Métricas de Varejo

5 indicadores de performance para analisar no seu supermercado

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Fazer um acompanhamento dos indicadores de performance é indispensável para o sucesso do supermercado. Além de mostrarem os resultados de determinados procedimentos, constituem uma forma de identificar oportunidades e ameaças. A partir de uma análise bem estruturada, é possível planejar ações futuras, direcionar a equipe e obter um melhor desempenho.

Aumentar a inteligência competitiva do negócio, portanto, faz a diferença para alcançar o sucesso. Mas, além de saber o que fazer, é fundamental reconhecer quais métricas acompanhar.

Continue a leitura e conheça 5 indicadores de performance que devem ser analisados e o modo como cada um funciona.

1. Ticket médio

Saber quanto os clientes gastam no supermercado é fundamental para planejar as receitas futuras. Essa informação também serve para identificar se as pessoas fazem compras grandes ou pequenas e o impacto no lucro. Assim, o ticket médio é um indicador indispensável. Ele é dado pela fórmula:

Ticket médio = Valor total do faturamento / Número de vendas

Isso significa que se foram feitas 2 mil compras no mês e o supermercado obteve um faturamento de R$ 100 mil, então o ticket médio é de R$ 50. Quanto maior ele for, melhor tende a ser o consumo no local.

2. Compras recorrentes

Ter quem consuma de maneira frequente significa diminuir o Custo de Aquisição de Cliente (CAC) e ainda que a satisfação dos consumidores está alta. Esse é um dos resultados que indicam o sucesso das suas ações e é um objetivo a ser alcançado. Para acompanhar a evolução é preciso avaliar a taxa de recorrência, cuja fórmula é:

Compras recorrentes = (Compras de retorno / Total de compras) x 100%

Se, em um dia, dos 500 pedidos registrados, 200 deles foram de clientes pré-existentes, a taxa de recorrência é de 40%. É importante que ela seja elevada, mas também é preciso que seja equilibrada. Do contrário, indica que o supermercado está falhando em atrair novos clientes.

3. Taxa de turnover

O capital humano é determinante para o bom desempenho do negócio. Uma equipe comprometida, capacitada e motivada gera melhores resultados. Contudo, se os funcionários pedem demissão com grande frequência, há indícios de um ambiente desmotivador e é preciso verificar a taxa de turnover ou rotatividade, que é dada por:

Turnover = (Número de desligamentos / Total de empregados ativos) x 100%

Pense em um supermercado com 150 colaboradores, dos quais 30 se desligam em um ano. Isso significa uma rotatividade média de 20%, ou seja, em 5 anos todo o quadro estará renovado.

Apesar de ser impossível chegar a nível 0, o ideal é que a rotatividade se mantenha baixa. Assim, há menores custos com demissão e recrutamento, além de maior produtividade por parte dos funcionários.

4. Perda de clientes

Se perder funcionários não é interessante, perder consumidores é ainda pior. Isso acontece quando uma pessoa deixa de consumir no seu supermercado e o substitui por outro. O cálculo da taxa de perda de clientes é dado por:

Perda de clientes = (Número de clientes perdidos / Total de consumidores) x 100%

Em uma base de 2.000 pessoas, perder 200 em um ano leva a um índice de 10%. Esse número precisa ser acompanhado e reduzido, pois pode comprometer o futuro do empreendimento.

5. ROI

Ao realizar uma mudança de layout, fazer uma campanha de marketing ou até mesmo ao adquirir um novo software, é necessário conhecer o efeito dessas ações. Nesse cenário, um dos indicadores de performance mais importantes é o retorno sobre investimento (ROI). Graças a ele, é possível reconhecer a porcentagem de retorno de cada estratégia utilizada. Ele é dado por:

ROI = [(Ganhos com investimento – Custos com investimento) / Custos com investimento] x 100%

Uma campanha de marketing que custa R$ 30 mil e que retorna R$ 50 mil, por exemplo, tem 66% de ROI. Quanto maior o ROI, melhor é o retorno.

Além de conhecer e saber calcular os indicadores de performance, é fundamental usar os recursos certos. Com um sistema de gestão, é possível obter, armazenar e analisar essas informações, contribuindo para que os números se transformem em decisões acertadas rumo ao sucesso.

Agora que você já sabe quais indicadores de performance acompanhar, entre em contato conosco para conhecer uma solução que fornece todos esses dados de forma automática, com informações extraídas direto do seu ERP.  Veja como podemos lhe ajudar!

Estrategista de Conteúdo e Marketing Digital na Mercafácil. Graduada em Comunicação Social, se especializou em Negócios Digitais pela Universidade Positivo e começou seus estudos autônomos em Neuromarketing.

Write A Comment