Author

Daniela Hendler

Browsing

É essencial sempre buscar novas estratégias para fazer o seu supermercado crescer. Afinal, somente assim você não ficará para trás. Neste cenário, saber o que é e como utilizar a geolocalização no varejo pode fazer toda a diferença para os resultados do seu comércio. 

Ao acompanhar esse texto, você irá perceber que, ao utilizar de maneira inteligente a geolocalização, tanto você quanto o público (sejam os seus clientes fieis ou aqueles que ainda não conhecem/foram até o seu supermercado) sairão ganhando. Confira!

Para ter sucesso com a geolocalização no varejo, marque sua presença no ambiente digital

A geolocalização funciona como um mapa que mostra a localização das pessoas. E seu uso pode variar de acordo com quem a utiliza. 

Sabe quando você abre o Google e ele indica para você quais são os estabelecimentos próximos? Isso é feito por meio da geolocalização. E, atualmente, isso é extremamente importante. Afinal, mais do que nunca, as pessoas estão preferindo ir aos supermercados de vizinhança e eles estão apresentando maior procura e tendência de crescimento. 

Não importa se é para evitar aglomerações, ajudar o comércio local e/ou passar menos tempo fora de casa. O que importa é que essa é uma realidade. Por isso, é essencial que, quando o público que está ao redor do seu supermercado abra o Google, ele fique ciente disso.

Assim sendo, antes de a gente continuar a explicar como funciona a geolocalização no varejo e a sua importância, é hora de ressaltar algo imprescindível: estar no Google.

Para isso, cadastre a sua loja no Google meu negócio, uma ferramenta gratuita que permite que você seja mais facilmente encontrado no Google. Ali, você pode colocar informações sobre a sua loja (horário de funcionamento, telefone para contato, endereço, entre outros) fotos, cadastrar produtos e ofertas e… É claro, ser visto por um número muito maior de pessoas que buscam por supermercados na região.

O Google, quando bem utilizado, além de entregar ofertas de estabelecimentos próximos de onde o cliente está, permite que o varejista consiga atrair esse consumidor para dentro da loja. Ou seja, é uma maneira muito eficiente de atrair novos clientes. 

Usando a geolocalização sua loja será facilmente encontrada – e você também poderá encontrar e identificar melhor o seu público

Se você chegou até aqui, já compreendeu que estar no Google faz com que o público ao redor da sua loja encontre o seu supermercado facilmente, certo? Mas como fazer o caminho inverso: ou seja, você conhecer e identificar possíveis compradores que estão pela região?

Uma boa sacada é utilizar uma ferramenta completa de Gestão de Clientes, como a da Mercafacil, por exemplo. Com ela, você cria o seu Clube de Descontos exclusivo, cadastra os clientes que fazem compras na sua loja e, assim, identifica seus hábitos de compra.

Porém, mais do que isso, você também passa a ter o endereço dessas pessoas no seu banco de dados. Então, cruzando esses dados e segmentando-os, é possível criar campanhas de grande valor – tanto para o seu varejo, quanto para os clientes.

Pense que você terá, em suas mãos, informações como:

  • Os principais interesses dos seus clientes;
  • Quais produtos eles costumam adquirir;
  • Quanto costumam gastar, entre outros!

Então, da mesma forma que estar online vai permitir que os consumidores encontrem você, tendo uma software de Gestão de Clientes, você também poderá encontrar – e, mais do que isso, compreender, surpreender e conquistar – esses clientes!

Ao utilizar a geolocalização no varejo, você passa a ter uma vantagem competitiva

A geolocalização permite que você tenha uma visão geral da região em que fica o seu supermercado. Assim, você identifica quais são seus clientes ativos naquele local, os prospects e, também, os inativos. Ou seja, que deixaram de comprar na sua loja nos últimos meses e que, provavelmente, estão comprando na concorrência.

geolocalização no varejo
Exemplo real de um cliente utilizando a plataforma Mercafacil mostrando clientes ativos (em verde) e inativos (em vermelho)

Com essas informações, está nas suas mãos desenvolver campanhas segmentadas e assertivas para aquela região. É hora de buscar entender o que fez aqueles clientes não comprarem mais com você e, então, tentar reverter isso.

Por exemplo: com os dados da ferramenta, você percebe que a maioria dos seus clientes está em um raio de 2km e que são poucos os consumidores em um raio de 5km. Ao analisar a região, percebe que tem um concorrente seu lá e talvez seja essa a dificuldade para atrair clientes mais distantes. Esse insight permite que você desenvolva campanhas voltadas para essa região, melhorando os seus resultados.

A geolocalização pode ser um termômetro para mostrar como está o seu relacionamento com o cliente

Pense na seguinte situação:

Você costumava entregar encartes em uma determinada região e observava no seu mapa de clientes que o índice de clientes ativos naquele local era bom. Em determinado mês você decidiu parar de entregar os encartes lá, afinal, acreditava que já tinha clientes fiéis. Como resultado, teve várias marcações de clientes inativos em seu mapa. 

Com essa análise, você pode montar uma estratégia de comunicação e relacionamento mais eficiente. Esses dados indicam que, nesses locais, é preciso pensar em mais ações para manter o seu cliente por perto. 

Geolocalização no varejo: faça campanhas exclusivas de acordo com a localização do cliente

Se fizer sentido para a sua loja, você pode mandar uma SMS e fazer uma promoção exclusiva para clientes que moram em um raio de até 5km do seu supermercado, por exemplo. Basta segmentar essas pessoas e, com isso, fazer a sua ação.

Para as pessoas que moram nessa região próxima, um bom exemplo de campanha é oferecer entrega grátis e/ou express (em até uma hora), por exemplo.

Sabemos que o valor da entrega é algo que pode desestimular os clientes a comprarem por outros canais (sites, aplicativos, televendas, marketplaces, entre outros). Então, pensar em uma forma de fazer essas entregas de forma mais barata e ágil pode ser um diferencial do seu supermercado frente à concorrência. Ademais, é uma forma de manter o seu cliente seguro, em casa, evitando aglomerações na sua loja.

Ainda, lembramos que os “5km” que citamos acima é apenas um exemplo. Afinal, com a ferramenta, além de você conhecer os clientes ativos e inativos, você também verifica os consumidores que moram entre 5km e 10km da sua loja, mais do que 10km, entre outros.

Benefícios de usar a geolocalização no varejo: 

Por fim, selecionamos alguns tópicos que podem fazer com que você compreenda ainda melhor sobre quais são as principais vantagens de utilizar a geolocalização no varejo. Destaque para:

  • Localizar e compreender onde estão seus clientes ativos, inativos e prospects;
  • Ser mais facilmente encontrado pelo público;
  • Obter informações valiosas da região e, com isso, poder desenvolver ações assertivas para atrair ou fidelizar clientes; 
  • Verificar regiões ideais para abrir novos PDVs;
  • Compreender se as pessoas da região costumam comprar do seu varejo e/ou da concorrência; 
  • Verificar onde a sua loja está com desempenho ruim e, então, pensar em ações para conquistar novos clientes nessa região, entre outros!

Pronto para usar a geolocalização no varejo a favor do seu supermercado?

Como você pode perceber, saber como utilizar as estratégias de geolocalização no varejo podem fazer toda a diferença para o seu negócio.

Porém, se você ainda não conta com uma ferramenta completa que te traga todos esses insights, entre em contato conosco agora mesmo e saiba como podemos te ajudar a alavancar os resultados do seu supermercado.

Ps: e se você já é nosso cliente, aproveite para tirar dúvidas sobre o assunto com o seu consultor! Com certeza ele poderá te ajudar a desenvolver excelentes campanhas de geolocalização no varejo!

Se você está em busca de vender mais em maio no seu supermercado, esse texto é para você. Sempre que um novo mês se aproxima, vem com ele a chance de você realizar campanhas relevantes para o seu público e faturar mais.

Em maio, como você poderá acompanhar a seguir, temos excelentes datas comemorativas para o comércio. Dentre eles, destaque para ele: o Dia das Mães.

Ademais, lembre-se de que aproveitar de maneira criativa as celebrações sazonais é algo que diferencia o seu varejo dos dos concorrentes. Ainda, essas ações ajudam a promover o encantamento dos clientes, a atrair novos consumidores e, também, a fidelizar aqueles que já costumam comprar na sua loja.

Ou seja: deixar as datas comemorativas passar em branco é um erro e tanto! E você não quer isso para o seu negócio, certo?

Assim sendo, confira as principais datas para você vender mais em maio, surpreender os seus consumidores e aumentar o sucesso do seu negócio. Boa leitura!

Datas especiais e oportunidades para vender mais em maio

01/05 Dia Mundial do Trabalho

O mês de maio já começa com uma data importante. Logo no dia 1º é comemorado o Dia Mundial do Trabalho. A data cai em um sábado e pode ser uma oportunidade para você fazer ações internas para seus colaboradores e, também, para os seus clientes. Confira nossas sugestões:

Ações para colaboradores

Que tal aproveitar a data para estimular o engajamento da equipe? Ou, então, dar algum kit/brinde/vale compras para os funcionários da sua equipe? Afinal, o seu supermercado está onde está muito devido ao trabalho em conjunto de todos.

Esse tipo de ação auxilia a motivar o time e a aumentar a sensação de satisfação dos colaboradores. Aproveite para parabenizar os profissionais e reforçar o quanto eles são importantes para o seu varejo.

Como não é possível fazer encontros e aglomerações – como um café da manhã para a equipe ou um happy hour, – a solução é buscar novas maneiras de incentivar os profissionais e fazê-los se sentirem felizes ao trabalharem no seu supermercado.

Esse tipo de ação interna pode refletir em uma melhora na sua operação de loja. Por isso, olhe para ela com carinho!

Ações para clientes 

Agora, pensando em vender mais em maio e em agradar os seus clientes, o Dia Mundial do Trabalho pode ser uma boa oportunidade para criar ofertas especiais para eles.

Além de parabenizá-los pelo dia nas suas redes sociais, também use esses canais para reforçar o relacionamento com os seus clientes. Por exemplo: pergunte para eles o que eles vão fazer para aproveitar a data. Também, você pode dar dicas de filmes/séries/leitura/brincadeiras para fazer em casa durante o dia, evitando aglomerações.

Criar um encarte especial para a data, contendo alguma mensagem para os trabalhadores, também é uma boa ideia. Ele pode ser enviado via SMS ou WhatsApp para os seus clientes. Essa ação, além de trabalhar o relacionamento, pode te ajudar a vender mais em maio.

Ademais, se fizer sentido, é possível criar ofertas e ações exclusivas para clientes aproveitarem a data em grande estilo. Que tal verificar quais são os consumidores que costumam comprar carnes, cervejas e demais bebidas alcoólicas e petiscos e criar uma campanha segmentada para eles? As chances de você ter sucesso em uma ação assertiva dessas é muito maior!

09/05 Dia das Mães

Impossível falar de vender mais em maio e não citar o Dia das Mães. A data, considerada por muitos como a principal celebração do primeiro semestre, deve movimentar bastante o seu comércio.

Essa é uma oportunidade para inovar, aproximar-se dos clientes fiéis e, também, conquistar novos consumidores. Algumas ações que você pode fazer para aproveitar essa festa são:

  • Parabenizar todas as mães! Movimente suas redes sociais com campanhas especiais para a data e estimule tanto a participação dos colaboradores quanto dos clientes, para tornar a ação ainda mais real. 
  • Criar uma segmentação de mulheres na sua base de clientes e analisar os produtos mais consumidos. Após isso, você pode criar um encarte especial de Dia das Mães e enviá-lo via push, SMS e/ou WhatsApp
  • Estimular o aumento do ticket médio realizando promoções de produtos que podem vender bem na data. Desde flores, vinhos e demais bebidas alcoólicas, eletrônicos, chocolates, produtos de beleza e decoração, entre outros. Lembre-se de sair do clichê e não oferecer promoções apenas de chocolates, por exemplo. Existem mães de todos os perfis, gostos, idades e preferências. E todas elas devem ser celebradas! 
  • Selecionar produtos para os filhos(as)/companheiros(as) presentearem as mães.
  • Oferecer brindes e sorteios para compras acima de um valor pré determinado. Entre outros!

Ademais, é essencial que você analise o histórico do seu supermercado e confira quais ações foram feitas no ano passado e trouxeram um bom resultado. Além disso, mais do que aumentar as suas vendas, lembre-se do quanto é importante trabalhar o relacionamento nessa data, já que ela é muito ligada à relação e afeto.

– Ps: O Dia das Mães é tão importante que nós preparamos um texto completo só com ações para você fazer no dia. Confira:  Supermercado no Dia das Mães: 9 ideias criativas para vender mais

10/05 Dia do Cozinheiro / Cozinheira 

Logo após o Dia das Mães, é celebrado o Dia do Cozinheiro/Cozinheira. A data celebra  pessoas que se dedicam a fazer maravilhas na cozinha, seja de forma profissional ou informal.

Essa é uma excelente data para você promover o engajamento nas suas redes sociais e até mesmo, quem sabe, vender mais em maio. 

Lembre-se de que durante a pandemia muitas pessoas passaram a cozinhar mais em casa. O consumo de produtos como açúcar de confeiteiro e fermento caseiro, por exemplo, aumentou de maneira exponencial.

Assim sendo, para celebrar o dia em grande estilo, você pode verificar na sua base de clientes quais consumidores adquiriram esses – e demais produtos relacionados à cozinha – nos últimos meses e enviar ofertas exclusivas. 

Além disso, outras ações que podem fazer sucesso nessa data são:

  • Nas suas redes sociais, perguntar aos seus seguidores qual é a melhor receita que eles já comeram e/ou fizeram;
  • Perguntar se eles passaram a cozinhar mais nos últimos tempos e se tornaram “cozinheiros”
  • Convidar algum cozinheiro/a para falar sobre o assunto – seja nas redes sociais ou em algum espaço do seu encarte;
  • Sugerir receitas deliciosas para serem feitas durante a semana. Essas receitas podem ser postadas nas suas redes sociais ou, então, acrescentadas no seu encarte. Entre outros! 

Outra sugestão é postar uma frase agradecendo aos cozinheiros por tudo o que eles fazem por nós. Por exemplo:

“Com você, a vida de todos nós tem mais sabor” ou “Quem cozinha com amor, nunca perde o tempero”.

Então, aproveitar essa postagem sugerindo que os seus seguidores marquem nos comentários o melhor cozinheiro/cozinheira que eles conhecem. Esse tipo de ação pode aumentar o alcance e o engajamento das suas redes sociais.

17/05 Dia Internacional Contra a Homofobia 

Essa é uma data importante para o seu supermercado trabalhar o relacionamento e apoio a causas importantes. Promover ações para o Dia Internacional Contra a Homofobia é uma maneira de tornar sua empresa mais humana e demonstrar preocupação com clientes, colaboradores e a sociedade em geral.

As redes sociais são um bom caminho para se comunicar com os consumidores sobre o tema. Porém, mais importante do que o canal escolhido é você passar uma mensagem valiosa.

Reforce que a sua loja luta pela igualdade, é contra qualquer tipo de preconceito e está sempre de portas abertas para todos os clientes e colaboradores. Você pode sugerir filmes, séries, podcasts e leituras sobre o tema e, também, dar espaço para colaboradores falarem sobre a data, caso seja do interesse deles.

18/05 Dia Nacional do Cocktail 

Voltando às datas mais descontraídas para vender mais em maio, temos o Dia Nacional do Cocktail.

Essa é uma excelente oportunidade para fazer uma campanha segmentada do setor com clientes que costumam consumir produtos do setor de bebidas.

Basta verificar no histórico quais consumidores adquiriram, nos últimos três meses, produtos como vodka, whisky, gin, rum, cachaça, saquê, espumante, xaropes e demais bebidas e enviar, via SMS, ofertas exclusivas para eles! A chance de eles irem até a sua loja para comprar esses produtos é muito maior. Afinal, você já sabe que eles gostam dessas mercadorias.

Um exemplo de SMS a ser enviado pode ser:

“[Primeiro nome], você sabia que hoje é o Dia Nacional do Cocktail? Para comemorar em grande estilo, preparamos ofertas exclusivas para você. [link para as ofertas]”

Além disso, aproveite para: 

  • Estimular o consumo de outros produtos para fazer drinks, como frutas e especiarias, aumentando o ticket médio das compras;
  • Sugerir receitas de cocktails em suas redes sociais e encartes. É possível ensinar a fazer desde uma caipirinha de cachaça “clássica” até drinks mais elaborados;
  • Perguntar para os seus seguidores quais são os cocktails preferidos deles, fazendo uma “batalha” divertida nos seus stories.

22/05 Dia do Abraço 

O Dia do Abraço, comemorado no dia 22/05, pode ser uma oportunidade de fortalecer o relacionamento com os clientes e humanizar a sua marca. Lembre ao público que, apesar de não ser possível abraçar a todos nesse período, você está enviando um “abraço virtual” para todos. E que, mesmo longe, é possível estar perto.

Você pode fazer uma postagem nas suas redes sociais sobre o assunto e, se possível, pensar em ações do tipo:

  • Caso o seu supermercado ofereça serviço de entrega/delivery, incentive o cliente a fazer uma compra de um presente especial e enviar para a pessoa que ele queria abraçar. Por exemplo: 

“Não pode abraçar uma pessoa querida hoje? Então aproveite para enviar um presente especial para ela”.

Essa ação pode te ajudar a aumentar a vender mais em maio e, ainda, deixar uma boa imagem perante ao público. 

28/05 Dia Mundial do Hambúrguer

Quer vender mais em maio? Então aproveite para celebrar o Dia Mundial do Hambúrguer no seu supermercado!

Um dos lanches mais queridinhos do brasileiro, o hambúrguer é extremamente versátil. Além disso, lembre-se daquilo que já citamos anteriormente: as pessoas estão cada vez mais cozinhando em casa. Então, pensar em ações que relacionem o hambúrguer caseiro com o seu supermercado é uma excelente ideia.

Neste cenário, algumas sugestões são: 

  • Divulgar receitas de hambúrguer para fazer em casa e produzir um encarte virtual com todos os ingredientes das receitas;
  • Apostar também nas versões vegetarianas e veganas dos hambúrgueres, já que cada vez mais pessoas se tornam adeptas a esses estilos de vida/alimentação. Descubra produtos que possam substituir os “tradicionais” e envie ofertas para sua base de clientes. Segmente por aqueles clientes que já consumiram algum produto à base vegetal.
  • Colocar os ingredientes e acompanhamentos dos hambúrgueres em oferta no seu clube de descontos para chamar ainda mais atenção dos clientes. Essa ação pode aumentar a taxa de cadastro no Clube e a sensação de satisfação dos clientes.
  • Fazer uma grande promoção em hambúrgueres congelados;
  • No PDV, colocar banners de receitas de hambúrguer próximos ao açougue para estimular os clientes a comprarem.
  • Trabalhar as vendas casadas para aumentar seu ticket médio. Pense em como posicionar produtos complementares ao hambúrguer, como refrigerantes, molhos, pães, queijos e verduras próximos aos principais itens das receitas.

Por fim: aproveite essa data para realizar ações criativas, atrair, cativar, surpreender e fidelizar os seus clientes! 

31/05 Dia Mundial do Combate ao Fumo

O último dia do mês traz uma data de conscientização importante. Estamos falando do Dia Mundial de Combate ao Fumo. Essa é mais uma oportunidade para você posicionar a sua marca e desenvolver ações que estimulem o cuidado com a saúde – tanto dos seus colaboradores quanto dos seus clientes. 

É possível convidar, em suas redes sociais, um médico para falar sobre o assunto e, também, fazer postagens educativas e incentivadoras para parar de fumar. Relembre que a saúde é o nosso maior bem e que seu varejo valoriza muito isso.

Pronto para vender mais em maio?

Com todas essas dicas, o seu supermercado está, com certeza, mais preparado para vender mais em maio, certo?

Lembre-se que pensar em ações mensais para o seu varejo é essencial para garantir o sucesso dele. Assim sendo, se você já deseja saber quais são as principais datas comemorativas de todos os meses do ano, baixe o nosso Calendário Promocional para 2021 e organize-se.

Com ele, além de vender mais em maio, você poderá alavancar seu faturamento durante os 365 dias do ano!

Por fim, se você tem dúvidas sobre como aplicar nossas sugestões de ações na sua loja, entre em contato conosco e saiba como podemos te ajudar a alavancar os resultados do seu supermercado.

Você sabe como aproveitar ao máximo o potencial do supermercado no Dia das Mães? Conhecida como uma excelente data para o varejo, o Dia das Mães é importante tanto para conquistar novos clientes quanto para reforçar o relacionamento com os seus clientes fiéis.

Ademais, vale lembrar que essa é uma data comemorada por praticamente todos os estabelecimentos comerciais do Brasil. Então, o que fazer para garantir que o seu varejo tenha destaque e chame a atenção do público? É isso o que vamos te ajudar a fazer. Acompanhe!

Expectativas para o Supermercado no Dia das Mães 

De acordo com a pesquisa da Fecomércio MG sobre a expectativa de vendas para o primeiro semestre de 2021, para 36,4% dos entrevistados, dentre as datas comemorativas dos primeiros seis meses do ano que têm impacto mais positivo nas vendas, o Dia das Mães ganha de qualquer outro.

Esse é apenas um dado que mostra a importância que essa data pode representar para o varejo em geral. E então, que tal colocar em prática ações que vão movimentar o seu supermercado e surpreender os seus clientes? 

9 dicas para vender mais no supermercado no Dia das Mães

1. Analise o que você fez no ano passado

O que o seu supermercado fez no Dia das Mães no ano passado? Quais foram os produtos mais vendidos? Quais foram os dias de maior movimento (e maior geração de cupons)? Qual foi o ticket médio das compras? Os clientes que fazem parte do seu Clube de Descontos gastaram mais do que aqueles que não são cadastrados?

Fazer uma análise do que passou é uma excelente maneira de planejar os próximos passos. E isto vale para tudo. Inclusive, para planejar melhor o supermercado no Dia das Mães.

Neste cenário, contar com uma ferramenta de gestão de clientes completa pode te ajudar (e muito!) a automatizar e a compreender de maneira clara o seu histórico e os seus clientes. Se você ainda não conta com o auxílio de um software desses, talvez seja a hora de repensar isso. 

Essa tecnologia permite que você tenha dados para planejar as suas ações e possa deixar de lado os “achismos”. Com toda certeza, esses dados, se bem utilizados, irão se transformar em números positivos para o seu varejo.

Por outro lado, se você já tem um bom software de Gestão de Clientes, faça um balanço geral do que passou e analise seus acertos e erros. Pense o que pode ser feito de diferente para surpreender os seus clientes e diferenciar-se da concorrência. 

2. Ofereça brindes 

Que tal oferecer brindes para os clientes que fizerem compras acima de um determinado valor? Pense em brindes que façam sentido para a data e garanta que as pessoas tenham vontade de colocar mais itens no carrinho para ganhar esse presente especial.

Para despertar ainda mais o desejo dos clientes, você pode deixar claro que o seu supermercado tem um número específico de brindes para a data. Por exemplo:

“Os primeiros 100 clientes que fizerem compras acima de R$300 reais entre os dias 1º e 8 de maio levarão uma cesta exclusiva de Café da Manhã de Dia das Mães”.

Essa cesta de Café da Manhã, inclusive, poderá ser feita em parceria com outras empresas. Produtos artesanais estão em alta, então você pode buscar fornecedores e parceiros que também se interessem em participar dessa ação. Assim:

  • O seu varejo sai ganhando, pois oferecerá um ótimo brinde aos clientes;
  • A marca (ou as marcas) parceira(s) também saem no lucro, pois passarão a ser conhecidas por mais pessoas;
  • O cliente fica satisfeito por ganhar um ótimo brinde de Dia das Mães.

Entretanto, caso não seja possível desenvolver um brinde desse valor, você pode pensar em opções mais simples. Desde um buquê de flores, passando por uma mini garrafa de espumante, bombons, entre outros.

O importante é pensar em desenvolver uma ação criativa, que atraia os clientes e mostre que o seu varejo está pensando em agradá-los nessa data tão especial. 

3. Para vender mais no supermercado no Dia das Mães, crie um guia de presentes

Outra dica valiosa para o Supermercado no Dia das Mães é criar um guia de presentes criativo para diversos perfis de mães. É possível fazer guias para as mães:

  • Esportistas;
  • Empresárias;
  • Cozinheiras;
  • Vaidosas;
  • Que adoram viajar;
  • Sofisticadas;
  • Tecnológicas, modernas e conectadas;
  • Donas de casa;
  • Estudantes; 
  • Mães de primeira viagem;
  • Madrastas que assumiram o papel de mãe, entre outros.

Também, é claro, você pode criar o guia de acordo com os valores dos presentes. Por exemplo: Guias com produtos de até R$50, até R$99, de R$100 à R$199, a partir de R$200, entre outros.

O guia de presentes é uma ótima ideia para os indecisos, pois ajuda a simplificar o processo de escolha deles na hora de comprar o presente. Esse guia pode ser postado nas suas redes sociais, enviado via e-mail, WhatsApp, SMS (com um link que direcione para o guia), inserido em um dos seus encartes, entre outros!

Lembre-se de que esse cuidado do seu supermercado em criar um guia de presentes é algo que gera valor e torna a vida do seu cliente mais conveniente. 

4. Use as suas redes sociais para gerar conteúdos de valor

O guia de presentes, que citamos acima, é uma forma de gerar conteúdo de valor para o seu supermercado. Porém, você pode ir muito além disso! 

Além de utilizar a data para homenagear e agradecer as mães, aproveite para fazer postagens relevantes para os seus clientes. E elas não devem ser focadas apenas em vendas, mas sim em materiais para inspirar, educar e ensinar as pessoas.

É possível compartilhar:

  • Receitas especiais para fazer no Dia das Mães;
  • Tutoriais de “Faça Você Mesmo”, ensinando a fazer embalagens de presentes bonitas e cartões diferenciados;
  • Ensinando a montar uma mesa bonita para o Dia das Mães, entre outros.

Esses conteúdos de valor são uma excelente forma de ganhar confiança do público e mostrar que você se importa com cada um dos seus clientes. E não apenas com as vendas. 

Também, lembre-se de que as redes sociais são um ambiente extremamente democrático e que valoriza a criatividade. Então, use e abuse dos formatos na hora de fazer os conteúdos do seu supermercado no Dia das Mães. 

Você pode fazer guias, checklists, quizzes, vídeos, jogos, e-books de receitas, planilhas, entre muitos outros!

5. Incentive e aproveite conteúdo gerado pelo usuário

Além de criar o seu conteúdo relevante, incentive o seu cliente a compartilhar materiais nas redes sociais e marcar o seu supermercado. Assim, você pode utilizar esses conteúdos nas suas redes e aumentar o engajamento e o reconhecimento da sua marca. Essa ação, além de ser econômica para o seu supermercado, ajuda a aproximar o seu varejo do público.

6. Busque parcerias valiosas

No tópico em que falamos dos brindes, já sugerimos algumas parcerias valiosas que você pode buscar no seu supermercado no Dia das Mães. Mas é possível ir além. 

Busque outros serviços que possam ser relevantes para as mães e tente formar parcerias com essas empresas. Pode ser desde um spa, passando por academia, cursos, livrarias, salão de beleza, restaurante, entre outros. 

Parcerias são ótimas formas de oferecer presentes relevantes sem que seja necessário gastar muito. Que tal escolher um desses serviços e oferecer um sorteio? Por exemplo:

“A cada R$150 reais em compras entre os dias 1º e 8 de maio, as mães concorrem a [acrescente aqui o prêmio]”.

7. Para ter mais sucesso no seu supermercado no Dia das Mães, movimente diversos setores da loja

Lembre-se de que o Dia das Mães é uma data muito democrática. Afinal, existem mães de todos os tipos! Por isso, movimente diversos setores da sua loja para ter mais sucesso na celebração.

Desde a área do bazar, passando pela perfumaria, bomboniere, floricultura, bebidas e alimentos em geral. Todos esses setores podem ser interessantes para a data. 

8. Prepare seu estoque

Nada pior do que o cliente chegar na sua loja e não encontrar aquilo que gostaria. Porém, o oposto – comprar muitos produtos e eles encalharem na gôndola, – também é péssimo para o seu varejo.

Assim sendo, se você deseja vender mais no Dia das Mães, não quer se preocupar com o excesso de produtos parados no seu estoque, é essencial que ele esteja de acordo com os desejos de compra dos seus consumidores. 

Para isso, verifique o histórico de vendas do Dia das Mães dos anos anteriores, conforme já citamos anteriormente e, também, acompanhe o que é tendência no momento.

9. Faça campanhas segmentadas para vender mais no supermercado no Dia das Mães

Por fim, mas não menos importante, lembre-se que a tecnologia é uma grande aliada para vender mais no Dia das Mães. Ela ajuda a gerar mais valor ao seu ponto de venda, permite que o atendimento seja mais ágil, oferece maior segurança para você e seus clientes e, ainda permite uma melhor comunicação entre o seu supermercado e os fregueses.

Ademais, tendo boas ferramentas tecnológicas no seu varejo, você mostra que é uma marca antenada às novidades e, assim, tem maiores chances de surpreender o seu cliente.

Aqui, estamos falando desde inovar e aceitar diversas opções de pagamento até buscar ferramentas (como a da Mercafacil) que permitam que você faça uma comunicação personalizada com seus clientes. Ou seja, que você envie a oferta certa, na hora certa, pelo canal ideal para aquela pessoa.

Preparado para colocar em prática as ações de Supermercado no Dia das Mães?

Colocando em prática essas dicas, o seu supermercado no Dia das Mães tem tudo para bombar! Porém, se ainda estiver com dúvidas sobre como aplicar essas ações, entre em contato conosco e saiba como a Mercafacil pode te ajudar a compreender cada vez melhor os seus consumidores e entregar a melhor experiência de compra para eles.

Você já tem o seu próprio aplicativo para supermercado? Ideal para conectar a marca ao cliente e facilitar a vida do consumidor, o app oferece inúmeros benefícios tanto para os varejistas quanto para os shoppers. Não à toa, eles conquistam cada vez mais adeptos – e, de acordo com pesquisas, esse número só tende a crescer.

De acordo com a pesquisa “O futuro do consumo num cenário pós-covid-19”, realizada pela Social Miner em parceria com a Opinion Box:

  • 62,7% dos entrevistados vão fazer compras de mercado/feira tanto online quanto em lojas físicas. Ainda, 10,9% estão decididos a consumir só online.
  • Além disso, dentre os canais preferidos pelo consumidor para finalizar uma compra, os sites continuam no topo da lista, com 72,2%, seguidos por aplicativos de e-commerce, 61,9%.
  • Também, o estudo mostra que 65,4% pretendem continuar comprando em e-commerces se o preço for interessante, e 59% se o preço do frete for mais barato, grátis ou considerado justo. 

Como se não bastasse, outro estudo, publicado pelo Panorama Mobile Time/Opinion Box – Comércio móvel no Brasil em abril de 2020, foi constatado que:

  • A proporção de brasileiros que já realizaram compras de mercadorias físicas através de apps ou sites móveis é de 85%.

Com esses números podemos notar que o brasileiro é um grande entusiasta dos aplicativos e está em constante busca para deixar a sua rotina mais prática.

Dessa forma, cabe a você, supermercadista, adaptar-se às novidades e desenvolver um aplicativo para supermercado. Abaixo, mostraremos boas razões que podem te animar a começar a pensar nisso hoje mesmo. Confira!

9 motivos para ter um aplicativo para supermercado

1. Os consumidores querem – e os seus concorrentes sabem disso!

Os dados que trouxemos acima apenas corroboram esse fato: os brasileiros usam muito os apps. Esse, por si só, já é um motivo mais do que suficiente para te motivar a criar o seu próprio aplicativo para supermercado.

Tenha sempre em mente que os apps favorecem a experiência do seu cliente, tornando-a mais positiva. E, se você não seguir por este caminho, pode ter a certeza de que os seus concorrentes irão. Você não quer perder clientes para eles, certo? 

2. Sua marca estará sempre na palma da mão (e na cabeça) do cliente

Ter o próprio aplicativo para supermercado significa que a sua marca será sempre lembrada pelos consumidores. Afinal, eles recebem, com frequência, informações importantes, pushs, ofertas, notícias sobre campanhas entre outros conteúdos que manterão a sua marca sempre sendo lembrada por eles. Isso tudo sem sair de casa, apenas na “palma da mão”.

3. O aplicativo para supermercado é excelente tanto para a retenção de clientes quanto para a conquista de novos consumidores 

É bem possível que a sua clientela fique muito satisfeita quando você implantar um aplicativo para supermercado. Afinal, eles já são fiéis à sua marca e costumam comprar na sua loja. Assim, o app acaba sendo mais uma forma de você conquistar e fidelizar essas pessoas, mostrando que você se importa com elas e busca facilitar as suas vidas.

Você pode oferecer condições especiais para os seus frequentadores mais fiéis, fazer campanhas por acúmulo de pontos, descontos exclusivos, entre outros.

Porém, além disso, o aplicativo para supermercado pode ser uma nova forma de atrair e conquistar consumidores que nunca compraram na sua loja física. Pense da seguinte forma:

Uma pessoa precisa fazer uma compra mas, por algum motivo, não tem como ir até a loja que ela costuma ir – e essa loja não tem um app. Ainda assim, ela não deixará de fazer a compra e, provavelmente, procurará uma solução. Neste cenário, o seu varejo, tendo um app, se torna uma alternativa valiosa para essa pessoa. Se ela fizer a compra e gostar do seu serviço, as chances de ela repetir essa ação aumentam. 

4. O aplicativo para supermercado vai ter ajudar a aproximar o relacionamento com o seu consumidor

O app é um grande aliado para estreitar o relacionamento da sua marca com o público. Criando um contato muito próximo com o consumidor, o aplicativo permite que o cliente, ao abrir o app, fale diretamente com a sua marca, sem mediadores.

Ademais, essa comunicação personalizada é o que faz com que muitas pessoas se encantem pelo seu varejo e prefiram a sua marca em frente à outras. Isso porque essa forma de se relacionar aumenta a confiança, a credibilidade e a sensação de “conforto” para o cliente. Ou seja: reforçam experiências positivas do consumidor com o seu varejo.

Para estreitar ainda mais o relacionamento entre marca e cliente, lembre-se que o aplicativo para supermercado também pode funcionar como mais um canal de comunicação para o seu público dar sugestões e críticas sobre a sua empresa, produtos ou serviços. Ou seja, é mais uma forma de mostrar para os seus clientes que você os conhece e os escuta.

5. Possibilidade de personalizar o app como desejar, deixando-o com a cara da sua loja

Ao criar o seu próprio aplicativo, você tem toda a liberdade para personalizá-lo da maneira que desejar. Além de escolher as principais funcionalidades que você oferecerá por este canal, é possível mexer em cores, logos e campanhas exclusivas. Essa é mais uma maneira de a “imagem” da sua marca estar sempre presente na vida dos clientes.

Pense no app como uma extensão da sua loja. Então, invista em um design atrativo, fácil de usar e que aproxime ainda mais você do seu consumidor.

6. Ter todas as informações do seu cliente em um só lugar

O aplicativo é um ótimo lugar para centralizar todas as informações e dados dos seus clientes. Com ele, você compreenderá melhor os hábitos de compra dos consumidores e terá dados valiosos sobre ele. Basta saber como usar essas informações para desenvolver campanhas futuras.

Aqui, falamos desde os dados mais básicos até aqueles que são muito importantes para você conhecer um pouco mais o seu público. Por exemplo:

  • Endereço
  • Idade
  • Estado civil
  • Produtos preferidos
  • Pesquisas que ele faz
  • Quais os dias da semana e horários em que ele costuma acessar o aplicativo
  • Em que momento da jornada da compra ele está
  • Quais produtos estão no carrinho/lista de compras/preferidos, mas (ainda) não foram adquiridos
  • Se ele já realiza compras pelo app, qual o ticket médio que ele costuma gastar
  • Ele é um cliente que só compra via aplicativo, ou também frequenta a sua loja física?

Sim: você terá todas essas – e muitas outras! – informações em um só lugar. Com isso, a possibilidade de criar ações assertivas e personalizadas de acordo com o CPF deste cliente é muito maior. O que nos leva ao próximo tópico…

7. Segmentar as informações de acordo com o perfil de cada cliente

Com todas as informações adquiridas, você pode utilizar o aplicativo para supermercado para criar ofertas segmentadas, oferecendo listas personalizadas conforme o gosto e o perfil de cada consumidor.

Ou seja, é possível criar ações segmentadas de muito valor, que gerem maior conversão em vendas e sensação de satisfação para os seus clientes. Eles ficarão atentos e saberão que, quando receberem alguma notificação do seu app, será algo relevante. 

8. As notificações push geram interesse, curiosidade, aproximação com o cliente – e possíveis vendas! 

As “push notifications” são aquelas notificações que aparecem na tela do celular, enviadas pelos próprios aplicativos. Elas são uma ótima ferramenta de engajamento e não só podem, como devem, ser usadas no seu aplicativo para supermercado.

Elas aparecem na tela do smartphone e trazem uma chamada sugestiva, que cria o interesse do cliente. Diretas e altamente pessoais, podem trazer uma alta taxa de conversão de forma prática e inteligente.

Dentre suas funcionalidades, elas relembram o usuário que ele deixou itens no carrinho, mas não finalizou a compra. Também, são ótimas para enviar promoções e cupons exclusivos, informar alguma novidade relevante, entre outros. 

– Vem saber mais sobre o que são e como usar as notificações push no varejo de forma eficaz!

9. Tendo o seu aplicativo para supermercado, você sai na frente da concorrência!

Já citamos brevemente anteriormente, mas é sempre bom ressaltar que, ao ter o aplicativo para supermercado, você sai na frente dos concorrentes que ainda não investiram nessa tecnologia. Ou seja: é uma chance de conquistar os clientes de outras lojas que não oferecem essas facilidades.

Aplicativo para supermercado: chegou a hora de ter o seu! 

Por fim, já deu para entender o quanto é importante ter um aplicativo para supermercado, certo? Além de melhorar o seu relacionamento com o público, isso fará com que você se destaque da concorrência e aumente sua visibilidade.

Ademais, os smartphones já viraram, definitivamente, um instrumento de compra. E é esperado que, daqui pra frente, a maioria dos supermercados tenha aplicativos próprios. Então, seu varejo está pronto para fazer parte desta nova era de consumo e tecnologia?

Caso você não saiba por onde começar, agende agora mesmo uma consultoria gratuita com os nossos especialistas e conheça mais sobre as soluções personalizadas que a Mercafacil tem para o seu negócio.

Já ocorreu de você receber uma notificação de alguma promoção de um produto que você queria muito? E, quando você recebeu esse alerta, ficou surpreso/feliz? Isso geralmente acontece quando as empresas criam ofertas personalizadas para cada cliente de acordo com o CPF de cada um. E agora você também pode promover essa sensação positiva para os clientes do seu supermercado. Incrível, não?

Para isso, basta ter o seu Clube de Descontos exclusivo para cadastrar os seus clientes e começar a colher os frutos dessa experiência. Quer saber mais sobre as vantagens de criar ofertas personalizadas para os seus clientes e, mais do que isso, compreender como fazer essas ações? Então acompanhe o nosso texto!

Quais são as principais vantagens de fazer ofertas personalizadas de acordo com o CPF dos clientes? 

1. Máxima personalização!

Bom, não tinha como o primeiro tópico ser outro.

As ofertas feitas de acordo com o CPF dos clientes oferecem o máximo possível de personalização no relacionamento. E, por isso, trazem um melhor resultado para o seu negócio. E existem dados que comprovam isso.

De acordo com material divulgado no site E-commerce Brasil, 88% dos consumidores brasileiros estão dispostos a compartilhar dados em troca de ofertas exclusivas. Ainda, de acordo com a MarketingProfs, 68% das empresas têm tratado experiências personalizadas como uma prioridade do negócio.

E isso acontece porque as ofertas personalizadas são muito mais assertivas e relevantes para o cliente. Afinal, ele recebe notificações apenas daquilo que considera interessante e isso permite que a comunicação dele com o seu varejo seja positiva.

2. Maior taxa de sucesso das ações

Pense que campanhas feitas sem direcionamento funcionam como um tiro de canhão. Já as ofertas personalizadas são como um tiro de sniper. Mas o que isso significa? Pois bem:

Ofertas tiro de canhão

Elas chegam até os consumidores. Mas, como não têm um público pré-determinado, já que são direcionadas para todos, podem causar “mais estrago” às lojas. Nesse tipo de oferta (que engloba encartes, tabloides, carro de som, outdoor entre outros) os itens colocados em promoção são escolhidos de forma generalizada, muitas vezes sem saber o que o público está realmente procurando.

Assim, costumam atrair o cliente “caça-ofertas”, que vai até a sua loja apenas para consumir o que está em promoção. Além disso, elas não são metrificáveis, ou seja, você não sabe dizer efetivamente quem viu as ofertas e, por causa delas, foi até a sua loja. Ainda, podem não ser muito efetivas. Afinal, de nada adianta o seu carro de som anunciar uma mega promoção de fraldas, se o que o seu cliente busca são produtos relacionados a churrasco, por exemplo.

Ofertas tiro de sniper

Já as ofertas do tipo tiro de sniper são aquelas que têm alvo certo. Elas são metrificáveis, pois você sabe muito bem com quem está se comunicando. Também, esse tipo de ação permite que você meça a taxa de conversão exata. Ou seja, quantas pessoas que receberam a oferta personalizada realmente a aproveitaram.

Ademais, essas ações são compostas por campanhas segmentadas, feitas 100% baseadas no conhecimento que o supermercado tem sobre o seu público. Assim, você comunica-se de maneira direta e efetiva com aquele cliente que deseja atingir. O resultado? Taxas de conversão que podem ser facilmente medidas.

– Ps: se interessou pelo assunto? Então confira este texto em que falamos mais sobre a diferença desses tipos de ações.

3. Ofertas personalizadas fortalecem o relacionamento com o cliente 

Ao fazer ofertas personalizadas para os seus clientes você está fortalecendo o seu relacionamento com ele. Afinal, além de chamá-lo pelo nome – o que já é algo positivo, – você também está enviando conteúdos relevantes para esse consumidor. Ele receberá a notificação e, sabendo que é do seu supermercado, vai olhar com mais carinho e atenção. Isso acontece porque ele sabe que o seu varejo manda mensagens relevantes.

Como você tem todo o histórico de compras dessa pessoa, você sabe exatamente quais promoções enviar para ela. Mais do que isso, você consegue medir se essas ofertas enviadas estão dando o resultado esperado – ou seja, se a pessoa está gostando do material que você envia.

4. Reativação de clientes inativos

Lembre-se sempre de que é de 5 a 7 vezes mais caro conquistar novos clientes do que trabalhar a fidelização dos que você já tem. E, neste cenário, as ofertas personalizadas são uma excelente “arma” para você trabalhar a reativação e fidelização de clientes.

Sabe aqueles clientes que estão entre um e três meses sem comprar na sua loja? Enviar ofertas personalizadas para eles é uma ótima forma de reativar esse contato. Afinal, como você já tem os dados e históricos de compra dessa pessoa, foque em enviar informações e promoções relevantes, que levarão esse shopper a comprar novamente no seu supermercado.

5. Aumento do ticket médio das compras

Clientes cadastrados no seu Clube de Desconto gastam mais. Ponto. De acordo com uma matéria da Gazeta do Povo feita a partir do estudo de um Clube de Descontos de supermercado, foi analisado que:

O ticket médio é 108% maior do que o do consumidor não cadastrado e a quantidade de itens na cesta é o dobro na comparação com os não participantes.

Ou seja, ter o seu próprio Clube de Descontos e enviar ofertas personalizadas para o seu cliente é algo que traz resultados altamente positivos para o seu varejo. Para isso, basta saber como utilizar com maestria os dados que você possui dos seus clientes e transformá-los em ações efetivas.

Como fazer ofertas personalizadas para os meus clientes?

Para conseguir fazer ofertas personalizadas para cada um dos seus consumidores é necessário contar com um software completo de Gestão de Clientes no seu negócio.

Essa ferramenta permite que seja possível criar ofertas exclusivas, que valem para cada CPF. Os descontos aparecem de acordo com o histórico de compras de cada cliente e/ou conforme a segmentação feita de acordo com cada ação.

Se você deseja implantar o quanto antes essa ferramenta no seu varejo,  entre em contato conosco e saiba como a Mercafacil pode te ajudar nessa missão. Ademais, se você já for cliente Mercafacil e deseja melhorar ainda mais os resultados do seu Clube de Descontos e ter mais sucesso ao enviar ofertas personalizadas, converse hoje mesmo com seu consultor!

Utilizar um CRM para supermercados é algo que auxilia os varejos a superarem um grande desafio que eles têm pela frente. Estamos falando da gestão de produtos alimentícios que estão disponíveis para compra imediata. E, na pandemia, este desafio ficou ainda maior. Afinal, houve um aumento do preço dos produtos e, também, a necessidade de se ter um serviço de vendas online. Ou seja, foi necessária uma inovação em meio à crise.

Para te ajudar a superar este e outros desafios, pensando em gerar agilidade e eficiência operacional, separei 5 itens contando sobre como o CRM para supermercados pode ser a ferramenta certa para o seu negócio seguir crescendo com sustentabilidade e processos mais ágeis. Confira!

Como o CRM para supermercados pode te ajudar na gestão do seu negócio?

1.  Controle do estoque

Considerando todos os produtos já disponíveis nas prateleiras e nos estoques reservados, sabemos que alguns itens são mais procurados que outros. Conectando o seu CRM na hora de registrar esses produtos novos, é possível atuar de maneira preditiva. Ou seja, baseada na busca dos consumidores. Assim, você saberá a quantidade certa que irá atender à demanda a partir de um estudo de dados.

Isso porque o CRM para supermercados traz dados que mostram a venda daquele produto por determinados períodos. Ps: considero aqui desde o uso dessa ferramenta para a coleta desses dados, a menos que você tenha um outro lugar para consulta retroativa antes da implementação deste software.

2.  Registro de entrada e saída de produtos

Ainda sobre controle de estoque, mas agora sob um outro ponto de vista. O CRM para supermercados também pode ajudar a saber o que está saindo das prateleiras. Ainda, auxilia a verificar a necessidade de reposição do estoque reservado para as prateleiras e o que depende de uma nova compra com fornecedores para estocar.

Isso é possível através de uma integração entre o seu sistema de caixa, onde acontecem os pagamentos, e o registro de itens disponíveis para a venda. Inclusive, fazendo novos pedidos automaticamente quando estes produtos estiverem perto de acabar.

Também é dessa interação que podemos tirar insights sobre itens que normalmente os clientes consomem. Isso pode melhorar o sistema de verticalização de produtos, colocando lado a lado os produtos que se complementam de certa maneira. Alguns exemplos são:

  • Deixar os frios perto dos pães;
  • O atum perto da maionese;
  • O macarrão perto dos molhos. 

Essa forma de organizar os itens facilitar a vida do seu cliente. Afinal:

  • O cliente gastará menos tempo andando pelos corredores procurando o que ele precisa;
  • Isso gera uma boa experiência dele no seu varejo;
  • O resultado é um atendimento mais ágil nas filas do caixa. 

Ou seja: todos saem ganhando. 

Este ponto impacta diretamente o contexto pandêmico que estamos vivendo considerando a necessidade do isolamento social. Quanto mais rápido ele encontrar o que precisa, mais rápido voltará para a sua casa. Ou seja, antes estará seguro e mantendo outras pessoas, inclusive os colaboradores do mercado, também seguros. 

3. O CRM para supermercados pode auxiliar a controlar a data de validade dos produtos

O controle de produtos com data de validade é bem importante. Não só do ponto de vista sanitário, mas também se considerarmos o desperdício de alimento e perda de estoque.

Neste caso, o CRM para supermercados consegue te ajudar com uma automatização que pode te mostrar quais produtos vencem mais cedo. Assim, é possível fazer uma manutenção deles nas prateleiras, disponibilizando na ordem ideal para que sejam comprados antes que os que irão vencer mais rapidamente.

Se os produtos estiverem perto de vencer, ainda assim você pode fazer alguma ação. É possível criar uma queima de estoque, fazendo uma promoção e vendendo estes produtos com um preço menor. Uma boa dica, neste cenário, é disponibilizar essas mercadorias em um local de destaque no supermercado. De preferência, perto dos caixas.

4. Integração de lojas de uma mesma rede

Com o CRM também é possível ver se alguns produtos que estão sobrando podem ser disponibilizados para uma outra loja que esteja em falta. E o mesmo serve no caso contrário. 

Por isso, é importante acompanhar os números para reconhecer quais as necessidades e preferências do público local. Será que no bairro X os compradores compram um sabão da mesma marca que o bairro Y? Você consegue ver isso através do CRM e uma integração de lojas.

Além disso, é possível ter um ranking de lojas de uma mesma rede. Assim, você passa a compreender como estão as vendas de cada uma delas e pode fazer melhorias contínuas nos processos. 

5. O CRM para supermercados auxilia na automatização nas solicitações de entregas de produtos

E por fim, mas não menos importante, sabemos que a entrega de produtos se tornou bem mais forte com a chegada da pandemia. Afinal, o isolamento social fez com que a ida aos supermercados fosse evitada/minimizada, mesmo com os varejos alimentícios sendo um serviço essencial que não parou durante este período.

Este foi um desafio significativo. Pois, ao mesmo tempo que as pessoas passaram a ir mais aos supermercados – por trocarem os escritórios pelas suas casas e evitando comer em restaurantes, – o aumento de preço mudou a quantidade de itens das compras e gerou uma mudança na preferência de produtos. Ademais, com uma renda menor, algumas pessoas optaram por produtos mais baratos do que aqueles de costume.

Mediante a esta realidade, os supermercados precisaram se adaptar, disponibilizando um serviço de vendas online e entrega de produtos. Assim, o CRM para supermercados é um grande aliado para os varejistas. Não apenas na logística de entregas, mas também no custo e no lucro que este serviço pode trazer para seu negócio. O CRM auxilia a manter a conectividade de sistemas, integrar a saída desses produtos, a organizar os pagamentos fora do ambiente físico e disponibilizar valor da entrega, entre outros. 

Se você gostou dessas dicas, conheça também o uso do CRM para expansão de franquias.

Esse texto foi feito por Daiane Novaes, da AmoCRM, a convite da Mercafacil

Já pensou em implantar um serviço de televendas no supermercado? Afinal, encontrar maneiras de vender online deixou de ser uma opção e tornou-se um dever dos varejistas. E isso acontece por causa do desejo e da necessidade do cliente em fazer compras por outros canais além da loja física.

Segundo o estudo “O futuro do consumo num cenário pós-covid-19”, feito pela Social Miner em parceria com a Opinion Box, foi constatado que, mesmo com o término da pandemia, 62,7% dos consumidores pretendem continuar fazendo compras de mercado/feira tanto online quanto em lojas físicas. Além disso, 10,9% dos shoppers estão decididos a consumir só online.

Porém, se criar o seu próprio e-commerce parece algo inviável no momento – seja devido ao custo de implantação e/ou ao tempo que ele demora para começar a funcionar de forma efetiva, – é essencial buscar outras soluções alternativas. E, neste cenário, conhecer e implantar o serviço de televendas no supermercado pode ser a melhor solução para o seu varejo.

Televendas no supermercado: uma alternativa (menos custosa e mais rápida) ao e-commerce

Funcionando como um gerenciador de pedidos, o televendas auxilia a desocupar os telefones da sua loja. Também, ele mantém o histórico de pedido dos clientes no banco de dados da empresa. Isso permite que você tenha todos os dados de consumo desse freguês e, com isso, possa desenvolver campanhas segmentadas e muito mais assertivas para ele – mas este é um assunto para outro texto.

Exemplo real do televendas da Mercafacil
Exemplo real do televendas de um cliente Mercafacil

Ademais, antes de começarmos a listar os principais motivos para implantar o televendas no supermercado, devemos destacar que ele traz um ponto fraco. A ferramenta apresenta processo menos automatizado, assim como quando você faz vendas via WhatsApp.

Ainda assim, dadas as circunstâncias atuais, esse ponto “contra” se torna pequeno quando comparado com os diversos benefícios que o seu varejo passa a ter quando implementa o televendas. E é isso o que vamos te mostrar abaixo.

5 motivos para implantar o televendas no seu varejo

1. Tempo de implantação 

Diferentemente do e-commerce próprio, que pode levar meses para ser implantado com maestria, o serviço de televendas no supermercado pode ser concluído em muito menos de um mês.

Às vezes, em cerca de 10 dias já é possível começar a utilizar a ferramenta e, assim, passar a atender os seus clientes por esse novo canal.

Dessa forma, pode-se dizer que o televendas é ideal para varejistas que desejam continuar faturando e buscam por uma solução imediata para o seu negócio. 

2. Fácil usabilidade

O televendas no supermercado tem uma fácil usabilidade. Funcionando como um gerenciador e organizador de pedidos, ele funciona da seguinte forma:

  • O cliente, utilizando um smartphone ou computador, acessa a ferramenta de televendas (ou aplicativo Mercafacil, caso seja nosso cliente) e monta a sua lista de compras.
  • Ele informa seus dados de contato e aguarda o supermercado atender o pedido e fazer contato. Simples assim.

Ademais, o televendas permite que os consumidores naveguem, com facilidade, pela plataforma. Eles selecionam a loja que desejam (caso haja mais de uma) e adicionam os produtos ao carrinho.

Vale lembrar também que o televendas elimina a necessidade de cadastros e burocracias do e-commerce. Assim, é uma solução pensada para facilitar a compra do cliente durante a pandemia… Mas que deve permanecer funcionando muito bem após esse período!

3. O televendas no supermercado oferece liberdade ao cliente

Ao utilizar o televendas, o cliente tem a liberdade de escolher se:

  • Deseja receber as compras em casa (caso o seu supermercado ofereça essa opção de delivery);
  • Buscar as compras na loja;
  • Selecionar o melhor horário para essas ações.

Assim, você mostra que está preocupado com a experiência do seu consumidor e facilitando a sua vida. Com a situação atual do jeito que está, tudo o que o cliente deseja é: facilidade, praticidade e, é claro, segurança. Ao oferecer o televendas no supermercado, você está fornecendo tudo isso. E isso nos leva ao próximo tópico, que é…

4. Melhor experiência de compras 

Como você já deve estar cansado de saber, toda e qualquer ação do seu supermercado deve ser voltada para criar uma melhor experiência ao seu cliente. E apostar em canais de vendas diferenciados evidencia isso.

Neste cenário, como dissemos anteriormente, mesmo que não haja a possibilidade de implantar com rapidez um e-commerce próprio, você não pode deixar que isso “derrube” o seu varejo. Buscar soluções rápidas, eficientes e que promovam uma experiência positiva para o seu cliente é o caminho. E é aqui que o televendas no supermercado pode ser seu grande aliado.

5. Custo baixo

Aqui chegamos no ponto chave, certo? Afinal, mesmo que o televendas no supermercado seja mais em conta do que a criação de um e-commerce, ele ainda traz custos para ser implantado… Certo? Pois bem, errado. Pelo menos para os clientes Mercafacil.

O televendas foi desenvolvido pela Mercafacil durante a pandemia justamente para facilitar o relacionamento entre varejistas e seus consumidores. E ela é gratuita. Isso mesmo.

Para quem é cliente Mercafacil, o televendas funciona como mais um serviço oferecido pela empresa. Assim, ao contratar a Mercafacil, além de garantir o software da líder em gestão de comportamento de clientes no Brasil, você ainda recebe, de “bônus” o televendas.

Ficou interessado? Quer saber mais? Então entre em contato com um dos nossos especialistas do varejo e saiba como podemos te ajudar a implantar o televendas no supermercado o quanto antes!

Sabemos que as mudanças trazidas pela pandemia impactaram a indústria e o varejo de diferentes formas. Mas afinal, quais foram as principais mudanças no varejo que foram observadas no último ano?

Primeiramente, vale ressaltar que a dinâmica do comportamento do shopper no PDV em relação às novas necessidades e oportunidades de consumo mudou completamente. Também, com as restrições estabelecidas pelos governos para o varejo, muitas marcas tiveram que adotar novas estratégias e ações táticas para manutenção de mercado e para promover o relacionamento de seus produtos com os consumidores. 

Como em toda grande crise de nossa história, além dos desafios, vêm as lições, aprendizados e a evolução. Assim, esse é um bom ponto de vista a ser seguido. Ou seja, o de olhar para frente com base em uma leitura sincera e coerente dos erros e acertos. Aliás, isso não deveria ocorrer somente em momentos de crise, mas em nossa maneira de gerir nossos negócios.

Vemos diversas lições que a pandemia nos trouxe e ainda nos traz diariamente. Porém, aqui gostaria de destacar algumas que considero ser as maiores mudanças no varejo ocorridas no último ano. Acompanhe! 

Mudanças no varejo: as 5 principais lições que a pandemia trouxe para o trade marketing e o varejo

1. Importância de desburocratizar os processos de decisão

A primeira das 5 mudanças no varejo que merece ser pontuada é a importância da tomada de decisão rápida e imediata. 

Sabemos que ainda é comum a grande burocratização das decisões dentro das grandes e médias companhias. Principalmente naquilo que envolve o comportamento da indústria no varejo, mais precisamente no cenário de trade marketing. 

Como esse ainda é um departamento em evolução dentro das indústrias, em muitos casos há uma falta de autonomia para a tomada de decisão, dependendo bastante do aval comercial ou até mesmo de marketing que podem travar as suas ações e comprometer a velocidade das ações que devem ser realizadas em loja. 

O profissional de trade marketing precisa ser mais valorizado e ter a capacidade de tomar suas decisões com agilidade, pois afinal é ele quem está na principal ponta, a da venda.

2. Segmentar a atuação de sua marca no PDV

Já faz um tempo que ouvimos falar em quão importante é definir o comportamento das marcas por tipo de canal, rede de lojas e região, mas efetivamente ainda há muito que se fazer. 

A pandemia nos mostrou que toda a jornada do shopper pode ser facilmente modificada de acordo com seu momento e realidade de vida. Além disso, o naturalmente o correto a ser feito é seguir essas mudanças e ajustar o jeito que você enxerga as suas ações para sell out, conforme a necessidade do consumidor.

Visto isso, além das estratégias de preço, pensadas para os diversos canais de vendas, a comunicação e as ações no PDV também devem ser desenvolvidas de maneira muito mais segmentada. E isso é algo que merece ser pontuado entre as principais mudanças no varejo desde o início da pandemia

Existe ainda um oceano azul para as indústrias que entenderem que a comunicação em loja deve ter o shopper no centro de tudo. Ela deve ser pensada com base nas suas missões de compra e ser construída entendendo a jornada do cliente no estabelecimento, tendo como base a visão do comportamento de produtos, de acordo com a categoria, pelo tipo de canal, rede e região. 

Definitivamente a pandemia nos mostrou que a comunicação para o shopper é diferente da comunicação para o consumidor. 

3. Enxergar o papel mais estratégico do promotor de vendas

O promotor continua sendo uma figura central na ponte entre as marcas e o consumidor. E o PDV é o lugar no qual 72% da decisão acontecem. 

Todas as mudanças no varejo trazidas pela pandemia exigiram atualizações do trade e dos profissionais que atuam no setor. Com isso, as novas ações dos promotores de venda passaram a ter um papel muito mais estratégico. Surgiu uma nova demanda nos estabelecimentos. 

Ademais, os promotores precisaram observar e absorver as necessidades do shopper. m Também, compreender os novos hábitos de consumo e entender de que maneira eles podem facilitar a jornada do cliente no PDV. 

Muito além de fazer a reposição, demonstração e de analisar os itens que tem mais saída, os promotores também são responsáveis por:

  • Promover o cross merchandising de produtos;
  • Criar bons pontos extras na loja;
  • Se relacionar com o gerente de loja e juntos pensarem e criarem ambientes ‘temáticos’. Como, por exemplo, ter um local específico para itens de café da manhã ou para o churrasco, a fim de deixar o momento de compras mais ágil. Entre outros!

As mudanças no varejo exigiram uma habilidade nova, a de olhar de forma mais ampla, uma visão 360° graus. 

Além disso tudo, também é papel do promotor fazer uma análise detalhada da concorrência. Ele deve coletar dados estratégicos e essenciais para a indústria, compreendendo que isso é de fundamental importância para embasar as tomadas de decisões por parte dos departamentos de trade.

4. Aprofundar sua relação indústria e varejo

O cenário atual é um momento em que todos estão procurando novas formas para vender mais e melhor. E uma dessas oportunidades está no compartilhamento de informações, alinhamento de estratégias e na união de forças entre a indústria e as redes de varejo. 

E por que não entre as próprias indústrias com produtos que se complementam na vida do consumidor? Essa relação pode ser muito mais estratégica e proveitosa se ambos entenderem que precisam construir seus planos de vendas juntos. E, durante a pandemia, isso se tornou ainda mais necessário. 

Vale ressaltar ainda que, cada vez mais, o cliente tem contato prévio com o produto. Antes mesmo de ir à loja, já que sua jornada de compra se tornou mais digital. 

Com isso, dentre as mudanças no varejo observadas nesse último ano, é importante que o varejista construa uma lógica de compra que vai da casa do shopper até a gôndola. Só isso já garantirá resultados melhores, mais vendas e relações comerciais mais vantajosas para todos. 

Quando indústria e varejo se unirem, certamente a experiência de compra no PDV físico será ainda melhor. E isso é mais um ponto a ser considerado durante a situação atual.

5. Potencializar seus resultados por meio das pessoas

Como falar das mudanças no varejo e das lições que essa pandemia está nos trazendo sem mencionar as pessoas? Creio que esse momento está nos oferecendo uma nova visão dos verdadeiros potenciais do ser humano. 

Nossa tendência à digitalização e robotização das coisas nos mostrou que nada disso pode nos trazer benefícios concretos, sem antes entendermos o valor e os papéis das pessoas em todos os processos que envolvem os desafios de vendas no varejo nos dias atuais. 

Destacamos a importante coragem de um promotor no segmento varejista. Ele se tornou a linha de frente do abastecimento da população e gerador de informações sobre o que está acontecendo na loja. Isso tudo enquanto a maioria da população está em casa. 

Também, a inovação gerada pelas pessoas envolvidas nos BKO´s das agências de trade para que seus clientes pudessem vender mais. Ainda, os profissionais de trade indústria e varejo que se disponibilizaram a enxergar os desafios de maneira criativa e disruptiva. 

São todas essas pessoas que fizeram e podem fazer cada dia mais a diferença. Sempre, é claro, colocadas em um modelo de gestão muito mais humanizado.

Artigo escrito por André Romero – Especialista em construção da comunicação das marcas no varejo. Diretor da Allis Comunicação, a primeira agência voltada a atender especificamente as demandas do trade e varejo, dentro da mais tradicional empresa de trade marketing do mercado – a Allis Field Marketing.

Você já pensou em oferecer um sistema de delivery no supermercado? Essa é uma tendência que já vinha forte e, com a pandemia, tornou-se ainda mais relevante para o cenário. Afinal, é cada vez maior o número de pessoas que busca por esse tipo de serviço, seja para evitar lugares com aglomeração de pessoas ou para ter mais praticidade na sua rotina.

Ademais, os dados mostram isso para nós. A pesquisa “O futuro do consumo num cenário pós-covid-19”, feita pela Social Miner em parceria com a Opinion Box, revela que:

  • 35,9% dos entrevistados que compraram online durante a quarentena fizeram compras de supermercado ou feira.
  • Mesmo com o término da pandemia, 62,7% dos consumidores pretendem continuar fazendo compras de mercado/feira tanto online quanto em lojas físicas, e 10,9% estão decididos a consumir só online.

Dessa forma, entende-se que oferecer esse tipo de serviço está diretamente ligado com a capacidade que o seu supermercado tem de adaptar-se às novas tendências e, também, a buscar sempre garantir a melhor experiência para o seu cliente.

Entretanto, para ter sucesso na hora de montar um delivery no supermercado é importante conhecer e seguir alguns passos. É isso o que pretendemos te mostrar abaixo. Acompanhe!

Como implantar serviço de delivery no supermercado? Confira nosso passo a passo

1. Saiba muito bem como estão os setores do seu supermercado e planeje-se

O primeiro passo para implementar delivery no supermercado é você conhecer muito bem todos os setores e processos da sua loja.

Como está a gestão? O reabastecimento das gôndolas está de acordo? O controle de estoque está sendo feito de perto? Se existe algum problema dessa natureza é muito importante corrigi-lo.

Afinal, nada mais decepcionante para o consumidor do que fazer uma compra de supermercado online e, somente na entrega, descobrir que o produto que ele deseja não estava disponível. Ou então, agendar a entrega para algum dia/horário e esse serviço atrasar.

Assim sendo, para evitar essa experiência negativa, lembre-se de que o serviço de  delivery no supermercado exige um grande conhecimento sobre todos os produtos que estão disponíveis para serem comprados.

2. Defina por onde serão feitos os pedidos

O serviço de delivery no supermercado pode ser feito por inúmeros canais. Quais são os mais relevantes para a sua marca? Para isso, é importante pensar em dois cenários: 

  • Quais são os canais mais utilizados pelos seus clientes
  • Quais canais você pode utilizar para atrair novos clientes

Nesse sentido, é muito importante você conhecer bem o seu consumidor (falaremos mais disso abaixo) e, então, pensar em quais canais você aceitará os pedidos para o delivery. 

Você pode utilizar as suas redes sociais, WhatsApp, ligações telefônicas, aplicativos especializados, site e/ou e-commerce próprio, marketplace (como o Ifood, por exemplo), entre outros.

Não existe uma “receita de bolo” para saber quais são os canais mais importantes para o seu varejo. Afinal, ninguém conhece melhor os seus clientes do que você mesmo.

Entretanto, a nossa sugestão é: 

  • Fazer um benchmark (estudo da concorrência) para saber se/como seus concorrentes estão fazendo delivery – e se as coisas estão ocorrendo como previsto. Inclusive, não hesite em testar o serviço delivery deles. Faça suas compras por ali e avalie a sua experiência, pense o que você pode melhorar para o seu varejo, entre outros.
  • Entender que o feito é melhor que o perfeito. Ou seja, se não você não tem condições financeiras e tempo disponível para implementar o seu próprio e-commerce, busque outras soluções para oferecer o melhor delivery de supermercado possível para os seus clientes utilizando os outros canais disponíveis.

3. Estruture os serviços de pagamento e de entrega 

Depois de definir por onde serão feitos os pedidos do seu delivery no supermercado, outro passo fundamental para ser sucesso com as entregas é oferecer segurança e comodidade tanto na entrega quanto nos meios de pagamento. Para isso, você precisa:

Pagamento

Buscar oferecer diversas formas disponíveis para o cliente efetuar o pagamento. Seja online, aceitando diversas bandeiras e cartões, PIX, entre outros, ou levando a máquina de cartão até o cliente. Além, é claro, de verificar a possibilidade de receber em dinheiro vivo.

Serviço de entrega

Um bom serviço de entrega faz toda a diferença no delivery. Assim sendo, é muito importante você definir:

  • Qual (ou quais) meio(s) de tranporte(s) serão utilizados para fazer as entregas;
  • Será um profissional terceirizado ou do seu quadro de funcionários;
  • Ele terá veículo próprio ou será disponibilizado pela empresa;
  • Quais cuidados tomar para que a entrega chegue em bom estado para o cliente – temperatura dos alimentos, distância máxima em que serão feitas as entregas, horário, entre outros. 

4. Conheça seus clientes 

Para ter sucesso com o delivery no supermercado é fundamental que você conheça muito bem os seus clientes. E não por meio de “achismos”, mas sim por meio de dados e insights. Neste cenário, contar com uma plataforma de gestão de clientes completa pode fazer toda a diferença para o sucesso do seu delivery.

Isso porque o software de gestão de clientes permite que você conheça e compreenda os hábitos de compra do seu consumidor. Ou seja, você sabe exatamente o que ele consome, o gasto médio no mês, os produtos preferidos, quais ofertas fazem mais sentido para ele, entre outros.

E é conhecendo essas características que você saberá as melhores formas para implementar o delivery no supermercado.

Se aquele cliente costuma comprar uma cerveja específica toda sexta-feira, você pode oferecer uma promoção apenas para o delivery daquela mesma cerveja. Ou então, fornecer frete grátis caso ele faça a compra pelo canal pré-estabelecido.

Essa é uma forma de incentivar os pedidos via delivery e, ainda, mostrar para o seu cliente que você conhece e se importa com ele.

Ademais, lembre-se de que mesmo os consumidores que eram mais avessos à tecnologia estão precisando aderir à ela. Por isso, busque facilitar a vida dessas pessoas e mostrar que o serviço de entrega do seu supermercado é confiável.

5. Para ser sucesso no com o delivery no supermercado… Divulgue-o!

Você pode ter o melhor serviço de delivery no supermercado do mundo. Porém, de nada adianta se ele não é divulgado. Por isso, quando estiver tudo certo com o seu serviço de entregas, lembre-se de fazer com que as pessoas conheçam ele. Divulgue-o:

  • Em diversos pontos da sua loja, colocando cartazes em pontos estratégicos – na entrada, em alguns corredores e nos caixas, por exemplo;
  • Incentive a sua equipe a divulgar o serviço de delivery para os clientes. Desde os operadores de caixa quando os demais profissionais da loja;
  • Use as suas redes sociais para falar sobre o serviço;
  • Canais de comunicação direto – como SMS, WhatsApp. notificações push, aplicativo e email – também podem (e devem!) ser utilizados para divulgar o seu sistema de delivery. 
  • Cadastre a sua loja no Google meu negócio, uma ferramenta gratuita que permite que você seja mais facilmente encontrado no Google. Ali, você pode colocar informações sobre a sua loja (horário de funcionamento, telefone para contato, endereço, entre outros) fotos, cadastrar produtos e ofertas e… É claro, ser visto por um número muito maior de pessoas que buscam por supermercados na região

6. Tenha transparência na comunicação na hora de fazer o delivery no supermercado

Para o delivery no supermercado ser um sucesso é de extrema importância que você deixe sempre tudo muito claro para os seus consumidores. 

Afinal, da mesma forma que existem aqueles clientes que já são usuários assíduos de ferramentas tecnológicas e costumam fazer pedidos de entrega via diversos canais, também existem aqueles que enfrentam maior dificuldade com essas ferramentas.

Por isso, em sua comunicação sobre o delivery, seja muito claro. Algumas dicas são: 

  • Informar de maneira objetiva o horário de funcionamento e possíveis problemas de demora na entrega.
  • Oferecer soluções caso um produto esteja em falta.
  • Ter um canal de comunicação aberto para que o cliente possa entrar em contato com o seu supermercado caso tenha dúvidas.

7. Conte com uma equipe bem treinada, proativa e engajada 

Outra recomendação para que o seu delivery funcione bem é ter uma equipe bem treinada. Cada profissional deve saber muito bem qual é o seu papel e, é claro, estar disposto para garantir sempre uma melhor experiência ao cliente.

E por uma equipe bem treinada, proativa e engajada, nós estamos falando de todos os profissionais que estejam, direta ou indiretamente, relacionados com o delivery no supermercado.

Os profissionais que irão receber os pedidos, organizá-los e planejar a logística devem saber muito bem como fazer isso.

Além disso, terão pessoas que trabalharão exclusivamente para selecionar os produtos na loja e empacota-los? Sejam profissionais terceirizados ou da sua loja, eles devem saber muito bem como executar as suas tarefas.

Um bom treinamento é muito importante já que existem cuidados a serem tomados na hora de selecionar e empacotar os produtos. Os itens congelados e de geladeira devem ser posicionados em recipientes adequados. Já os produtos de limpeza, por exemplo, devem ser separados dos demais. Já os itens mais frágeis, como ovos e garrafas de vidro, também exigem um cuidado extra.

Além destes profissionais, que estarão diretamente ligados com a operação do delivery, os demais funcionários da loja também devem conhecer o serviço e apresentar ele/falar sobre ele para os clientes. Na hora que o consumidor estiver no caixa, por exemplo, o colaborador que estiver ali pode comentar sobre o supermercado ter implementado o delivery e falar alguns benefícios desse serviço. 

8. Lembre-se de que a tecnologia é sua grande aliada

Para o delivery no supermercado dar certo, tenha a tecnologia trabalhando a seu favor. Deixe de lado a caderneta e, se possível, use ferramentas que te ajudem a ter um maior controle das suas demandas e automatizem processos.

Isso evitará falhas humanas, garantirá mais segurança para o seu processo e, ainda permite que, caso aconteça algum erro, você consiga identificar rapidamente onde/como e porque ele ocorreu. 

9. Todo o cuidado com o delivery no supermercado se resume em um só resultado: gerar uma experiência positiva ao cliente 

Por fim, o objetivo final do seu serviço de entregas é garantir uma experiência positiva ao seu cliente. Isso ajudará a aumentar a taxa de retenção e fidelização daqueles consumidores que já costumavam comprar na sua loja e, também, será importante para atrair novos clientes para o seu supermercado.

Por isso, lembre-se sempre de ter isso como foco máximo tanto no seu delivery no supermercado quanto em qualquer outra ação que você venha a desenvolver no seu comércio.


Por fim, se você deseja colocar o cliente sempre no foco da sua estratégia e alavancar seus resultados, já passou da hora de você conhecer a Mercafacil. Somos a maior plataforma para gestão do comportamento de clientes no Brasil e cuidamos do bem mais precioso da sua empresa: os seus consumidores.

Para saber mais sobre como podemos te ajudar a fazer o seu comércio crescer entre em contato conosco e, além de ter boas dicas para implementar o delivery no supermercado, conheça nossas soluções personalizadas para o seu varejo.

Saber como atuar em prol da prevenção de perdas no hortifrúti pode fazer toda a diferença no faturamento do seu supermercado. Ainda, essa é uma ação que colabora para um mundo mais sustentável, pois evita que sejam descartados alimentos que, se tivessem sido manuseados com maior cuidado, poderiam ser consumidos.

De acordo com informações da Hortifruti Brasil, o hortifruti pode ser responsável por 10% a 20% do faturamento de um supermercado de varejo. Entretanto, segundo dados da FAO/ONU divulgados na Hortifruti Brasil, anualmente, 1,3 bilhão de toneladas de alimentos são perdidos ou desperdiçados na cadeia de alimentos, o que corresponde a 30% do produzido no mundo. E o segmento de FLV (frutas, legumes e verduras) é o líder das perdas.

Mas então… Como evitar esse problema e atuar corretamente na prevenção de perdas no hortifrúti? Separamos aqui algumas dicas que podem te ajudar nessa missão. Acompanhe! 

Prevenção de perdas no hortifrúti: 7 ações para colocar em prática o quanto antes

1. Descarte produtos estragados 

A ideia é atuar na prevenção de perdas no hortifrúti. Porém, quando você se deparar com produtos que já estão claramente estragados, o ideal é descartá-los rapidamente antes que eles contaminem demais mercadorias que estão em bom estado. Esse deve ser um cuidado frequente, feito sempre antes da reposição dos alimentos.

2. Fique atento ao carregamento

O carregamento de hortifrúti está para chegar? Então é hora de preparar a sua equipe para conferir com atenção se os alimentos FLV estão de acordo com o padrão.

Atenção para a quantidade, integridade, qualidade e maturação dos alimentos. Esse cuidado logo na chegada do carregamento facilitará na hora de selecionar quais produtos devem ser expostos antes. Isso favorece a saída rápida deles e, assim, evita o desperdício demasiado. 

3. Transporte, armazene e manuseie corretamente os produtos 

Outro ponto importante na prevenção de perdas no hortifrúti é investir em bons equipamentos em todas as etapas que envolvem o transporte, armazenamento e manuseio dos alimentos.

Além de contar com bons fornecedores (tanto do setor de hortifrúti quanto dos demais) para o seu varejo, lembre-se de que os insumos de FLV devem ser transportados e armazenados na temperatura ideal, normalmente entre 10º C e 12º C, com umidade do ar entre 85% e 90%.

Ademais, sempre que for feita a reposição das mercadorias, tome bastante cuidado com o posicionamento e manuseio dos alimentos. Pegue eles sempre com cuidado e coloque cuidadosamente sobre a banca. Um pequeno descuido nessa hora pode estragar os insumos e, assim, trazer prejuízos para o seu supermercado. 

4. Compre a quantidade ideal de produtos – evitando que eles faltem ou encalhem

Outra forma de atuar na prevenção de perdas no hortifrúti é saber exatamente a quantidade ideal de produtos a serem comprados. Neste cenário, contar com um bom software de gestão de clientes, que tenha todo o seu histórico de vendas, pode fazer muita diferença.

Com essa ferramenta, você passa a saber, por meio de números:

  • Quais são os seus produtos mais vendidos;
  • As épocas do ano em que eles saem mais;
  • Quem são os clientes que mais compram eles, entre outros.

Assim, terá maior conhecimento para garantir o estoque que seja o mais próximo possível do ideal. 

Ainda falando em controle de estoque, lembre-se de usar o método PEPS (primeiro que entra, primeiro que sai). Ou seja, expor primeiramente os produtos mais maduros, permitindo que eles sejam adquiridos pelos seus clientes com mais rapidez. 

5. Faça promoções dos produtos certos e tenha mais sucesso na prevenção de perdas no hortifrúti 

Fazer promoções dos produtos certos vai além de abaixar o preço dos alimentos que estejam mais maduros e/ou com ferimentos na casca. Essa é uma ação válida e importante, mas evite prender-se somente a ela.

Dedicar um dia da semana para fazer ofertas gerais do setor de FLV, – como, por exemplo, a “Terça do Hortifruti” ou “Quarta Verde” – é algo que pode fazer bem para o seu supermercado e, também, atrair os clientes que desejam “fazer a feira” ali mesmo. Nesse tipo de ação você pode abaixar o preço de todos os produtos do setor ou, então, selecionar aqueles que estarão mais em conta no dia, mudando-os a cada semana.

Além disso, se você já tem e utiliza um software de gestão de clientes, você terá mais assertividade na hora de fazer promoções no seu supermercado. Afinal, saberá quais são os produtos preferidos dos seus consumidores e poderá criar boas campanhas segmentadas diretamente para eles. 

Para isso, basta filtrar no software os clientes que adquiriram produtos do hortifrúti do seu supermercado no último mês e mandar encartes/ofertas exclusivas para eles. Como eles já costumam adquirir esses tipos de insumos no seu supermercado, a chance de eles passarem novamente na sua loja é muito maior!

6. Reaproveite alimentos e transforme-os em outros produtos 

Quando alguns alimentos do hortifruti já estão em processo de amadurecimento elevado e há a chance de perda, uma boa solução é transformá-lo em outro alimento. Um bom exemplo que vemos disso em outro setor é o dos pães que são transformados em torrada. Mas… Quais produtos do hortifrúti permitem essa “transformação”?

Em seu podcast, Leandro Rosadas, especialista em Supermercados, dá a dica de reaproveitar o tomate e transformá-lo em tomate seco. Porém, além do tomate, é possível aproveitar diversas frutas e, também, transformá-las em geleia.

Essa é uma excelente forma de lidar com a prevenção de perdas no hortifrúti. Afinal, além de evitar a perda dos produtos, você ainda cria algo novo, com valor agregado. Esse pode ser um grande diferencial do seu varejo frente a concorrência. 

7. Tenha uma equipe bem treinada

Por fim, mas não menos importante: para acertar em cheio na prevenção de perdas no hortifrúti é fundamental ter uma equipe bem treinada e engajada. Os profissionais que atuam neste setor precisam conhecer e lidar muito bem com as diferenças de cada alimento. Devem saber como manipulá-los e posicionados de maneira adequada, garantindo que os mais maduros fiquem à frente dos demais.

Além disso, há todo o cuidado com o empilhamento dos alimentos nos cestos, gôndolas ou prateleiras. Ele deve ser feito com calma e atenção, evitando a perda estética, a fissura e/ou o esmagamento dos alimentos.

Os profissionais devem limpar as bancas antes de colocar os produtos de hortifrúti. Verificar se há pedaços de mercadoria velha, cascas de frutas/verduras/legumes, folhas murchas ou outro tipo de sujeira. Esse cuidado evita que as mercadorias em boa qualidade sejam contaminadas e, ainda, ajuda a manter a estética do setor FLV em dia.

Faça a prevenção de perdas no hortifrúti com maestria! 

Com todas essas dicas, o seu supermercado está, com certeza, mais preparado para atuar de forma mais certeira na prevenção de perdas no hortifrúti, certo? Lembre-se que esse é um cuidado constante, que deve ser tomado todos os dias.

Ademais, se você tem dúvidas sobre como aplicar nossas sugestões de campanhas segmentadas e demais ações na sua loja, entre em contato conosco e saiba como podemos te ajudar a alavancar os resultados do seu supermercado e a auxiliar na prevenção de perdas no hortifrúti.