. Trazendo consigo infinitos canais de comunicação, vendas e possibilidades de interação com o cliente, a tecnologia visa facilitar a vida dos varejistas e dos seus clientes.

Ademais, com a mudança nos hábitos dos consumidores consolidada devido ao isolamento social, a utilização da tecnologia se fez ainda mais necessária.

De acordo com a publicação da Infobase Interativa com dados compilados da  Nielsen, Comscore, Global Web Index, Kantar e MindMiners, 13% da população brasileira comprou online pela primeira vez nos últimos meses. Ainda, outros 24% dos brasileiros estão fazendo mais compras online. E essa é uma tendência que veio para ficar.

Mesmo após a passagem da pandemia, é esperado que os consumidores mantenham alguns dos hábitos adquiridos durante esse período. Isso acontece principalmente porque até mesmo quem tinha mais ressalvas com as interações e compras online passou a compreender e a enxergar essa nova forma de vida com mais otimismo.

Compras online e relacionamento virtual: resistência no início, aceitação e apreciação com o passar do tempo

Sabemos que são vários os clientes passaram a comprar de forma online por “forças maiores”, e não por vontade própria. Afinal, foi a situação atual que fez com que eles precisassem mudar seus hábitos.

Eles não estavam insatisfeitos em fazer as compras de maneira presencial, entretanto, foi necessário mudar esse comportamento nos últimos meses. E é normal que essa mudança brusca cause resistência e desconforto – para ambos os lados:

  • Para os varejistas: eles podem não se sentir tão confortáveis para oferecer novas formas de vendas e canais de relacionamento com o público. Por vezes, são lojas que já existem há anos e possuem uma clientela fiel, mas que nunca fizeram grande esforço para adentrar ao mundo virtual. Neste cenário, há todo o cuidado de levar para o ambiente remoto a credibilidade e bom atendimentos já oferecidos nas lojas presenciais.
  • Para os clientes: nem sempre são pessoas familiarizadas com a internet e estão plenamente acostumados a fazerem suas compras de forma presencial. Podem não se sentir confiantes para fazer as compras online ou, até mesmo, não dominar as ferramentas tecnológicas. 

Ou seja, como você pode perceber, essa mudança repentina do ambiente físico para o virtual trouxe desconforto para ambos os lados. Contudo, apesar da resistência inicial, esse comportamento foi caindo no gosto dos consumidores em geral.

Os clientes passaram e entender que podem fazer o pedido do supermercado do conforto do seu lar, evitando a aglomeração. Também, viram que comunicar-se via ferramentas tecnológicas não é um bicho de sete cabeças, – muito pelo contrário!

O chatbot, por exemplo, é uma das inúmeras ferramentas que pode ser utilizada para facilitar e agilizar a comunicação entre empresa e clientes. Ele traz vantagens para ambos os lados e pode ser um diferencial para o seu negócio.

Daqui para frente: o que fazer para manter o seu supermercado em alta?

Claramente, é impossível prever o futuro. Entretanto, existem aprendizados que podemos tirar deste período e que irão ajudar a manter o seu supermercado em alta durante os próximos meses.

Um dos pontos que já tocamos muito nesse texto é o do uso da tecnologia. Ela deve ser utilizada de forma adequada e bem aproveitada pelo seu negócio.

E como a tecnologia é uma ferramenta extremamente abrangente, o ideal é usá-la em diversos setores do seu varejo. Desde o cuidado para evitar a ruptura de estoque, passando pelo controle de vendas, gestão e segmentação de clientes, relacionamento com os consumidores, entre outros.

Dentre seus benefícios para o seu negócio, a tecnologia, quando bem aplicada, ajuda a minimizar erros humanos e, também, agiliza diversos processos do seu varejo. Pode auxiliar, inclusive, a economizar custos e a visualizar os pontos do seu negócio que podem ser melhorados.

Não hesite em pesquisar o que está em alta e, é claro, contar com parceiros que poderão te mostrar ótimas maneiras de usar a tecnologia. Por fim, a Mercafacil pode ser uma dessas parcerias de sucesso para o seu negócio!

Agende agora mesmo uma reunião gratuita com um de nossos especialistas do varejo e saiba como podemos te ajudar a manter o seu supermercado em alta!

Saber como gerenciar redes sociais que engajam pode ser um ponto de destaque para o seu varejo frente a concorrência.

Hoje, pode-se dizer que quase todas as empresas utilizam as mídias sociais em sua estratégia de divulgação. Segundo a pesquisa Social Media Trends 2019, 96,2% das companhias companhias usam as redes sociais para promover a sua marca e torná-la mais conhecida.

O que isso significa? Que apenas criar perfis e páginas nesses canais não é necessariamente um diferencial. Porém, desenvolver estratégias e conteúdos de redes sociais que engajam de verdade é, sim, um ponto de destaque.

Mas como fazer isso? Como ser um destaque em um cenário onde mais de 90% das marcas já utilizam as redes? Confira nosso texto e anote nossas dicas.

Compreendendo o cenário das redes sociais 

Primeiramente, é fundamental compreender que: se mais de 90% das empresas utilizam as redes sociais, é fundamental que você também as use, correto? Senão, você já sai no prejuízo e fica para trás. Partindo disso, podemos seguir em frente.

Ideais para marcar a sua presença online, as redes sociais funcionam como uma extensão da sua marca no mundo digital. Elas permitem que você tenha uma relação mais pessoal e próxima com o seu consumidor.

Além disso, nas redes você pode publicar assuntos que sejam do interesse dos seus clientes, gerando engajamento e, até mesmo, educando-os sobre temas relacionados com a sua marca – direta ou indiretamente. Entenda um pouco melhor.

Redes sociais que engajam: conteúdo educativo

Falando dos supermercados, por exemplo, uma forma de educar indiretamente o seu consumidor é fazer uma postagem com alguma receita especial. Esse conteúdo pode despertar o desejo, a curiosidade e o interesse do leitor, mas não quer dizer que ele vá precisar ir até a sua loja para fazer a receita.

Ou seja, esse é um exemplo de conteúdo feito focado no interesse do seu cliente. Mostrando que, tanto a sua loja física quanto nos seus canais digitais, ele é o seu foco principal.

Além de receitas, você pode falar sobre inúmeros assuntos relacionados com produtos que ele pode adquirir na sua loja e, também, que possam melhorar o dia a dia dessa pessoa. Por exemplo:

  • Dicas para limpar a casa ou mantê-la organizada;
  • Dicas de sustentabilidade para o dia a dia;
  • Sugestões de aplicativos para facilitar a rotina;
  • Brincadeiras e “memes” interativos;
  • Postagens sobre datas comemorativas;
  • Conteúdos sobre diversidade, inclusão e campanhas solidárias, etc.

Essas são somente algumas opções de linhas editoriais que você pode seguir nas suas redes sociais para entreter, engajar e criar proximidade com o seu público.

Lembre-se que aqui o seu foco principal não é a venda, mas sim a criação e o fortalecimento do relacionamento. 

Redes sociais que engajam: conteúdo para vender

Além dos conteúdos educativos, você também pode usar as suas redes para fazer postagens que resultem busquem pelo aumento de vendas e de faturamento.

Alguns exemplos são as campanhas e sorteios com seus seguidores que podem dar prêmios e descontos, por exemplo.Além disso, pode fazer uma postagem especial informando ao seu seguidor que, se ele mostrá-la no caixa, ele ganha algum brinde ou algum desconto, por exemplo.

O foco é sempre o seu cliente, mas você pode utilizar as mídias para trazer informações institucionais também, informando sobre a abertura de novas lojas, sobre seus horários de funcionamento, depoimentos de clientes/parceiros/fornecedores, entre outros.

O legal é que haja uma mescla de conteúdos educativos, institucionais e aqueles voltados para a venda. Assim, a sua rede ficará mais equilibrada e poderá trazer bons resultados para a sua marca. 

Como ter redes sociais que engajam?

Pois bem, agora que você já sabe um pouco mais sobre alguns tipos de postagens que você pode fazer nas suas redes, certo?

Ah, e vale sempre lembrar que um ponto altamente relevante dessas ferramentas é que elas são gratuitas. Ou seja, você não precisa pagar nada para abrir a sua conta no Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn, Youtube e demais mídias.

Ademais, é muito importante ter um planejamento e uma constância nas postagens. Você pode testar horários e frequências até encontrar aqueles mais adequados para o seu negócio. Não existe certo ou errado, mas sim aquilo que funciona para você. E, para isso, é fundamental que você teste.

Além disso, outras dicas que você pode seguir para ter redes sociais que engajam são:

1. Saiba onde está o seu público

Quem é o seu público e quais redes sociais ele utiliza? Em quais dessas redes é relevante você produzir e compartilhar conteúdo? Ademais, quais são os outros interesses dos seus consumidores, quais perfis eles seguem e quais conteúdos consomem?

Ter esses conhecimentos vão te ajudar a definir o que você pode produzir e quais linhas editoriais explorar.

Por isso, a gestão de clientes é tão eficiente. Ela permite que você tenha conhecimento de hábitos variados do seu público. Hábitos esses que vão, dentre outros inúmeros benefícios, te ajudar a produzir materiais para as suas redes. 

2. Ofereça conteúdos relevantes

Como diz Vitor Peçanha no livro “Obrigado pelo marketing”:

Aumentar a retenção, de maneira geral, gira sempre em torno de oferecer conteúdos relevantes, com frequência, para seus clientes, de maneira que eles tenham mais sucesso ao interagir com sua marca e que você esteja sempre na mente deles nos momentos em que eles decidirem fazer novos negócios.

Vitor Peçanha, “Obrigado pelo marketing”

O autor do livro também fala que: “um bom conteúdo, direcionado, pode ajudar a sua loja a criar clientes recorrentes”.

Por isso, seja qual for o conteúdo que você irá produzir e compartilhar, lembre-se SEMPRE que o foco está no seu cliente. Assim sendo, coloque-se no lugar dele e pense “eu gostaria de estar recebendo esse material”? 

3. Pesquise e organize-se 

Uma boa produção de conteúdos deriva de uma boa pesquisa. Afinal, é assim que você irá se inspirar para colocar as suas ideias “no papel”.

Também, uma boa dica é pensar em dias da semana para postar sobre cada editoria relevante para o seu supermercado. Você não precisa seguir religiosamente essa organização, mas ela pode te ajudar na hora de definir os temas de postagem. Por exemplo: 

  • Segunda-feira: receita saudável para começar a semana ou sobre algum alimento/ingrediente da moda, seus benefícios, entre outros;
  • Terça-feira: postagem com tema institucional – pode ser sobre o seu Clube de Descontos ou Televendas, sobre horários de funcionamento da loja, seu blog/site… 
  • Quarta-feira: dica para a rotina – pode ser um conteúdo sobre exercícios físicos, para organizar o ambiente de trabalho, para aumentar a produtividade, dicas financeiras…
  • Quinta-feira: falar sobre sustentabilidade, diversidade, campanhas solidárias, etc
  • Sexta-feira: receita gostosa para fazer no final de semana de semana;
  • Sábado: editoria para falar de assuntos mais leves, como pets, brincadeiras para fazer com as crianças, decoração…
  • Domingo: dica de leitura, de filme ou de série, frase motivacional…

Esse “calendário editorial” é só uma amostra de como você pode trazer diversos temas para as suas redes sociais, mantendo os seus seguidores engajados e sempre em contato com você.

Ainda, não necessariamente você precisa fazer postagens todos os dias. Atualmente, aqui na Mercafacil, nós postamos em nosso Facebook, Linkedin e Instagram nas quartas e sextas, por exemplo. 

4. Teste!

Como já dissemos anteriormente, você só vai efetivamente saber como ter redes sociais que engajam se você testar. E testar muito!

É somente produzindo conteúdo relevante, entrando em contato com os seus clientes. testando os horários e linhas editoriais que você vai saber o que gera mais engajamento para o seu negócio.

Busque sempre referências de páginas que você gosta e organize-se para criar uma rotina. Assim, você terá maiores chances de fortalecer o relacionamento com o seu consumidor e de ter a sua marca lembrada na hora que ele for fazer uma compra. 

Por fim, terminou de ler o nosso texto e ficou com alguma dúvida? Está em busca de otimizar a sua gestão de clientes para começar a criar redes sociais que engajam para o seu varejo? Então agende uma reunião gratuita com um de nossos consultores e saiba como podemos te ajudar nessa missão.

Você tem dado atenção necessária para a gestão de estoque no seu supermercado? Acredite, esse cuidado é essencial para manter a padronização e o profissionalismo no seu varejo.

Isso acontece porque o mercado vive um cenário cada vez mais competitivo. Dessa forma,  é preciso buscar novas formas de se destacar da concorrência e adaptar-se às demandas dos clientes. Atualmente, uma dessas demandas que mais cresce é a do ambiente online. 

Assim sendo, é importante que o seu supermercado esteja neste universo, seja nas redes sociais, nos aplicativos, sites – ou em todos eles. E a gestão de estoque da sua loja precisa acompanhar esse processo. Dessa forma, preparamos algumas informações importantes que podem te ajudar a otimizar o gerenciamento do seu estoque. Confira! 

A importância da boa gestão de estoque

Cuidar da gestão de estoque é ação crucial para o sucesso de toda a operação varejista. Afinal, ela é a base para os demais processos do supermercado. Assim, quando a gestão é bem feita, verificam-se inúmeros benefícios para o seu negócio. Por exemplo:

  • Redução da necessidade de capital de giro;
  • Melhor abastecimento com redução de falta de produtos;
  • Equilíbrio de fluxo de caixa;
  • Maior controle físico das mercadorias;
  • Proximidade entre gerência e produtos.

Porém, para garantir essa boa gestão, é necessário determinar qual é o nível adequado do investimento em estoque. A partir disso, pode ser definida a quantidade de produtos a serem adquiridos a fim de manter esse nível. 

Ademais, ressalta-se que a rentabilidade de um empreendimento é sustentada pelo giro de seus produtos. Mas, e se o estoque for mal administrado?

Pois bem, uma má gestão do estoque pode impactar diretamente na experiência do cliente. Além disso, há uma maior taxa de desperdício de mercadorias que passam do prazo de validade ou estragam. E esse desperdício pode gerar grandes prejuízos o supermercado em termos financeiros.

Ações necessárias para gerir o estoque do supermercado

Neste cenário, existem algumas ações para você manter o controle e a gestão do estoque sempre em dia. Esse cuidado é essencial para a empresa apurar o movimento de entrada e saída das mercadorias. 

Ainda mais, auxilia a ter informações precisas sobre as demandas necessárias para o bom funcionamento e maior aproveitamento dos seus produtos e, também, sobre o lucro líquido obtido no final do mês. Confira nossas dicas.

Invista em funcionários qualificados

São muitas as empresas que investem e usam inúmeros controles e ferramentas. Porém, mesmo com tantos recursos, não conseguem gerenciar o estoque de forma eficaz. Assim sendo, quando isso acontece, pode ter certeza de que o problema está na mão de obra.

Dessa forma, para solucionar esse problema, existem alguns pontos que podem ser trabalhados. Como exemplo, podemos citar dois: 

  • Realizar um  processo seletivo;
  • Investir em treinamentos para os funcionários diretamente envolvidos no processo. 

Ademais, seja qual for a sua escolha, é essencial que o seu colaborador esteja apto para exercer a função designada a ele.

Crie uma automatização para a gestão de estoque

A melhor maneira de equilibrar e organizar o estoque é contar com um sistema de gestão. Afinal, o software irá lhe ajudar a acompanhar as modificações no estoque e prazos de validades.

Além do mais, essa tecnologia também pode comunicar com antecedência quando os itens estocados têm pouca saída ou se está na hora de comprá-los novamente. A tecnologia é sua aliada e você deve utilizá-la sem medo.

Tenha controle dos fluxos de mercadorias

Controle bem todas as operações realizadas com os produtos. Isso envolve registrar as entradas, saídas, movimentações dentro do estoque, trocas e devoluções.

Assim sendo, é importante separar bem cada uma dessas situações. Esse cuidado evita que aconteçam os chamados “furos” e colabora para um acompanhamento mais preciso do fluxo dos seus produtos.

Faça balanço de mercadorias

Fazer a gestão de estoque também pede pelo balanço de mercadorias. Essa atividade deve ser realizada de tempos em tempos e irá lhe mostrar um panorama da composição do estoque. Mantendo essa ação na sua rotina, você irá compreender melhor a causa de possíveis rupturas e problemas no seu negócio.

Como o cuidado com o estoque influencia na experiência do cliente

Diversos fatores influenciam na experiência do cliente na hora de realizar suas compras, como o bom atendimento, a praticidade e facilidade na hora de adquirir os produtos e, também, a variedade de itens disponíveis na loja.

É nesse ponto que a gestão de estoque se torna ainda mais importante. Afinal, somente com um bom controle de estoque será possível garantir que o cliente sempre encontre os produtos que ele precisa. Isso impacta diretamente na sensação de satisfação ao final da compra.

Atenda às expectativas do cliente

Quando um cliente não encontra o que procura mais de uma vez, isso causa uma pequena frustração na sua experiência de compra. Com isso, ele pode optar pela concorrência em uma próxima vez.

Ou seja, a disponibilidade de produtos também é um fator importante na fidelização de clientes. Por isso, é essencial saber quais são os produtos com maior fluxo de saída para que eles estejam sempre à  disposição no supermercado.

O supermercado precisa, sim, contar com uma grande quantidade e variedade de produtos. Contudo, ele não pode ter um estoque exagerado, uma vez que isso pode levar a perda dos itens.

Assim, como citado anteriormente, o ideal é realizar esse controle de estoque por meio de um software de gestão. Esse sistema ajuda o estabelecimento a manter o acompanhamento em dia, contribuindo para que a logística do supermercado siga sem falhas.

Um armazenamento de qualidade

Outro ponto importante da gestão de estoque envolve o cuidado com o armazenamento dos seus produtos.

O supermercado deve ter um espaço físico apropriado, com capacidade suficiente para atender às condições adequadas para o armazenamento de diversos tipos alimentos. Afinal, existem àqueles que necessitam de cuidados específicos devidos às suas propriedades.

Alguns itens que podemos citar são os frios, alguns tipos de embutidos e carnes, por exemplo. Esses alimentos precisam ser armazenados em freezers ou câmaras frias, pois são altamente perecíveis.

Além deles, os hortifrútis também precisam de cuidados especiais. Eles devem estar sempre frescos e, por isso, o ideal é que seja acordado com os fornecedores para que sejam entregues várias vezes durante a semana.

Sistema de gestão de estoque

A tecnologia está cada vez mais presente no cotidiano das empresas, deixando de ser um capricho ou tendência passageira. O mundo digital chegou e ficou para transformar o varejo.

Neste cenário, ganha espaço o software de gestão para o seu supermercado. Quando bem aplicado, esse sistema pode:

  • Diminuir falhas humanas;
  • Agilizar processos logísticos;
  • Otimizar o controle do estoque;
  • Registrar movimentação de mercadoria;
  • Gerar relatórios sobre a operação, dando suporte à tomada de decisões, entre outras.

Tornando a gestão de estoque do supermercado mais eficiente, o software permite uma melhor posição competitiva do seu supermercado em seu segmento de atuação.

Além do mais, um sistema de gestão de estoque eficaz também é extremamente positivo para auxiliar o seu negócio para migrar para o ambiente online sem muitas complicações e erros.

Esse conteúdo fez sentido pra você? Agora que você já conhece as melhores práticas sobre como fazer o controle de estoque do supermercado, continue acompanhando outros conteúdos para o varejo no nosso blog.

Esse artigo foi escrito por Letícia Lima, Assessora de Marketing da Mercadapp

Quer fazer campanhas e ações de sucesso para o seu supermercado? Então chegou a hora de saber quais são os erros que você não pode cometer no varejo. Ainda, esse texto também pode te ajudar a compreender o motivo de algumas campanhas não terem saído conforme o esperado.

É claro que não existe uma “receita de bolo” indicando qual é a melhor solução para o seu negócio. Afinal, cada supermercado é um supermercado e cada cliente é um cliente.

Ainda assim, existem algumas ações “chave” que podem te ajudar a compreender o que funciona melhor no mundo varejista e, dessa forma, podem colaborar para que você tenha melhores resultados na hora de desenvolver as suas campanhas.

Com isso em mente, preparamos esse material para você. Aqui, nosso objetivo é te informar e, quem sabe, te ensinar um pouco mais sobre os erros que você não pode cometer no varejo. Acompanhe! 

4 erros que você não pode cometer no varejo na hora de fazer suas campanhas promocionais

1. Não conhecer os seus clientes 

Talvez o primeiro e maior dos erros que você não pode cometer no varejo seja esse. Afinal, de nada adianta você desenvolver uma campanha maravilhosa se você não sabe para quem direcioná-la. Exemplificando:

Você pode ofertar produtos ótimos por um preço incrível mas, se eles forem direcionados para o público errado, não vão trazer o resultado que você deseja. Muito pior: podem apenas atrair clientes “caça-oferta” para a sua loja. Ou seja: aqueles consumidores que irão até o seu supermercado para adquirir aquele produto específico e nada mais.

Por isso, o primeiro passo para desenvolver uma campanha promocional de sucesso é saber quem é o seu consumidor de forma singular. Assim, você poderá tratá-lo de maneira personalizada, compreendendo o que ele gosta, a melhor forma e o melhor canal para relacionar-se com ele. Como fazer isso? Apostando em uma excelente plataforma de gestão de clientes.

Investindo nessa solução, você saberá quais são os produtos queridinhos daquela pessoa e terá mais chances de acertar em cheio na hora de desenvolver uma ação de sucesso. Isso tudo, além de aumentar a simpatia do público e destacar-se dos seus concorrentes. 

2. Não analisar os resultados

Ainda dentre os principais erros que você não pode cometer no varejo, é fundamental destacar esse, que envolve a falta de análise da campanha.

Lembre-se sempre que você só vai saber o que realmente funciona para a sua marca se você tiver dados completos sobre as suas ações. Por isso, é muito importante desenvolver objetivos concretos para elas. E, é claro, os objetivos variam de acordo com cada campanha. Alguns exemplos de metas que podem ser visadas são:

  • Aumentar as vendas de certo produto ou setor;
  • Ampliar o número de clientes cadastrados no seu clube de descontos;
  • Aumentar o engajamento de seguidores nas redes sociais;
  • Ter melhores números no que diz respeito à retenção e fidelização dos clientes;
  • Elevar o ticket médio das compras;
  • Diminuir as taxas de clientes inativos, entre outros.

Por isso, é muito importante que, antes de você definir a sua ação, você saiba dizer qual é o objetivo dela e apontar os resultados que deseja alcançar.

Ademais, esses objetivos precisam ser mensuráveis, por exemplo: “aumentar em X% o número de clientes cadastrados no Clube de Descontos até o dia tal”.

Com essas metas bem definidas, fica mais fácil analisar se a campanha, ao seu final, foi bem sucedida ou não. Assim, você saberá o que precisa melhorar para as próximas ações e o que pode ser descartado da sua estratégia.

3. Não preparar a sua equipe 

O sucesso de uma campanha depende do esforço de cada um da equipe. Assim sendo, é muito importante motivar e engajar todo o seu time sobre a ação, reforçando como cada um é fundamental para que seja alcançado o resultado final desejado.

Neste cenário, destaque para o bom atendimento e para a dedicação em tornar a experiência de compra do cliente a melhor possível.

Caso o cliente tenha dúvidas sobre a campanha, é importante que a equipe saiba como saná-la de prontidão. E isso vale tanto para os pontos de venda fixo quanto pelos canais digitais. Tudo deve estar muito bem integrado e bem explicado para a equipe.

4. Não divulgar corretamente a ação

Ainda falando dos erros que você não pode cometer no varejo, esse é outro que vale destaque.

Agora que você já sabe quem são os seus clientes, sabe que é importante definir os seus objetivos e já está com uma equipe preparada para a campanha, é fundamental você trabalhar com a divulgação assertiva da ação promocional. Ou seja: fazer com que os clientes saibam que ela existe.

Para isso, você pode usar e abusar dos diversos canais de comunicação disponíveis para divulgar a sua campanha da maneira que for mais adequada. É possível apostar nos canais mais pessoais – como SMS e e-mail, ideais para um contato mais personalizado, – e também os mais gerais, como as suas redes sociais, para informar sobre a ação do seu supermercado.

Ainda, se a sua ação promocional é exclusiva para um setor da loja, por exemplo, deixe isso bem sinalizado no seu estabelecimento. E, é claro, tenha cuidado para que no caixa os produtos com preço promocional estejam adequadamente atualizados. 

Conhecendo os erros que você não pode cometer no varejo

Agora você já sabe um pouco mais sobre os erros que você não pode cometer no varejo na hora de fazer as suas ações, certo?

Então, para deixar a sua leitura ainda mais completa, confira nosso artigo sobre 3 erros comuns que afastam muitos clientes de supermercados e saiba como aumentar o sucesso do seu negócio.

Por fim, terminou de ler o nosso texto e ficou com alguma dúvida? Está em busca de otimizar a sua gestão de clientes para desenvolver campanhas mais assertivas? Então agende uma reunião gratuita com um de nossos consultores e saiba como podemos te ajudar nessa missão.

Se você está em busca de alavancar o seu varejo, com certeza chegou a hora de usar os dados de forma inteligente para alcançar esse objetivo.

Seja para conquistar novos clientes, reter ou fidelizar os seus consumidores fiéis, para aumentar o seu faturamento, diminuir os gastos da loja, desenvolver campanhas e ações que tragam bons resultados, fortalecer o relacionamento com o cliente… Realmente: não importa.

Acredite: a resposta para alavancar o seu negócio está em saber como usar os dados a seu favor. Afinal ter os dados de clientes e não usá-los não adianta de nada. Mas como fazer isso? Confira nosso texto e saiba mais sobre a importância implementar essa tendência no o seu varejo. 

CBM: usando os dados de forma inteligente, trocando o “tiro de canhão” pelo “tiro de sniper”

Você já ouviu falar do “CBM”, a plataforma que é a evolução do “CRM”? Enquanto o CRM é traduzido como a “gestão de relacionamento dos clientes”, o CBM é a “gestão de comportamento dos clientes.

Criado por nós, da Mercafacil, o CBM te incentiva a usar os dados de forma inteligente, reforça que o cliente é o maior ativo da sua empresa e coloca-o 100% no foco das suas ações. 

Unindo Inteligência Artificial, Big Data e o CRM para gerar dados preciosos sobre o comportamento dos seus clientes, o CBM te dá munição suficiente para que as suas ações “tiro de canhão” se tornem “tiro de sniper”.  Como assim? Olha só:

Ações “tiro de canhão” 

Como já diria Herbert Bayard Swope, jornalista americano três vezes ganhador do Prêmio Pulitzer de Reportagem, “não existe fórmula para o sucesso. Mas há uma fórmula infalível para o fracasso: tentar agradar a todos”.

E, resumidamente, as ações “tiro de canhão” são isso: uma tentativa de agradar a todos – sem saber quem são as pessoas que compõem esse “todo”.

As ações tiros de canhão são aquelas compostas pelos tabloides e demais campanhas “gerais”. Elas não são voltadas para um público específico e, também, não são desenvolvidas baseadas no uso de dados inteligentes.

Muito populares, elas englobam carro de som, outdoor, encartes e demais ofertas variadas que não visam atingir um perfil definido de cliente. Elas funcionaram por muito tempo. Mas hoje estamos em uma era diferente. 

Elas não precisam ser extintas, mas talvez, sozinhas, não tragam o resultado esperado para o seu negócio.

Então, quais são os resultados de não usar os dados e apostar nas ações “tiro de canhão”? 

Pois bem: elas chegam até os consumidores. Mas, como não têm um público pré-determinado, já que são direcionadas para todos, podem causar “mais estrago” às lojas.

Os itens colocados em oferta são escolhidos de forma generalizada, muitas vezes sem saber o que o público está realmente procurando.

Assim, podem atrair aquele cliente “caça-ofertas”, que vai até a sua loja apenas para consumir o que está em promoção. Também, podem não ser muito efetivas. Afinal, de nada adianta o seu carro de som anunciar uma mega promoção de cervejas, se o que o seu cliente busca são produtos do hortifruti, por exemplo. 

Ações “tiro de sniper”

Nas ações “tiro de sniper” estamos falando de usar os dados de forma inteligente. Também, falamos de alavancar o seu varejo de acordo com a realidade atual em que vivemos.

Compostas por campanhas segmentadas, elas são feitas 100% baseadas no conhecimento que a rede tem sobre o seu público. Esse tal conhecimento que estamos falando são aqueles dados recolhidos e armazenados por uma plataforma completa de gestão de clientes – como o CBM, que citamos anteriormente.

Com essa base de dados completa, é possível guiar as ações do seu supermercado para que sejam feitas ofertas e demais campanhas personalizadas, que realmente atraim os consumidores. 

Qual é o resultado de usar os dados inteligentes e investir nas ações “tiro de sniper”? 

A melhora no relacionamento com o cliente e o possível – e altamente provável – aumento no seu faturamento. Basta conferir um dos nossos diversos cases de sucesso para saber como o investimento em ações que usam os dados como base podem resultar em melhoras expressivas para o seu varejo.

Ademais, lembre-se que as ações “tiro de sniper”, são positivas para os consumidores, que recebem ofertas e campanhas que fazem sentido para eles, e também são valiosas para as empresas, que selecionam quais são os produtos que irão entrar em promoção.

Além de, é claro, personalizar o contato com cada cliente, entendendo as suas singularidades, gostos, hábitos e comportamento de compra. 

Aprenda a usar os dados a favor do seu varejo 

Por fim, saber quem são os consumidores do seu supermercado é muito importante para você tomar qualquer decisão que envolva o seu varejo.

É com esse conhecimento que você coloca o cliente no centro das suas ações e faz com que ele seja realmente a base para o desenvolvimento de toda e qualquer ação da sua loja. Esse cuidado torna o contato mais próximo e personalizado, sendo um fator de extrema importância para a otimização da experiência do consumidor.

Se você está em busca de todas essas soluções para o seu negócio, mas não sabe muito bem por onde começar, agende agora mesmo uma reunião gratuita com um dos nossos especialistas e saiba como o CBM, da Mercafacil, pode ser a melhor saída para usar os dados de forma inteligente e alavancar o seu supermercado.