Author

Daniela Hendler

Browsing

Se você está tendo dificuldades para divulgar o WhatsApp do seu varejo e está em busca de aumentar o engajamento dos seus clientes por essa ferramenta, você está no lugar certo.

Afinal, já faz tempo que o WhatsApp deixou de ser uma simples ferramenta de troca de mensagens entre amigos. Hoje, ele é uma poderosa plataforma para as empresas se comunicarem com seus clientes.

Inclusive, para ter noção do quão importante essa ferramenta pode ser para o seu negócio,  segundo a pesquisa Mensageria no Brasil – Fevereiro 2020, publicada pela Panorama Mobile Time/ Opinion Box, pelo menos 76% dos brasileiros já usaram o WhatsApp para interagir com marcas.

Ps: essa pesquisa foi feita logo antes da pandemia. Ou seja, a porcentagem atual de clientes que se comunicam com as empresas via WhatsApp é ainda maior!

Dessa forma, podemos entender que as empresas que utilizam de forma adequada o WhatsApp e conseguem se comunicar com os seus clientes via essa ferramenta saem na frente das daquelas que não se desenvolveram nesse quesito.

Porém, como fazer com que haja um bom engajamento dos seus clientes para que eles entrem em contato com a sua marca via WhatsApp? Acreditamos que o primeiro passo é saber as melhores formas de divulgar o WhatsApp do seu negócio de maneira assertiva e efetiva.

Afinal, para que a comunicação com o seu cliente seja assertiva por essa ferramenta,  é ele quem deve dar o primeiro passo e começar a conversa com a empresa. 

E é para te dar boas sugestões de como fazer isso que nós preparamos esse texto. Acompanhe!

Entenda os principais motivos de divulgar o WhatsApp – e deixe-os muito claros para o seu cliente

Como comentamos rapidamente acima, é o cliente que deve começar uma conversa com o WhatsApp do seu supermercado para que a comunicação entre vocês seja positiva. Então, é hora de se colocar no lugar deste cliente.

Pense da seguinte forma: 

Se você estivesse no lugar do cliente, por quais motivos você começaria uma conversa no WhatsApp com uma marca? 

As respostas podem ser variadas, porém, existe algo que não muda: é importante que a marca envie conteúdos de qualidade via WhatsApp. 

Quais os benefícios de fazer uma boa gestão do WhatsApp?

Você, como varejista, deve compreender quais são os principais benefícios de ter um canal de WhatsApp relevante. Assim sendo, lembre-se que essa plataforma é uma maneira de você criar um relacionamento diário com o seu cliente

Dentre os conteúdos que você pode enviar por este canal, destaque para: 

  • Ofertas exclusivas;
  • Conteúdos educativos relevantes, como receitas e dicas que despertarão o interesse e a curiosidade do cliente;
  • Informações variadas relacionadas à mudanças no horário de funcionamento, inaugurações e/ou campanhas especiais;
  • Produtos novos que acabaram de chegar no mercado e/ou produtos que já faziam parte do seu mix, mas que estão em promoção, e muito mais.

Entenda que o WhatsApp é mais um canal de comunicação entre você e o seu cliente. Ele está presente nos celulares de 99% das pessoas e deve fazer parte da sua estratégia de marketing.

Porém, para que você tenha sucesso nessa plataforma, é muito importante criar estratégias para os seus clientes adicionem o número de WhatsApp do seu negócio. É isso que vamos sugerir abaixo.

5 dicas para divulgar o WhatsApp do seu supermercado

1. Divulgar o QR Code e o número do WhatsApp na loja 

Para divulgar o WhatsApp do seu supermercado, lembre-se de acrescentar o QR Code e o número do WhatsApp em todos os materiais da sua loja. 

Você pode criar uma placa de acrílico e deixá-la exposta nos caixas, assim como na entrada do seu supermercado. Também, acrescente essas informações no seu encarte, panfletos e demais materiais de comunicação.

Além disso, ao acrescentar essas informações, coloque uma chamada convincente para os seus clientes terem vontade de adicionar o WhatsApp do seu supermercado. Por exemplo:

“Adicione o [nome do supermercado] no WhatsApp, nos dê um ‘oi’ por lá e receba ofertas exclusivas!” 

2. Contar com o apoio dos colaboradores para divulgarem o WhatsApp 

Além de divulgar o WhatsApp via materiais na sua loja, lembre-se que é muito importante contar com um time engajado, que entenda a importância do WhatsApp para o seu negócio.

Por isso, reforce aos seus operadores de caixa e demais funcionários sobre o papel que eles têm em divulgar o WhatsApp do supermercado. Na hora que o cliente estiver passando o produto no caixa, o profissional pode falar rapidamente sobre o WhatsApp, citando as vantagens que o cliente terá caso se comunique com a loja por este canal.

3. Divulgar o WhatsApp via SMS e demais canais diretos

Outra dica importante para ter sucesso na hora de divulgar o WhatsApp do seu varejo é utilizar outros meios de comunicação diretos para fazer essa disseminação. Um que pode trazer muitos resultados instantâneos é o SMS.

De rápida leitura e altamente objetivo, o SMS oferece: entrega imediata, leitura de no máximo 3 minutos e taxa de abertura que chega a até 98%. Basta preparar mensagens assertivas, que despertem a curiosidade e o senso de urgência aos clientes. Assim, você terá ótimas chances de aumentar o engajamento do WhatsApp do seu supermercado.

Por exemplo: “Quer ofertas exclusivas? Então fale com [nome do supermercado] via WhatsApp e fique por dentro das novidades! Adicione nosso número/acesse o link e nos dê um ‘oi’”

Ps: se você já for cliente Mercafacil, fale com o seu consultor! Ele poderá te ajudar a redigir mensagens de SMS ideais para aumentar o engajamento do seu WhatsApp. 

4. Postar um conteúdo interessante nas redes sociais e instigar as pessoas para adicionarem o WhatsApp para saberem mais sobre o assunto

Outra forma de divulgar o WhatsApp do seu supermercado é instigando a curiosidade dos seus clientes via redes sociais. Você pode, por exemplo, postar a foto de uma receita deliciosa nas suas redes e, na legenda, acrescentar algo como: 

“Quer saber como preparar esse prato? Então acesse o nosso link do WhatsApp/adicione o nosso número e tenha acesso a esse e muitos outros conteúdos exclusivos”. 

5. Criar um sorteio em que uma das regras é a pessoa comunicar-se com a sua loja via WhatsApp  

Além dos conteúdos educativos e que despertam o interesse e a curiosidade dos clientes, você pode apostar em sorteios para aumentar o engajamento do seu WhatsApp. 

Como fazer isso? 

Na hora de criar as regras para o sorteio, basta acrescentar uma que seja relacionada com o WhatsApp. Por exemplo: “Para participar do sorteio, você deve nos chamar no WhatsApp e mandar a mensagem ‘quero participar’”. Entende? 

É hora de divulgar o WhatsApp do seu supermercado! 

Pois bem, agora você já sabe mais sobre como divulgar o WhatsApp do seu varejo de forma mais assertiva, certo?! 

Porém, se você ainda tem dúvidas sobre como utilizar essa ferramenta como uma poderosa estratégia no seu negócio ou está em busca de soluções personalizadas para o seu varejo, entre em contato conosco e saiba como podemos te ajudar. 

Com a plataforma da Mercafacil, além de contar com todo o suporte dos nossos consultores na hora de redigir suas mensagens, você encontra planos que vão de 4.000 a 20.000 disparos de mensagens diárias via WhatsApp. 

Basta escolher o mais adequado para as suas necessidades e colher os frutos de fazer uma boa estratégia de comunicação via essa ferramenta!

Se você está em busca de aumentar as vendas do seu supermercado, existem algumas estratégias que você deve conhecer. E elas incluem tanto os cuidados com o mix de produtos, atendimento aos clientes, organização e marketing, quanto a atenção com os seus colaboradores. E hoje nós vamos falar sobre esse último tópico: as campanhas internas que podem incentivar o seu time a vender mais.

As campanhas internas de incentivo de vendas são ferramentas tradicionais e poderosas. Quando bem utilizadas, ajudam o seu supermercado a aumentar as vendas e, ao mesmo tempo, geram um engajamento maior dos colaboradores. Por fim, o seu varejo alcança melhores resultados e o seu time fica mais motivado. Interessante, não é mesmo?

Para te dar boas dicas de como fazer campanhas internas vencedoras, preparamos este material. Acompanhe e prepare-se para botar em prática o quanto antes as nossas sugestões.

Como criar campanhas internas vencedoras no seu supermercado? 

1. Valorize e engaje o seu colaborador

O primeiro passo para garantir que as campanhas internas sejam um sucesso é contar com um time que veste a camisa da sua marca. Por isso, o engajamento dos colaboradores deve ser visto como um investimento para o seu negócio.

Afinal, de nada adianta você criar campanhas maravilhosas se os profissionais que estão na linha de frente da empresa não estão satisfeitos com o seu trabalho. São eles quem comandarão a campanha e poderão garantir que ela seja um sucesso.

Para isso, é essencial ter uma comunicação clara e objetiva com o seu time. Apresentando números, metas a serem batidas e os motivos das ações. É essencial que os profissionais sintam-se parte da empresa e saibam que cada um deles pode fazer a diferença.

Um time proativo, motivado, bem treinado e disposto a bater as metas é muito importante para o sucesso do seu varejo. 

2. Defina quais são os objetivos da campanha – e saiba como mensurar os resultados de maneira clara 

Tendo um time que veste a camisa e está disposto a fazer uma campanha interna de sucesso, é hora de definir quais são os objetivos dessa ação.

E está errado quem pensa que o único objetivo esperado é “aumentar as vendas”. Muitas vezes existem outras metas que podem ser um pouco mais complexas, por exemplo:

  • Aumentar o número de cadastros de clientes no seu Clube de Descontos 
  • Caso você venda sacolas retornáveis, é possível criar uma meta para aumentar a venda destes produtos, reforçando o cuidando ambiental dessa ação

Além dos vendedores e operadores de caixa, também é possível pensar em campanhas internas para as outras áreas do seu supermercado. Desde o marketing, passando pelo time que atua no estoque e reposição, entre outros.

As campanhas não precisam ocorrer todas ao mesmo tempo, mas é importante que você compreenda que é possível, sim, desenvolver ações para todos os times. E, mais do que isso, entender que essas campanhas internas trarão apenas resultados positivos para o seu negócio.

Outro ponto ESSENCIAL é criar um esquema de pontuações que seja facilmente mensurável e que você possa apresentar ao fim da campanha. É preciso que todos entendam, de maneira clara, quem é o vencedor e o motivo disso.

Pois bem, definidos os objetivos das campanhas internas e a forma de calculá-los, é hora de fazer as regras e divulgá-las para o seu time. Assim, eles saberão o que precisam fazer para ganhar o prêmio. E falando em prêmio…

3. Defina quais serão as premiações das campanhas internas do seu supermercado

Para que o seu time mantenha-se motivado é importante pensar em premiações que sejam relevantes para eles. Inclusive, antes de dar início à campanha, é possível até mesmo fazer uma enquete com os colaboradores perguntando o que eles gostariam de ganhar se fossem os vencedores.

Algumas sugestões que você pode dar de premiação são: 

  • Cartões de débito/voucher com valores para gastar
  • Cursos
  • Viagens
  • Cestas personalizadas
  • Dinheiro
  • Eletrônicos (computadores, celulares, televisores, tablets)
  • Eletrodomésticos (microondas, airfryer, forno elétrico)
  • Kits personalizados (kit de churrasco, kit de comida japonesa, entre outros).

Inclusive, outra dica legal é aproveitar essa enquete da premiação e também abrir um espaço para sugestões de nomes para a campanha. Ações com temas criativos atraem a atenção e instigam o time. 

Inclusive, o profissional que der a melhor sugestão e ela for escolhida, já pode somar “um ponto” na campanha interna. Que tal?

4. Lance a campanha! 

Pois bem,  agora você já sabe qual é o objetivo da campanha e como calcular o resultado. Também, já definiu as regras e sabe qual será a premiação para o colaborador/o time vencedor. Então, é hora de lançar a ação!

Para isso, é muito importante você já ter um prazo bem definido para a campanha. Já no lançamento, informe qual será o dia do encerramento e da premiação. Durante o período em que a campanha estiver acontecendo, aposte em comunicados internos para manter o time engajado e estimular a gameficação. 

5. Faça uma cerimônia de encerramento memorável e acrescente as campanhas internas na cultura do seu negócio

Para premiar o vencedor, lembre-se de fazer uma cerimônia memorável, valorizando a dedicação que o time e/ou o profissional tiveram para chegar lá. Isso poderá despertar a vontade dos demais profissionais de participarem de maneira mais engajada das próximas campanhas. 

E esse é outro ponto muito importante.

Deixar claro que existirão novas campanhas internas e que, em algum momento, elas irão contemplar cada time. 

Se a primeira campanha foi exclusiva para o time de operadores de caixa, a segunda pode ser para o time de vendedores, a terceira para os profissionais que atuam no estoque, e aí por diante.

Ou seja, o ideal é tornar as campanhas internas em parte da cultura do seu negócio.

Bônus: estenda as campanhas internas para outros objetivos que não estejam relacionados com o faturamento da sua loja 

É claro que aumentar as vendas é o objetivo do seu negócio. Porém, as campanhas internas para os seus colaboradores podem ir muito além disso! 

Que tal promover ações de arrecadação de agasalhos, cestas básicas e rações para animais de estimação? Ou então fazer campanhas voluntárias, em que cada time se compromete a visitar uma instituição carente?

Essas campanhas internas são excelentes para todos os envolvidos: para os colaboradores, para as instituições que serão ajudadas e, também para o seu varejo. Afinal, é uma forma saudável de ajudar as entidades locais, de humanizar a sua marca e de desenvolver hábitos mais altruístas para os profissionais do seu time. Todos saem ganhando!

Por fim, gostou das nossas sugestões para fazer campanhas internas para o seu supermercado? Então continue acompanhando o nosso blog para ficar sempre por dentro das novidades e tendências para o varejo!

Logo estamos no segundo mês do ano que, apesar de mais curto, traz consigo importantes datas comemorativas. Um grande destaque, é claro, é o Carnaval. Então, se você busca vender mais em fevereiro e alavancar o faturamento do seu supermercado, você está no lugar certo.

Confira quais são as principais oportunidades do mês, prepare o seu varejo para elas, fortaleça o relacionamento com os seus clientes e aumente suas vendas neste período. Vem ver as nossas dicas!

Ideias de campanhas sazonais e principais oportunidades para vender mais em fevereiro

01/02 – Para vender mais em fevereiro, faça uma campanha de início de mês 🛒💸

O começo de mês costuma ser o momento em que as pessoas recebem seus salários e, também, os vales refeição/alimentação. Ou seja, é o período em que há mais dinheiro circulando.

Sendo assim, se você busca vender mais em fevereiro (e em todos os meses!), uma boa dica é fazer campanhas variadas de estímulo à compras, que aumentem o ticket médio por cliente. Por exemplo:

  • Fazer ações com vendas casadas, que ajudam a aumentar o ticket e, também, a desencalhar produtos que estão parados na sua loja;
  • Apostar em um saldão de produtos de curva B e C que não venderam o esperado no mês anterior. 

Caso você já tenha uma ferramenta de Gestão de Clientes, como a da Mercafacil, você pode aproveitar o começo do mês para enviar o encarte da sua loja para toda a sua base de clientes. A partir disso, é possível fazer uma ação de resgate dos clientes inativos da sua loja, aqueles que compraram nos últimos 60 dias mas não nos últimos 30 dias. 

04/02 – Dia mundial contra o Câncer💕🎗

Essa é uma excelente data para você mostrar que o seu supermercado apoia uma causa importante. Dessa forma, é um momento para você humanizar o seu varejo e aproximar seu relacionamento com os clientes.

Além disso, são diversas as ações que você pode fazer para mostrar o engajamento da sua marca com esta data. Por exemplo:

  • Fazer uma série de postagens em suas redes sociais, convidando um médico para falar sobre o assunto. É possível falar sobre a importância do diagnóstico precoce, dos cuidados a serem tomados para a prevenção da doença, entre outros;
  • Dedicar uma porcentagem das vendas da sua loja durante este dia para alguma instituição relacionada com o tratamento de câncer;
  • Preparar promoções no setor de FLV e/ou de alimentos saudáveis, já que eles são importantes para manter a saúde em dia.

16/02 – Carnaval 🎊

É claro que, para vender mais em fevereiro, você deve dar muita atenção à principal data comemorativa do mês. Ou seja, o carnaval.

Atenção: apesar de o carnaval ser comemorado em 16/02, essa data pede por ações que devem ter início logo nos primeiros dias do mês. Afinal, o dia 16/02 cai na terça-feira e é comum que os foliões comecem a aproveitar a festa muito antes, no dia 12/02 (sexta-feira), por exemplo.

Ainda, sabemos que o carnaval de 2021 tem tudo para ser diferente dos anos anteriores. Mas, com certeza, as pessoas encontrarão formas para aproveitar a folia. E você pode ajudá-las!

Dito isso, vale lembrar que existem inúmeras campanhas e ações que você pode fazer na sua loja para comemorar esta data. E estamos falando tanto de ações de vendas quanto de relacionamento. Confira! 

A importância da identidade visual

O carnaval é uma festa cheia de vida, cores, alegria, fantasia, música, etc. E isso deve transparecer no seu varejo! 

Por isso, tanto no seu PDV, quanto nos seus encartes, site e suas redes sociais, aposte em uma comunicação visual festiva que esteja de acordo com o carnaval. Também, aproveite este momento para interagir com o seu público e gerar mais engajamento em suas redes

Ofertas relevantes para o período

Para vender mais em fevereiro e ter sucesso na sua campanha de carnaval, foque suas promoções nos produtos que mais fazem sucesso durante a festa.

Alguns já conhecidos são os petiscos variados, bebidas e açougue. Também, aproveite para organizar a sua loja de modo a estimular compras casadas. Por exemplo: deixar carvão e bebidas próximo ao açougue.

Além disso, para ter maior certeza de quais produtos são os queridinhos dos seus clientes, use a sua plataforma de Gestão de Clientes para filtrar os itens que mais venderam no carnaval do ano passado e aposte nesses itens em suas promoções. 

Para aproveitar o carnaval e vender mais em fevereiro: aposte na sessão de bazar! 

A sessão de bazar pode ser excelente para aumentar o ticket médio das compras durante o carnaval. E, ainda, tornar o momento mais divertido e memorável para o cliente. Você pode incrementar a sessão com serpentinas, confetes, acessórios e fantasias variadas. 

Ps: a festa é tão grande no nosso país que temos um texto que traz apenas sugestões de ações para serem feitas para tirar o máximo proveito dessa data para o seu varejo. Vale a leitura!

21/02 – Dia Nacional do Imigrante Italiano

O Dia Nacional do Imigrante Italiano é outra boa data comemorativa para vender mais em fevereiro e estreitar sua relação com os clientes.

Que tal utilizar as suas redes sociais para:

  • Compartilhar receitas tradicionalmente italianas;
  • Fazer enquetes e brincadeiras que geram engajamento. Nos stories do Instagram, por exemplo, fazer uma batalha de pratos italianos que todo mundo gostam;
  • Postar curiosidades sobre a cultura italiana;
  • Convidar um chef para fazer uma receita ao vivo e transmitir pelo seu Instagram;

Essas ações nas redes sociais podem ser feitas apenas durante o dia ou estenderem-se durante a semana. 

Ademais, além das redes sociais, você também pode criar um encarte especial com os ingredientes que compõem as receitas italianas e enviar via SMS para atrair os clientes até a sua loja/estimular que comprem de maneira online.

28/02 – Dia da Ressaca 😴

Mais descontraída e divertida, essa data é mais uma oportunidade para você estreitar o relacionamento com os seus clientes e vender mais em fevereiro. 

Assim sendo, que tal aproveitar o Dia da Ressaca para fazer ofertas de produtos que ajudam a curá-la?

Isotônicos e suco de laranja podem fazer sucesso nessa campanha. Além deles, alimentos mais saudáveis, como abacate, tomate, banana e até mesmo leite também costumam ser bem vistos por quem está “sofrendo com a ressaca”. Você pode fazer um encarte com esses produtos e enviar via SMS para seus clientes.

Bônus: caso você já utilize a plataforma da Mercafacil, você pode segmentar as ações do Dia da Ressaca para clientes acima dos 18 anos e que costumam consumir bebida alcoólica. 

Ainda, caso considere pertinente, você pode fazer brincadeiras em suas redes sociais, perguntando para as pessoas como elas costumam curar a ressaca, por exemplo.

Outras dicas para vender mais em fevereiro

Logo no começo do texto, citamos a “campanha de início de mês”, que pode te ajudar a vender mais em fevereiro. Porém, além dela, você também pode apostar em outras ações que estimulam o aumento de vendas, retomam e/ou reforçam o relacionamento com o seu cliente. Por exemplo:

Campanha segmentada no meio do mês

Trabalhar mensalmente com campanhas segmentadas é algo que deve fazer parte da sua estratégia e planejamento para o seu supermercado. E a metade do mês é uma excelente época para você voltar a movimentar sua loja com mais intensidade. Para isso, basta escolher qual ou quais setores da sua loja irão participar da ação. 

As oportunidades são várias! Você pode optar desde movimentar o setor petshop, por exemplo, até mesmo o de bebidas alcoólicas, produtos premium e importados, entre outros.

Para escolher qual será o setor que será a estrela da campanha segmentada do mês, avalie o desempenho das suas ações anteriores e dedique um tempo para criar segmentações bem específicas dos seus clientes. Esse cuidado pode garantir que sua campanha seja mais efetiva.

Resgate de clientes inativos 

Você pode aproveitar a terceira semana do mês para fazer ações específicas de resgate de clientes inativos. Para isso, é importante que você acompanhe na sua plataforma de gestão de clientes quanto tempo o consumidor está em comprar da sua loja.

Identificando esse “atraso” na compra, você poderá entrar em contato com ele oferecendo ofertas selecionadas, personalizadas e assertivas, que sejam do interesse deste cliente. Certamente uma promoção em algo que ele já costuma comprar gera boas chances de que ele vá até sua loja.

Veja também: 6 dicas para resgatar clientes inativos e aumentar as vendas 

Saldão/balanço de fim de mês

Que tal separar um dia promocional para desovar produtos que estão encalhados e para manter o cliente comprando na sua loja? Essa ação estimula o consumo por meio de promoções e também pode ser feita em todos os meses do ano.

Preparado para vender mais em fevereiro?

Com todas essas dicas, o seu supermercado está, com certeza, mais preparado para vender mais em fevereiro, certo?

Ah, quer saber quais são as principais datas comemorativas de todos os meses do ano? Então baixe agora mesmo, gratuitamente, o nosso Calendário Promocional para 2021

Com ele, além de vender mais em fevereiro, você poderá alavancar seu faturamento durante os 365 dias do ano!

Ademais, se você tem dúvidas sobre como aplicar nossas sugestões de ações na sua loja, entre em contato conosco e conheça as nossas soluções personalizadas para o seu negócio.

Mudanças no comportamento de consumo, a utilização cada vez mais presente da tecnologia e as novas necessidades e desejos dos clientes estão fazendo com que o já tradicional “PDV” (ponto de venda) se transforme em algo maior. Estamos falando do PDX (ponto de relacionamento e experiência).

De maneira resumida, a letra “X” pode ser entendida como a experiência que o shopper precisa ter no seu ponto de venda. Também, pode ser tratada como “exponencial”, como a multiplicidade de possibilidades, expectativas, relacionamentos e funções que os antigos PDVs – ou lojas – passam (ou devem passar) a oferecer.

Já sabemos que o varejo está passando pela “era da experiência”, e a evolução do PDV para PDX é mais uma prova disso. Entretanto, como fazer com que o seu supermercado acompanhe essa tendência que veio para ficar? E, mais do que isso, como fazer com que você aumente a fidelização dos seus clientes e as suas vendas compreendendo melhor esse novo conceito? Acompanhe!

PDX: mais do que uma loja de produtos. Um local que oferece experiências

É importante compreender que o consumidor atual busca mais do que um produto quando vai ao seu supermercado. Ao optar por fazer compras, o cliente atual também dá atenção à valores como:

  • Ações inclusivas;
  • Acolhimento;
  • Proximidade;
  • Personalização – no atendimento, nas promoções, na forma de se comunicar, etc;
  • Cooperação;
  • Cuidado com o ambiente;
  • Posicionamento e causas defendidas.

Entre outros. Esses tópicos fazem parte na decisão de compra dos clientes do presente e do futuro próximo. E é importante que o seu supermercado esteja atento a eles.

E mais do que isso, vale lembrar que esses tópicos são extremamente importantes tanto para a loja física quanto para o ambiente virtual. Assim, valorizar a omnicanalidade e a jornada figital do seu shopper é essencial. 

Ou seja, da mesma maneira que você deve acolher os seus clientes no seu PDV – ou PDX, – você também deve demonstrar este cuidado em suas redes sociais e demais canais de comunicação. 

Lembre-se de que todos os canais são integrados e, mais do que isso, se completam. Assim sendo, um canal não veio para destruir o outro, mas sim, para somar, evoluir e tornar o relacionamento e a experiência entre cliente e varejo cada vez melhor. 

O PDV não vai acabar, ele vai evoluir e tornar-se um PDX. E as marcas que compreenderem isso sairão na frente. 

Compreendendo o seu shopper

Conforme citamos em um dos tópicos anteriores, a personalização é um dos pontos importantes para o sucesso da sua marca. Isso acontece porque é este cuidado que mostra ao cliente que você sabe exatamente quem ele é ao relacionar-se com ele. 

Para isso, é muito importante debruçar-se em dados, cupons, usar inteligência artificial e outras tecnologias que podem ser grandes aliadas. Inclusive, uma plataforma completa e integrada de gestão de clientes pode ser a sua maior guia neste momento.

Essa tecnologia te auxilia a compreender e a explorar o universo dos seus clientes com profundidade, especificidade e assertividade. O objetivo é entender cada vez melhor:

  • Quem é este shopper;
  • Como ele se comporta quando vai às compras;
  • Qual é o seu processo de tomada de decisões na sua loja;
  • Qual é a frequência que ele vai até o seu PDX e o que ele mais valoriza no seu negócio;
  • Ele se relaciona com você via redes sociais e/ou demais canais de comunicação, ou apenas faz as compras físicas?
  • O que faz ele comprar na sua loja? (Preços, localização, experiência, mix de produtos, ações engajadas), entre outros. 

É a compreensão de todos estes dados que permite que você possa evoluir o seu PDV ao PDX e, assim, ofereça a melhor experiência ao seu consumidor. 

Como evoluir o meu PDV e torná-lo um PDX?

Para não deixar com que o seu supermercado fique para trás e você passe a ter um PDX completo, o primeiro passo é: compreender as mudanças pelas quais estamos passando e, mais do que isso, contar com uma equipe engajada, que também compreenda essas alterações e esteja disposta a evoluir junto com a sua marca. Ou seja: faça com que a cultura da inovação esteja presente na sua rotina.

Compreendida a importância dessa evolução, é hora de lembrar o que faz com que o PDV se torne um PDX. Estamos falando dela, da experiência completa que o cliente tem ao se relacionar e/ou fazer compras da sua loja.

Lembre-se de que oferecer experiências ao consumidor é algo que está relacionado com questões que vão muito além do preço dos seus produtos. Estamos falando de:

  • Oferecer informações, serviços, soluções, ações educativas, entretenimento e consultoria sobre determinados produtos e categorias. Esses conteúdos podem ser feitos em postagens nas redes sociais e encartes, mas também de forma presencial na sua loja;
  • Gerar emoções e sensações positivas relacionadas aos produtos e à sua marca;
  • Considerar a ampliação do mix de mercadorias, caso isso possa melhorar a experiência do cliente com a sua marca – sempre, é claro, sem prejudicar a sua operação.

O mais importante é que você deve sempre lembrar se de que a venda pode, ou não, acontecer na sua loja física naquele momento. E isso muda completamente o conceito antigo do PDV. Afinal, o PDV era visto como o local em que ocorria a atração, oferta, promoção de produto e o relacionamento com o consumidor. Hoje, o PDV evoluiu e se tornou o PDX, algo que engloba muitas outras coisas – como você pôde observar. 

A integração do PDX com a tecnologia

É impossível falar de evoluir o PDV para o PDX sem tocar na importância da tecnologia e da digitalização do varejo. 

Afinal, é utilizando a tecnologia e compreendendo a importância de suas ferramentas que você poderá garantir que a sua loja esteja presente nos mais diversos canais de forma integrada.

Lembre-se de que o seu cliente está online e, se ele está lá, você também precisa estar. 

Porém, a loja física também continua sendo essencial para garantir o sucesso do seu supermercado.

E é por isso que é tão importante integrar os canais de maneira completa e compreender as mudanças propostas pelo PDX. 

Por fim, garanta que o seu cliente tenha sempre a melhor experiência com a sua marca, independentemente do canal escolhido para essa interação.

Está em busca de compreender cada vez melhor os seus shoppers e ter sucesso na hora de evoluir o seu PDV para um PDX? Então agende uma reunião gratuita com um dos nossos especialistas e saiba como a nossa plataforma completa de Gestão de Clientes pode ser a solução para o seu varejo.

Ter sucesso na hora de fidelizar os clientes e fazer com que eles voltem a comprar da sua loja. Mais do que isso, estimular com que eles se tornem promotores espontâneos da marca e estejam sempre satisfeitos com os produtos e serviços do seu varejo. Não é isso o que todo supermercado deseja? E é por isso – e muito mais! – que apostar em uma potente estratégia de sucesso do cliente em supermercados pode ser aquilo que falta para o seu negócio crescer e faturar mais.

Ademais, sempre vale a pena lembrar que:

  • É de 5 a 7 vezes mais barato para a sua marca manter os clientes fiéis do que conquistar novos;
  • Segundo pesquisa feita pela Bain & Company, aumentar a taxa de retenção de consumidores em apenas 5% pode gerar um aumento de até 95% na lucratividade da sua marca.

Esses são apenas alguns números que mostram o poder da fidelização dos clientes no seu supermercado. E trabalhar em busca dessa fidelização de clientes é algo que deve estar presente na cultura da sua marca, em todas as áreas. 

Tem dúvidas sobre como fazer isso? Quer saber mais sobre o que é essa estratégia que visa o encantamento e a fidelização espontânea dos seus shoppers? Então acompanhe o nosso texto e veja como acertar em cheio no sucesso do cliente em supermercados.

Entendendo o que é o Sucesso do cliente em supermercados – também chamado de “Customer Success”

Pois bem. De maneira resumida… 

O sucesso do cliente é quando seus clientes alcançam o resultado desejado através das interações com a sua empresa”.

Pelo menos, esse é o conceito criado por Lincoln Murphy, especialista em Customer Success e autor do blog Sixteen Ventures.

E o “resultado desejado” citado por Murphy está diretamente relacionado àquilo que o cliente espera ao comprar da sua loja, e não como o que a sua marca define e entende como sucesso.

Ou seja: é a satisfação, o encantamento e as demais sensações positivas que o cliente tem ao se relacionar e/ou fazer compras no seu varejo.

E, quando a sua marca compreende a importância de causar essas sensações positivas e, mais do que isso, as torna parte da sua estratégia diária, as chances de você ter clientes mais fidelizados e satisfeitos é infinitamente maior. Com certeza, suas métricas e números poderão te dizer isso.

Mas então… como causar o efeito “wow”, que resulta no sucesso do cliente em supermercados? 

4 formas para colocar em prática o sucesso do cliente em supermercados

1. Entenda o que é sucesso do cliente para o seu consumidor

Primeiramente, é essencial que você conheça muito bem o seu cliente e saiba o que ele busca ao comprar da sua loja. Por isso, o primeiro passo para ter êxito no sucesso do cliente em supermercados é saber reconhecer os desejos, necessidades, dores e anseios dessa pessoa. Mais do que isso, até mesmo antecipar os desejos que este cliente nem sabia que tinha.

E como fazer isso? Tendo uma excelente ferramenta de gestão de clientes integrada, que te mostre, de maneira assertiva, quem é o seu consumidor e o que ele mais valoriza na sua loja. Com essa plataforma, você terá tudo o que precisa para se debruçar em cima dos dados, segmentar o seu público e gerar um encantamento no seu cliente.

Ademais, lembre-se de que você tem diversos públicos na sua loja. Identifique-os por meio dos dados obtidos através do seu comportamento de compras  e entenda o que é “sucesso” para cada um desses perfis. Então, é hora de trabalhar na sua comunicação, marketing e criar campanhas segmentadas para gerar a fidelização destes shoppers. 

2. Faça com que o cuidado com o sucesso do cliente em supermercados seja parte da cultura da sua empresa

É essencial que toda e qualquer área do seu varejo compreenda a importância do sucesso do cliente em supermercados. Por isso é tão importante contar com um time engajado, treinado, entrosado e proativo, que trate qualquer interação e/ou venda como única e especial.

É esse cuidado com cada consumidor que fará com que o seu supermercado seja bem visto pelo público. Aqui, estamos falando desde;

  • A organização das gôndolas;
  • Limpeza da loja;
  • Bom atendimento prestado por todos os colaboradores;
  • Proatividade na hora de resolver possíveis crises;
  • Cuidado com a comunicação – seja online ou na loja física;
  • Buscar facilitar a vida do cliente, – por exemplo, trazendo novas formas de pagamento mais tecnológicas e agilizadas, e muito mais.

Lembre-se de que o sucesso do cliente em supermercados está diretamente relacionado com a experiência que a sua loja causa para esta pessoa. E, se essa experiência for positiva, as chances de você ter um cliente fiel são muito maiores.

3. Faça seu cliente se sentir especial

É importante que o seu cliente sempre sinta que tomou a decisão certa ao interagir e/ou comprar da sua loja. Essa sensação positiva será lembrada por ele na próxima vez que ele for fazer compras.

Por isso, seja na loja física e/ou pelos canais de comunicação remoto, sempre lembre-se de que o cliente é o foco principal do seu supermercado. Hoje, com a facilidade da segmentação de campanhas e dos diversos canais para se relacionar com o seu público, isso se torna ainda mais fácil.

Um simples SMS desejando feliz aniversário e/ou o envio de uma campanha segmentada, enviada pelo canal certo, na hora certa e para o cliente certo, podem fazer milagres pelo seu varejo.

Além disso, interaja com os seus consumidores via redes sociais. Mostre quem é a sua marca, crie ações de engajamento, gameficação e até mesmo ações de cunho social com seus seguidores. Por exemplo, campanhas voluntárias de arrecadação de agasalho e mantimentos, de rações para animais,  entre outros.

Essas estratégias não são direcionadas especialmente para vendas do seu supermercado, mas podem ser importantes para manter a sua marca sempre presente na vida e na cabeça dos seus clientes. Além de, é claro, divulgarem causas nobres e fazerem com que os seus clientes sintam-se especiais e importantes ao fazerem parte de algo maior.

4. Use ferramentas de gestão de cliente a seu favor para monitorar e metrificar seus resultados

Logo no primeiro tópico citamos sobre a importância de você contar com uma boa ferramenta de gestão para saber se você está se saindo bem ao investir no sucesso do cliente em supermercados. Aqui, aproveitamos para reforçar esse ponto.

Afinal, é hora de aproveitar a tecnologia já existente para tirar o maior número de informações, dados e soluções possíveis dela. O sucesso do seu supermercado não pode ser baseado em achismos, ele deve ser calculado por meio de métricas reais

Por exemplo, nós, da Mercafacil, trabalhamos incessantemente para garantir o sucesso dos nossos clientes em todas as nossas áreas. Além disso, temos um setor especial voltado ao customer success, fazendo um acompanhamento individual, personalizado e certeiro para cada um dos nossos clientes. Acreditamos que é assim que conseguiremos, juntos, atingir melhores resultados, o encantamento e, é claro, a fidelização dos nossos consumidores.

E você, já tem aplicado essa estratégia no seu supermercado?

Lembre-se de que aqui citamos apenas algumas sugestões de ações que você pode fazer para ter mais êxito no sucesso do cliente em supermercados. 

E então, está em busca de aumentar o efeito “WOW” no seu cliente, surpreendê-lo ainda mais e aumentar as suas vendas? Se sim, é hora de agendar uma reunião gratuita com um dos nossos especialistas e conhecer mais a fundo as nossas soluções para o varejo. 

Você já ouviu falar sobre a importância de aderir ao mundo figital no varejo? Sim, estamos falando de FIGITAL, e não de DIGITAL. 

Mas afinal, o que isso significa? Quais são as mudanças que o figital proporciona? E, mais do que isso, o que fazer para garantir que o seu supermercado esteja dentro desta nova tendência que, ao que tudo indica, veio para ficar?

É isso e muito mais que preparamos para você neste artigo. Acompanhe!

Entendendo o figital: a experiência multicanal e a jornada não linear no varejo

Muito já se fala sobre a importância do seu negócio aderir a omnicanalidade, ou omnichannel. Ou seja, se fazer presente e atender aos clientes em diversos canais. Porém, além da omnicanalidade, outro termo que também reforça a importância da integração dos canais ganha ainda mais força. Estamos falando do figital no varejo.

O termo figital nada mais é do que a união das palavras “físico” + “digital”

Dessa forma, ele remete à jornada do cliente que, por vezes, passa por canais físicos e digitais em uma mesma jornada de compra. Por exemplo:

  • Quando o cliente faz a compra via um canal online, como o whatsapp, aplicativo ou site, mas decide buscar as compras na loja;
  • O cliente vai até a loja e escolhe os produtos que ele quer, mas não leva as compras naquele momento, recebendo-os em casa. 
  • O consumidor pesquisa o preço via encartes digitais e decide o que deseja comprar, mas prefere ir até o seu supermercado para fechar a compra. Entre outros.

Como você pode perceber, são várias as possíveis jornadas de compras presentes no modelo figital no varejo.

O que vale lembrar é que o digital valoriza a integração de canais. Assim sendo, não importa por onde o cliente se comunica e/ou compra da sua loja, a experiência deve sempre ser positiva

Como – e por qual motivo – aderir do figital no varejo?

A resposta do motivo é simples: porque é isto o que o seu cliente quer. 

De acordo com a pesquisa “Varejo em Transformação“, feita pela Deloitte em 2019 (ou seja, ainda antes da pandemia), em 65% das empresas ouvidas, mais da metade dos clientes já apresentavam comportamento figital. Por exemplo, vários deles consultavam preços na internet enquanto estavam na loja física.

Além disso, o estudo também sinalizou que as empresas que contavam com mais opções de canais apresentaram aumento nas vendas. Das 24% das empresas que possuíam cinco ou mais destes canais de vendas, 71% registraram aumento na saída dos produtos.

E, se antes da pandemia esses números já eram expressivos, eles aumentaram ainda mais de acordo com as mudanças no comportamento do cliente

Aqui, vamos abrir um parênteses. É claro que cada um dos seus clientes é diferente e não existe como “generalizar” o que cada pessoa deseja. Ainda assim, compreender e seguir as tendências de consumo no varejo é essencial para que o seu supermercado não fique para trás. E por isso batemos tanto na tecla da digitalização do varejo e da integração das experiências físicas e digitais. Ou seja, do figital no varejo.

As vantagens de oferecer a experiência figital no varejo

Primeiramente, vale lembrar que o figital é mais uma prova que as lojas físicas não deixarão de existir. Mas que, para elas terem sucesso e acompanharem as novas tendências de consumo, é importante que elas estejam integradas com sistemas digitais.

Sabendo disso, podemos explorar um pouco mais os benefícios que o seu supermercado terá ao adentrar no mundo figital no varejo.

1. Comodidade, facilidade e praticidade

Uma das grandes vantagens do figital no varejo é facilitar a desburocratizar a vida do seu cliente. Isso acontece porque o figital permite que ele faça a sua jornada de compras da maneira que preferir.

Essa liberdade ajuda a garantir uma melhor experiência para o público e cria mais confiança, comodidade e credibilidade. Afinal, ele sabe que sempre que for comprar no seu supermercado, poderá fazer essa ação da forma que preferir. Seja via online, física ou… figital. 

2. Estar sempre presente – e ser sempre lembrado pelo cliente

Quando você está presente em diversos canais, a chance de você sempre ser visto e lembrado pelo seu cliente é muito maior. Por isso, outra grande vantagem de oferecer a jornada de compra figital para o seu cliente é essa: a de estar presente na vida do seu shopper.

3. Aumentar as suas vendas

Oferecer experiências de compra integradas em diversos canais significa ter mais oportunidades de vendas. E elas são importantes tanto para atrair e conquistar novos públicos quanto para fidelizar os seus clientes antigos. E isso, é claro, representa uma maior chance de aumento nas suas vendas.

Ademais, uma boa dica para tornar a experiência do consumidor ainda mais completa é utilizar soluções tecnológicas a seu favor, por exemplo:

  • Aceitar diversas opções de pagamento – desde a possibilidade de aceitar vales alimentação e refeição, até a utilização do Pix, que está cada vez mais em alta;
  • Oferecer o self checkout para tornar o pagamento mais rápido e agilizado, e mais.

4. Por último, mas mais importante: proporcionar uma experiência melhor e mais completa para o seu cliente

O último tópico é, com certeza, o mais importante de todo esse texto. Afinal, toda a experiência figital no varejo tem um só objetivo: melhorar a experiência de compras para o seu cliente.

No fim, não são (apenas) os preços da sua loja que fazem com que o seu consumidor seja fiel a sua marca, mas sim a experiência que ele tem ao comprar do seu supermercado. Por isso, garantir que o seu varejo ofereça uma excelente experiência figital pode ser um grande diferencial para o seu negócio.

Pronto para aderir ao figital no varejo?

E então, o seu supermercado já está preparado, ou está se preparando, para proporcionar a melhor experiência figital para o seu consumidor?

Gostou do conteúdo? Então continue acompanhando o nosso blog para ficar sempre por dentro das maiores tendências, novidades, soluções e inovações para o seu supermercado. 


Por fim, caso esteja em busca de fazer uma melhor gestão de clientes para compreender de vez os seus consumidores, agende uma reunião gratuita com um dos nossos especialistas e surpreenda-se com as soluções da Mercafacil para o varejo.

Você já se perguntou sobre “o que fazer para melhorar o Instagram do meu supermercado”? Você sabe se tem usado essa poderosa rede social ao seu máximo desempenho? É para te ajudar nessa missão de ter um perfil com mais engajamento e alcance que preparamos este material.

Aliás, você já deve estar cansado de saber da importância de ter redes sociais que engajam, certo? Elas funcionam como uma vitrine da sua marca e são excelentes canais para você:

  • Aproximar o relacionamento com seus seguidores – sejam eles clientes ou (ainda) não;
  • Educar o público sobre assuntos variados, seja sugerindo uma receita, postando dicas para facilitar o dia a dia das pessoas, entre outros;
  • Mostrar que a sua marca está atenta às novidades;
  • Publicar campanhas e promoções imperdíveis;
  • Divulgar o seu Clube de Descontos e os principais benefícios em fazer parte dele…

E muito mais! 

Com isso, você passa a ter uma breve noção da importância de ter um bom Instagram do seu supermercado. E apesar de ele exigir um planejamento e cuidado com as postagens, o essencial é: tirar a ideia do papel.

Vamos te ajudar a fazer isso e te mostrar quais são as principais tendências e hacks para você tornar o Instagram do seu supermercado um excelente canal de comunicação com os seus seguidores. Confira! 

Compreendendo as mudanças e tendências do Instagram

De acordo com Camila Renaux, consultora, professora e palestrante eleita duas vezes como a “Melhor Profissional de Marketing do Brasil”, o maior segredo para você ter sucesso no Instagram do seu supermercado é sempre lembrar-se de que: o seu cliente é o maior especialista. Ou seja: de nada adianta você ter um conteúdo incrível se ele não estiver de acordo com o perfil e o gosto do seu cliente. 

Dito isso, é fundamental você saber quem é o seu público, fazer uma boa gestão de clientes e, mais do que isso, compreender o que o shopper busca encontrar ao entrar no seu Instagram.

Será que ele busca apenas por ofertas – ou seja, os encartes da sua loja, – ou também quer receber conteúdos mais humanizados e relevantes? Acreditamos piamente que a segunda opção é a mais interessante.

Aqui, vale a pena levantar uma questão:

Digamos que um seguidor está em busca de um novo amaciante para as suas roupas e está pesquisando preços e opções. Ele entra no perfil do seu supermercado e encontra ali um encarte com vários preços. Dentre eles, o preço de alguns amaciantes.

Não satisfeito, o cliente continua “rolando” o Instagram e encontra o perfil de um concorrente seu. O seu concorrente, além de expor o preço de alguns amaciantes, também faz uma breve resenha falando do aroma do produto, dos diferenciais dele e dá dicas de como usar o produto.

Em qual loja o cliente vai escolher comprar esta mercadoria? As chances de ele optar pelo seu concorrente é maior. E por que isso acontece? Porque o seu concorrente ofereceu mais credibilidade no conteúdo. Ele educou o cliente, ele mostrou a sua cara e deu opinião sobre o amaciante. 

E essa é uma máxima válida para basicamente qualquer produto.

Tem alguma novidade no seu mix? Conhece alguma receita gostosa e que pode ser de gosto do seu cliente? Não hesite em mostrar esse conteúdo extra!

6 dicas para bombar o Instagram do meu supermercado

1. Saiba que qualquer hora é hora

Ainda de acordo com Camila Renaux, não existe melhor horário para postar no Instagram do meu supermercado. Desde o início da pandemia, os acessos à plataforma aumentaram cerca de cinco vezes e eles são feitos de forma uniforme ao longo do dia.

Ademais, a especialista ressalta que houve um aumento de 75% de interação no Instagram desde a chegada do coronavírus. É possível que esses dados mudem conforme o passar do tempo? Sim. Afinal, as redes sociais são extremamente ágeis e mutáveis. Porém, no momento, o que sabe-se é isso.

Dessa forma, para você compreender melhor qual é o melhor horário de postagem para a sua marca, a dica é uma só: teste, monitore e analise. Dessa forma você compreenderá quais são os posts com mais engajamento, em que dia da semana foram feitos e etc. 

2. Explore os multiformatos

O Instagram é uma plataforma que aceita vários formatos de conteúdo. Desde uma foto estática, passando por vídeos no IGTV, stories e Reels, carrossel de imagem, ou carrossel de vídeos… Além dos diversos filtros e da própria plataforma de vendas do aplicativo.

Como os Reels são a mais nova sensação do momento, é claro que o Instagram vai dar mais visibilidade para as marcas que testarem e utilizarem essa novidade. Essa é uma própria forma do Instagram “medir a febre” e saber como está sendo a aceitação do público.

Por isso, não hesite em explorar as novidades quando elas aparecerem. E não tenha medo se não ficar bom na primeira tentativa. Lembre-se de que a prática leva à perfeição e de que o feito é melhor do que o perfeito.

3. Sugira a interação 

Outro ponto importante a se pensar na hora de “ter sucesso do Instagram do meu supermercado” é apostar na interação.

E, falando nisso, a interação mais poderosa para o Instagram é quando uma pessoa salva a sua postagem. Por isso, um ótimo hack para você saber na hora de fazer as suas postagens é sugerir que as pessoas tomem certa ação ao ver o post. 

Além dos clássicos “curta e compartilhe”, você pode sugerir que as pessoas salvem ou encaminhem a postagem. Sempre, é claro, de acordo com o objetivo do post.

Fez um vídeo de uma receita? Então que tal sugerir para a pessoa “salve a receita e tente fazer mais tarde”?

Além disso, aproveite o canal para pedir opiniões e recomendações e estimule a gameficação e o entretenimento, com uma chamada do tipo “Responda com um emoji”. 

4. Cause o “efeito parada”

Um Instagram de sucesso é aquele que você permanece na tela e fica olhando. Assim, ao pensar em “como ter sucesso no meu Instagram?”, lembre-se do efeito parada.

O algoritmo do Instagram consegue identificar quando os seguidores passam mais tempo em uma postagem, mesmo que demorem para tomar uma ação – ou até mesmo nem tomem. Por isso, uma boa dica é tentar causar o “efeito parada” nos seus posts e/ou no seu feed. Como fazer isso?

  • Transformando conteúdo denso em imagem – como infográficos, por exemplo;
  • Fazendo carrosséis que intercalam imagens e vídeos;
  • Criando uma identidade visual atrativa para o seu perfil

Segundo Camila Renaux, um carrossel contendo de 8 a 10 slides apresenta 9% mais engajamento  e 100% mais exposição pelo algoritmo.

5. Entenda o poder dos stories – e use-os sabiamente

Ademais, Renaux ressalta que 43% dos usuários esperam que marcas façam stories. Também, ela explica que as pessoas apresentam uma maior tolerância à quantidade de stories. 75% dos usuários do Instagram tendem a permanecer acompanhando os stories quando há de 10 a 20 deles.

Mais do que isso, ela ressalta que o segundo story é o melhor para fazer o CTA (call to action), ou seja, a “chamada para uma ação”. Essa chamada pode ser variada:

  • Saiba mais;
  • Compre;
  • Venha;
  • Arraste para cima;
  • Conheça;
  • Responda, entre outros. 

Ah, e o uso de emojis apresentam 9,5% mais chances de efetivar o CTA sugerido!

6. Explore o Reels

O Reels veio para “bater de frente” com o Tiktok e é sabido que o algoritmo do Instagram favorece quem explora as novidades. Por isso, se o seu supermercado ainda não começou a utilizar o Reels, agora é hora.

Exitem 3 grandes formas que você pode usar essa nova ferramenta: 

  • Aumentar a autoridade: se for esse o caso, mostre o a sua cara e dê dicas.
  • Afim de aumentar o engajamento: faça coreografias, explore os memes e o humor.
  • Para aumentar as vendas: mostre os produtos e suas variantes. 

No Instagram do seu supermercado é possível explorar essas três formas de conteúdo. Sempre, é claro, conforme a aceitação, o engajamento e a resposta do seu público. 

Dicas finais para ter sucesso com o “Instagram do meu supermercado”

Por fim, outras dicas relevantes que podem te ajudar a ter mais sucesso no Instagram do seu supermercado são:

  • Apostar no uso das hashtags de maneira sábia. Normalmente, recomenda-se que sejam utilizadas entre 5 a 10 hashtags. 
  • Tenha um propósito nas suas postagens e fique atento ao “cancelamento”. As pessoas estão mais exigentes e, se virem algum conteúdo com o qual não compactuam, podem causar um movimento contra a sua marca.
  • A colaboração e a participação do cliente está em alta. Estimule-a por meio de ações de engajamento e solidárias.
  • É necessária a agilidade em todos os processos. Inclusive, nos conteúdos. Por isso, esteja sempre atento às novidades e tendências.
  • Tudo é questão de escolha. Se você sabe qual é o tema que deseja falar, é hora de escolher COMO transformar esse assunto em conteúdo relevante.
  • Por fim, mas não menos importante: o foco do Instagram do seu supermercado são as pessoas. A humanização é essencial e, tanto os clientes, quanto os colaboradores, devem ser o foco da sua marca.

E então, está mais preparado para tornar o Instagram do seu supermercado um canal poderoso?

Caso esteja em busca de fazer uma melhor gestão de clientes para compreender de vez os seus consumidores e produzir conteúdos mais relevantes para eles, agende uma reunião gratuita com um dos nossos especialistas e surpreenda-se com as nossas soluções.

Ademais, continue acompanhando o nosso blog para ficar sempre por dentro das maiores novidades do mundo do varejo. 

*Os dados e informações referenciados à Camila Renaux foram retirados da palestra da profissional ministrada no RD Summit 2020

Você sabe como utilizar as notificações push no varejo? Simples, de rápida leitura e altamente efetivas, essas notificações podem ser poderosas na hora de aumentar o engajamento e manter-se sempre na cabeça do consumidor.

Vale sempre lembrar que, quem não é visto, não é lembrado. E com as notificações pushs, você será mais visto pelos seus clientes. Ótimo, não é mesmo?

Quer saber mais sobre o que são as notificações push? E, mais do que isso, como acrescentá-las na sua estratégia de marketing? Então acompanhe nosso texto e veja como acrescentar essa forma de comunicação na sua estratégia.

O que são as notificações push? 

Sabe quando você recebe alguma notificação de algum aplicativo diretamente na tela do seu smartphone? Pois bem, isso é uma notificação push. 

Normalmente, o objetivo do push é alertar sobre algo importante. Pode ser uma promoção imperdível, um cupom de desconto, uma atualização no aplicativo, um lembrete de data, um “sentimos a sua falta”, e assim por diante. Ou seja, as possibilidades das notificações pushs são infinitas. E no varejo não poderia ser diferente. 

O lado bom dessas notificações é que, quando bem utilizadas, elas permitem que quem a recebe mantenha-se engajado com a marca em questão de segundos. Assim, é uma forma de garantir que a sua empresa esteja em contato com o cliente de maneira rápida e eficaz.

Porém, para saber como utilizar as notificações push no varejo de maneira assertiva, é importante conhecer algumas das suas particularidades. 

Como utilizar as notificações push no varejo?

O primeiro passo para pensar na hora de utilizar o push no varejo é lembrar-se de que: as mensagens via push são curtas. E, mais do que isso, devem causar um senso de curiosidade, urgência e atenção.

Por isso, é de extrema importância definir com antecedência qual será o conteúdo das mensagens enviadas pelo seu supermercado. E, mais do que isso, o objetivo de cada uma delas.

Tendo isso em mente, podemos seguir em frente com boas dicas na hora de enviar suas notificações. 

Segmente os contatos

Para você fazer uma comunicação assertiva, seja com quem for, é fundamental que você saiba com quem está falando, certo? Por isso, conhecer cada um dos seus clientes e fazer uma boa gestão deles é tão importante. Com isso, você poderá fazer uma segmentação poderosa na hora de enviar as notificações push no varejo. Elas podem ser segmentadas por:

  • Localização geográfica;
  • Sexo;
  • Idade;
  • Interesse;
  • Histórico de compras, e mais.

Para pessoas que já compraram cervejas anteriormente no seu supermercado, você pode enviar uma push com uma ótima promoção no setor. A chance de essa pessoa, que já tem o hábito de comprar cervejas, visitar a sua loja/comprar online e aproveitar a promoção é muito maior. Compreende?

Esse cuidado com a segmentação é essencial para você entregar a oferta certa, para o cliente certo, na hora certa. 

Mande as notificações push no varejo com um toque pessoal

Se você já recebeu notificações push, sabe que várias delas costumam ter um toque pessoal, certo? Às vezes, as notificações push no varejo são direcionadas que incluem até mesmo o nome do cliente. 

Entretanto, além disso, elas também ajudam a incorporar e a fazer recomendações personalizadas de cada consumidor. Por isso, batemos na tecla citada no tópico anterior: conheça muito bem o seu cliente na hora de enviar notificações push. Assim, você não irá “queimar” este canal e, muito pelo contrário, poderá ter um público ainda mais engajado, aumentando suas vendas e ticket médio.

Ademais, falando em queimar o canal…

Cuidado com o exagero! 

Ninguém gosta de ser bombardeado o tempo todo por uma empresa, mesmo que seja com promoções ou informações relevantes. Por isso, na hora de pensar na sua estratégia para as notificações push no varejo, leve em consideração:

  • O conteúdo relevante, que realmente vai atrair a atenção do seu cliente de maneira positiva;
  • A forma que você irá priorizar as mensagens que serão enviadas via push. 

O ideal é que toda vez que o seu cliente receba uma mensagem da sua marca ele fique satisfeito com o que foi dito. Por isso, por mais que o conteúdo da mensagem push seja curto, ele deve ser feito com cuidado e maestria.

Teste horários e mensure resultados

Quais notificações enviadas trouxeram mais resultados? Qual era o conteúdo delas, em qual dia da semana e em qual horário foram enviadas? É importante manter o acompanhamento dessas métricas.

Assim, você saberá o que está funcionando na sua estratégia e o que precisa ser mudado. Porém, lembre-se que essa é uma forma de comunicação dinâmica e está sempre sujeita à mudanças. Por isso é essencial manter o acompanhamento sempre em dia. 

Gostou de conhecer um pouco mais sobre a estratégia das notificações push no varejo?

A tecnologia está em franco desenvolvimento e, aderir a estas novas formas de se comunicar com o seu cliente pode ser importante para o seu varejo não “ficar para trás”.

Pense bem:

Se você e o seu concorrente estão com um produto pelo mesmo preço – quem sabe, o seu está até alguns centavos mais barato, – mas o seu cliente recebe apenas um push do seu concorrente, informando sobre o desconto… A chance é de ele ir em qual supermercado? Isso mesmo, na concorrência.

Porém, lembre-se que o push não é apenas uma estratégia de venda, mas sim de marketing e de comunicação pessoal com o seu público.

Se você está em busca de aderir a esta tecnologia no seu negócio, lembre-se do quanto é importante fazer uma boa segmentação dos seus clientes. E é para isso que nós estamos aqui. Marque agora mesmo uma reunião gratuita com um dos nossos especialistas e surpreenda-se com as nossas soluções.

Hoje, mais de 1400 lojas ao redor do país já contam com a plataforma da Mercafacil para fazer uma gestão de clientes mais completa e assertiva. Que tal o seu varejo ser o próximo?

Você já deve ter ouvido falar sobre a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), certo? Mas afinal, qual é o impacto da LGPD no varejo? Ainda, o que ela representa para a nossa sociedade?

Pois bem, prepare-se para saber mais sobre esse regulamento que entrou em vigor em setembro de 2020 e, dentre outras coisas, veio para mudar a forma a qual as empresas se comunicam os seus clientes.

Efetivamente, para que serve a LGPD? 

De maneira resumida, a lei regulamenta o uso e a transferência dos dados pessoais por empresas. Ela foi criada para garantir a privacidade das informações das pessoas e, também, permitir que cada um tenha um maior controle sobre esses dados.

Dentre suas mudanças, a LGPD faz com que haja maior transparência na forma a qual as empresas coletam e tratam os dados dos clientes. Assim, passa a ser necessária a autorização por parte dos clientes para que esses dados estejam em posse da empresa.

Para ficar mais claro, um bom exemplo de como pode funcionar a LGPD no varejo é:

Você só poderá se comunicar com clientes que previamente ofereceram seus dados pessoais para a sua marca. Caso essa regra não seja seguida, sua empresa estará contra a lei. 

Para isso, a LGPD visa garantir oito direitos básicos aos cidadãos. E é isso o que você vai conferir logo abaixo.

Os oito direitos básicos que a LGPD oferece aos cidadãos

Para que as pessoas tenham mais controle sobre o uso de seus dados pessoais, a LGPD estabelece oito direitos:

O direito de negar

Antes de terem seus dados coletados por uma empresa, os cidadãos precisam estar cientes disso. E, é claro, podem negar (ou permitir) essa coleta.

O direito de acesso

Os cidadãos têm o direito de ter acesso seus dados pessoais e de perguntar como eles são utilizados ​após a coleta. Além disso, se solicitado, a empresa deve oferecer uma cópia desses dados pessoais de forma gratuita e em formato eletrônico.

O direito de ser esquecido 

Os clientes têm todo o direito de exigir que suas informações sejam excluídas do banco de dados da empresa caso desejem.

O direito à portabilidade

Também, os clientes podem transferir seus dados de uma empresa para outra sem que hajam problemas.

O direito de corrigir as informações

É possível corrigir, atualizar e complementar as informações de dados sempre que os indivíduos sentirem necessidade.

O direito de restringir o processamento

É possível que os cidadãos solicitem que seus dados pessoais não sejam usados para determinados fins ou mesmo que não sejam mais processados. Nesse caso, a empresa pode manter o registro, mas deve respeitar as restrições.

O direito de objetar

As pessoas têm o direito de interromper o processamento das suas informações pessoais para o marketing direto. Assim sendo, qualquer processamento deve parar logo que a solicitação for recebida.

O direito de ser notificado

No caso de existir uma violação de dados que comprometa informações de uma pessoa, ela deve ser informada em até 72 horas após a empresa tomar conhecimento do incidente.

Ok. Agora que você já compreendeu um pouco mais sobre os oito direitos do consumidor com essa nova lei, é hora de ver qual é verdadeiro impacto da LGPD no varejo.

Mas afinal… Qual é o impacto da LGPD no varejo?

Pois bem, é comum que as empresas varejistas utilizem os dados pessoais dos seus clientes em busca de desenvolver clubes de descontos, estratégias de comunicação, relacionamento, vendas e muito mais.

Isso acontece porque é somente conhecendo muito bem o seu shopper que a empresa entende a melhor forma e o melhor canal para comunicar-se com ele.

O acesso às informações torna a comunicação mais direta, personalizada, assertiva e relevante tanto para a empresa quanto para o cliente. Afinal, é possível enviar para cada cliente uma mensagem distinta, de acordo com o seu perfil, histórico e comportamento de compra.

Por isso, você, como varejista, deve estar por dentro dos impactos da LGPD no varejo e saber como não burlar essa lei.

Para não ter problemas com a LGPD no varejo, ofereça valor para os seus clientes 

Antes de mais nada, para garantir que o seu supermercado não tenha problemas com a LGPD no varejo, lembre-se de: garantir toda a transparência possível aos seus clientes. Entretanto… Como fazer isso?

Na hora de pegar os dados do consumidor, deixe claro o motivo desta coleta. E, mais do que isso, ofereça valor em troca dos dados. Afinal, o cliente deve ter um bom motivo para compartilhar suas informações pessoais com a sua empresa, certo?

Assim sendo, uma boa forma de garantir que os seus clientes estejam sempre por perto e compartilhem, de bom grado, seus dados pessoais, é criar um próprio Clube de Descontos da sua loja. Com isso, os shoppers saberão que os dados fornecidos serão bem utilizados e trarão benefícios e vantagens e eles.

Mantenha-se atento para não ter problemas com a LGPD no varejo

Por fim, lembre-se de que o não cumprimento da LGPD pode gerar problemas para o seu negócio. Por isso, mantenha-se atento às novidades relacionadas a ela, não hesite em consultar a lei na íntegra e, sempre que necessário, busque especialistas que possam te ajudar a manter o seu varejo conforme o novo regulamento.

Gostou de saber um pouco mais sobre a LGPD no varejo? Então continue acompanhando o nosso blog para estar sempre por dentro das tendências e novidades do mercado.

Ainda, se estiver em busca de criar o seu próprio Clube de Descontos para aumentar o seu faturamento e fidelizar os seus clientes, marque uma demonstração gratuita com um dos nossos especialistas e surpreenda-se com as nossas soluções.

Hoje, mais de 1400 lojas ao redor do país já contam com a plataforma da Mercafacil para fazer uma gestão de clientes mais completa e assertiva. Que tal o seu varejo ser o próximo?

Trabalhar com o resgate de clientes inativos no varejo é uma estratégia que, quando bem feita, vai trazer resultados impactantes para o seu faturamento.

Como você já deve saber, é de 5 a 7 vezes mais caro conquistar novos clientes do que trabalhar a fidelização dos que você já tem. Essa frase foi dita por Philip Kotler, o professor americano conhecido como o “Pai do Marketing”.

Além disso, estudos feitos pelas Invesp mostram que: 

  • Empresas têm até 70% de chance de vender para clientes existentes. Enquanto isso, para atrair novos shoppers, a chance é somente de até 20%. 
  • Clientes pré-existentes são 50% mais predispostos a experimentarem/comprarem novos produtos.
  • Consumidores antigos tendem a gastar, em média, 31% a mais do que os clientes novos.

Esses dados servem para te mostrar, de maneira concreta, o quão importante é você trabalhar com o resgate de clientes inativos no varejo.

Mas afinal, o que é um “cliente inativo”? E, principalmente, quais mensagens mandar para ele a fim de torná-lo novamente um consumidor frequente do seu supermercado? É isso o que você vai conferir aqui. Continue acompanhando!

Para trabalhar com o resgate de clientes inativos é essencial saber o que é um cliente inativo

Não existe uma regra exata, porém, no varejo alimentício, o cliente costuma ser considerado inativo quando ele passa um período de 30 dias sem comprar na sua loja.

Aqui é essencial fazer um parênteses.

Afinal, para você saber se o consumidor não vai até a sua loja há mais de 30 dias, você precisa conhecê-lo. Para isso, é importante ter um bom Software de Gestão de Clientes. Essa ferramenta traz dados precisos sobre todo o comportamento e o histórico de compra dos seus shoppers.

Com ela, você saberá dizer, de maneira exata, quando foi a última vez que o seu cliente cadastrado fez compras, o que ele comprou, e muito mais. Assim sendo, se você ainda não conta com essa ferramenta, está mais do que na hora de garanti-la para o seu varejo. 

E, se você já tem, confira boas opções de mensagens que você pode enviar para acertar em cheio no resgate de clientes inativos.

Exemplos de mensagens para fazer o resgate de clientes inativos

Aqui, já falamos um pouco sobre como identificar clientes inativos e quais as ações para reativá-los. Entretanto, hoje resolvemos aprofundar um pouco mais o assunto e falar especificamente sobre boas sugestões de mensagens (SMS) que você pode enviar para ter sucesso no resgate de clientes inativos.

Vale lembrar que mensagens SMS são poderosas formas de comunicação com o seu consumidor. Ademais, dentre suas características, elas oferecem:

  • Entrega imediata;
  • Leitura de no máximo 3 minutos;
  • Taxa de abertura que chega a até 98%;
  • Mensagens curtas com, no máximo, 160 caracteres, 
  • Possibilidade de uma comunicação direta, personalizada, clara e objetiva.

Com isso em mente, é hora de saber como colocar em prática o resgate de clientes inativos utilizando esse canal. 

Mensagens para reaproximar/estreitar relacionamentos

Clientes inativos são aqueles que, obviamente, já compraram anteriormente na sua loja. Assim sendo, uma forma de utilizar SMS na reativação deles é apostar em mensagens de reaproximação deste público.

Essa tática está relacionada em focar na comunicação, ações da loja, conteúdo relevante e mexer com o emocional do cliente. Ela pode ser utilizada em datas comemorativas especiais. Por exemplo:

  • Se você tem o cadastro desse consumidor, você provavelmente sabe quando é o aniversário dele, certo? Então, mandar uma mensagem para parabenizá-lo pode ser uma boa forma de ser lembrado por ele, mesmo que não compre em sua loja há mais de 30 dias. Ex:

“Feliz aniversário, [nome do cliente]! Que este novo ciclo seja de muita paz, amor, sucesso e, é claro… Conte com [nome do seu supermercado] neste ano que chegou. Parabéns!”

  • No Dia da do Cliente, você pode enviar mensagem tanto para a sua base de clientes ativos quanto para os inativos. Para este segundo grupo, o conteúdo pode ser algo como:

“Hoje é Dia do Cliente e queríamos dizer que sentimos a sua falta! Venha até o [nome do supermercado] e confira de perto nossas novidades.”

  • Ainda, não é necessário esperar nenhuma data comemorativa para trabalhar na reativação de clientes. 

“[Nome do cliente], já faz um tempo que você não vem até o [nome do supermercado]. Preparamos novidades que você vai gostar. Venha nos visitar!”

SMS com foco em chamar novamente o cliente para comprar na sua loja

Outra forma de fazer o resgate de clientes inativos via SMS é ser direto e mandar mensagens que tenham claramente o foco em vendas. Novamente, ressaltamos que essa estratégia traz resultados assertivos, mensuráveis e com uma melhor taxa quando as SMS enviadas são personalizadas de acordo com o perfil de cada cliente.
Pare e pense em suas situações distintas: você foi até uma loja, fez uma compra e se cadastrou no clube de vantagens dela. 

Depois de um mês, você prefere receber uma SMS com…

  1. Ofertas exclusivas, feitas de acordo com a compra que você fez anteriormente, ou…
  2. Promoções nada relacionadas com a sua compra anterior, com ofertas que não interessam para você?

Claramente a melhor resposta é a primeira, certo? Por isso, para acertar ao usar SMS no resgate de clientes inativos é muito importante você ter essas informações. Com elas em mãos, é possível usar e abusar da criatividade na hora de convidar novamente o shopper a frequentar a sua loja. Por exemplo:

  • “Estamos sentindo a sua falta! Venha até o dia XX ao Supermercado [nome] e aproveite essas ofertas especiais que preparamos para você”.
  • “O fim de semana chegou! Aproveite nossas ofertas e leve o kit churrasco para aproveitar com seus amigos e sua família!”
  • “Procurando as melhores ofertas? O [nome do supermercado] te ajuda! Na sua próxima compra, mostre esse código no caixa e receba 10% de desconto!”

Essa estratégia também funciona em datas comemorativas, períodos sazonais e, até mesmo. Por exemplo:

  • “As aulas estão voltando e nós, do supermercado [nome] preparamos ofertas exclusivas! Venha conferir!”.

Resgate de clientes inativos: foco na personalização e segmentação 

As mensagens enviadas via SMS precisam ser curtas, objetivas, assertivas e muito bem escritas. Acima sugerimos algumas opções, porém, as possibilidades são infinitas. O que não pode ser feito é: deixar de lado esse meio de comunicação tão importante.

Tendo isso em mente, vale lembrar que melhores resultados são vistos em mensagens mais personalizadas. Ou seja, que contenham o nome do cliente e tragam conteúdos relevantes para aquela pessoa. 

Pronto para fazer o resgate de clientes inativos no seu varejo? 

Agora que você já sabe um pouco mais sobre como fazer o resgate de clientes inativos no varejo, que tal colocar essa estratégia em prática?

Precisa de algum auxílio ou está em busca de alguma ferramenta completa, que traga todas as funcionalidades que você precisa para segmentar seus clientes e enviar SMSs poderosos?

Então marque uma demonstração gratuita com um dos nossos especialistas e surpreenda-se com as nossas soluções.Hoje, mais de 1400 lojas ao redor do país já contam com o CBM da Mercafacil para fazer uma gestão de clientes mais completa e assertiva. Então, que tal passar a ter essa plataforma trabalhando a seu favor?