Author

Ramon Maia

Browsing

Muitos têm colocado o varejo físico em cheque, principalmente por conta do crescimento do varejo digital. Porém, será mesmo que ele realmente vai chegar ao fim?

Uma resposta bem simples e direta é o melhor caminho para essa pergunta. Dificilmente a loja física vai acabar, mas ela vai precisar se adaptar ao novo mercado.

As tecnologias já invadiram as lojas físicas e os consumidores também mudaram o seu comportamento. Mas, isso pode ser superado para manter o varejo físico com ótimos resultados.

No post de hoje entenda por qual razão o varejo físico ainda se mantém firme e comece a preparar sua loja!

Dados sobre o varejo físico: nível de engajamento do consumidor

A melhor forma de mostrar como o varejo físico ainda resiste, mesmo com todos os avanços tecnológicos, é utilizar dados. Principalmente porque eles mostram a força do varejo na relação com os clientes e na experiência de compra.

Um estudo feito pela Mercafácil mostra que as lojas físicas ainda fazem parte da rotina de muitos clientes. No ano de 2018, a média por consumidor foi de 4,3 compras por mês, ou seja, uma compra por semana pelo menos.

loja-fisica-vai-acabar

A frequência de compra é um indicador muito importante, pois quanto maior ela for, mais relevante a loja será na vida do cliente. O que é uma importante informação nessa competição com o varejo on-line.

dados-sobre-loja-fisica

Planejar ações de gestão de clientes para aumentar a frequência de compra é uma ótima opção para gerar engajamento e fidelizar clientes. Esse tipo de ação é muito mais fácil para as lojas que já têm uma boa frequência dos clientes, como é o caso de 24% das lojas que conseguem atrair os clientes de 2 a 5 dias.

Uma importante vantagem para o varejo físico alimentar é a escolha dos produtos. Principalmente alimentos frescos que demandam maior cuidado na hora da escolha. Esse é um dos pontos que podem ser explorados por essas lojas.

A loja física vai acabar?

Dificilmente as lojas físicas deixarão de existir, mas não é por isso que elas não devem mudar (se atualizar). Ou mesmo deixar de dar atenção para o varejo alimentar on-line.

Mesmo com um certo tempo de existência, as lojas on-line ainda representam uma pequena parcela de mercado. Certamente esse pequeno crescimento se deve à complexidade de gerir uma loja desse tipo. Especialmente na questão logística, que ainda é a maior dificuldade para muitos empreendedores.

Além disso, existe a forte concorrência com as lojas físicas, que como já foi comentado ainda faz parte da rotina de muitos clientes.

Mesmo com desafios, o surgimento de novas tecnologias e estratégias vai possibilitar o crescimento das lojas on-line.

Tendência aponta crescimento das lojas virtuais

As lojas virtuais de varejo alimentar tendem a crescer nos próximos anos. Principalmente por conta de novos públicos que passarão a fazer parte do mercado – a chamada geração Y está crescendo!

Além disso, a rotina agitada e o desejo por uma boa experiência de compra podem ser fatores importantes para o seu desenvolvimento.

A receita a ser seguida é a mesma de outros segmento de varejo on-line: compras rápidas, fáceis e práticas.

Uma opção que já começa a ser seguida por algumas lojas virtuais são as vendas multicanais. Essa ideia é importante para aumentar a escala das lojas e até mesmo para inseri-las na vida dos clientes. Os principais serviços seriam de compra on-line e retirada na loja ou compra totalmente on-line e receber os produtos em casa.

O crescimento das lojas virtuais tende a ser um pouco lento, mas pouco a pouco vai conquistar seu espaço no mercado.

Delivery agrega à experiência do consumidor

Uma das principais e mais importantes mudanças no varejo será a busca pela entrega de uma melhor experiência de compra para os clientes. Para isso, será preciso encontrar formas adequadas de acordo com o novo comportamento do consumidor.

A praticidade é um ótimo caminho a ser seguido, já que os clientes costumam ter a vida cada vez mais agitada. Neste cenário, as vendas multicanais podem ser uma boa opção para o varejo.

O que pode ser mais prático do que comprar on-line e receber as compras em casa? Esse é um caminho interessante que as lojas digitais podem seguir. Funciona exatamente como um delivery e o cliente pode usar sempre que quiser.

Outra aposta é o delivery para queles clientes sem meio de transporte para grandes compras. Deixar o carro de lado também se tornado uma tendência e seu supermercado precisa estar preparado para os consumidores que vão até a loja escolher os produtos e querem receber as compras em casa.

Essas são apenas duas das soluções para que o consumidor tenha cada vez mais uma melhor experiência de compra.

O que esperar do futuro do varejo físico

Se existe uma certeza sobre o futuro do varejo físico é de que ele vai precisar passar por algumas mudanças. Quem resistir a isso certamente ficará para trás no mercado.

Nos próximos anos, novas gerações irão fazer parte do mercado e, principalmente aquelas que já nasceram na era digital, podem provocar mudanças significativas. Essas que podem gerar perda de clientes para os que não se adequarem.

Se tratando do varejo alimentar, que lida com baixas margens, pode ser uma perda com bastante impacto para a loja.

Por conta disso é importante estar atento às oportunidades e ao que pode ser feito para se atualizar. As vendas multicanal, por exemplo, podem ser uma saída para as lojas físicas. Outra saída é apostar na experiência do cliente, tanto dentro da loja como fora dela, com uma comunicação próxima e personalizada.

É importante salientar que o foco da sua estratégia precisa estar nos clientes. Com isso, fica claro que o seu trabalho será o de entregar a melhor experiência com as ferramentas disponíveis.

Como evitar o fim da loja física

Para que as lojas físicas se mantenham forte no mercado é preciso trabalhar estratégias como a gestão de clientes. Principalmente com campanhas de retenção e a fidelização de clientes, que são o caminho para o sucesso do varejo físico.

Uma das principais perdas para o varejo é a perda de clientes. De acordo com o mesmo estudo da Mercafácil, esse número chega em média a 30% de clientes perdidos por ano. Em lojas que não fazem uma boa gestão de clientes esse número chega a 60%.

perda-de-clientes-loja-fisica

Esse número de clientes corresponde ao que a loja vai deixar de faturar anualmente. Além disso, vai precisar investir em atração de clientes, o que custa muito mais do que ações de retenção e fidelização.

Uma matéria publicada na SA Varejo cita que para isso não ocorrer é preciso investir em gestão de clientes. Lojas que já fazem a gestão dos seus clientes conseguiram reduzir a perda de clientes para menos de 20%.

Neste processo é preciso criar ações de retenção e fidelização dos clientes. É importante lembrar que essas ações vão além de ofertas. Trabalhar o relacionamento com os clientes também é fundamental e a loja precisa identificar as oportunidades para isso. Esse tipo de estratégia é que irá evitar o fim da loja física no varejo alimentar.

Quer ter números como esses e manter sua loja forte no mercado? Conheça a solução para gestão de clientes da Mercafácil!

Saber como trabalhar a margem de lucro sobre os produtos é uma questão fundamental para os supermercadistas. Ainda mais neste setor do varejo que existe uma grande concorrência e alto custo de operação.

Ao pensar nisso, fica claro que saber como manter a margem em dia é um dos principais aspectos para os supermercados. Desta forma, é preciso pensar estrategicamente a precificação dos produtos.

Afinal, de nada irá adiantar preços baixos para competir com os concorrentes se isso irá prejudicar sua gestão financeira. Confira no post de hoje a importância da precificação estratégica para a sua loja!

Porque a precificação estratégica é importante para manter a margem de lucro

O primeiro ponto que precisa ser discutido é a importância da criação de uma estratégia de precificação. Para a formação do preço de venda é claro que você precisa levar em conta vários aspectos. A negociação com os fornecedores e a operação de loja são apenas alguns deles.

Fazer ofertas e promoções é sim muito importante e traz bons resultados para a loja. Porém, elas não podem ser feitas apenas pela “obrigação” de atrair clientes.

Construir um planejamento de vendas totalmente focado em promoções não é um bom caminho. Com isso, você só irá atrair os clientes caça-ofertas, que segundo estudos da Mercafácil compõe de 3% a 5% do público da loja.

Esse tipo de cliente pode até gerar prejuízos para sua loja. Especialmente porque as vendas serão condicionadas a um preço baixo e também possivelmente com uma margem de lucro pequena. Além disso, esses clientes fazem compras apenas de curto prazo, o que pode prejudicar a rentabilidade do negócio.

Para que essa situação não ocorra o melhor caminho é investir em promoções estratégicas para os seus clientes. Com ela você pode criar novos hábitos nos consumidores, estimular o aumento de ticket médio e até mesmo a compra por impulso.

Todos esses fatores podem aumentar suas vendas e tornar sua loja mais rentável e previsível. Além de contribuir com as compras a longo prazo dos clientes, aliados a ações de retenção e fidelização.

Não se esqueça que uma estratégia de preços e promoções não é feita apenas pelo valor dos produtos. É importante se manter atento a questões de comunicação com os clientes, gestão de estoque, calendários de ações, entre outras.

Gestão de clientes e precificação estratégica

A gestão de clientes é uma estratégia focada em evitar perda de clientes e aumentar o faturamento da sua loja. Para isso, é preciso saber quem são seus consumidores e entender seus hábitos.

Para a Mercafácil, a melhor forma de identificar os clientes é trabalhar com dois preços, por meio de um clube de descontos. Assim, o cliente que se cadastrar terá o benefício de um preço mais baixo, em troca de seus dados de cadastro.

Essa estratégia é muito importante para compor a sua tática de precificação de produtos da sua loja. Além de, claro, uma série de ações segmentadas e personalizadas que você terá oportunidade de fazer.

Os preços serão importantíssimos para construir a sua base de clientes e posteriormente trabalhar as suas ações. Com o tempo a ideia é que o preço não seja mais o que o cliente procura na sua loja.

Ao aliar gestão de clientes e precificação estratégica você agrega uma melhor experiência de compra para os consumidores do seu supermercado. Além disso, constrói um relacionamento de longo prazo sem foco no preço.

Como um clube de descontos pode contribuir na margem de lucro

Recentemente em uma matéria publicada na SA Varejo foi confirmado que o consumidor brasileiro realmente busca promoções. Em 25% dos casos o produto escolhido reflete no melhor preço.

Esse número é bastante expressivo e muito bom para a sua loja se você souber trabalhá-lo estrategicamente. As indústrias já tem trabalhado em cima dessa questão, principalmente sobre o consumidor conhecer toda a sua carteira de produtos.

Essa pode ser uma oportunidade para a sua loja firmar uma parceria e aproveitar para começar a construir novos hábitos nos clientes.

E como um clube de descontos pode contribuir nisso tudo?

A premissa básica de um clube de descontos é oferecer um benefício aos clientes em troca dos seus dados. Dados que possibilitam entender seus hábitos de consumo e frequência de compra, por exemplo.

Criar um programa de fidelização, como um clube, é um passo importante ponto para sua loja fazer promoções estratégicas. Afinal, seus clientes não têm os mesmos hábitos de compra.

A função de um clube de descontos é conhecer os seus clientes. Ele irá servir de base para ações personalizadas para seus consumidores. Você irá fazer ofertas de bebidas e produtos relacionados para quem consome esses itens. Vai fazer promoções de FLV para quem compra FLV.

Dessa forma será possível montar estratégias distintas de acordo com o perfil dos clientes da sua loja e para vários setores.

Agora que você já sabe um pouco sobre como um clube de desconto pode contribuir com sua margem de lucro, não pare por aqui. Baixe agora mesmo nosso ebook: Programa de vantagens para seu cliente: entenda suas reais intenções e saiba todos os benefícios dessa estratégia.    

Buscar oportunidades de como fazer promoção é um trabalho que exige muita atenção dos supermercadistas. Existem vários tipos de ações que podem ser feitas para impactar os seus clientes e aumentar suas vendas.

O mês de fevereiro costuma ainda sofrer com a sazonalidade provocada pelo início do ano e as férias. Por isso, é importante que você consiga atrair o máximo de clientes possível.

Confira no post de hoje algumas ideias de ações com base em oportunidades e datas comemorativas do mês de fevereiro!

Como fazer promoção em fevereiro

Para que a sua loja tenha sucesso nas vendas o ideal é que você planeje as suas ações previamente. Além disso, precisa sempre estar atento a possíveis oportunidades que surgirem durante o mês.

Para fazer promoção em fevereiro é importante que você trabalhe o seu relacionamento com os clientes, além das vendas.

As ações de relacionamento têm grande importância para a sua loja, principalmente a longo prazo. Certamente você deseja que o cliente compre durante o ano todo no seu supermercado, não é mesmo? Por isso, é importante que você faça ações desde o início do mês na sua loja.

01/02 Início de mês 

O começo do mês tende a ser a época mais movimentada nos supermercados. Isso acontece porque geralmente os clientes recebem o salário e vale alimentação neste período.

Mesmo com essa atração de clientes “natural” você pode estimular mais ainda as compras com campanhas no início do mês.

Uma boa ideia é começar o mês com ações de vendas casadas para aumentar o ticket médio da sua loja. Outra opção é apostar em um saldão com produtos, como de curva B e C, que não venderam o esperado no mês anterior.

14/01 Campanha segmentada 

Trabalhar mensalmente com campanhas segmentadas pode trazer ótimos resultados para a sua loja, como você pode conferir em nossos estudos de caso.

A metade do mês é uma excelente época para você voltar a movimentar sua loja com mais intensidade. Para isso, basta que você escolha qual ou quais setores da sua loja irão participar da ação.

Vale lembrar que é muito importante fazer a avaliação de desempenho de suas ações anteriores para melhorar ainda mais os resultados. Além disso, dedique um tempo para criar segmentações bem específicas. Um cuidado nessa etapa pode garantir que sua campanha seja mais efetiva.

18/02 Preparação para o Carnaval 

O Carnaval 2019 será em março, mas como essa é uma importante data para as vendas vale a pena se planejar.

Existe uma grande variedade de ações que você pode fazer na sua loja, tanto de venda, quanto de relacionamento. Uma delas é deixar o PDV e sua comunicação de loja com o clima da data. Essa ação tende a aproximar os seus clientes de uma forma mais informal. Se tiver site e redes sociais, vale deixá-los também em clima de festa.

É claro que você também não pode deixar passar a oportunidade de fazer boas ofertas. Uma boa ideia é criar um encarte temático com produtos que costumam ter boa saída nessa época.

O setor de bebidas frias e açougue são ótimas opções de escolha para trabalhar suas ações. Na sua plataforma de gestão de clientes, você pode filtrar os itens que mais venderam no carnaval do ano passado e apostar nesses itens em suas promoções. Apostar na seção de bazar também pode ser um boa alternativa, com fantasias, acessórios, serpentinas e confetes.

20/01 Resgate de Inativos 

Manter os clientes sempre ativos é muito importante para todas as lojas, mas não uma tarefa fácil.

Isso exige que você sempre esteja atento quando um consumidor ficar certo tempo sem comprar. Assim, quando você identificar esse atraso na compra, será possível entrar em contato com ele com uma oferta do seu interesse.

Umas das melhores maneiras para resgatar clientes inativos é por ações de acordo com o perfil de compra do cliente. Certamente uma promoção em algo que ele já costuma comprar gera boas chances de que ele vá até sua loja.

Ideias de como fazer promoções nas datas comemorativas de fevereiro

04/02 Dia mundial contra o Câncer 

Essa data é uma excelente oportunidade de humanizar a sua empresa e aproximar seu relacionamento com os clientes.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), entre 2018 e 2019 o Brasil deve ter 600 mil novos casos da doença. Esse é um problema de saúde muito sério e que atinge muitos brasileiros.

Você pode separar um espaço na sua loja com o médico orientando seus clientes sobre a prevenção do câncer. Além disso, pode optar por fazer conteúdos nas redes sociais também sobre medidas de prevenção.

A alimentação saudável é uma das medidas para prevenir o câncer. Pensando nisso você pode fazer ofertas neste setor da sua loja para ajudar na conscientização dos clientes.

14/02 Dia da amizade 

A amizade acontece quando duas pessoas têm um bom relacionamento interpessoal. Nessa data você pode aproveitar para aproximar o seu relacionamento com os clientes.

Que tal fazer uma ação especial para os seus melhores clientes?

Basta você acessar a página de melhores clientes no seu software de gestão de clientes e segmentar esse grupo. Após isso, pode identificar os produtos mais consumidos por eles e criar um encarte de ofertas exclusivas. Outra opção é enviar um cupom de desconto para os seus melhores clientes ou apostar em uma ação de loja, como um café da manhã, por exemplo.

17/02 Dia mundial do gato 

Muitas pessoas gostam muito de ter animais de estimação e tratam com todo cuidado seus pets. No dia mundial do gato você pode ter uma boa oportunidade para vender mais.

Uma campanha segmentada pode ser a melhor opção essa data, já que se trata de clientes bastante específicos. Você pode criar uma segmentação dos consumidores que compraram algum produto para gato nos últimos 90 dias, por exemplo.

Após isso, basta escolher qual canal de comunicação será utilizado para a campanha e enviá-la para os seus clientes.

Você pode tentar uma parceria com algum petshop da cidade e fazer uma feira de doação no estacionamento, por exemplo. Ou ainda, apostar na parceria de um veterinário para fazer consultas rápidas gratuitas no estacionamento da loja ou mesmo produzir conteúdos para suas redes sociais. Uma boa ideia pode ser falar sobre como cuidar dos animais e prevenir doenças.

21/02 Dia nacional do imigrante italiano 

Outra data comemorativa importante para estreitar sua relação com os clientes e também aproveitar para vender mais.

Você pode optar por uma ação na loja, com degustação de produtos com origem italiana. Para complementar pode enviar um SMS para seus clientes convidando-os a ir até a loja provar os produtos.

Uma boa ideia para a sua loja é usar as redes sociais com a divulgação de receitas italianas. Você pode publicar uma série de receitas durante o dia ou até mesmo durante a semana. Vale a pena também criar um encarte especial com os ingredientes das receitas para atrair os clientes.

28/02 Dia da ressaca 

Para o dia da ressaca focar as suas ações nas redes sociais pode ser um bom caminho. Já que é uma data comemorativa mais descontraída, combina com o ambiente digital.

Você pode criar uma série de ofertas com produtos para curar a ressaca. Além disso, vale explicar o motivo dele contribuir para a melhora.

Algumas opções de produtos para sua ação podem ser: leite, ovos, banana, suco de laranja, entre outros.

O mês de fevereiro está cheio de oportunidades não é mesmo? Certamente sua loja vai conseguir bons resultados se aproveitá-las. Para não perder nossas dicas no próximo mês não se esqueça de assinar nossa newsletter!

Hoje é dia de conferir exemplos de campanhas de supermercado. Certamente você já sabe que trabalhar com segmentações é uma das melhores maneiras de tornar suas ações mais efetivas. Foi com essa estratégia que um cliente da Mercafácil conseguiu bons resultados em suas campanhas.

É muito importante lembrar que quando você for criar as suas segmentações é preciso ser o mais específico possível. Assim, você pode tornar sua ação ainda mais assertiva.

Além disso, outro ponto importante é a escolha de qual canal de comunicação será utilizado. Atualmente existem várias opções e você precisa entender qual é a melhor para a sua loja.

Na ação que você vai conferir no infográfico a seguir, o canal escolhido foi o envio de SMS para os clientes. A escolha desse canal foi orientada por um consultor da Mercafácil.

Ainda há uma certa resistência sobre enviar SMS para o consumidores. Porém, para os especialistas em gestão de clientes atualmente não existe nenhum outro meio de comunicação que seja tão mensurável e traga tanto retorno.

Confira como foi a ação realizada pelo Supermercado Boniatti e quais resultados foram obtidos:

exemplos-de-campanhas-de-supermercadocampanha-de-sms envio-de-sms O que achou desses resultados? Seria uma boa para a sua loja? Agende um bate-papo e descubra como a gestão de clientes pode melhorar os resultados da sua loja!

 

Gestão de clientes e comunicação personalizada são estratégias que precisam estar bem alinhadas no seu planejamento. Ambas são táticas necessárias para os novos comportamentos do consumidor e também para as mudanças que o varejo tem sofrido.

O estudo Global Consumer Pulse, realizado pela Accenture Strategy, revela na prática a importância dessas questões para a sua empresa. Segundo a pesquisa, 66% dos brasileiros revelaram que tendem a comprar em uma loja que personaliza sua experiência de compra.

Caso isso não aconteça, para 47% dos entrevistados a compra seria feita em um concorrente que oferecesse essa diferenciação.

Com uma breve explicação fica clara a importância de uma boa estratégia de comunicação e de gestão de clientes. Acompanhe o post até o fim e entenda como você pode colocar isso em prática na sua loja!

Gestão de clientes e comunicação: como fazer

O primeiro passo para uma estratégia de sucesso é entender seu público e criar um planejamento. Dessa forma, você consegue construir uma tática sem achismos, o que pode garantir mais eficiência nas suas ações de comunicação.

Para uma estratégia que se baseia em dados e fatos reais é importante você dar atenção a alguns pontos:

Não tratar todos os clientes da mesma forma

Como já foi comentado no início do post, os clientes têm procurado empresas que personalizem sua compra. Eles não querem ser tratados como apenas mais um em meio à multidão e buscam empresas que se importem com sua preferências.

Esse é um dos princípios básicos da gestão de clientes, que conta com vários outros aspectos além da comunicação.

Para que isso seja feito na prática, o melhor método é trabalhar com captura e análise de dados de quem compra na sua loja. Isso parte desde questões simples até as mais complexas, entenda:

Personalização

A personalização é um fator muito importante para você saber como fazer gestão de clientes e uma comunicação efetiva. Personalizar a experiência de compra e a comunicação com os consumidores é uma tarefa que exige sua atenção e também sensibilidade para lidar com pessoas.

Algo que aparentemente é muito simples, mas que pode fazer toda a diferença é chamar o cliente pelo nome em suas ações, por exemplo.

João, hoje temos ofertas especiais em nossa loja para você, confira: [link]

Esse seria um primeiro passo de personalização, mas que já pode impactar seu público. Principalmente por mostrar para eles que você sabe e se importa com quem ele é, o que também te aproxima deles.

Lembre-se que para isso você irá precisar de um cadastro dos seus clientes e também de uma ferramenta que te permita analisar os dados.

Segmentação

Para fazer gestão de clientes segmentar o público é a melhor forma de fazer a comunicação com o cliente. A ideia é bem simples: entrar em contato com ele na hora certa e com os produtos corretos.

Mas como fazer isso? Como já foi dito, é preciso um cadastro completo da sua base de clientes. Para obter estes dados, é preciso que você ofereça algo relevante em troca para os consumidores. A Mercafácil, que é uma empresa especializada em gestão de clientes, identificou que em supermercados um clube de descontos é a melhor forma.

No início, o benefício será um preço menor em produtos que você colocar em oferta na loja, exclusivo para quem for cadastrado. Posteriormente, o cliente pode ser beneficiado com ofertas de acordo com suas preferências e consumo.

É neste ponto que as segmentações ganham sua devida importância. Elas podem ser bem diversificadas, porém as mais comuns são:

  • Gênero;
  • Faixa etária;
  • Hábitos de compra;
  • Frequência de compra;
  • Geolocalização.

Dessa forma, tanto a oferta de produtos, quanto a atração de clientes por meio da comunicação tende a ser mais efetiva.

O sentido da campanha segmentada é melhorar a forma como são feitas as ofertas na sua loja. Sem isso você pode oferecer produtos para um cliente que nem tem interesse nele (e ter um gasto maior co uma campanha que não vai atrair consumidores). Seria como oferecer carne para um vegetariano ou fraldas para uma pessoa sem filhos. Do ponto de vista estratégico não faz sentido e causa gastos desnecessários.

Com uma estratégia de gestão de clientes e comunicação personalizada você pode ganhar benefícios como: aumento nas vendas, faturamento, retenção e fidelização de clientes. Além disso, pode melhorar setores como o estoque e o financeiro da sua empresa.

Aproveitar oportunidades, como datas comemorativas para se aproximar

Empresas que desejam obter sucesso precisam estar atentas às oportunidades de mercado. Dessa forma, podem aproveitar chances que seus concorrentes não identificaram e, assim, sair na frente.

É importante lembrar que você não deve focar apenas em aumentar as vendas com promoções. Existem outras formas para isso e que são muito importantes para os consumidores. Uma das principais é trabalhar o relacionamento com os seus clientes.

Para isso, as datas comemorativas são ótimas oportunidades para a sua loja. Existem as datas com grande apelo comercial como o Natal, por exemplo, mas outras também podem ser importantes. Elas podem ajudar a aproximar o relacionamento com os clientes e também serem oportunidades para sua loja vender mais.

Uma boa ideia é criar um calendário de ações para todos os meses do ano e trabalhar essas datas com seus clientes.

Para saber mais sobre isso e montar seu calendário, você pode assinar nossa newsletter e receber dicas para todos meses!

Mensurar resultados constantemente, aprender e aprimorar

Mensurar resultados é um princípio básico para toda estratégia. É importante ter um planejamento, mas tenha em mente que durante a execução ele pode sim passar por mudanças.

A avaliação de desempenho é uma das partes que merece grande parte da sua atenção durante todo esse processo. O que vai te mostrar se você está na direção certa são os resultados que têm sido obtidos durante suas ações.

Principalmente para que você aprenda com seus acertos e aprimore o que não funcionou. Não tenha medo de mudar, porque persistir no erro pode trazer consequências piores para a sua loja.

Gestão de clientes e comunicação: como escolher os meios eficazes

Para melhorar a comunicação com os clientes não basta apenas personalizá-la. Você precisa saber por quais canais de comunicação você irá entrar em contato com ele.

Atualmente existem muitas opções para que isso seja feito, então é necessário entender qual faz mais sentido para você e, claro, para seus clientes.

A presença digital, por exemplo, é muito importante para o varejo no cenário atual, tanto para comunicação quanto para atração de novos clientes. Para isso, as redes sociais são bastante relevantes, além do uso de site com pushs e e-mail.

Os aplicativos para supermercado também já demonstraram ser importantes. Os pushs personalizados podem trazer ótimos resultados, já que grande parte das pessoas usa constantemente seus smartphones. Outro fator que um app pode contribuir é com funcionalidades que tornem a experiência de compra do seus clientes mais prática.

Um contato mais direto como as pesquisas de satisfação e de NPS são de grande valor na sua comunicação com os clientes. Principalmente para humanizar sua empresa demonstrando que você se importa com a opinião dos clientes. Além disso, também podem ser uma importante forma de avaliar como está sua estratégia de gestão de clientes.

O uso de mensagens na comunicação com os clientes também se mostram como uma ótima opção. As formas que têm se mostrado bem eficazes para que isso aconteça são o uso de SMS e do WhatsApp.

SMS X WhatsApp

Essas talvez são as formas mais eficientes de se comunicar com os clientes, pois são mais diretas e de fácil aceitação dos clientes.

Ainda existem muitas dúvidas sobre o uso de uma ou outra ferramenta. Uma pode apresentar uma vantagem que o outra não tem e vice-versa.

Confira algumas das principais diferenças entre esses canais de comunicação com grande potencial para o seu supermercado:

comunicacao-eficazÉ muito importante que você se atente a todos os detalhes para entender qual a melhor opção para a sua loja. Estude qual pode trazer os melhores resultados e ofereça mais possibilidades de eficiência na sua comunicação com os clientes.

Certamente você já sabe que existem muitos pontos de contato com o seu clientes, basta entender qual o melhor para sua loja. Para isso, confira nosso post de canais de comunicação. Não deixe de também baixar gratuitamente nosso guia para fidelizar clientes de uma vez por todas e melhorar os seus resultados.

Saber como montar uma estratégia de vendas certamente é uma ótima maneira de obter bons resultados. Com um planejamento bem definido você consegue aproveitar melhor as oportunidades e otimizar seus investimentos.

No mercado atual, para uma boa estratégia de vendas uma das suas principais funções é entender o comportamento do consumidor. O tempo em que sua loja podia viver só de ofertas em massa já passou.

Agora, os clientes buscam algo a mais do que apenas a compra de produtos. Por conta disso, assuntos como a experiência na loja e vendas por perfil de compra têm ganhado importância no varejo.

Descubra no post de hoje como você pode montar um planejamento de vendas eficiente para a sua loja!

Como montar uma estratégia de vendas eficiente

Para que você melhore as suas vendas, uma boa ideia é fazer com que o cliente esteja no centro da suas ações. Com o foco neles, certamente você melhora os seus resultados.

Para isso, implementar uma estratégia de gestão de clientes na sua loja pode contribuir consideravelmente. Por meio dela você começa a capturar os dados dos seus clientes e, claro, conhecê-los melhor.

Mas se o foco está no cliente, por que usar dados e investir em tecnologia? Pois eles serão a base para sua estratégia funcionar. Estas ferramentas vão trabalhar em conjunto com sua equipe para aumentar a efetividade das suas ações.

É importante lembrar que para que isso funcione corretamente é preciso comprometimento de toda a equipe envolvida. Isso parte desde a frente de caixa até o profissional que fará a mensuração de resultados das ações.

Esse ciclo que será repetido continuamente é o que fará com que seus resultados melhorem cada vez mais.

Uso de dados na criação de ofertas

Se você já conseguiu capturar os dados dos seus clientes e já os conhece, basta orientar sua estratégia em função deles.

O pensamento é bastante lógico para que os resultados melhorem. Pense que você sempre compra um determinado produto quando vai ao supermercado. Se a loja enviar a você uma oferta daquele produto, as chances de que vá até a loja comprar aquilo é grande.

Na prática é exatamente assim que irá funcionar com os seus clientes. Uma venda por perfil de compra tem maiores chances de ser efetiva do que as oferta genéricas. Mesmo que ofertas em massa possam atingir uma quantidade maior de consumidores, não significa que são potenciais compradores dos produtos ofertados.

Dessa forma o uso de dados pode tornar as suas ações mais assertivas. Isso pode fazer com que sua empresa aumente as vendas e tenha maior retorno do investimento em campanhas.

Importância das segmentações para aumentar as vendas

Apenas ter os dados de quem compra na sua loja não é o suficiente para montar uma boa estratégia de vendas. A melhor maneira de atingir esse objetivo é com a criação de segmentações a partir da sua base de clientes.

Para que a sua estratégia seja realmente focada no cliente, você precisa segmentar o seu público. Principalmente por lidar com uma grande quantidade de clientes que possuem hábitos diferentes.

Um de seus clientes pode fazer compras mensais em grandes quantidades. Outro pode ir semanalmente até sua loja e fazer uma compra fracionada. Certamente você não pode tratar os dois da mesma maneira, certo? Esse é só um dos exemplos, mas já dá uma ideia do que precisa ser feito.

As segmentações visam entregar uma experiência de compra mais personalizada para os seus clientes.

O ponto que deve ser atingido é oferecer o que ele quer e quando precisa. Se a sua estratégia de vendas for alinhada dessa forma, certamente seus resultados irão melhorar.

Desejo do consumidor em ter uma experiência de compra mais personalizada

O consumidor tem se acostumado com a personalização das suas experiências de compra. Principalmente pelo desenvolvimento das lojas virtuais, que apostam forte nessa questão.

A ideia que é seguida no ambiente digital é excelente e trabalha sempre com a tecnologia a seu favor. O varejo físico precisa se adaptar a esse novo comportamento e encontrar soluções favoráveis.

Esse é um desafio para as lojas físicas, mas é uma necessidade de adaptação para se manterem no mercado. Uma boa ideia para esse cenário é apostar na união entre a tecnologia e as compras em lojas físicas.

E como você pode fazer isso? Basta conhecer o seu cliente e saber do que ele precisa.

Segmentar os clientes é o primeiro passo para personalizar a compra dos clientes. Por exemplo, se você deixar de enviar para ele produtos que ele não compra já é um tipo de personalização. E enviar ofertas de itens que ele compra, outro tipo.

Saber o perfil de compra dos seus clientes te dá essas e outras oportunidades de personalização. Inclusive na forma como você irá contatá-los com essas ofertas.

Na sua estratégia é importante que você sempre faça a avaliação de desempenho das suas ações. A partir dessa análise é que você poderá ter uma ideia de como está a sua estratégia de vendas na prática.

Exemplos práticos de campanhas com base em perfil de compra.

A partir da captação e análise de dados, as campanhas segmentadas surgem como opções para a sua loja. Trabalhar com esse tipo de campanha oferece uma grande diversidade de ações que podem aumentar as vendas da sua loja.

Veja alguns exemplos de ações que você pode implementar após conhecer o perfil de compra dos seus clientes:

Hábitos e frequência de consumo

Com os dados dos clientes em mãos, foque em entender os hábitos de consumo deles. Com isso, você terá uma ideia de como montar uma estratégia de vendas para a sua loja. A ideia é bem simples e básica: você vai oferecer para o cliente o que ele já compra ou algo relacionado.

Por exemplo, você identifica que um cliente compra carne semanalmente. Se você envia para ele uma oferta desse produto as chances de que ele vá até a sua loja fazer uma compra são grandes. Você pode, ainda, oferecer opções relacionadas a esse produto, como carvão, pão, linguiça, etc.

Com esse tipo de estratégia sua loja ganha mais efetividade nas ações. Principalmente por entrar em contato com o cliente certo. Você não quer enviar uma campanha de leite para um cliente que é intolerante a lactose, por exemplo.

Isso além de aumentar a efetividade das ações vai fazer com que você invista melhor o seu dinheiro em ações.

Para a frequência de consumo a ideia é a mesma. Se um cliente vai todo fim de semana na sua loja, o ideal é que você entre em contato antes que ele retorne.

A periodicidade com que o consumidor vai até a loja é que vai definir sua frequência de contato com ele. Primeiro para mantê-los sempre ativos e segundo para caso ele fique um período sem comprar você consiga resgatá-lo a tempo.

Que os dados podem contribuir bastante para a sua loja certamente você já entendeu. Continue desenvolvendo seu conhecimento sobre o assunto e baixe nosso ebook sobre BI e CRM para aumentar vendas.

Será mesmo que um software para gestão de clientes é caro? Enquanto ele for visto como um gasto e não um investimento temos um grande problema.

As perdas nos supermercados sim, fazem com que você perca dinheiro, gaste sem receber retorno. Um estudo do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo & Mercado de Consumo (IBEVAR) identificou que o varejo perde cerca de 2% dos seus ganhos anuais com as perdas. Dentre as principais causas estão produtos vencidos, embalagens violadas e, claro, a perda de clientes.

Esse valor perdido é bastante alto, não é mesmo? Ele também é muito superior ao valor de investimento que um software de gestão de clientes traria para a sua loja. Não se esqueça que se você aproveitar bem as suas funcionalidades, certamente terá retorno financeiro que supera o que se investiu.

A conta parece bastante simples e até mesmo lógica. Se você pode investir em uma tecnologia capaz de diminuir suas perdas e até mesmo recuperá-las, por que não fazer?

Entenda no post de hoje como investir em gestão de clientes não é caro para a sua loja.

Por que um software para gestão de clientes não é caro

Muitos pensam que contratar uma ferramenta de gestão de clientes pode ser apenas mais um custo para a loja. Porém, na prática não é bem assim que funciona, pois ela pode ser importante em várias questões da sua loja.

Mostramos como ela pode ser extremamente importante para o seu supermercado, em mais de um setor, acompanhe:

Software para gestão de clientes é mais do que um CRM

Um software de gestão de clientes é ideal porque é uma ferramenta completa. Dentro de um sistema como esse, temos também o CRM que é indispensável no mercado atual. Principalmente por seus benefícios no aumento das vendas e fidelização de clientes.

Suas funcionalidades já são capazes de ajudar na gestão da empresa. Dentre as principais estão os indicadores acionáveis, atualização diária, integração com motores de campanha e mensuração de resultados.

Tudo isso já parece bom não é mesmo? Mas, isso é apenas o que um CRM faz. Com uma solução de gestão de clientes os seus resultados podem ser ainda melhores.

Isso é possível porque ela é feita por meio de uma metodologia que funciona de ponta a ponta. Começa com a captura de dados dos clientes, análise das informações (fase em que o CRM atua) e por fim no planejamento estratégico de ações.

Investir em gestão de clientes é investir em tudo isso: construção de base de clientes, análise de dados e ações segmentadas.

Com isso em mãos a sua empresa está cercada de oportunidades de negócio. Principalmente para aumentar a efetividade das campanhas para os clientes. Mas, pode também melhorar questões como estoque e negociações com fornecedores.

Isso torna um software como esse uma solução completa para a sua empresa e capaz de gerar resultados em várias áreas.

Perde-se muito mais com clientes que não voltam a comprar

Segundo estudo um estudo feito pela Mercafácil, um supermercado perde em torno de 30% dos clientes por ano. Uma taxa de retenção baixa na sua loja pode ser um grande problema. Se o seu cliente compra em um mês, mas nos próximos não, você será obrigado a atrair novos clientes.

Segundo o especialista em marketing Philip Kotler, o gasto em atração é de cinco a sete vezes maior do que o de retenção. Não parece uma boa escolha sempre precisar gastar mais, não é mesmo?

Sem falar que como consequência do trabalho de retenção, o cliente se tornará fiel a sua loja, que pode te trazer benefícios como:

  • Redução de custos;
  • Aumento do Ticket Médio;
  • Receita previsível;
  • Marketing boca a boca.

Certamente você não quer perder benefícios como esse. Por conta disso, um software de gestão de clientes como a Mercafácil pode ser muito importante para sua loja.

Pense que você está investindo seu dinheiro em algo que pode diminuir o seus custos por um lado e aumentar seus ganhos por outro. A conta parece ser bastante positiva. Se bem trabalhado, o custo da ferramenta pode até ser nulo.

É importante lembrar que para tudo isso é necessário comprometimento com o trabalho que precisa ser realizado. O primeiro passo é manter os consumidores satisfeitos. Depois, fazer um bom cadastro de clientes, com o maior número de informações possíveis. E por fim, traçar um bom planejamento a partir das informações coletadas.

Se o trabalho for bem feito, os resultados são excelentes, como você pode conferir em nossos estudos de caso.

Otimiza investimentos em marketing

Investimentos em marketing são tradicionais para os supermercados. Como a mais popular podemos destacar a distribuição de encartes. Porém, a efetividade dessas ações por vezes é difícil de ser mensurada na prática.

Mesmo assim, é preciso continuar investindo nessas ações para que os clientes venham até a loja. Mas encontrar uma solução para otimizar os investimentos seria um ótimo negócio, não é mesmo?

Mais uma vez, um software de gestão de clientes pode ser o que você precisa. Ele pode melhorar essas ações genéricas e te dá a oportunidade de apostar em campanhas segmentadas.

Para as campanhas genéricas o software pode aumentar as suas chances de medir resultados. Na solução da Mercafácil por exemplo, existe uma página de mensuração de encartes. Ela permite que você descubra quantos dos produtos anunciados foram vendidos e também o ROI desta ação.

Neste tipo de ação você também pode aproveitar as redes sociais e disponibilizar cupons de desconto, por exemplo.

Já para as campanhas segmentadas, a tecnologia fornece uma grande diversidade de possibilidades de ações. Principalmente no que diz respeito a um custo mais baixo de investimento nas campanhas.

Primeiro porque com um público segmentado as chances de efetividade das ações aumentam consideravelmente. Por exemplo, uma segmentação por hábitos de consumo tende a ter bastante sucesso, já que os clientes que vão receber a oferta já compraram aquele produto.

Com a lista de segmentação em mãos você pode optar por canais de comunicação mais baratos para o envio de ofertas, como: SMS, e-mail, aplicativos, redes sociais, entre outras.

Claramente a sua loja pode ter uma economia no investimento de ações. Mais do que isso, um software amplia as oportunidades de atuação da sua loja.

Melhorar outras áreas da empresa

Um software de gestão de clientes, como o nome já diz, tem foco nos clientes. Fazer gestão de clientes é trabalhar a perda e rotatividade dos consumidores com o objetivo de aumentar o faturamento do supermercado.

Mesmo assim, ele também pode ser muito importante para outras áreas da sua loja. Um dos grandes exemplos é na gestão financeira.

Como você terá conhecimento das compras dos seus clientes e de quanto eles gastam terá uma maior previsibilidade em sua receita. Além do mais, pode investir em ações com custos menores e mais assertivas.

Os dados dos seus clientes também podem melhorar a sua gestão de estoque. Devido ao seu melhor conhecimento da saída de produtos da loja. Além disso, pode evitar problemas como a temida ruptura de gôndola.

Pare de focar em cupons e foque em clientes

Olhar os números no fim de cada mês é uma prática comum para os supermercados, mas o que eles representam? É preciso entender como aqueles números foram atingidos, sejam eles positivos ou negativos.

Como entender a razão dos seus resultados se você não conhece os seus clientes, que são os reais responsáveis pelos seus números? A principal mudança que você precisa promover na sua estratégica é torná-la direcionada para os seus clientes.

Afinal, como isso pode te ajudar e como pode justificar o investimento em uma solução de gestão de clientes? É bem simples, de que outra forma você consegue conhecer seus clientes, hábitos, preferências e personalizar o consumo deles?

Muito dificilmente você vai conseguir tudo isso sem um software de gestão de clientes. Com essa ferramenta você pode principalmente evitar a perda de clientes, que chega em média a 30% ao ano.

Imagine que uma loja tem mil clientes com um ticket médio de R$50. Se ela perder 30% dos clientes, significa que ela irá perder cerca de R$15.000,00 reais anualmente. Certamente não é isso que você quer!

Com o conhecimento sobre seus clientes você pode ganhar muito mais do que perderia caso não fizesse a gestão dos seus clientes.

Uma estratégia focada em clientes, permite maior retenção, possibilidade da criação de campanhas segmentadas, aumento de faturamento, antecipação das necessidades dos clientes, entre outros benefícios.

Certamente quando você criar uma estratégia que seja feita em função dos clientes, seus resultados podem melhorar muito.

Parar de perder cerca de 30% do seu faturamento por ano está bom para você? Se a resposta for positiva, a solução é a gestão de clientes. Faça uma demonstração do software da Mercafácil e descubra na prática como manter seu faturamento fazendo gestão de clientes!

Atrair novos clientes é uma das melhores formas de manter a sua empresa sempre em crescimento. Para que isso aconteça é necessário que seja feito um investimento em estratégias de atração.

No varejo existem diversas maneiras de atrair clientes para a loja. Em supermercados, um dos formatos mais tradicionais é a distribuição de encartes e outras ações offline, como anúncio em rádio e TV.

Com o surgimento de novas tecnologias e mudanças no mercado surgiram novas formas de atrair clientes. O ponto forte delas é que custam consideravelmente menos do que as que já faziam parte da táticas de atração.

Nem todas as lojas já aderiram a estas formas de captar clientes, mas elas têm crescido e apostado na mensuração de resultados para provarem seu valor. Veja neste post maneiras efetivas para a atrair novos cliente com custos menores.

Como atrair novos clientes gastando menos

Em supermercados, modelos como a distribuição de encartes e carros de som são consolidados como ótimas formas de atrair clientes. Mesmo que elas já tenham provado ser efetivas, em muitos casos têm um custo elevado e dificuldade de mensuração.

Conseguir aumentar o fluxo na loja, gastar menos e ter canais mensuráveis é como as novas formas de atrair clientes funcionam.

Site

Estar presente no ambiente digital é fundamental para atrair mais clientes. A sua marca precisa ser vista para ser lembrada pelos clientes. Algumas empresas já têm investido, inclusive, na atuação com lojas virtuais.

Essa é uma medida um pouco mais agressiva e que necessita um investimento maior. Porém, você pode atuar online de maneiras bem mais simplificadas e que já podem gerar bons resultados.

Uma das opções é criar um site da sua loja. Nele você pode colocar informações básicas como endereço, número de telefone, região de atuação, entre outras que identifiquem a sua loja. Assim, caso alguém faça uma busca por um supermercado a sua loja pode aparecer como uma das opções.

Algumas empresas aproveitam os site para divulgar os seus encartes digitais ou até mesmo produzir conteúdo, como ideias de receitas para os clientes. Essa ação já visa atrair novos clientes e também fidelizar os atuais.

O investimento em um site pode ser considerado baixo e os resultados que ele traz são bastante relevantes.

Redes sociais

As redes sociais surgem como uma boa ideia de presença digital. Na sua página você pode divulgar todas as informações da sua loja e se relacionar de forma mais próxima e intimista com os clientes.

Você pode aproveitar as redes para comunicar datas comemorativas, seus encartes, promoções, horário de atendimento especial, entre outras postagens. Pode também aproveitar para se relacionar com os consumidores. Pode ser uma ótima ideia responder as mensagens dos clientes ou até mesmo a divulgação de receitas e eventos na loja.

Para criar uma página em redes sociais o custo é zero. Você só vai precisar gastar dinheiro se desejar impulsionar as suas publicações. Mesmo assim, o custo fica abaixo de outras práticas.

Ambiente de loja

A relação dessa estratégia com o custo mais baixo é um pouco diferente. Ela requer um investimento considerável da loja, mas que é feito a longo prazo.

Proporcionar um ambiente agradável traz de maneira natural novos clientes para a loja. Ela precisa começar desde uma fachada que chame a atenção até o interior bem organizado, limpo e com bom atendimento dos funcionários.

Alguns fatores extras como wi-fi na loja pode ser um atrativo para os clientes. O ambiente de loja precisa ser bom para que o cliente tenha uma melhor experiência de compra.

Fidelização de clientes 

Trabalhar a fidelização é uma das melhores formas de atrair novos clientes para a sua loja. As ações para fidelizar os clientes têm um custo mais baixo em relação às de atração e você pode aproveitar isso.

Para que você consiga ter mais clientes fiéis é preciso criar uma estratégia de ações. Ela deve levar o cliente da atração para retenção e por fim para a fidelização.

Você pode se perguntar qual é a relação entre ter um cliente fiel e um novo cliente e nós explicamos. A ideia é trabalhar a fidelização não apenas como compra recorrente dos produtos. As suas ações precisam criar uma relação entre supermercado e cliente. Se esse relacionamento tiver sucesso a ideia é que o seu cliente se torne um promotor da sua marca. Para medir essa relação você pode utilizar práticas como as pesquisas de satisfação e NPS.

A ideia é que com os clientes fidelizados, eles se tornem promotores e advogados da marca para pessoas próximas a eles. Dessa forma, novos clientes podem chegar até sua loja pelo marketing boca a boca que é uma das melhores formas de conquistar novos clientes. Mas isso só vai acontecer se sua marca proporcionar um boa experiência, de ponta a ponta.

Atrair novos clientes com os métodos tradicionais ainda funciona?

Os métodos tradicionais de atração em supermercados têm sim o seu valor mesmo no cenário atual. Dos mais utilizados, os menos custosos são a distribuição de encartes e carro de som, mas a forma como eles são utilizados mudou.

Aliar essas estratégias com o uso de dados, por exemplo, é uma das formas de torná-las mais efetivas. Os supermercados que utilizam um software de gestão de clientes são prova disso.

Os clientes da Mercafácil, por exemplo, conseguem usar ferramentas como a geolocalização para melhorar os resultados dessas práticas. Basta acessar o mapa de geolocalização e identificar as regiões onde a loja ainda tem poucos clientes ou alto índice de clientes inativos.

Dessa forma é possível fazer com que o ROI dessa ação seja melhor. O planejamento das ações também pode se tornar mais eficaz ao utilizar dados de ações anteriores. Uma plataforma de Gestão de Clientes também possibilita a mensuração dos resultados de encartes, o que é valioso para saber se seus preços estão atrativos, por exemplo.

Dito isso, você precisa encontrar qual é a melhor forma de atrair clientes para a sua loja.  Comece agora com nosso ebook com 10 passos para atrair novos clientes!

Um software de análise de dados pode ser o seu grande aliado na gestão do seu supermercado. Certamente você já sabe que o uso de dados é de grande valor na gestão de clientes. Contudo, se eles forem usados em conjunto com outras áreas os resultados podem ser ainda melhores.

Por meio da análise deles sua empresa pode preparar um planejamento para obter sucesso. Uma estratégia que é criada a partir da análise de dados tem mais chances de ser efetiva.

Uma das grandes contribuições dos dados é para a gestão financeira da sua loja. Entenda como eles podem melhorar as suas negociações e reduzir seus gastos!

Negociação com fornecedores

Sua loja tem feito boas negociações com seus fornecedores nos últimos tempos? A edição impressa da revista Supermercado Moderno de número 583 consultou especialistas sobre a rentabilidade nas negociações dos supermercados e chegou a uma conclusão.

Para os especialistas no assunto, a indústria na grande maioria dos casos tem o maior controle nas negociações. Muito por conta do uso de dados, que do lado deles é mais simples por lidarem com menos produtos.

Mas isso não impede que o supermercadista encontre formas de melhorar suas compras. Uma delas é manter um bom relacionamento com os fornecedores.

Porém, isso não é o suficiente para que você consiga bons negócios. Todos os especialistas consultados disseram que o uso de dados é a melhor forma para melhorar as negociações.

Para Bruno Henrique de Oliveira, sócio da consultoria Falconi, existem muitas informações que podem melhorar as negociações. Ele cita dados de rentabilidade, histórico de vendas, de ações com bons resultados, entre outros, como de grande valor nesse momento da negociação de compra.

Software de análise de dados dos clientes na negociação com fornecedores

Você pode se perguntar como usar os dados dos seus clientes pode melhorar sua negociação e a resposta é simples.

O ideal é que você capture esses dados, os analise e identifique as oportunidades que podem trazer benefícios para a loja. Eles também vão servir como base para a criação de uma estratégia de compra de produtos.

Para que o produto chegue até o consumidor ele passa por um ciclo de vendas. Esse ciclo se inicia no momento da compra e vai até a venda para o cliente. É nesse processo que uma tecnologia de análise de dados pode ser útil.

O uso de dados dos clientes precisa ser visto como uma vantagem comercial nas negociações. No momento da negociação você pode, por exemplo, usar as métricas de produtos mais consumidos e também dos hábitos de compras dos consumidores.

A ideia é mostrar como na sua base de clientes o produto que está em negociação tem alta saída ou bom desempenho em ofertas. Dessa forma, a indústria pode te fornecer descontos que você poderá repassar para os clientes sem afetar sua margem.

Alguns clientes da Mercafácil utilizam esses dados e contam com o apoio da indústria para a divulgação de suas ações.

O importante é ter em mente que os dados servirão de apoio para sua estratégia de vendas. Assim, você e seus clientes podem gastar menos na compra dos itens que precisam.

Software de análise de dados dos clientes para a gestão empresarial

Certamente o foco desse tipo de solução é prevenir a perda de clientes e construir uma estratégia de ações. Porém, a sua utilidade não para por aí.

Como já foi dito ele pode ser extremamente importante para a negociação com os fornecedores. Além disso, os dados podem ter valor em outros setores do seu supermercado.

Um deles é a gestão de estoque, já que você tem número da saída de itens da sua loja e quais clientes o consomem. Dessa forma, você consegue ter maior controle sobre o giro de estoque, por exemplo.

Isso pode garantir um investimento correto na compra de produtos, fazendo com que a sua loja desperdice menos. Além disso, pode trabalhar também o relacionamento com os clientes, já que pode evitar a ruptura de gôndola.

A compra da quantidade correta de produtos é importante também quando se fala da sua margem. Uma compra excessiva de produtos pode fazer com que você tenha que colocar preços abaixo da margem para liberar o estoque.

O uso de dados também é extremamente importante para a criação de um planejamento de ações de vendas. O ideal é que você no início do ano já tenha em mente ações para o ano todo e fique atento às oportunidades que surgirem.

Confira nossa categoria de oportunidades onde publicamos ações para todos os meses, ela pode ajudar na criação da sua estratégia.

Conhecer os clientes e seus dados abre uma série de possibilidades para a sua loja e tende a melhorar os seus resultados.

O valor de um software de análise de dados certamente é inegável para a sua loja.  Aproveite e faça a demonstração do software da Mercafácil e comece agora a melhorar os seus resultados.

Para começar o ano com boas vendas, uma ótima ideia pode ser fazer campanhas sazonais no seu supermercado. Para isso, desde o início é preciso estar atento às oportunidades do mês.

É muito importante que você já tenha contato com o seu cliente e consiga trabalhar ações para mantê-lo durante todo o ano. Uma boa ideia para isso é criar ações de relacionamento com os clientes, além das tradicionais ofertas. Certamente esse tipo de ação pode melhorar os seus resultados.

Descubra como você pode começar o ano a todo vapor com as oportunidades do mês de janeiro!

Campanhas sazonais para vender mais em janeiro

Ao montar o seu planejamento de vendas para o mês de janeiro é importante tomar alguns cuidados. Por ser um mês pós feriados e também onde muitos clientes podem viajar você precisa se atentar a isso.

Por exemplo, se a sua loja fica em regiões litorâneas, as chances de ter um bom movimento é grande. Então você precisa estar preparado, com os estoques em dia e boas ações.

Já as lojas que não ficam são nessas regiões tendem a ter um movimento menor e você também precisa ter um planejamento diferente.

04/01 Super Saldão / Balanço 

Começar o ano com boas ofertas é uma ótima ideia para atrair vários clientes para sua loja. Que tal aproveitar os produtos que ainda restaram no estoque após o fim do ano para fazer um super saldão?

Uma boa ideia nessa época é apostar nas vendas casadas. Você pode unir produtos de alta saída com outros de menor e estimular o aumento de ticket médio na sua loja.

Você também pode usar seu software de Gestão de Clientes e identificar os setores que seus clientes mais consomem. Depois disso, basta criar ofertas nesses setores para atraí-los para a loja.

14/01 Campanha segmentada 

Trabalhar com campanhas segmentadas  certamente é uma ótima forma de vender mais e também aproximar o relacionamento com os clientes. Não se esqueça de montar o seu calendário de ações para o ano e sempre adaptá-lo caso surjam novas oportunidades.

Nesse início de ano pode ser uma boa ideia aproveitar o verão. Campanhas de bebidas frias e produtos de açougue podem ser os principais itens das suas ações.

Você pode aliar a sua campanha segmentada também com o dia do adulto que é uma data comemorativa que iremos comentar a seguir.

20/01 Resgate de Inativos 

Em todos os meses é muito importante trabalhar a retenção de clientes na sua loja. Para aqueles que você não conseguiu manter ativos durante o mês vale uma atenção redobrada.

Geralmente, a melhor forma de resgatar clientes inativos é com ofertas de acordo com seus hábitos de consumo. Capriche na hora de criar segmentações e lembre-se que quanto mais específicas melhores podem ser os resultados.

Se você já costuma fazer esse tipo de ação é uma boa ideia fazer a avaliação de desempenho das ações anteriores e extrair informações para melhorá-las neste mês.

Calendário sazonal do mês de janeiro para supermercados

08/01 Dia do fotógrafo 

Que tal promover um concurso para os seus clientes? Você pode criar um concurso inspirado no dia da fotografia e movimentar a sua loja.

Para participar você pode pedir para que os clientes postem uma foto na loja em suas redes sociais com uma hashtag da campanha e marquem o perfil da sua loja. Além disso, que curtam a página e compartilhem o post do concurso. Como prêmio você pode dar um vale compras da sua loja para a foto mais criativa, por exemplo.

Essa ação pode movimentar sua loja e contribuir para aproximar o seu relacionamento com os clientes.

11/01 Dia Internacional do obrigado 

Essa data comemorativa é ideal para você aproximar o seu relacionamento com os clientes. Afinal, são eles que mantêm a sua empresa “viva” e seu trabalho é todo feito para eles.

Uma ação simples mas que pode humanizar a sua loja, é enviar uma SMS para toda a sua base de clientes agradecendo por comprarem no seu supermercado. Além disso, você pode enfatizar que trabalha para entregar a melhor experiência de compra para ele. Veja um exemplo de campanha SMS:

exemplo-campanhas-sazonais

Você pode optar por outros meio para passar essa mensagem para os seus clientes. As redes sociais podem ser uma ótima escolha para esse tipo de ação.

Se você desejar fazer uma ação de vendas nessa data também há outras possibilidades. Uma delas é criar uma campanha do “dia internacional do obrigado”.

Uma boa ideia é usar os dados da sua loja para identificar os produtos mais consumidos pelos seus clientes. Após isso, você pode criar um encarte de ofertas com esses produtos e enviá-lo para seus consumidores.

15/01 Dia dos adultos 

No dia dos adultos a sua loja pode apostar em uma campanha com o objetivo de facilitar as compras dos clientes.

Como o público adulto tende a ser o principal você pode optar por uma campanha com os produtos de curva A da sua loja. Uma opção é aproveitar a ideia de preços que é comumente usada pelos supermercados, mas com algumas mudanças.

Uma ideia é criar um encarte com os itens selecionados e enviá-lo para os clientes ou publicá-lo em suas redes sociais com a mensagem:

A vida adulta é agitada e você tem pouco tempo para procurar o melhor preço, mas pode confiar que isso você encontra sempre aqui: [link]

Como falamos no início do post, você também pode aproveitar para criar uma campanha segmentada. O tema da sua campanha pode ser algo como “hora de relaxar na vida adulta”.

Uma boa ideia é criar um encarte com produtos para churrasco e bebidas, para “quebrar a rotina”. Se preferir focar nas bebidas, uma boa opção é apostar em bebidas quentes e os vinhos para movimentar sua loja.

É importante lembrar que se você optar por segmentar o público de acordo com seu perfil de compra as chances de sucesso da campanha certamente serão maiores.

24/01 Dia nacional dos aposentados 

Segundo o estudo “Consumer Generations”, da Tetra Pak, o poder de compra de pessoas acima dos 60 anos deve ultrapassar os R$30 trilhões até 2020. No Brasil, a média de idade dos aposentados é de 58 anos, bem próximo desta idade com alto poder aquisitivo.

Os aposentados são um público que costumam ir ao supermercado com frequência. Ao pensar nisso, vale a pena criar ações especiais para eles.

Uma das suas opções é criar uma segmentação dessa faixa etária em torno dos 60 anos e fazer uma campanha. Identificar os produtos mais consumidos por esse grupo pode te dar uma oportunidade para o aumento das vendas. Além disso, pode ser uma boa oportunidade para se aproximar desse público.

Você pode criar um encarte com ofertas exclusivas para esses clientes e enviar um SMS como esse:

Hoje no dia do aposentado, ofertas misteriosas so para voce que e cliente do clube de descontos do Supermercado XXX

Se no cadastro dos seus clientes houver informações de profissão, sua campanha segmentada pode ser ainda mais efetiva.

26/01 Dia da Gula 

Certamente essa data pode ser ótima para você movimentar a sua loja próximo ao fim do mês.

Que tal aproveitar que o dia cai em um domingo e promover um café da manhã na sua loja? Com essa ação você pode tornar o seu relacionamento com os clientes mais próximo, além de movimentar o supermercado. Para divulgar o evento vale utilizar as redes sociais ou enviar um SMS para sua base de clientes.

Em conjunto com essa ação você pode criar ofertas no setor de padaria, por exemplo, o que pode contribuir para o aumento das suas vendas.

30/01 Dia da saudade 

No dia da saudade você pode aproveitar para criar uma campanha de resgate de inativos e de clientes perdidos.

Uma boa ideia para os clientes que já estão há pelo menos 30 dias sem comprar na sua loja é enviar ofertas personalizadas. Você pode aproveitar o gancho da data e enviar uma SMS para ele com a mensagem:

Hoje é dia da saudade e nós do Supermercado XXX estamos sentindo sua falta. Confira as ofertas especiais que separamos para você [link]

Nessas ofertas você pode apostar em produtos da curva A ou até mesmo criar segmentações dos itens mais consumidos pelo grupo dessa segmentação.

Como resultado de uma ação como essa você pode ter um aumento nas vendas e aproximação no relacionamento com os clientes. Principalmente por mostrar que a sua empresa se importa com os clientes e que faz questão da sua presença na loja. 

Agora que você já sabe como começar bem o ano na sua loja, precisa continuar aproveitando as oportunidades de campanhas sazonais. Para isso, assine a nossa newsletter e fique ligado nas oportunidades de cada mês.